Home » Destinos » Belize » O que Fazer em Belize: As 4 regiões imperdíveis do país
Belize

O que Fazer em Belize: As 4 regiões imperdíveis do país

O que fazer em Belize: A ilha de Caye Caulker é um dos lugares mais visitados de Belize pela sua beleza. Banhada pelo Caribe, Caye Caulker possui águas transparentes como as da foto, perfeitas para mergulho, com enormes decks onde turistas tomam sol. Velejar também é uma boa pedida, depois dos recifes de corais. Um lugar maravilhoso.

Ao decidir o que fazer em Belize, muitos turistas só pensam nas praias. E realmente, elas são inacreditáveis. Mesmo. Mas o pequeno país da América Central apresenta muito mais do que isso, oferecendo também selvas cheias de animais exóticos e as ruínas maias mais bem conservadas do continente.

Mesmo sendo um país pequeno e ainda desconhecido para muitos, alguns brasileiros já exploraram essas bandas (nós, por exemplo) e têm Belize como um dos melhores países que já visitaram (eu, por exemplo!).

O que fazer em Belize: Que tal andar em uma bicicleta híbrida em San Pedro, a cidade mais famosa de Belize? A bicicleta anda sobre o mar do Caribe, sendo uma ótima forma de poder ver toda aquela diversidade de vida nas águas transparentes do país. Na foto eu estou posando em uma parada na praia.

Mas o que faz de Belize um lugar tão magnífico, além de sua mata selvagem e praias caribenhas de cair o queixo, são suas pessoas. As mais simpáticas que já conhecemos na vida.

Só para exemplificar, quando cruzamos a fronteira da Guatemala com Belize, um homem, no meio da estrada, começou a aplaudir e a gritar “Parabéns, vocês chegaram a Belize!”. Isso sem contar com as inúmeras vezes que fomos parados nas ruas só para checarem se estávamos nos divertindo e gostando do país. As pessoas lá querem saber de você, de sua história, de como você foi parar ali. Foi essa experiência, de me sentir tão acolhida, que me dá tanta vontade de voltar lá um dia.

Descobrindo Belize

Pouquíssimas pessoas sabem onde fica Belize. Até o Porta dos Fundos já fez um vídeo na época das Olimpíadas sobre o país brincando sobre isso:

Mas aos poucos Belize vem sendo descoberto como um destino bastante acessível no Caribe, principalmente por não ser uma ilha, tornando os custos de deslocamento um pouco menos elevados.

O país fica entre o México, Guatemala e Honduras e é margeado pelo maravilhoso Mar do Caribe. O que torna o país único, na parte continental da América Central, é o fato de que lá se fala o inglês. Ao contrário do que ocorreu em grande parte da América Latina, Belize foi colonizado por britânicos e a maior parte de sua população é negra, como na Jamaica.

O que fazer em Belize: Um dos países mais simpáticos que já visitamos, os moradores de Belize são incrivelmente felizes, sorridentes, simpáticos e fazem de tudo para agradar os turistas. Na foto pudemos conversar com um lindo menino que brincava perto de sua mãe em San Pedro, a ilha mais famosa do país. Ele ficou muito curioso com a gente e deixou tirar umas fotos dele.
O maravilhoso povo belizenho.

Belize apresenta uma cultura única chamada de crioulo belizenho, ou kriol, onde se encaixam a culinária, as crenças e o idioma. Hoje, 70% da população belizenha utiliza o kriol como segunda língua, que é uma mistura do inglês, espanhol e de línguas indígenas. É bem difícil de entender, mas não se preocupe, vendo que você é turista, todos falarão inglês normalmente.

O que fazer em Belize

O que fazer em Belize: O que Belize tem de melhor são suas praias. Banhado pelo Caribe, uma das ilhas mais visitadas do país é Caye Caulker, que também é a minha favorita. Com águas transparentes, de um verde profundo, perfeitas para mergulhar e observar a vida marinha. Nada como sentar em um dos decks da ilha para tomar sol e observar as velas passando ao longe.

Um país tão pequeno, mas com tanta diversidade. Neste texto dividirei o que fazer em Belize seguindo as atrações do Caribe, da Vida Selvagem, Cultura e Vida Urbana.

Caribe

Acredito que grande parte das pessoas que chegam a Belize é para ficar em suas belas praias caribenhas. Não é para menos, suas águas são de cair o queixo. Suas praias não possuem grandes (as vezes até nenhuma) faixa de areia, mas muitos decks foram construídos para que os turistas possam interagir entre si, pegar um sol e se jogar direto no mar.

Ambergris Caye/San Pedro

O que fazer em Belize: San Pedro é a cidade mais visitada em Belize, por causa da música da Madonna, La Isla Bonita. Com águas perfeitas, de um azul profundo, San Pedro tem praias boas, é impossível ver água dessa cor e não querer entrar. Com seus vários decks, bons para poder mergulhar mais longe, afastado das algas.

Ambergris Caye é a região que atrai mais turistas na hora de escolher o que fazer em Belize. A grande responsável? Madonna. Isso mesmo, em 1987 a cantora lançou La Isla Bonita, uma música que fala sobre a vida em San Pedro, a maior cidade de Ambergris Caye.

Por ser bem perto do México e mais turística, sua população é maior e mais miscigenada, sendo possível encontrar latinos e pessoas falando em espanhol.

Com a alta procura em San Pedro surgem também os preços mais salgados. Em comparação com as outras regiões de Belize, San Pedro possui acomodações e alimentação bem mais caras que o resto do país. Além disso, ao contrário das outras ilhas belizenhas, San Pedro tem estradas e carros, e não apenas carrinhos de golfe. Mesmo assim, é praticamente impossível deixar a cidade de fora da lista de o que fazer em Belize.

Aproveite as praias magníficas. Faixas de areia são encontradas na parte norte da cidade, que é onde se concentra grande parte do seu comércio e zona hoteleira.

Para chegar a San Pedro existem duas opções: ir de avião, que é mais caro, ou usar o Water Taxi saindo de Caye Caulker, Belize City ou Chetumal, no México.

Veja onde ficar hospedado em San Pedro.

Caye Caulker

O que fazer em Belize: Caye Caulker é uma das ilhas mais visitadas de Belize, com águas perfeitas e ótimo clima. Nada melhor que ir a um de seus decks pegar um sol e mergulhar. O melhor ponto para isso é no norte da ilha, chamado de The Split, onde os turistas se concentram para conversar, beber e nadar.

Caye Caulker é a minha ilha favorita. Seu slogan é “Go Slow”, e é essa a impressão que se tem ao estar lá, de que a vida passa devagarzinho naquele pedaço de paraíso. Pequenininha, dá pra ir de norte a sul a pé tranquilamente (ou alugar uma bicicleta ou carrinho de golfe).

O clima da ilha é fantástico, com coloridas casinhas suspensas para caso de alagamento (alguns tufões passam por ali de vez em quando). Os melhores pontos para nadar são no norte de Caye Caulker, numa região chamada de The Split. Ali, bem ali, um furacão chamado Hattie passou com tanta força de dividiu a ilha em duas. Hoje virou ponto de encontro de viajantes, pois é onde fica o bar mais famoso de Caye Caulker, o The Lazy Lizard. Ótimo lugar para tomar uma cerveja e se banhar nas águas do Caribe.

O que fazer em Belize: Uma vez em Caye Caulker, uma das ilhas mais famosas do país, nada melhor que ir até o The Split, no norte da ilha, e tomar uma cerveja no bar The Lazy Lizard enquanto nada nas maravilhosas águas caribenhas. Lá todos os turistas se encontram para conversar e ver o magnífico pôr do sol.
The Split.

O que fazer em Belize: Caye Caulker é uma das ilhas mais famosas do país, com praias perfeitas e moradores incríveis. O slogan da ilha é Go Slow. Lá parece que a vida passa devagar, com todos andando de bicicleta ou carrinhos de golfe. É possível andar por toda a ilha a pé.

Para chegar a Caye Caulker o turista pode ir de avião, que é a opção mais cara, ou da maneira mais comum, usando o San Pedro Water Taxi saindo de Belize City ou de San Pedro.

Veja os melhores hotéis de Caye Caulker

Barreira de Corais de Belize

A Barreira de Corais de Belize é a segunda maior do mundo, só perdendo para a da Austrália. Em seus 300 quilômetros de extensão podem ser encontrados animais ameaçados de extinção como tartarugas marinhas, crocodilos e peixes-bois.

Great Blue Hole

O que fazer em Belize: O Great Blue Hole é uma atração única no mundo. Uma caverna no meio do Mar do Caribe, perfeita para mergulho, para fazer um cruzeiro ou para saltar de paraquedas acima dele. Incrível!
Blue Hole fly over
Foto: Seann McAuliffe / (CC BY 2.0)

Provavelmente a maior atração do país, o Great Blue Hole é uma enorme caverna submarina no atol de Lighthouse Reef. Possui 300 metros de diâmetro e 108 de profundidade. É simplesmente maravilhoso e único no mundo. Os passeios são caros e podem ser feitos por praticamente qualquer agência do país. Para quem tiver como gastar, vale o investimento. As opções vão de fazer um cruzeiro por cima da caverna, mergulhar em meio às espécies que lá vivem ou até, o que eu acho a melhor forma, fazer sky diving acima do Blue Hole e vê-lo do céu.

Placencia Peninsula

O que fazer em Belize: A maravilhosa praia de Placencia, vazia, com suas águas azuis e coqueiros por toda a extensão. Um lugar ainda bastante remoto, que traz uma imensa paz.

Placencia é uma linda cidadezinha que fica em uma península de mesmo nome, no distrito de Stann Creek. Quando tínhamos que decidir o que fazer em Belize, cismamos de incluir Placencia em nosso roteiro, pois os comentários sobre o lugar eram muito bons e porque ainda era uma cidade muito pouco visitada. Para chegar até lá não é tão fácil, mas vale pela paz e beleza do local.

Visitamos durante a baixa temporada e a cidade estava bem vazia, mas mesmo assim foi maravilhoso. Tivemos a praia caribenha praticamente para nós, bem em frente ao nosso hotel. E ao contrário do visto nas ilhas, Placencia conta com uma enorme faixa de areia.

A comida crioula estava por toda a parte, com seu rice and beans (um tipo de baião deles), frango picante e frutos do mar até enjoar (se é que dá).

O que fazer em Belize: Uma vez em Placencia, aproveite suas praias maravilhosas e vazias. De um azul profundo, fica em uma península no sul do país. Na foto você me vê olhando para o Mar do Caribe. Lindo demais.O que fazer em Belize: A melhor coisa em Belize, sem sombra de dúvidas, são suas pessoas. Todo mundo lá é incrivelmente simpático, sorridente e querem te ver feliz no país deles. Na foto, um menino nadando com sua boia em uma praia de Placencia.

Para chegar até Placencia existem 3 formas.

A primeira é ir de avião. Não é a maneira mais barata, mas existe um aeroporto em Placencia e voos saem de Belize City em vários horários no dia.

Outra é ir de ônibus direto. A viagem dura 5 horas e são poucas as opções de horários, que existem mais para levar trabalhadores de uma cidade para a outra. Quando fomos à Placencia, tivemos que acordar às cinco da manhã para pegar o ônibus de volta à cidade grande. A companhia de ônibus que faz esse percurso é a Ritchie’s Bus Service e sai da rodoviária de Belize City.

A última opção foi a que usamos na ida. Pegar um ônibus da James Bus Line na rodoviária de Belize City e ir até Mango Creek, um vilarejo no meio do nada, e de lá pegar um Hokey Pokey – uma lancha até a península. A viagem de ônibus demora, pois ele para em Belmopan, a capital, e em Dangriga, antes de ir até Mango Creek. E como em Belize todos são muito educados, os motoristas dos ônibus tendem a dar até ré caso veja que vem alguém atrasado na estrada.

Os hokey pokeys tem horários de partida, então é essencial que o turista saiba calcular o tempo entre o ônibus e a lancha para não perder. Por 15 minutos nos atrasamos e perdemos a lancha. A próxima só foi sair duas horas depois.

Para ver as informações sobre os ônibus, acesse o site da Belize Bus.

Para informações sobre o Hokey Pokey, acesse o site deles.

Veja aqui onde ficar em Placencia.

Vida Selvagem

O que fazer em Belize: Observar a vida selvagem em Belize é uma das grandes atrações do país. Com seus lindos jaguares (equivalente as nossas onças pintadas), Belize possui ótimos centros de reabilitação e proteção a esses animais.
Jaguar in the Grass
Foto: Eric Kilby / (CC BY-SA 2.0)

Apesar de pequeno, Belize possui diferentes ecossistemas em seu território. Além das praias, ao escolher o que fazer em Belize, muitos vão para explorar a vida selvagem do país para ver suas selvas repletas de tucanos e jaguares.

Comece pelo Norte se hospedando em San Ignacio, uma cidadezinha bem agradável perto da fronteira com a Guatemala, cercada de rios caudalosos perfeitos para rafting.

Trilhas podem ser feitas na linda reserva de Mountain Pine Ridge Forest Reserve, em meio à sua selva exuberante, picos irregulares e depressões cercadas de pinheiros.

Para avistar os exóticos jaguares, nenhum lugar no mundo é melhor que o Cockscomb Basin Wildlife Sanctuary, onde é possível avistá-los sem nenhuma dificuldade. Sem uma foto de um bichano de lá você não sai. Além disso o santuário conta com um grande números de aves, incluindo o favorito daquelas bandas, o tucano.

Para observar as inúmeras aves que habitam ou escolhem Belize como casa durante o verão, não há lugar melhor que o Crooked Tree Wildlife Sanctuary, um santuário magnífico que fica em meio a pântanos e várias lagoas. Os melhores meses para visitação vão de fevereiro a junho.

Cultura

O que fazer em Belize: Os templos maias de Belize são atrações incríveis para quem vai conhecer o país, pois lá têm os templos mais bem conservados do Império Maia. Esse é o templo de Lamanai, com suas escadarias em perfeito estado e de fácil acesso.
Lamanai High Temple
Foto: Bernt Rostad / (CC BY 2.0)

Belize era uma das regiões que compunha o império maia, juntamente com o México, Guatemala, Honduras e El Salvador. Naturalmente o país comporta algumas ruínas, que estão dentre as mais preservadas devido à baixa exploração turística. Dentre as mais conhecidas estão Caracol, Lamanai, Altun Ha e Xunantunich.

Além dos exemplos arquitetônicos, Belize também possui um dos sítios arqueológicos mais interessantes do império maia. O Actun Tunichil Muknal Cave é uma caverna perto de San Ignacio que contém restos humanos, geralmente de pessoas usadas como sacrifício aos deuses séculos atrás. Não só esqueletos podem ser vistos aqui e ali na caverna, como cerâmicas e utensílios da época.

Em meio a esse caldeirão cultural Belize ainda apresenta os garífunas, grupo étnico formado da mistura de indígenas caribenhos e negros, único no mundo com lindas apresentações musicais e festivas. Seu povo se concentra no distrito de Stann Creek, mais especificamente nas cidades de Dangriga e Hopkins. No dia 19 de novembro se comemora o Garífuna Settlement Day, um feriado que lembra o dia em que os garífunas se estabeleceram no país. Caso esteja procurando o que fazer em Belize justamente neste período, vá até Dangriga, que os festivais que ocorrem lá são magníficos.

Vida urbana

Infelizmente as maiores cidades o país não são as mais interessantes na hora de procurar o que fazer em Belize. Poucas pessoas incluem em sua lista passagens por Belmopan, a capital, e Belize City, a maior cidade.

Como muitos podem pensar, Belize City não é a capital do país. Já foi, mas não mais. Depois que o furacão Hattie destruiu a cidade na década de 60 a capital foi transferida para dentro do continente, para a cidade planejada de Belmopan.

Hoje, os turistas obrigatoriamente usam Belize City como porta de entrada para as ilhas, pois é de lá que partem os ferries. É de lá também que saem os ônibus para as outras cidades.

Para um país pequeno como Belize, Belize City é uma cidade grande, ainda o centro comercial do país e ligeiramente perigosa, então tome um cuidado diferenciado ao dado nas ilhas. Já Belmopan é só a capital do país mesmo, seu centro administrativo, sem grandes atrativos.

 

Save

Save

ORGANIZE SUA VIAGEM!

HOSPEDAGEM
No Booking.com estão cadastradas as melhores opções de hotéis e albergues. Reserve com direito a cancelamento gratuito e viaje com mais tranquilidade.
SEGURO VIAGEM
Com a Seguros Promo é possível comparar a cotação de diversas companhias, garantindo o melhor custo/benefício na contratação. Use o cupom VIDACIGANA5 e receba 5% de desconto em seu seguro viagem
ROAD TRIP
Alugue um veículo com a RentCars.com para sua viagem. Compare os preços de diferentes locadoras, pague em Reais, sem IOF e parcelado em até 12 vezes.

Sobre o Autor

Larissa

Larissa é nascida em Niterói/RJ, mas já estudou em Nova York e morou na Nova Zelândia por um ano antes de iniciar a volta ao mundo que terminou em 2016. Sonhando em viajar desde que se entende por gente, mantinha um caderno cheio de recortes de jornais e revistas sobre o Egito quando tinha 7 anos de idade. Hoje esse caderno é virtual e engloba vários destinos. Os “recortes” são produzidos por ela e pelo Carlos, semanalmente, no Vida Cigana.

5 Comentários

Clique aqui para deixar um comentário.

House Sitting

publicidade

Close