Home » Destinos » Nova Zelândia » Ilha Sul » O paraíso das focas em Canterbury, na Nova Zelândia
Ilha Sul Nova Zelândia

O paraíso das focas em Canterbury, na Nova Zelândia

kaikoura canterbury na nova zelândia
Compartilhe este texto!

No decorrer de nossos dois house sittings em Christchurch, nós tivemos a chance de visitar diversos locais espalhados pela Planície de Canterbury que são relativamente próximos à cidade. Muitos destes pontos de interesse são realmente imperdíveis para quem explora a Ilha Sul da Nova Zelândia e todos têm belezas distintas e atrações diferentes a apresentar.

Saiba mais: Conheça Christchurch, a cidade mais inglesa da Nova Zelândia.

Todas as quatro cidades que vamos listar neste post fazem parte da região de Canterbury, na Nova Zelândia, a mesma de Christchurch e são acessíveis a partir de algumas horas de carro da cidade.

Kaikoura e o contato com a vida selvagem

kaikoura canterbury na nova zelandiakaikoura canterbury na nova zelandia

Kaikoura pode parecer uma cidade pequena, e para os padrões brasileiros é, de fato, mas sua atividade turística é enorme e a cidade está sempre cheia de turistas. A região apresenta uma rede hoteleira de qualidade, além de restaurantes que servem o famoso crayfish, um tipo de lagosta que se encontra em abundância ali.

Caso você goste de belezas naturais e vida selvagem, Kaikoura é o seu lugar. Como um verdadeiro santuário de vida marítima, suas praias são repletas de colônias de focas, e caso faça um tour é possível ver baleias, golfinhos e até mesmo pinguins. Poucos lugares do mundo apresentam tamanha comunidade de animais selvagens com tão fácil acesso.

Atualização em 11 de Agosto de 2015: Segundo nosso amigo Oscar, do Viajoteca, explicou nos comentários, as Fur Seals da Nova Zelândia são na realidade leões-marinhos! A diferença é que estes últimos têm orelhas e as focas, não. 🙂

kaikoura canterbury na nova zelandia

Muitos desses animais fazem de Kaikoura seu lar devido às correntes marítimas que os trazem até ali. Logo, durante a visita é impossível não se surpreender com tantas focas pegando sol preguiçosamente nas orlas. Só não é aconselhável se aproximar delas, pois mesmo já sendo acostumadas à presença humana, caso sintam-se ameaçadas, irão correr em sua direção. E um detalhe: elas mordem. Fique à 10m de distância e aprecie sem perturbar os animais, afinal, ali é a casa deles.

Para quem quiser ver filhotes de focas, um dos melhores locais se encontra a 30 minutos ao norte de Kaikoura. Em Ohau Point é possível andar por uma trilha de 10 minutos mata adentro até chegar a uma cachoeira onde elas brincam em uma piscina natural. Quando visitamos era final da tarde e todas haviam descido o rio e chegado até a praia, onde muitas fêmeas amamentavam suas crias e muitos filhotes nos faziam exclamar “aaaaah” para cada lado que olhássemos. Ohau Point é um local especial e importantíssimo para as focas. É de extrema importância que se respeite o local e os animais, pois é ainda um dos poucos lugares ainda intocados pelos turistas.

Conheça também: Desbrave o remoto Cape Kidnappers e sua colônia de gansos.

kaikoura canterbury na nova zelandiakaikoura canterbury na nova zelandiakaikoura canterbury na nova zelandia

Em Kaikoura, além de sua fauna atraente, sua paisagem é deslumbrante. Situada entre as águas azuis do Oceano Pacífico e uma cadeia de montanhas nevadas, não há nada que desagrade em Kaikoura. Reserve um dia para explorar toda a região.

Leia mais: Veja como foi nossa visita ao ensolarado Parque Nacional Abel Tasman.

Hanmer Springs e as águas termais

kaikoura canterbury na nova zelandia

Hanmer Springs, ou somente Hanmer, é o reduto de finais de semana dos moradores de Canterbury, na Nova Zelândia, ficando a 90 minutos de Christchurch. Possui o maior resort de águas termais da Ilha Sul do país, atraindo turistas internacionais e locais. Além disso, apresenta um centro com bons restaurantes e várias trilhas pelos vários montes que circundam a cidade.

Durante nossa estadia em Hanmer, reservamos o final da tarde e início da noite para desfrutarmos das piscinas do Hanmer Springs Thermal Pools. Além das piscinas termais, o complexo também tem um spa para quem procura massagens e outros tratamentos de relaxamento.

kaikoura canterbury na nova zelandia

É bastante antigo, datando o seu uso para tratamentos medicinais há quase 180 anos atrás. Suas águas são formadas de chuva e neve que, ao entrar abaixo da terra, são aquecidas pela radiação do interior do planeta.

O complexo engloba 11 piscinas termais de diferentes tipos e temperaturas, sendo algumas de hidromassagem, com águas sulfurosas que vão desde 30 a 40 graus Celsius. As crianças não ficam de fora, podendo usar os tobogãs e outros brinquedos aquáticos, todos com água quente.

kaikoura canterbury na nova zelandia

O maior problema é pular de uma piscina para a outra, onde o ambiente externo é tão frio que chega a doer devido ao contraste de temperaturas.

O Hanmer Springs Thermal Pools & Spa fica aberto das dez da manhã às nove da noite.

Lyttelton, o porto e o epicentro do terremoto de 2011

kaikoura canterbury na nova zelandia

Um dos limites da cidade de Christchurch é o conjunto de colinas chamado Port Hills. Ao atravessar o túnel que passa por dentro delas, chega-se a cidadezinha portuária de Lyttelton.

Lyttelton foi altamente abalada durante os terremotos de 2011 e grande parte de seus prédios históricos tiveram que ser demolidos. A identidade da cidade precisou ser reestruturada, e hoje ela está voltando à ativa com seu charme boêmio, com algumas galerias e cafés bem estilosos, além de seus bares a todo vapor durante a noite.

A cidade vive em função de seu porto, e da varanda dos cafés locais é possível ter uma visão panorâmica dele, com suas águas claras e colinas que fecham a Enseada de Lyttleton.

Leia também: Como é viver sob a constante ameaça de um terremoto em Christchurch.

Akaroa e a herança francesa na Nova Zelândia

kaikoura canterbury na nova zelandia

A região de Canterbury não é só feita de planícies e colinas. No leste de Christchurch, depois de Lyttelton, encontra-se a Banks Peninsula, uma região formada a partir de erupções de dois vulcões que existiam no local.

Akaroa é a cidade mais famosa da península e parte do seu charme se dá ao fato de ter sido fundada por franceses. Suas ruas, casas e restaurantes possuem nomes que remetem ao seu passado.

kaikoura canterbury na nova zelandia

Além disso, possui uma vida marítima agitada, onde é possível fazer tours por dentro da Enseada de Akaroa, alugar caiaques e até mesmo velejar por suas águas. Trilhas estão espalhadas pela cidade também, algumas pela orla, levando até um melancólico farol.

kaikoura canterbury na nova zelandia

Um lugar agradável, com um ar de parado no tempo, com alguns charmosos cafés e belos decks, onde é possível sentar na presença de gaivotas e curtir a paisagem.

* Larissa e Carlos visitaram o Hanmer Springs Thermal Pools and Spa a convite do Governo da Nova Zelândia através do 100% Pure New Zealand.

pure new zealand vida cigana

ORGANIZE SUA VIAGEM!

HOSPEDAGEM
No Booking.com estão cadastradas as melhores opções de hotéis e albergues. Reserve com direito a cancelamento gratuito e viaje com mais tranquilidade.
SEGURO VIAGEM
Com a Seguros Promo é possível comparar a cotação de diversas companhias, garantindo o melhor custo/benefício na contratação. Use o cupom VIDACIGANA5 e receba 5% de desconto em seu seguro viagem
ROAD TRIP
Alugue um veículo com a RentCars.com para sua viagem. Compare os preços de diferentes locadoras, pague em Reais, sem IOF e parcelado em até 12 vezes.

Compartilhe este texto!

Sobre o Autor

Larissa

Larissa é nascida em Niterói/RJ, mas já estudou em Nova York e morou na Nova Zelândia por um ano antes de iniciar a volta ao mundo que terminou em 2016. Sonhando em viajar desde que se entende por gente, mantinha um caderno cheio de recortes de jornais e revistas sobre o Egito quando tinha 7 anos de idade. Hoje esse caderno é virtual e engloba vários destinos. Os “recortes” são produzidos por ela e pelo Carlos, semanalmente, no Vida Cigana.

2 Comentários

Clique aqui para deixar um comentário.
  • Oi Larissa e Carlos

    Poxa que pena que vocês não conseguiram ver os filhotes de leão marinho na cachoeira em Oahu Point. Esse lugar é um dos mais especiais que visitei aqui na Nova Zelândia.. Só um pequeno detalhe.. Apesar de eles chamarem elas de New Zealand fur Seals em inglês, que nos leva a inferir que são focas “peludas” neozelandesas e não sea lion. Na verdade as NZ fur Seals são da família Otariidae, a família que engloba os leões marinhos.. Basicamente a diferença entre uma foca e um leão marinho está no fato de os leões marinhos terem “orelha” já as focas de verdade não.. Comento sobre isso nesse post aqui => http://www.viajoteca.com/kaikoura-ohau-point-walkway-filhotes-de-leao-marinho-cachoeira/

    • Nós vimos dois filhotes só na cachoeira, Oscar, uma pena mesmo. Não conseguimos fotos boas lá, mas acho que foi questão de horário – chegamos no fim do dia.
      E esse detalhe das orelhas, nunca imaginaria! hahahh Vou ver se arrumo depois no texto, obrigado!
      Um abraço,
      Carlos

House Sitting

Booking.com

publicidade

Close