Home » Destinos » Tailândia » Roteiro em Bangkok: o essencial da capital da Tailândia
Tailândia

Roteiro em Bangkok: o essencial da capital da Tailândia

Roteiro em Bangkok
Compartilhe este texto!

A capital da Tailândia é daquelas cidades que não deixam seus visitantes ficarem entediados em momento algum. Procurar o que fazer em Bangkok gera uma lista infindável de atrações que podem facilmente tomar todos os dias de sua viagem. Feito qualquer cidade enorme e caótica, antes de embarcar é essencial planejar seu roteiro em Bangkok para não ficar perdido (e maravilhado) pela impressionante capital da Tailândia.

Mas antes de montar o roteiro, é necessário ter em mente alguns pré-requisitos:

Qual a melhor época para visitar Bangkok?

Roteiro em Bangkok

A Tailândia sofre, como todo o Sudeste Asiático, com o sistema climático das monções, que traz chuvas pesadas em determinadas épocas do ano, variando de acordo com suas regiões. Antes de planejar seu roteiro, escolha a melhor época para visitar o país, confira as chances de ter um dia chuvoso estragando um dia de sua visita e prepare-se adequadamente.

Leia em detalhes: Qual a melhor época do ano para viajar para a Tailândia?

Onde ficar hospedado em Bangkok?

Roteiro em Bangkok

A capital da Tailândia é enorme e fazer a escolha certa na hora de decidir onde ficar em Bangkok pode ter enorme influência em seu roteiro pela cidade. A região ao redor de onde você ficar hospedado será determinante na escolha do meio de transporte a ser usado em seus deslocamentos e uma escolha errada pode limitar seu raio de movimentação por Bangkok, fazendo com que você fique preso a uma só parte da cidade e deixando de conhecer o restante.

Saiba em detalhes: Veja como escolher o melhor bairro para ficar hospedado em Bangkok

E programe-se: Veja várias opções de hospedagem em Bangkok

Quantas vezes devo visitar Bangkok? Devo parcelar meu roteiro?

Mercado flutuante bangkok

Antes de decidir especificamente como será seu roteiro em Bangkok e quantos dias ele deve durar, você deve imaginar sua viagem como um todo, considerando seu roteiro pela Tailândia ou pelo Sudeste Asiático, dependendo de suas aspirações.

Isto ocorre porque a capital da Tailândia é um ponto central para quem viaja pela região e, fatalmente, seu roteiro fará com que mais de uma passagem por Bangkok acabe sendo necessária, ou mesmo compulsória, antes do fim de sua viagem.

Como exemplo, caso planeje visitar Chiang Mai e Chiang Rai, indo até o Norte da Tailândia de trem, a volta te deixará novamente na estação Hua Lamphong, no centro de Bangkok, mesmo que seu objetivo final seja conhecer as ilhas do Sul. Ou, caso queira fazer um bate e volta até o Camboja e explorar os Templos de Angkor, indo seja de avião ou de ônibus, necessariamente ao retornar lá estará você novamente mergulhado no caos de Bangkok.

Assim, aproveite este parcelamento e divida as atrações de seu roteiro em Bangkok pelo número de vezes que visitará a cidade. A cada vez que você retornar à cidade estará mais familiarizado ao ritmo da Tailândia e do Sudeste Asiático, o que tornará a experiência cada vez mais valiosa.

Saiba também: Aeroportos de Bangkok: como chegar e sair de forma barata

Quantos dias ficar em Bangkok?

Onde ficar em Bangkok

Quantos dias são suficientes para se conhecer Paris? Londres? Nova York? Tóquio? Honestamente eu colocaria Bangkok nesta lista de cidades globais onde todos os dias do ano é possível encontrar algo diferente a se fazer.

No nosso caso, entre idas e vindas com paradas parceladas em Bangkok, nosso roteiro previa 7 dias na capital da Tailândia, mas gostamos tanto da cidade que resolvemos estender nossa estadia e acabamos ficando quase 20 dias no total. E ainda assim não conhecemos tudo o que gostaríamos.

Pensando friamente acho que 4 dias é o mínimo para se conhecer correndo as principais atrações da cidade. Com 5 dias seu roteiro pode ficar mais folgado impondo um ritmo de viagem menos frenético. Caso tenha 7 dias ou mais disponíveis seu roteiro já irá te apresentar as muitas faces que Bangkok pode tomar.

O essencial para incluir em seu roteiro em Bangkok

Onde ficar em Bangkok

Para exemplificar um roteiro a ser seguido como sugestão em sua passagem por Bangkok, vamos usar 5 dias como a duração padrão de uma estadia na cidade, pois é a quantidade que consideramos ideal (ou mínima) para conhecer com calma o que a cidade tem a oferecer.

Dia 1 – A ambientação

Mercado flutuante bangkok
Nosso almoço!

Caso a Tailândia seja seu primeiro ponto de encontro com o Sudeste Asiático, você levará algum tempo para se ambientar, seja pelas diferenças culturais, pelo alfabeto ininteligível para nós, pela diferença de fuso horário ou simplesmente pelo cansaço gerado pela longa viagem.

Assim, dedique o primeiro dia de seu roteiro em Bangkok a explorar o que há próximo a sua hospedagem, a aprender o funcionamento dos diferentes sistemas de transporte público da cidade, a explorar sua culinária e entrar em contato com sua população.

Como as principais atrações demandam muitas horas de visita e têm horários limitados de acesso, caso queira fazer algum programa turístico no primeiro dia, prefira visitar os templos menores do centro, como o Wat Traimit, com sua enorme estátua de Buda feita em ouro, que fica próximo à estação de trem de Hua Lamphong.

Não distante dali, caminhe um pouco pela Chinatown e comece a entender todo o multiculturalismo que forma a capital da Tailândia.

Um pouco mais adiante (mas não tão perto para ir caminhando no calor tailandês), você pode visitar o complexo do Wat Saket e Golden Mount e se ambientar à arquitetura dos templos da época que a Tailândia era parte do Reino do Sião.

Caso queira, de lá siga para a região da Khaosan Road e veja o caos da Tailândia criada para os turistas. A área é bem movimentada pela quantidade de hospedagens ao redor, mas muito pouco genuína.

Dias 2 e 3 – A história da Tailândia

O que fazer em Bangkok

Boa parte dos roteiros por Bangkok afirma que é possível conhecer seus principais templos em um só dia, mas eu sinceramente duvido que seja possível explorá-los em detalhes de maneira tão apressada.

É verdade que os três templos, o Wat Phra Kaew, o Wat Pho e o Wat Arun, ficam muito próximos uns dos outros, facilitando a visita. Mas, ao menos os dois primeiros são enormes, com uma infinidade de espaços internos diferentes, que podem gerar horas de visita e milhares de fotografias a serem tiradas.

Meu conselho é combinar a visita a estes templos com o Museu do Sião, que fica ali pertinho também, e dividir as quatro atrações em dois dias diferentes de seu roteiro em Bangkok.

O Museu do Sião é o melhor local para entender toda a história da região, tão pouco divulgada para nós, e fundamental como introdução a quem pretenda visitar Ayutthaya, a antiga capital do Reino de mesmo nome.

Com essa divisão no roteiro, você pode, por exemplo, primeiro visitar o Wat Phra Kew, o templo real e depois atravessar o rio para ver o Wat Arun. No dia seguinte pode combinar uma ida ao Museu do Sião logo depois de ter visitado o Wat Pho e seu gigantesco Buda reclinado.

Em um dos dois dias, ou em ambos, experimente chegar à região usando os barcos da linha do Chao Phraya Express Boat. Desembarque em Tha Chang para explorar o Wat Phra Kaew e o Templo Real, ou em Tha Tien para visitar os demais. A viagem pelo Rio Chao Phraya colocará em seu roteiro um pouco da rotina do povo tailandês, impossível de ser vista caso seus deslocamentos se restrinjam ao isolamento dos táxis.

Nosso roteiro detalhado: O que fazer em Bangkok: uma visita pelo centro antigo da cidade

Dia 4 – As ruínas de Ayutthaya

Como muito bem explicado no Museu do Sião, antes da formação da Tailândia como o Estado que conhecemos, a região era conhecida como o Sião, cujas fronteiras iam muito além dos limites territoriais da Tailândia de hoje. Na época vários reinos budistas surgiram, como o Lanna ao norte, e Ayutthaya, ao sul, com a capital localizada a poucos quilômetros da atual Bangkok.

Ayutthaya é uma cidade formada na confluência de três rios que geram uma pequena ilha no interior da Tailândia. Apesar dos rios criarem uma barreira natural que protegia a cidade, após anos de tentativas os birmaneses conseguiram invadir a cidade, saqueando-a, destruindo seus templos e dando um fim ao seu reinado.

Com a queda de Ayutthaya os habitantes do reino mudaram sua capital para Bangkok e de lá se reergueram. Na antiga cidade sobraram a história e as ruínas, que são hoje o grande atrativo turístico local.

Reserve um dia de seu roteiro em Bangkok para fazer uma viagem de bate e volta até Ayutthaya. Da estação de trens de Hua Lamphong saem composições frequentes com destino à cidade. A viagem dura uma hora e meia.

Veja o que fazer em Ayutthaya, na Tailândia, a antiga capital do país.

Dia 5 – O fim de semana nos mercados de Bangkok

roteiro em Bangkok

Caso seu roteiro em Bangkok permita passar um fim de semana na cidade (e caso não aconteça, repense sua programação), procure dedicar um sábado ou um domingo a explorar os mercados tailandeses.

Primeiro, comece seu roteiro pela manhã conhecendo Tailing Chan, o melhor mercado flutuante de Bangkok e, preferencialmente fique por lá até depois da hora do almoço, aproveitando para experimentar a culinária local, os doces e ver a rotina da família tailandesa rolando enquanto o sol baixa.

À noite, cruze a cidade até o BTS Mo Chit, ou pegue o MRT até a estação do Chatuchak Park, que ambos deixarão você a poucos metros do Chatuchak Market, o maior mercado da Tailândia e um dos maiores mercados de fim de semana do mundo. Por lá, encontra-se de tudo (mesmo) além de comida variada, plantas, animais, roupas ou até moveis usados são vendidos.

Conheça em detalhes: O melhor mercado flutuante de Bangkok, em Tailing Chan

O que mais incluir num roteiro em Bangkok

O que fazer em Bangkok

Para quem tenha ainda mais dias disponíveis ou, mesmo seguindo o sugerido acima, ainda tenha algumas horas livres no dia, há uma série de outras atrações em Bangkok que podem ser incluídas em seu roteiro como a casa de Jim Thompson (BTS National Stadium), os shoppings com excelentes barracas de comida tradicional no BTS Siam e BTS Phrom Phong, as lutas de muay thai no Ratchdamnoen Stadium ou os inúmeros mercados de rua ao redor da região central (BTS Phaya Thai).

Atividades não faltam, e recomendo que aproveite bem os dias em Bangkok, porque é certeza que você sentirá saudades deles ao fim da viagem.

ORGANIZE SUA VIAGEM!

HOSPEDAGEM
No Booking.com estão cadastradas as melhores opções de hotéis e albergues. Reserve com direito a cancelamento gratuito e viaje com mais tranquilidade.
SEGURO VIAGEM
Com a Seguros Promo é possível comparar a cotação de diversas companhias, garantindo o melhor custo/benefício na contratação. Use o cupom VIDACIGANA5 e receba 5% de desconto em seu seguro viagem
ROAD TRIP
Alugue um veículo com a RentCars.com para sua viagem. Compare os preços de diferentes locadoras, pague em Reais, sem IOF e parcelado em até 12 vezes.

Compartilhe este texto!

Sobre o Autor

Carlos

Carlos nasceu em Petrópolis/RJ. Quando tinha 20 anos decidiu que, sozinho, viajaria para o lugar mais distante que pudesse com o primeiro dinheiro que conseguiu acumular. Após muita pesquisa e economia, saiu do país pela primeira vez e rodou por quatro países. De ônibus. Nos anos seguintes dificilmente havia um em que não estivesse planejando outra viagem. Hoje o produto destas pesquisas é compartilhado publicamente aqui, no Vida Cigana.

House Sitting

Booking.com

publicidade

Close