Home » Destinos » Nova Zelândia » Ilha Norte » Cape Kidnappers: trilhas, terremotos e natureza exuberante
Ilha Norte Nova Zelândia

Cape Kidnappers: trilhas, terremotos e natureza exuberante

cape kidnappers
Compartilhe este texto!

Em Hawke’s Bay existe um lugar turístico em seu extremo sudeste chamado Cape Kidnappers. É uma península formada por inúmeros terremotos que se adentra pelo Oceano Pacífico. A Nova Zelândia fica no encontro de duas placas tectônicas, a Indo-Australiana e a do Pacífico.


 

Mais trilhas? Veja nossa caminhada por Mordor, de O Senhor do Anéis, no Tongariro Alpine Crossing.


Todo o caminho percorrido para se chegar ao Cape Kidnappers é cercado, de um lado pelo mar, cheio de rochas submergindo da água como indício de terremotos mais recentes, e pela parede formada por terremotos mais antigos, onde é possível ver camadas e mais camadas de terra de várias eras, algumas delas cheias de conchas, provando que um dia elas já fizeram parte do mar. Em seu final absurdamente lindo, encontramos um penhasco branco esculpido pelo vento e água, com uma solitária pedra pontuando o fim. Em suas costas, colinas verdes, cheias de ovelhas que nos levam ao seu cume, a reserva dos gansos-patola (em inglês gannet). É um lugar único e impressionante.

cape kidnappers  cape kidnappers

O que intriga todo turista é o nome dado ao cabo (traduzido Cabo dos Sequestradores). Em 1769, ao atracar ali, um membro da tripulação do Capitão Cook (responsável por cartografar a Nova Zelândia) foi quase sequestrado por maoris que ali viviam. Na tentativa, 2 maoris morreram e o tripulante conseguiu escapar.

Para chegar até o Cape Kidnappers, tem que seguir o caminho até Te Awanga, onde a estrada acaba em Clifton. Caso vá de carro, tem que se estacionar ali e continuar o caminho a pé por uma trilha na beira da praia. A ida e volta é de um total de 20km, demorando mais ou menos 5 horas e meia. Só é possível fazer a trilha em horários de maré baixa, pois é quando a terra surge e se é possível caminhar; e quando a reserva está aberta, geralmente entre final de outubro e começo de fevereiro, que é quando os gansos-patola já depositaram seus ovos. Outro jeito (mais caro e menos desgastante) é pagar um tour onde levam os turistas de trator pela praia. Para ir andando o custo é zero e a experiência é muito mais bonita. Porém, é preciso usar sapatos confortáveis e levar lanches, pois não existem lanchonetes ou algo do tipo pelo caminho. É um lugar ermo, mesmo.

cape kidnappers cape kidnappers cape kidnappers cape kidnappers

Muitas famílias neozelandesas fazem seu passeio de final de semana lá. Levam seus quadriciclos e almoçam por lá mesmo. Muitas crianças com seus pais e cachorros com seus donos (mesmo sendo proibido entrar com animais).

cape kidnappers cape kidnappers

Boa parte da caminhada é observando as paredes altíssimas em volta e o mar limpo. É bastante desgastante se caminhar nas praias de Hawke’s Bay, pois além de areia, elas são cheias de pedras, que tornam a trilha mais cansativa e irregular. É possível ver vários tipos de pássaros e focas (sim, focas!) pelo caminho. Lá pelo meio já vemos grandes rochas emergindo do mar, algumas com ninhos dos gansos-patola.

cape kidnappers cape kidnapperscape kidnappers

São pássaros bem diferentes, brancos com a cabeça amarela, olhos azuis e bicos brancos, delineados de preto, como um desenho. Já estão acostumados com a presença humana, então nem se manifestam quando chegamos, continuam buscando alimentos para seus parceiros e pousando sobre seus ninhos.

cape kidnappers

No final, nos deparamos com o lindo penhasco branco, com águas muito claras, de um verde lindíssimo. Ali começa nossa subida pela encosta até o cume, onde a maior colônia de gansos-patola pode ser observada, assim como uma vista fenomenal. É um local verde, coberto de grama e algumas ovelhas, bem agradável. Chegando ao topo, nos deparamos com MUITOS pássaros, todos atrás de um cercadinho, em cima de seus ninhos, buscando alimentos e sobrevoando nossas cabeças bem de pertinho.

Cape Kidnappers trail cape kidnappers cape kidnappers cape kidnapperscape kidnappers cape kidnapperscape kidnapperscape kidnappers cape kidnappers

Depois de um tempo lá em cima, é hora de descer antes que a maré comece a subir. São mais 3 horas para voltar e como já estávamos cansados da ida, voltamos totalmente destruídos. Por isso, mais uma vez, usem calçados confortáveis!

Apesar de todo infortúnio na volta, valeu MUITO a pena. Passeio lindíssimo, sem igual. Se for passar por Hawke’s Bay, reserve um dia para ir até o sensacional Cape Kidnappers.

cape kidnappers

Conheça a nossa página no Pinterest!

O fim da trilha de Cape Kidnappers, que dura 6 horas ida e volta. Um lugar belíssimo, onde a trilha é na beira do Oceano Pacífico, cercada por montanhas formadas por terremotos milenares. No final da trilha, no topo de uma montanha no chamado Cape Kidnappers, fica a maior colônia de gansos-patola (gannets) do país, onde eles formam seus ninhos. Na foto uma mulher ruiva observa a enorme colônia de gannets sentada no chão. Os pássaros voam e alguns estão no chão. O céu está azul.

ORGANIZE SUA VIAGEM!

HOSPEDAGEM
No Booking.com estão cadastradas as melhores opções de hotéis e albergues. Reserve com direito a cancelamento gratuito e viaje com mais tranquilidade.
SEGURO VIAGEM
Com a Seguros Promo é possível comparar a cotação de diversas companhias, garantindo o melhor custo/benefício na contratação. Use o cupom VIDACIGANA5 e receba 5% de desconto em seu seguro viagem
ROAD TRIP
Alugue um veículo com a RentCars.com para sua viagem. Compare os preços de diferentes locadoras, pague em Reais, sem IOF e parcelado em até 12 vezes.

Compartilhe este texto!

Sobre o Autor

Larissa

Larissa é nascida em Niterói/RJ, mas já estudou em Nova York e morou na Nova Zelândia por um ano antes de iniciar a volta ao mundo que terminou em 2016. Sonhando em viajar desde que se entende por gente, mantinha um caderno cheio de recortes de jornais e revistas sobre o Egito quando tinha 7 anos de idade. Hoje esse caderno é virtual e engloba vários destinos. Os “recortes” são produzidos por ela e pelo Carlos, semanalmente, no Vida Cigana.

2 Comentários

Clique aqui para deixar um comentário.

House Sitting

publicidade

Close