Home » Destinos » Reino Unido » O roteiro ideal pela Ilha de Skye, a mais fotogênica da Escócia
Reino Unido

O roteiro ideal pela Ilha de Skye, a mais fotogênica da Escócia

Ilha de Skye Escocia

Um perfeito cenário de filmes, a Ilha de Skye, nos Highlands da Escócia, foi um dos locais mais arrepiantes que já visitamos. A região já serviu de palco para inúmeros filmes, o que não é de surpreender uma vez que as paisagens da Ilha de Skye são de deixar muitos outros lugares do mundo no chão de tão bonito e poético. Eu mesma conheci Skye (como muitos a chamam) através de fotografias de casamento em locais da ilha enquanto procurava inspiração para o nosso. E assim que bati o olho nas fotos, já sabia que um dia teria que ir até lá.

Planeje sua viagem: Veja uma seleção de hotéis e reserve sua estadia na Ilha de Skye

Quando pensamos em Escócia, além dos homens usando kilts quadriculados, também sempre vem em mente aquelas paisagens misteriosas, cheias de neblina e planícies rústicas por entre montanhas rochosas. E é isso mesmo que o turista encontra na região dos Highlands, não podendo ser diferente na Ilha de Skye, cujo cenário remonta a tempos passados, indo desde os dinossauros até tradicionais clãs escoceses.

Ilha de Skye Escocia

Skye é a maior e a ilha mais ao norte das que formam o arquipélago das Hébridas Interiores, um conjunto de ilhas que, junto com as Hébridas Exteriores, corre por toda a costa oeste escocesa. A ilha de Skye é realmente grande, mas possível de se visitar em um dia, caso se organize bem.

Leia mais: Como organizar seu roteiro de viagem pela Escócia

Indo para a Ilha de Skye

Ilha de Skye Escocia
Acho que ele não gostou muito de tirar foto perto do precipício 🙁

Estávamos fazendo um house sitting de um mês de duração em Glasgow, na Escócia e, uma vez lá, seria a oportunidade perfeita para fazer uma pequena viagem até a Ilha de Skye. Mas para isso teríamos que levar o Chill, o cachorrinho schnauzer que estávamos tomando conta. E quem disse que isso nos atrapalhou? Muito pelo contrário, foi divertidíssimo. Foi nossa primeira road trip com um bichinho de estimação e era muito interessante observar as reações dele ao chegar a locais novos e poder explorar ao redor. Nossas fotos saíram até mais divertidas com o novo membro do Vida Cigana!

A viagem saindo de Glasgow ou Edimburgo até a Ilha de Skye dura quase seis horas, e como estávamos com o cachorro, sabíamos que teríamos que parar mais vezes por causa dele. Então, sem pressa, chegamos à ilha já de noite e dormimos em um ótimo hotel num vilarejo chamado Broadford, na entrada de Skye. O legal do Reino Unido é que a maioria dos hotéis e pousadas aceitam animais em seu estabelecimento, basta pesquisar e perguntar com antecedência avisando que está levando seu bichinho com você. Para nós ainda foi uma experiência muito divertida, pois nunca havíamos feito uma viagem assim.

Leia mais: O Castelo de Edimburgo: A atração mais visitada da Escócia

A Ilha de Skye

Ilha de Skye Escocia

Um aspecto que nos surpreendeu na Ilha de Skye foi a semelhança de sua geografia com aquilo que víamos na Nova Zelândia, nosso país queridinho. As paisagens dramáticas e épicas em muito se assemelhavam com o país insular no Pacífico. Montanhas belamente esculpidas pelo vento, rios, neve e até mesmo as ovelhas estavam por toda a parte. Na Nova Zelândia, a cada curva soltávamos um “aaah”, e na Escócia não foi diferente. O único detalhe que destoava era a densa neblina escocesa, que dava uma aparência extremamente melancólica ao lugar, mas de uma forma muito poética, tornando tudo majestoso demais.

Ilha de Skye Escocia
Oi!

O caminho todo por dentro de Skye é bem rural, com vastos campos de vegetação rasteira e ovelhas soltas pelas estradas estreitinhas. Parece a todo tempo cenas tiradas de um filme. Estradinhas de chão, ovelhas cruzando as estradinhas, o carro tendo que parar para deixa-las passar. Casinhas como as de boneca aqui e ali, com chaminés mostrando que o interior deve estar muito aconchegante. Tudo muito lindo.

Portree

Ilha de Skye Escocia

O maior vilarejo e a capital da Ilha de Skye é Portree. Ele se resume a uma praça e poucas ruas ao redor, onde todos os estabelecimentos se encontram. Lá o turista encontra uma maior (mas não tanto) variedade de restaurantes, cafés, caixas eletrônicos e hotéis. Mas isso não significa que serão baratos. A cidade é bem pequena e graciosa, mas não há nada demais lá.

É bom planejar a viagem para que a hora do almoço coincida com a passagem por Portree, senão é capaz de não encontrar onde comer no restante da ilha.

Leia mais: Stirling, na Escócia: o Castelo e a história de William Wallace

Old Man of Storr

Ilha de Skye Escócia
Para não deixar vocês sem saber como é, pegamos emprestado a foto do John Mcsporran
Flickr: 127130111@N06 / Creative Commons

O Old Man of Storr é um dos símbolos de Skye. Trata-se de uma curiosa formação geológica que faz parte de um rochedo maior chamado Storr. Na tradução, Old Man of Storr seria o “Velho Homem de Storr”, pois a rocha parece um eremita observando a península lá de cima.

É o ponto mais alto da península de Trotternish, na Ilha de Skye – local que foi formado a partir de grandes deslizes de terra através dos milênios – e de lá é possível vislumbrar o Sound of Raasay, uma espécie de fiorde.

O Old Man of Storr é muito procurado para fazer trilha, sendo possível ir até seu topo numa caminhada de uma hora e meia ida/volta, dependendo do tempo, claro.

Infelizmente não conseguimos tirar nenhuma foto do Old Man of Storr. Conseguimos vê-lo de longe na estrada, mas a neblina o escondeu por completo quando nos aproximamos. Uma pena, pois é um dos cenários mais fotografados do mundo.

Mealt Falls

Ilha de Skye Escocia

A Mealt Falls é uma cachoeira que nasce do Loch Mealt e cai pelo Kilt Rock (uma enorme rocha que se parece com kilts escoceses) de uma altura de 55 metros no fiorde. É mais uma paisagem extremamente dramática dos Highlands da Escócia, onde é possível ver uma lagoa na beira de um precipício, que se torna uma bela cachoeira, desembocando diretamente no mar.

Ilha de Skye Escocia

Vale a pena a parada, pois cachoeiras caindo no mar são coisas raras de se ver. A vista é espetacular, e o mar tem uma cor incrível.

Do Google Maps dá pra ver a cachoeira de baixo!

The Quiraing

Ilha de Skye Escocia

O Quiraing é um dos lugares mais inacreditáveis que já pisei na minha vida. Juro. Desculpe Nova Zelândia, desculpe Belize, desculpe mundo! Acho que não existem palavras para descrever aquilo lá, só sentir.

Ilha de Skye Escocia

O Quiraing fica no topo da península de Trotternish, no extremo norte da Ilha de Skye, e de todos os deslizes de terra passados durante milênios pela região, o Quiraing é o único que se mantém em movimento, sendo preciso reparo em sua estrada todo ano.

Uma estradinha leva até o seu cume, onde é possível estacionar o carro no platô e explorar a região. Lá de cima a vista é de tirar o fôlego. Um enorme vale com lagos e vista até o fiorde lá ao fundo, além de toda a planície gramada e dourada se encontram entre dois rochedos.

Ilha de Skye Escocia
Conseguem me achar?

Caso queira fazer a trilha até bem pertinho das famosas formações, ela dura duas horas ida/volta.

Neist Point Lighthouse

Ilha de Skye Escocia

Já do outro lado da Ilha de Skye, na península de Duirinish, se encontra o Neist Point Lighthouse, um dos faróis mais conhecidos da Escócia, e talvez o mais bonito. Localizado no Neist Point, o farol fica voltado ao The Minch, um estreito que separa as Hébridas Interiores das Exteriores.

Ilha de Skye Escocia

O Neist Point Lighthouse fica na ponta mais ocidental da Ilha de Skye e é um ótimo lugar para ver golfinhos e baleias, dependendo da época do ano. No caminho até a melhor vista do farol se encontram inúmeras ovelhas sortudas que diariamente observam tão maravilhoso local.

Impressões sobre Skye

Ilha de Skye Escocia

A Ilha de Skye é tão bonita que fica difícil descrever. Espero que as fotos tenham ajudado onde as palavras faltaram. Nem preciso dizer que, caso tenha a oportunidade, uma visita até lá é obrigatória, né?

ORGANIZE SUA VIAGEM!

HOSPEDAGEM
No Booking.com estão cadastradas as melhores opções de hotéis e albergues. Reserve com direito a cancelamento gratuito e viaje com mais tranquilidade.
SEGURO VIAGEM
Com a Seguros Promo é possível comparar a cotação de diversas companhias, garantindo o melhor custo/benefício na contratação. Use o cupom VIDACIGANA5 e receba 5% de desconto em seu seguro viagem
ROAD TRIP
Alugue um veículo com a RentCars.com para sua viagem. Compare os preços de diferentes locadoras, pague em Reais, sem IOF e parcelado em até 12 vezes.

Sobre o Autor

Larissa

Larissa é nascida em Niterói/RJ, mas já estudou em Nova York e morou na Nova Zelândia por um ano antes de iniciar a volta ao mundo que terminou em 2016. Sonhando em viajar desde que se entende por gente, mantinha um caderno cheio de recortes de jornais e revistas sobre o Egito quando tinha 7 anos de idade. Hoje esse caderno é virtual e engloba vários destinos. Os “recortes” são produzidos por ela e pelo Carlos, semanalmente, no Vida Cigana.

27 Comentários

Clique aqui para deixar um comentário.
  • Olá! Primeiramente parabéns pelas informações. Estão sendo bastante úteis e esclarecedores. Entretanto, estou com uma dúvida com relação ao tempo que devo destinar para aproveitar bem (sem pressa) as seguintes atrações: Old Man of Sthor, Mealtfalls e the Quiraig? Simulei os trajetos pelo maps, e vi que não são distantes e dá pra fazer em sequência. Vale destacar que estaremos de carro por lá. The quiraig será o último ponto antes de descermos para Fort William e conhecermos o Ben Neves. Nesse mesmo dia, após completarmos o roteiro acima descrito, seria muito corrido dormir em Edimburgo, ou é melhor dormir em Fort William mesmo? Desde já agradeço a atenção.

    • Eduardo, dá para fazer tudo em um dia só, mas não sei se você terá tempo para visitar o Ben Nevis com a calma que gostaria. Talvez seja melhor passar a noite em Fort William ou outra cidade próxima para garantir que veja o que há por ali na manhã seguinte, caso chegue de volta muito tarde.
      Se estiver com pressa, começando o dia bem cedo é possível fazer num dia só, a única dificuldade é voltar dirigindo a noite para Edimburgo.

  • Oi Larissa,

    Na verdade, a minha primeira pergunta era se em Três dias (contando com a chegada) eu consigo conhecer Inverness, Ilha de Skye e Portree?
    Mais uma vez, obrigada!

    • Olha, que dá, dá, mas fica apertado. Nós fizemos a Ilha de Skye em um dia também, mas chegamos de noite e tivemos o dia seguinte inteiro para explorar e mesmo assim não deu pra ver tudo. Portree não tem muito o que fazer, é bom só pra comer mesmo, então você não perderia muito tempo lá. Inverness é que não sei, só dormimos lá e visitamos pela manhã, gostaria de ter ficado mais. E lembre-se que de Inverness até Skye são 3h de carro.
      Resumindo, dá pra fazer em 3 dias, só vai ficar corrido mesmo.

  • Oi Larissa,
    Estou indo para Escócia e gostaria de sua ajuda. Tenho pretensão de me hospedar em Inverness, lá alugar um carro e conhecer Portree e a Ilha de Skye. É possível que eu faça tudo em 3 dias. Pretendo no dia da chegada, já dar uma volta por Inverness para um breve reconhecimento. No dia seguinte alugar um carro e seguir para a Ilha e aproveitar para conhecer Portree na mesma oportunidade. No terceiro dia, parto para Edimburgo. E aí está a minha segunda dúvida!!! Qual o melhor transporte para de Inverness para Edimburgo? Fico em Edimburgo durante 4 dias e depois viajo de volta para o Brasil.

    • Oi Ana Lucia, para ir de Edimburgo a Inverness existem 3 opções: alugando seu próprio carro e parando onde bem entender na estrada para tirar fotos, pois as paisagens são incríveis; ir de ônibus (M90) ou de trem, que eu acredito ser uma viagem bem legal também, já que viagens de trem são sempre prazerosas, ainda mais no Reino Unido. Dê uma olhada nos valores para ver qual sai mais em conta. Temos um texto só sobre o roteiro que fizemos nas Highlands, dá uma olhadinha lá 😉

  • Olá! Adorei seu post!

    Irei para a Escócia em maio e separei 6 dias para Highlands e Skye, mas estou com dúvidas sobre como dividir esses dias. Viajarei sozinha. Ficarei 6 dias em Edimburgo, 3 em Stirling e aí vou de trem para Inverness, mas só consegui planejar até aí. Não sei se fico baseada em Inverness e faço passeios para Skye ou se fico 2 dias em Inverness e vou para Skye. Você tem alguma sugestão?
    Super tks!

    • Oi Paula,
      como você vai usar o transporte público, acho que o melhor é ficar baseada em Inverness, que é uma cidade grande, e de lá fechar um passeio para Skye, mesmo sendo um pouco mais longe.
      Na ilha de Skye as cidades são muito pequenas e só valem usar como parada caso você tenha seu próprio veículo, já que os pontos mais interessantes da ilha são distantes dos povoados.

  • Que paisagens lindas e que fotos de tirar o fôlego, impressionantes mesmo. Parabéns pelo Post. Já quero conhecer tudo, e é verdade algumas fotos fizeram-me lembrar a Nova Zelândia, que não conheço “pessoalmente” mas só de fotos também.

  • Adorei o cenário do local. É muito bonito mesmo e concordo, parada obrigatória ! E me apaixonei pelo cachorrinho hahahah Ele deve ter gostado da vida cigana 🙂

  • Que fotos hein? De tirar o fôlego! Amei lindas!!! Fiquei morrendo de vontade de conhecer a Ilha, em especial o Old Man.

  • Que post delicioso. A Escócia é dos países que mais gostei de visitar, apesar de não ter conseguido fazer tudo o que pretendia. A minha intenção é regressar e percorrer o país, visitar castelo e desfrutar da paisagem natural que é maravilhosa. Muito obrigada pela partilha. Adorei!

  • Uauuuuuu…. esta ilha deixou-me sem respiração 🙂 Penso regressar à Escócia e vocês deram-me um “must-visit” imperdível. Fantásticas fotos. Obrigado pelas dicas 🙂

House Sitting

publicidade

Close