Home » Destinos » Tailândia » Onde ficar em Chiang Mai: os 5 melhores bairros e hotéis
Tailândia

Onde ficar em Chiang Mai: os 5 melhores bairros e hotéis

Um mural na parede em Chiang Mai onde dois monges estão pintados em formato de desenho, uma criança e um adulto, na entrada de um templo budista, com uma imagem de buda no interior.

Segunda maior cidade da Tailândia, escolher onde ficar em Chiang Mai não chega a ser tão complicado e cheio de opções quanto na capital, Bangkok. Mas também não é simples feito a maioria das ilhas do país, onde basta procurar um hotel perto da praia para garantir uns bons dias de descanso.

Com duzentos mil habitantes, Chiang Mai tem uma área hoteleira tradicional limitada à região central da cidade, dentro da antiga muralha e nos bairros ao redor. Mas com seu crescimento recente, e especialmente, com seus muitos atrativos voltados a um público viajante de longa permanência, eleger o melhor bairro para ficar hospedado em Chiang Mai tem se tornado uma questão de resposta cada vez mais ampla e subjetiva.

Planeje sua viagem: Descubra qual a melhor época para viajar para a Tailândia.

Onde ficar em Chiang Mai: os 5 melhores bairros

Para recomendarmos a melhor hospedagem possível a todos os perfis de viajantes, vamos dividir nossa análise seguindo as feições e a localização de cada um destes bairros.

As ruínas de um templo em Chiang Mai, na Tailândia. Ele fica numa região central, com parte dele destruída. O céu está azul e tem um pouco de grama bem ao redor do templo. Ele é gradeado para ninguém conseguir passar.

A cidade antiga de Chiang Mai (Old City)

Séculos atrás Chiang Mai ficava contida em um quadrilátero inteiramente cercado por altas muralhas. Já faz tempo que o crescimento urbano extrapolou seus muros, mas o trecho original, hoje conhecido como “cidade antiga”, ainda se mantém como o mais atrativo a quem procura onde ficar em Chiang Mai.

Isso se dá por uma série de motivos. Primeiro, porque é dentro da cidade antiga que estão os principais pontos turísticos de Chiang Mai, seus museus e templos. E também, porque dentro da muralha há toda a infraestrutura turística necessária de apoio ao viajante, com restaurantes e agências turísticas bem próximas às hospedagens.

Leia mais: O que fazer em Chiang Mai, os maiores pontos turísticos da cidade

Monges budistas almoçando dentro de um templo em Chiang Mai, na Tailândia. Eles vestem túnicas laranjas, estão sentados no chão e dividem uma panela de arroz. A iluminação está contraluz.

Na cidade antiga, há centenas de opções de hospedagens de baixo custo e alguns hotéis estilo boutique, de padrão mais elevado. Foi por lá que ficamos hospedados quando estivemos na cidade, em um hotel de nível intermediário, o Buri Gallery House & Resort, que tem quartos em estilo bangalôs e direito a piscina, mesmo localizado na rua principal do centro.

Localização, aliás, é algo importante de se analisar na cidade antiga. A melhor alternativa é ficar na Ratchapakhinai Road e em suas imediações, ou na avenida principal, como escolhemos, a Rachadamnoen Road. É ali que acontece a feira de domingo da cidade antiga, a mais movimentada de Chiang Mai. No geral, procure sempre hospedagens no trecho leste do centro, próximo ao portão Tha Phae.

Para quem procura um albergue, ótimas opções são o Baan Montien ou o Green Sleep Hostel.

Para quem quer um padrão mais alto, experimente ficar hospedado no U Chiang Mai, que oferece todo o luxo possível na melhor localização do centro antigo.

Veja outras opções de hospedagem no centro antigo de Chiang Mai.

A Thapae Road e arredores

Uma árvore feita de luz led na saída do portão da cidade antiga de Chiang Mai, na Tailândia. A árvore dá um tom moderno a cidade, está na cor amarelo e repleta de outras luzes e alguns hoteis.

Fora da cidade antiga, Chiang Mai apresenta uma face mais moderna, com lojas e restaurantes internacionais por todos os lados.

Aos que buscam este perfil, mas não querem ficar hospedados muito longe do centro antigo, basta atravessar o portão de Thapae e procurar onde ficar na Thapae Road, uma das ruas mais movimentadas da cidade e em ruas perpendiculares.

A Thapae Road liga o portão principal da cidade antiga à ponte sobre o Rio Ping, e no percurso, cruza com a Chang Khlan Road, outro local super atrativo aos turistas, onde ocorre o Night Bazaar de Chiang Mai.

Assim, escolher um hotel próximo à Thapae Road mantém o turista a meio caminho tanto da cidade antiga, quanto do Night Bazaar, podendo ir caminhando aos dois sem maiores dificuldades.

Veja uma seleção de hotéis próximos a Thapae Road

O entorno do Night Bazaar

Onde ficar em Chiang Mai: a região do night bazaar em Chiang Mai, na Tailândia, repleto de barraquinhas vendendo todos os tipos de coisas, de roupas a comida, com muitos turistas e locais andando por entre as barracas. Algumas árvores e muita luz.

A região do Night Bazaar, o mercado noturno da cidade, é outra área repleta de infraestrutura turística, e para onde muita gente corre na hora de escolher onde ficar em Chiang Mai.

O mercado é onde se vende de tudo, de comida tradicional às lembrancinhas de viagem. Ao contrário daquele da cidade antiga, este acontece todas as noites ao longo da Chang Khlan Road, com o ponto central ocorrendo no cruzamento desta com a Loi Kroh Road.

Ir ao mercado durante a noite certamente estará em seu roteiro, em uma ou mais de suas noites na cidade. Logo, ficar hospedado por lá já é um adianto na hora de voltar ao hotel.

Próximo ao mercado a maior parte das hospedagens é de baixo custo. Para quem procura um albergue, opções excelentes são o Uno Chiang Mai, na Loi Kroh Road ou o Tamada Hostel, numa alameda atrás da rua principal.

Aos que buscam mais conforto, aos fundos do mercado noturno fica o Rio Ping, onde estão localizados, à beira rio, vários resorts do mais alto padrão na cidade. Se esta for sua escolha, experimente o Anantara Chiang Mai Resort, ou o Na Nirand Romantic Boutique Resort.

Veja outros hotéis no entorno do Night Bazaar de Chiang Mai

Como orientação, a área da Thapae Road mais o entorno do mercado noturno formam o bairro de Chang Klan. Fique atento no entanto, pois o bairro vai além destas duas regiões citadas e portanto, não basta que o hotel esteja situado em Chang Klan para que esta seja uma boa localização.

O bairro de Hai Ya

Vários sinos pendurados em um templo em Chiang Mai, na Tailândia. Eles estão em duas filas, uns em cima dos outros, com árvores emoldurando a foto.

Ao sul da cidade antiga, numa área não tão turística, fica o bairro de Hai Ya. A região pode ser uma alternativa a quem quer fugir do padrão extremamente turístico das demais áreas do centro na hora de procurar onde ficar em Chiang Mai.

O centro do bairro é a Wualai Road, uma avenida onde, aos sábados, também acontece um mercado noturno (tailandês adora uma feirinha a céu aberto). Assim, das opções do bairro o ideal é procurar algo próximo a esta rua ou nas alamedas que partem dela.

Uma opção muito bem recomendada pelos viajantes é o iWualai Hotel.

Veja outras opções de hospedagem em Hai Ya

A Nimmanhaemin Road

A porta de um templo em Chiang Mai, na Tailândia, em tons dourados e avermelhados. Uma imagem está esculpida na porta. Lá fora é possível ver entre as portas um casal conversando embaixo das árvores.

A Nimmanhaemin Road é uma rua comercial, no noroeste de Chiang Mai, um pouco afastada do centro e dos principais pontos turísticos da cidade. Pela distância, não é uma boa escolha a quem tenha poucos dias no roteiro pela Tailândia, mas aos que pretendem ficar mais tempo, a região pode ser a melhor alternativa de todas ao buscar onde ficar em Chiang Mai.

Como a cidade antiga e seus bairros ao redor são muito turísticos pode ser maçante a um viajante ficar hospedado no centro por vários dias seguidos, já que não se vê o dia a dia da cidade de fato.

Em Nimman, como os locais chamam, você encontrará um ambiente mais jovial e internacional, devido à proximidade da universidade de Chiang Mai, à proliferação de bares, cafés, excelentes restaurantes e à presença da melhor da vida noturna da cidade.

Com este perfil, o bairro tem atraído muitos expatriados – Chiang Mai é considerada a capital do nomadismo digital no mundo – e turistas que fazem viagens a longo prazo.

Não por menos, a região é a que concentra os melhores hostels de Chiang Mai, como o Lifestyle Hostel e o Hub Hostel Chiangmai.

Como tudo o que atrai estrangeiros, a região tem um custo mais elevado que o restante da cidade, mas nada que assuste. Na Tailândia, mesmo as áreas mais caras ainda serão bem em conta ao bolso, mesmo de nós, brasileiros.

Veja mais opções de estadia na Nimmanhaemin Road e nas ruas em volta.

Save

Save

ORGANIZE SUA VIAGEM!

HOSPEDAGEM
No Booking.com estão cadastradas as melhores opções de hotéis e albergues. Reserve com direito a cancelamento gratuito e viaje com mais tranquilidade.
SEGURO VIAGEM
Com a Seguros Promo é possível comparar a cotação de diversas companhias, garantindo o melhor custo/benefício na contratação. Use o cupom VIDACIGANA5 e receba 5% de desconto em seu seguro viagem
ROAD TRIP
Alugue um veículo com a RentCars.com para sua viagem. Compare os preços de diferentes locadoras, pague em Reais, sem IOF e parcelado em até 12 vezes.

Sobre o Autor

Carlos

Carlos nasceu em Petrópolis/RJ. Quando tinha 20 anos decidiu que, sozinho, viajaria para o lugar mais distante que pudesse com o primeiro dinheiro que conseguiu acumular. Após muita pesquisa e economia, saiu do país pela primeira vez e rodou por quatro países. De ônibus. Nos anos seguintes dificilmente havia um em que não estivesse planejando outra viagem. Hoje o produto destas pesquisas é compartilhado publicamente aqui, no Vida Cigana.

1 Comentário

Clique aqui para deixar um comentário.

  • Oi ! estou indo pra Tailandia daqui um mes, voj aproveitar pra ir no festival das lanternas em Chiang Mai. Você podr me indicar algjm bairro onde ficaria facil pra aproveitar melhor ? obrigada !

    • Oi Bárbara,
      O festival das lanternas acontece em vários lugares da cidade. O mais famoso deles, de onde saem as fotos que circulam na internet, é um evento pago em Mae Jo, uma outra cidade da província de Chiang Mai. Para ir até lá é preciso reservar o ingresso com bastante antecedência.
      Já para curtir os eventos menores você pode ficar hospedada na Old Town mesmo, ou em locais próximos, já que toda a cidade fica bem agitada durante todo o período do festival.

House Sitting

publicidade

Close