Home » Destinos » Laos » Luang Prabang, Laos: a queridinha do Sudeste Asiático
Laos

Luang Prabang, Laos: a queridinha do Sudeste Asiático

Luang Prabang Laos

Antes de irmos para o Laos, sabíamos que o ponto alto de nossa visita ao país seria Luang Prabang, a cidade que é a queridinha de tantas pessoas que visitam o Sudeste Asiático e, desde 1995, considerada patrimônio mundial da UNESCO, título que é compreendido por qualquer um assim que são colocados os pés na cidade.

Luang Prabang é encantadora. A cidade é pequena e se encontra em uma península entre o grande rio Mekong e o rio Nam Khan, no norte do Laos, sendo um ótimo ponto de entrada ou saída de quem vem ou vai para a Tailândia. A cidade, até a ocupação comunista em 1975, era a capital do pais e onde ficava o rei do antigo Reino do Laos. Depois disso, a capital passou para a localização atual, em Vientiane.

Leia mais: Nossa viagem pelo Laos começou com um House Sitting em Vientiane. Leia nosso “Guia de House Sitting”e aprenda você também a viajar sem pagar hospedagem.

Luang Prabang Laos

A formação urbana de Luang Prabang remete a um tempo antigo, com registros de sua sua conquista no ano de 698 d.C., mas grande parte do que hoje existe na cidade, arquitetonicamente, data do século XX.

Luang Prabang Laos

Além de sua extensa variedade de templos, uma visita a Luang Prabang ainda deve incluir atrações culturais e naturais que a região oferece. Mas prepare-se pois, como todo centro turístico (e ao contrário do restante do Laos), ingressos são cobrados em todas as atrações de Luang Prabang. Por mais que o Sudeste Asiático seja uma região barata para viajar, Luang Prabang vai te fazer gastar um pouquinho mais, mas você não vai se arrepender.

O que fazer em Luang Prabang

Luang Prabang Laos

Luang Prabang é muito pequena e grande parte de suas atrações se encontram no centro da cidade. Sua rua principal, a Sakkaline Road, possui tudo o que um turista precisa, desde restaurantes a várias agências de turismo.

Veja também: Como planejar sua viagem (e montar seu roteiro) pelo Sudeste Asiático.

Já a Kingkitsarath Road é a rua dos hotéis mais badalados. Fica às margens do rio Nam Khan e é incrivelmente agradável de caminhar por lá para observar as montanhas verdes ao longe.

Luang-Prabang-2Luang Prabang Laos

À noite a tranquilidade de Luang Prabang é deixada um pouco de lado (só um pouco) e o centro da cidade se transforma, com seus restaurantes super bem decorados e iluminados com lanternas típicas, tudo muito lúdico e encantador.

Luang Prabang Laos

Nos finais de semana, feirinhas noturnas tomam toda a rua principal, onde é possível comprar as mais diversas lembrancinhas. Roupas da região, super confortáveis para quem está viajando, também são vendidas em abundância. Eu mesma comprei lá a calça mais linda da minha vida! <3

Para os turistas que buscam o que fazer em Luang Prabang, vamos relatar abaixo suas principais atraçãos:

Além delas, veja também:

A procissão da Ronda das Almas, a atração mais especial de Luang Prabang

Luang Prabang Laos

Todos os dias, durante o nascer do sol, os monges budistas de Luang Prabang saem de seus templos para pedir comida na Sakkaline Road. É uma cerimônia muito tradicional que vem ocorrendo na cidade desde o século XIX. Os fieis saem de suas casas e sentam nas calçadas com potes de arroz e alguns doces (pois muitos monges são crianças) esperando a hora em que os religiosos passarão para buscar a comida.

Luang Prabang LaosLuang Prabang Laos

Antes de ser uma atração turística, a Ronda das Almas de Luang Prabang é uma procissão religiosa e importante para a população budista da cidade. No entanto a cerimônia hoje em dia corre sérios riscos de acabar pela intrusão dos turistas, que não respeitam a tradição, o que faz com que muitos fieis desistam de sair de suas casas por se sentirem desrespeitados por tal comportamento.

No dia em que acompanhamos a Ronda das Almas, pudemos constatar que a cerimônia está bem deturpada, com muitos turistas participando apenas para posar para as câmeras de amigos.

Luang Prabang Laos

Além disso, o mercado ambulante de venda de arroz e aluguel de vestimentas típicas está cada vez maior, coisa que não existia quando a Ronda das Almas era algo mais genuíno. Locais ficam desesperados para vender potes de arroz para gringos que queiram participar, às vezes interrompendo indevidamente a procissão.

Luang Prabang Laos

Não é proibido que turistas observem ou mesmo que participem da Ronda das Almas de Luang Prabang, mas todos devem seguir uma série de regras de etiqueta:

Primeiro, esteja vestido decentemente aos olhos do Laos. O país em si é muito conservador, sendo extremamente ofensivo andar com seus ombros e joelhos à mostra. Mesmo o Laos sendo um país muito quente, aqui todos dançam conforme a música. Então, se for assistir à Ronda das Almas, vá vestido de acordo – por ocorrer no nascer do Sol não vai estar tão quente de todo modo.

Segundo, nunca, jamais interrompa a caminhada dos monges, não faça contato visual e não toque neles ou em suas vestimentas. Durante a Ronda das Almas eles estão em um ritual sagrado e ter seu trajeto quebrado é algo muito sério.

Luang Prabang Laos

Fique a uma boa distância e desligue o flash de sua câmera. Fotos tiradas com flashes também são ofensivos, pois tiram a concentração dos monges, que caminham meditando enquanto recebem a comida.

E caso queira participar e doar comida, não compre dos ambulantes. Isso só incentiva mais a comercialização da procissão. O que as autoridades pedem é que você mesmo cozinhe seu arroz ou peça para seu hotel providenciar.

Fora isso, só observe o lindo mar laranja que se forma pelas ruas de Luang Prabang quando os monges saem de seus templos, todos enfileirados, de todas as idades e gerações. Ë algo para levar para a vida.

Haw Kham Royal Palace Museum, o palácio do tempo dos reis

Luang Prabang Laos

Construído em 1904, antes era o palácio dos reis de Luang Prabang durante a colonização francesa, hoje é um museu nacional. É uma área linda e bem no centro da cidade, possuindo muitas árvores ao redor, tendo o monte Phusi a sua frente.

Luang Prabang Laos

A arquitetura é uma mistura de estilos tradicionais laosianos e franceses e em seu interior é possível ver as mais belas relíquias da época da monarquia no Laos.

Suas magníficas salas vermelhas cobertas de mosaicos em vidro colorido são repletas de tronos e espadas feitos em ouro maciço. Fotografias da família real, assim como seus aposentos também estão dispostos em diversas alas do palácio. Na sala onde o rei recepcionava seus convidados se encontra os painéis pintados pelo artista francês Alix de Fautereaux, onde, a pintura se modifica dependendo da hora do dia em que for vistar.

Conhecer o antigo palácio real é poder apreciar os objetos mais ricos de Luang Prabang e de uma nação que quase não ouvimos falar. É magnífico e exuberante. Uma pena não poder fotografar.

Haw Pha Bang e a responsabilidade de proteger a maior relíquia do país

Luang Prabang Laos

No mesmo terreno do palácio real, logo na entrada encontra-se o Haw Pha Bang, um templo relativamente novo, terminado em 2006, mas de extrema importância para Luang Prabang, pois sua construção foi designada para que ele guardasse a mais importante relíquia histórica do país: o Pra Bang, uma estátua de Buda que veio para o Laos durante o século XIV.

Foi dessa estátua que derivou o nome da cidade. É proibido entrar ou fotografar seu interior.

Wat Xieng Thong, o templo mais esplendoroso de Luang Prabang

Luang Prabang Laos

Wat Xieng Thong é um dos mais famosos templos do Laos e o maior cartão postal de Luang Prabang. Construído em 1559 foi o palco de todas as coroações dos reis locais desde então.

Luang Prabang LaosLuang Prabang Laos

Não só o templo principal, mas todo o conjunto é maravilhoso. Ficamos encantados com suas paredes, negras com pinturas douradas, todas feitas de madeira. Seu exterior tomado por mosaicos em vidro colorido e uma enorme árvore da vida em sua parede de fundo.

Luang Prabang Laos

Já em seu prédio vermelho com pinturas douradas ficam inúmeras estátuas de Buda das mais variadas épocas, assim como a grande carruagem designada a carregar os restos mortais da realeza do Laos.

Luang Prabang LaosLuang Prabang Laos

Em seu pátio é possível ver monges de todas as idades fazendo suas tarefas diárias, como varrer o local, molhar as plantas, entre outras atividades. A rotina de Luang Prabang está viva ali.

Monte Phusi, a coroa de Luang Prabang

Luang Prabang Laos

O monte Phusi fica no coração da antiga cidade, exatamente em frente ao antigo palácio real e de lá é possível ver toda a cidade e seus rios. É possível chegar ao seu topo vindo das entradas ao norte, sul ou leste. No seu topo há uma enorme estupa dourada chamada That Chomsi, com várias estátuas de Buda e pinturas do século XIX podendo ser vistas em seu caminho.

Veja também: 9 motivos para visitar Vientiane, a capital do Laos

Luang Prabang LaosLuang Prabang Laos

É fantástico fazer a visita e apreciar o pôr do sol de Luang Prabang lá de cima.

Kuang Si, a preciosa cachoeira azul de Luang Prabang

Luang-Prabang-2

Kuang Si fica a 32km de distância de Luang Prabang, mas sua visita é obrigatória a quem vai até lá. Confie em nós, você estará numa cidade super quente e tudo o que você mais irá desejar é mergulhar numa cachoeira profundamente azul.

Luang-Prabang-2Luang-Prabang-2Luang-Prabang-2

Para chegar até a cachoeira, a maneira mais fácil é sinalizar para algum tuk tuk que com certeza irá te abordar gritando “waterfall” no centro de Luang Prabang, mas a forma mais barata é pagar uma vaga em uma das várias vans disponibilizadas por agências ou albergues pela cidade. Enquanto o passeio de van pode custar 40.000 kips (US$ 5), o tuk tuk irá te cobrar 200.000 kips (US$ 25) ou mais se você não souber desenrolar e tiver cara de turista perdido.

Planeje sua viagem: Como incluir o Laos em seu roteiro de viagem pela Tailândia

Ao chegar, na entrada do parque fica o Tat Kuang Si Bear Rescue Centre, um centro de recuperação de ursos que foram resgatados de seus “donos” que os mantinham dentro de gaiolas de menos de 10 metros, proibindo que eles crescessem. Os ursos hoje vivem soltos no centro de reabilitação e felizes por poderem nadar, brincar e interagir com outros de sua espécie.

Luang-Prabang-2

Chegando à cachoeira, é só relaxar e tirar várias fotos. Suas águas são frias, mas a água é tão convidativa que é impossível resistir. Seus degraus naturais feitos de calcário criam um ambiente ainda mais fantástico.

O turismo com elefantes em Luang Prabang

Luang-Prabang-2

O Laos é conhecido como “o país de um milhão de elefantes”. Tudo no Laos, desde souvenirs a vestuário possui os gigantes estampados. Juntamente com lembrancinhas, o país também apresenta grande atividade turística em torno desses nobres animais e em Luang Prabang não é diferente.

Nós somos totalmente contra o turismo com animais, especialmente com elefantes, pois é algo extremamente cruel, além dos elefantes do Sudeste Asiático estarem ameaçados de extinção.

Ao visitar Luang Prabang, reconsidere suas intenções e não incentive este modelo de turismo.

Como chegar em Luang Prabang

Além de um aeroporto próprio, ônibus de todas as partes chegam até Luang Prabang, seja de cidades do Laos, como Vientiane ou Vang Vieng, como da Tailândia, vindos de Chiang Rai ou Chiang Mai ou Vietnã, como Hanói. Até ônibus vindos da China vimos na rodoviária!

Caso venha da Tailândia, ainda há a opção de fechar um tour de slow boat pelo rio Mekong, numa travessia super tradicional que demora dois dias para ser realizada, mas garantimos que é muito mais agradável que encarar as estradas do norte do Laos. Experiência própria.

Onde ficar em Luang Prabang: o Hotel Villa Deux Rivieres

Luang-Prabang-1

Nós ficamos hospedados na parte mais agradável de Luanga Prabang, no Hotel Villa Deux Rivieres, na Kingkitsarath Road. Estávamos no centro da cidade, onde pudemos ir a pé para todas as atrações e ao mesmo tempo de frente para o rio Nam Khan, onde todos os apreciávamos suas águas calmas e as montanhas verdes ao fundo. Muito prazeroso!

Luang-Prabang-2

A recepção era incrível, com uma equipe muito agradável, sempre pronta para nos atender da melhor forma. Todas as informações eram muito bem explicadas, com folders com todos os passeios à mão nos quartos.

E por falar em quartos: uau! Ficamos de queixo caído com a decoração em estilo tradicional do Laos, com adornos dourados e armários de madeira rústica. Além disso, tínhamos nosso próprio “escritório”, com uma área do quarto perfeita para que pudéssemos trabalhar com conforto. E o hotel ainda provinha um ótimo sinal de Wifi, algo raro em hospedagens.

Luang-Prabang-2

E tudo, claro, com ar condicionado, item obrigatório em sua viagem ao Laos 😉

Recomendamos a todos que um dia vierem em Luang Prabang, que apreciem todo o conforto do Hotel Villa Deux Rivieres, perfeito para turistas e nômades digitais.

 

 

ORGANIZE SUA VIAGEM!

HOSPEDAGEM
No Booking.com estão cadastradas as melhores opções de hotéis e albergues. Reserve com direito a cancelamento gratuito e viaje com mais tranquilidade.
SEGURO VIAGEM
Com a Seguros Promo é possível comparar a cotação de diversas companhias, garantindo o melhor custo/benefício na contratação. Use o cupom VIDACIGANA5 e receba 5% de desconto em seu seguro viagem
ROAD TRIP
Alugue um veículo com a RentCars.com para sua viagem. Compare os preços de diferentes locadoras, pague em Reais, sem IOF e parcelado em até 12 vezes.

Sobre o Autor

Larissa

Larissa é nascida em Niterói/RJ, mas já estudou em Nova York e morou na Nova Zelândia por um ano antes de iniciar a volta ao mundo que terminou em 2016. Sonhando em viajar desde que se entende por gente, mantinha um caderno cheio de recortes de jornais e revistas sobre o Egito quando tinha 7 anos de idade. Hoje esse caderno é virtual e engloba vários destinos. Os “recortes” são produzidos por ela e pelo Carlos, semanalmente, no Vida Cigana.

2 Comentários

Clique aqui para deixar um comentário.

House Sitting

publicidade

Close