Home » Destinos » México » Como visitar as ruínas de Tulum, no México
México

Como visitar as ruínas de Tulum, no México

As ruínas de Tulum, no México: As ruínas do El Castillo junto com o Mar do Caribe.

No estado mexicano de Quintana Roo, na beira do Mar do Caribe, ficam as ruínas de Tulum, construídas pelo Império Maia no ano de 564 d.C.

Muita gente ao pensar em México logo associa o país às ruínas pré-colombianas e às suas praias. Em Tulum, acredite, é possível juntar as duas atrações em um só destino! As ruínas de Tulum não são as mais impressionantes do México, mas o fato delas estarem pertinho do mar, e contarem inclusive com uma praia particular dentro do sítio arqueológico, faz qualquer um se encantar e invejar os povos que ali moraram um dia.

Leia mais: Conheça Chichén Itza, a mais famosa das ruínas mexicanas.

Como chegar à cidade de Tulum?

As ruínas de Tulum ficam localizadas na Riviera Maya, e muitos dos que as visitam o fazem a partir de um bate e volta, em tours organizados que saem de Cancun (que fica a 125km de distância) ou de Playa del Carmen (que fica a 60km de lá). As ruínas ficam dentro da cidade de Tulum, mas estão a 4 ou 5 kilometros de distância da zona urbana da cidade.

Outras opções para chegar à cidade de Tulum são:

  • Alugando um carro. O mais comum é alugar desde Cancun ou Playa Del Carmen, mas também existem locadoras com depósitos na própria cidade de Tulum, que podem servir a quem só precisa deles para visitar as ruínas. (Compare preços usando a RentCars para encontrar as melhores ofertas)
  • Usando o transporte público mexicano, em ônibus intermunicipais. Veja os valores e horários no site da ADO, empresa de ônibus local.

Onde ficar na cidade de Tulum

Para quem passa ao menos uma noite em Tulum, há vários resorts com praias privativas que ficam bem próximos das ruínas. Eles formam a zona hoteleira mais procurada da cidade. Ótimas opções não tão caras para a localização são o Viento de Mar e o Alma Tulum.

Alternativamente, nós resolvemos ficar hospedados na cidade de Tulum mesmo, cuja zona urbana fica um pouco distante do sitio arqueológico. A decisão foi meramente econômica, já que a cidade em si não tem atrativos. No centro as melhores opções são o simpático Amorcito Corazón Hotel e o Hotel Casa Sofia.

Ficar hospedado em Tulum, seja na cidade ou na zona hoteleira, dá a oportunidade de trafegar pela orla, parar em várias praias pelo caminho e poder visitar o sítio arqueológico com toda calma do mundo. Pense nisso ao se planejar.

Como ir da zona urbana às ruínas de Tulum

As ruínas de Tulum, no México: Indo de bicicleta até as ruínas de Tulum.

Para quem fica na cidade de Tulum, as opções de deslocamento até as ruínas são os táxis ou o aluguel de carro, moto ou bicicleta.

Nós escolhemos fazer o percurso de bicicleta. Indo direto, do centro às ruínas, o trajeto dura apenas 14 minutos. Mas com as praias do Caribe bem ali do lado, melhor do que ir em linha reta é fazer uns desvios pela orla, aproveitando o mar. Esta opção faz com que o trajeto final passe para 25/30 minutos de duração, mas o esforço extra vale a pena.

Este foi o caminho que tomamos. Devido ao calor intenso, foi a melhor coisa que poderíamos ter feito, para poder parar nas várias praias pelo caminho, e até almoçar em um dos restaurantes a beira mar.

A entrada nas ruínas

Para quem vai até as ruínas de carro ou ônibus, a descida é feita no estacionamento da zona arqueológica de Tulum, que fica a 1km de distância da bilheteria e da entrada do parque. Caso não queria andar até lá, um trenzinho colorido (e pago) leva os visitantes de um ponto ao outro. O visitante ganha uma pulseirinha que permite que ele embarque na volta. No mesmo quiosque onde são vendidas as passagens do trem também é possível contratar o serviço de guias que ajudam a entender melhor o sítio arqueológico, caso não tenha estudado de antemão.

Já para quem vai de bicicleta, existe um bicicletário logo lado da bilheteria, já podendo entrar no parque assim que chega. Serviços de guia também são oferecidos na entrada das ruínas.

A visita às ruínas de Tulum

As ruínas de Tulum, no México: As ruínas e o Mar do Caribe

Tulum, assim como grande parte das ruínas encontradas no México, fica em um terreno de chão batido e com poucas árvores. O sol intenso pode ser insuportável nessa região. A visita só se torna confortável ao pensar que a alguns metros fica uma praia maravilhosa para se refrescar.

A antiga cidade de Tulum era amuralhada e se mantém assim até hoje. Para entrar no sítio arqueológico é preciso passar por uma das pequenas portinhas localizadas nesta muralha. Esse muro, na época em que os maias viviam no local, funcionava não apenas para proteger a área, mas também para enfatizar a divisão de classes sociais, pois só vivia dentro do sítio a nata da sociedade da época. Hoje quem povoa as ruínas são as inúmeras iguanas, de todas as cores e tamanhos, espalhadas por todos os lados.

As ruínas de Tulum, no México: As iguanas do sítio arqueológico

Dentro da muralha as ruínas de antigas edificações estão espalhadas por todos os lados, algumas bem deterioradas, sendo difícil de identificar exatamente o que era aquilo. Todos os pontos possuem placas explicando o que era cada item, mas chega a ser complicado parar debaixo do sol quente para ler. Como proteção, leve filtro solar, água e um chapéu.

As ruínas de Tulum, no MéxicoAs ruínas de Tulum, no México: Com o mar do Caribe no fundo

A antiga cidade contava com cinquenta construções das mais variadas funções, feito uma cidade dos moldes atuais. Eram edifícios religiosos, da realeza e casas para moradia que ocupavam a área. O que hoje formam as ruínas de Tulum era no passado um porto bastante movimentado e esteve em funcionamento até a chegada dos espanhóis, no século XVI.

De todas as ruínas, a mais famosa é o chamado El Castillo, o edifício mais alto e mais importante, ainda de pé. É a imagem que figura em todas as fotos de Tulum em guias e artigos. No passado ele era um farol, que servia de orientação às navegações. Além disso, El Castillo ainda possuía uma função religiosa, onde ocorriam cerimônias maias.

As ruínas de Tulum, no México: El Castillo e o Mar do CaribeAs ruínas de Tulum, no México: A praia no Mar do CaribeAs ruínas de Tulum, no México: A praia no Caribe

Além das ruínas, por toda a extremidade do sítio arqueológico de Tulum pode ser a outra grande atração local: o Mar do Caribe. Visto de vários mirantes presentes em meio às construções, em Tulum ainda é possível descer até uma das praias, na base das ruínas, por uma escada de madeira e curtir o Mar do Caribe como em nenhum outro lugar. A sensação de mergulhar naquele mar azul tendo a vista de uma ruína maia logo acima é indescritível.

Para saber sobre os preços e horários atualizados do Sítio Arqueológico de Tulum, acesse o site oficial.

ORGANIZE SUA VIAGEM!

HOSPEDAGEM
No Booking.com estão cadastradas as melhores opções de hotéis e albergues. Reserve com direito a cancelamento gratuito e viaje com mais tranquilidade.
SEGURO VIAGEM
Com a Seguros Promo é possível comparar a cotação de diversas companhias, garantindo o melhor custo/benefício na contratação. Use o cupom VIDACIGANA5 e receba 5% de desconto em seu seguro viagem
ROAD TRIP
Alugue um veículo com a RentCars.com para sua viagem. Compare os preços de diferentes locadoras, pague em Reais, sem IOF e parcelado em até 12 vezes.

Sobre o Autor

Larissa

Larissa é nascida em Niterói/RJ, mas já estudou em Nova York e morou na Nova Zelândia por um ano antes de iniciar a volta ao mundo que terminou em 2016. Sonhando em viajar desde que se entende por gente, mantinha um caderno cheio de recortes de jornais e revistas sobre o Egito quando tinha 7 anos de idade. Hoje esse caderno é virtual e engloba vários destinos. Os “recortes” são produzidos por ela e pelo Carlos, semanalmente, no Vida Cigana.

Deixe seu comentário

Clique aqui para deixar um comentário.

House Sitting

publicidade

Close