Home » Destinos » Cingapura » Onde ficar em Cingapura: os melhores bairros da cidade
Cingapura

Onde ficar em Cingapura: os melhores bairros da cidade

Onde ficar em Cingapura: A Marina Bay durante o Ano Novo

Escolher onde ficar em Cingapura é uma tarefa complicada para qualquer turista. Especialmente se você quiser economizar alguns trocados na hospedagem. Cingapura tem fama de ser uma cidade cara e é nas diárias dos hotéis que isto se reflete de maneira mais intensa.

Cingapura é uma cidade pequena e boa parte da zona hoteleira fica concentrada na região central. No entanto, cada trecho do centro da cidade tem suas particularidades. Ao estudar as características das estadias oferecidas em cada bairro, os turistas podem encontrar aquela que mais se adapte ao seu perfil, sem que tenha que ficar muito afastado dos principais pontos turísticos ou que tenha que desembolsar uma fortuna em hospedagem.

Saiba mais: O que fazer em Cingapura: as maiores atrações da cidade-estado

Onde ficar em Cingapura: os melhores bairros da cidade

A região central de Cingapura é povoada pelo sistema de metrô (MRT) da cidade. Cada bairro pode ser servido por uma estação ou mais, que servem de referência na hora de reservar seu hotel.

Os melhores bairros para reservar sua hospedagem em Cingapura são:

E ainda há outras duas regiões, fora da área central, que servem bem a quem viaja a Cingapura com objetivos específicos:

Marina Bay

Onde ficar em Cingapura: O Marina Bay Sands visto do Gardens by the Bay

Antes de escolher onde ficar em Cingapura, a dúvida que surge é se vale ou não ficar hospedado no Marina Bay Sands. O hotel virou símbolo do país e sua piscina de borda infinita se tornou um dos maiores pontos turísticos de Cingapura. Com acesso exclusivo para hóspedes, quem quiser aproveitar a piscina e sua vista deve cogitar reservar ao menos uma diária no hotel.

Mesmo fora do Marina Bay Sands, toda a região de Marina Bay não é propriamente onde se busque opções de hotéis econômicos. Por lá todos os hotéis são cinco estrelas, como o clássico Hotel Fullerton e o Ascott Raffles Place.

Centro Cívico

Onde ficar em Cingapura: O Centro Cívico

No Centro Cívico de Cingapura ficam os edifícios institucionais do governo e grandes shopping centers. A quem busca onde ficar em Cingapura pensando em opções econômicas, no centro cívico também terá dificuldades.

O hotel mais renomado historicamente da região (e da cidade) e também o mais caro é o Raffles Singapore, onde foi inventado o Sling, a bebida mais famosa de Cingapura.

Para bolsos mais restritos, no Centro Cívico procure seu hotel na área próxima ao colorido edifício do Ministério da Cultura. Boas opções são o Grand Park City Hall e o Peninsula Excelsior.

Veja outros hotéis na região central de Cingapura.

Bras Basah Bugis

Entre as estações Bras Basah e Bugis do MRT fica o trecho conhecido como, uhm, Bras Basah Bugis. Abreviado como BBB, o grupo de quadras é onde estão os maiores museus de Cingapura e muitos edifícios históricos da cidade. Com este perfil, se notabilizou por ser uma região com enorme foco artístico e cultural na cidade e seu nome virou até marca, com direito a site oficial e tudo, o BrasBasahBugis.sg

Apesar de ficar ao lado do Centro Cívico, no bairro BBB já é bem mais fácil encontrar hotéis BBB – bons, bonitos e baratos – como o Hotel G Singapore, por exemplo. Próximo à estação Bugis também ficam unidades da rede Accor, com um Ibis na Bencoolen Street e um Mercure na Middle Road.

Explore mais opções de hospedagem nos arredores da estação Bugis do MRT

Kampong Glam / Arab Quarter

O que fazer em Cingapura: O Arab Quarter é um ótimo bairro para ver a cultura árabe do país, com suas mesquitas, lojas e restaurantes,

Ao noroeste da estação Bugis, e também atendido por ela, fica Kampong Glam, o bairro de influência malaia da cidade. Lá estão o Centro de Cultura Malaia, a Sultan Mosque e, com a Malásia sendo um país islâmico, vários restaurantes de culinária árabe – os melhores restaurantes de rua de Cingapura, visto que é comum no país que bons restaurantes fiquem dentro dos shoppings.

A presença árabe é tão forte no bairro que Kampong Glam é mais conhecido como Arab Quarter do que por seu nome oficial.

Ao buscar onde ficar em Cingapura, quem quer economizar pode reservar seu hotel em Kampong Glam sem precisar pensar muito. O bairro conta ainda com bons albergues, como o Superb Hostel e um hotel minimalista, estilo cápsula, o The Pod, para quem só precisa de uma cama.

Veja onde ficar no Arab Quarter de Cingapura

Clarke Quay

Clarke Quay é um quarteirão a beira rio cheio de antigos galpões transformados em restaurantes, bares e casas noturnas. É o melhor lugar para quem quer curtir a noite de Cingapura e conseguir voltar pro seu quarto de hotel andando.

Com este perfil, a região está cheia de hostels e hotéis mais baratos.  Quem procura um albergue pode reservar o Beds and Dreams ou o River City. Se você busca um hotel tradicional, experimente o Champion Hotel City.

Conheça mais opções ao redor do Clarke Quay

Chinatown

O que fazer em Cingapura: A Chinatown do país, cheio de templos e mercados com produtos chineses.

A Chinatown é uma ótima opção a quem quer economizar na hospedagem sem ter que reservar sua estadia muito longe do centro. Localizada perto da Marina Bay e do Clarke Quay, ficar na Chinatown pode oferecer o melhor dos dois mundos.

Diversificada como todo bairro chinês, na Chinatown o turista encontra opções de hospedagem adequadas para todos os tipos de bolsos.

Os melhores hostels são o The Bohemian Chic e o Wink Hostel.

Para um hotel simples, escolha o Bliss Hotel. Caso procure algo mais sofisticado, reserve o The Scarlet Singapore.

A Chinatown ainda conta com alguns hotéis estilo cápsula como o Chic Capsule e o Cube Boutique Capsule.

Veja uma seleção de hotéis na Chinatown de Cingapura.

Little India

A área do bairro indiano é outra das regiões étnicas de Cingapura que oferecem ótimas opções de estadia a quem procura alternativas econômicas.

Herdando um pouco do caos da Índia em si, Little India não é dos lugares mais aconchegantes de Cingapura, com suas ruas contrastando com toda a organização do restante da cidade. Isto, no entanto, se reflete nos preços cobrados pelas diárias no bairro, talvez os mais baixos da cidade.

Entre os albergues, o Clifden Hostel e o InnCrowd Backpackers são os que têm as melhores avaliações. Entre os hotéis de Little India os mais interessantes e bem avaliados são o Wanderlust e o The Daulat.

Explore outras opções em Little India.

Orchard Road

O que fazer em Cingapura: A Orchard Road durante o Natal, toda iluminada e decorada.

A Orchard Road é o paraíso para quem gosta de fazer compras enquanto viaja, visto que a região tem dezenas de shoppings enfileirados.

Eu não acho a Orchard uma área tão interessante para ficar hospedado, por ser um pouco afastada do centro e por eu não ser muito fã de shopping, especialmente quando estou viajando. Mas eu devo ser minoria, já que todas as grandes marcas de hotéis estão presentes na região. O bairro conta com unidades do Hilton, do Four Seasons, do Mariott, do Hyatt, entre outros. Faltam opções econômicas de hotéis por aqui, mas se você quer poupar seu dinheiro a Orchard Road não é mesmo um lugar para entrar em seu roteiro.

Conheça outros hotéis na Orchard Road.

Onde ficar em Cingapura fora da área central

Fora do centro da cidade, Cingapura ainda oferece duas opções de hospedagem a quem tenha motivos específicos para visitar o país: a ilha de Sentosa, a quem busca um resort, e o aeroporto de Changi, a quem não tem muito tempo no país entre suas conexões aéreas.

Sentosa

O que fazer em Cingapura: A ilha de Sentosa com o parque da Universal, um dos maiores atrativos da ilha.

A ilha de Sentosa oferece resorts à beira da única praia própria para banho do país e dentro dos enormes parques temáticos que abriga.

Como a estação de metrô mais próxima, a Harbour Front, fica apenas na entrada da ilha, ficar hospedado em Sentosa é uma opção válida apenas a quem viaja sem se preocupar muito com os demais pontos turísticos do país. Caso fique por lá, lembre-se que, além dos altos valores das diárias dos resorts, seu orçamento ainda deve incluir os gastos diários com transporte indo e voltando da região central.

Veja as opções de resorts em Sentosa

Changi

O Aeroporto de Changi, em Cingapura, foi eleito em 2017 como o melhor aeroporto do mundo pela quinta vez consecutiva.

Quem desembarca em Changi, mesmo com poucas horas de conexão disponíveis, consegue visitar um pouco de Cingapura, visto que o aeroporto é ligado à cidade pelo MRT, numa viagem bem rápida. Muitos, no entanto, acabam não saindo do aeroporto, que é praticamente uma cidade dentro da cidade-estado.

Changi conta com piscina, cinemas, jardins de inverno, e claro, diversos hotéis regulares ou apenas para trânsito em cada um de seus terminais, que fazem com que o viajante em conexão nem precise sair de lá para ter um descanso adequado entre um voo e outro.

Caso tenha uma conexão longa em Cingapura, reserve um dos hotéis do aeroporto.

ORGANIZE SUA VIAGEM!

HOSPEDAGEM
No Booking.com estão cadastradas as melhores opções de hotéis e albergues. Reserve com direito a cancelamento gratuito e viaje com mais tranquilidade.
SEGURO VIAGEM
Com a Seguros Promo é possível comparar a cotação de diversas companhias, garantindo o melhor custo/benefício na contratação. Use o cupom VIDACIGANA5 e receba 5% de desconto em seu seguro viagem
ROAD TRIP
Alugue um veículo com a RentCars.com para sua viagem. Compare os preços de diferentes locadoras, pague em Reais, sem IOF e parcelado em até 12 vezes.

Sobre o Autor

Carlos

Carlos nasceu em Petrópolis/RJ. Quando tinha 20 anos decidiu que, sozinho, viajaria para o lugar mais distante que pudesse com o primeiro dinheiro que conseguiu acumular. Após muita pesquisa e economia, saiu do país pela primeira vez e rodou por quatro países. De ônibus. Nos anos seguintes dificilmente havia um em que não estivesse planejando outra viagem. Hoje o produto destas pesquisas é compartilhado publicamente aqui, no Vida Cigana.

Deixe seu comentário

Clique aqui para deixar um comentário.

House Sitting

publicidade

Close