Home » Destinos » Reino Unido » Stirling, na Escócia: o Castelo e a história de William Wallace
Reino Unido

Stirling, na Escócia: o Castelo e a história de William Wallace

Sabe aquela sensação de estar andando num lugar histórico, onde é possível imaginar pessoas ali vivendo há milhares de anos atrás? Foi algo que senti muitas vezes em Stirling, na Escócia, uma cidade que fica a menos de uma hora de Edimburgo.

Por mais que a maioria nunca tenha ouvido falar, certamente muitos conhecem Stirling  indiretamente. Para qualquer um que alguma vez já assistiu Coração Valente, Stirling é o palco da batalha principal do filme, a Batalha da Ponte de Stirling, onde William Wallace, o maior herói escocês, derrotou a Inglaterra no século XIII.

Planeje sua viagem: Veja uma seleção de hotéis e reserve sua estadia em Stirling

Ok, mas o que é possível ver em Stirling de tão interessante?

Stirling Escocia
O Castelo de Stirling

Stirling, na Escócia, é ainda hoje uma cidade medieval, com ruelas estreitas e prédios muito antigos feitos de pedra. Historicamente a cidade foi construída devido à proximidade com o Rio Forth, em cujas colinas foi construído o Castelo de Stirling, um dos mais importantes do Reino Unido, e por ali servir como um bom ponto de partida em direção às Highlands, as Terras Altas da Escócia.

Hoje, Stirling é uma cidade bem jovem, devido a sua universidade. O turismo local gira em torno da Guerra de Independência Escocesa, da famosa Batalha da Ponte de Stirling e das lembranças e homenagens a William Wallace.

Mas Larissa, quem é esse tal de William Wallace?

Stirling Escocia
Wallace na fachada do monumento em sua homenagem

Wallace foi um guerreiro que viveu entre os séculos XIII e XIV e guiou os escoceses em batalhas pela independência da Escócia frente a Inglaterra. Foi morto pela causa e hoje é o maior herói do país. Atualmente, todo mundo o conhece após ter assistido a Coração Valente, filme maravilhoso (mesmo tendo várias cenas totalmente ficcionais) no qual seu personagem, interpretado por Mel Gibson, é o protagonista.

Bem, para nós, só pelo fato de Wallace ter caminhado por aquelas bandas e ter vencido sua maior batalha naquele solo já era bastante para que Stirling entrasse em nosso roteiro de viagem pela Escócia.

Chegando em Stirling, na Escócia

Stirling Escocia

Chegamos em Stirling, na Escócia, à noite, vindos dos Highlands após um road trip de três dias. Como na maior parte do mundo, atrações turísticas não ficam abertas durante a noite, e só pudemos ver as ruelas medievais vazias e estacionar no pátio exterior do Castelo de Stirling para observar a cidade lá embaixo. Sabíamos, por termos chegado tão tarde, que valeria voltar outro dia para desvendar a cidade apropriadamente.

Como estávamos fazendo um house sitting em Glasgow, uns dias depois resolvemos pegar um trem direto para Stirling, numa viagem que durava menos de uma hora. Esta ideia de bate e volta também vale para quem estiver em Edimburgo, já que as três cidades são bem próximas.

Como só teríamos um dia e nesta segunda visita não estávamos de carro, decidimos visitar as duas maiores atrações da cidade de uma vez: o Castelo de Stirling e o Monumento a Wallace (em inglês, National Wallace Monument).

Já ouviu falar sobre house sitting? Não!? No nosso Guia de House Sitting explicamos passo-a-passo como viajar o mundo e se hospedar de graça.

Visitando o Castelo de Stirling

Stirling Escocia

Da estação de trem de Stirling basta seguir as placas e subir as ruelas até o Castelo de Stirling. O caminho é muito agradável, passando por casas antiquíssimas de pedra, jardins floridos, e pelo cemitério que leva até a Igreja da Santa Cruz (em inglês Church of the Holy Rude), construída em 1129 e onde foi coroado Jaime VI, famoso rei escocês que governou a Inglaterra após Elizabeth I.

Chegando ao pátio externo do castelo (aquele que fomos durante a noite), é possível ter uma vista incrível de toda a planície, com o histórico Rio Forth serpenteando e o Monumento Wallace, imponente ao fundo. Além disso, no próprio pátio se encontra a estátua de Robert the Bruce, famoso rei escocês que lutou ao lado de Wallace e conseguiu a independência da Escócia após a morte deste.

Stirling Escocia
Robert the Bruce

Mais sobre a Escócia: O Castelo de Edimburgo: a atração mais visitada da Escócia.

Depois de pagar o ingresso na entrada, é só se perder num dos maiores e mais importantes castelos do Reino Unido. A maioria dos edifícios encontrados dentro dos muros do castelo é dos séculos XV e XVI, mas construções no local são habitadas e usadas como ponto estratégico de guerra desde a Idade da Pedra.

Stirling EscociaStirling Escocia

Foi no Castelo de Stirling que foram coroados ilustres monarcas escoceses, incluindo a rainha Maria da Escócia.

O Grande Salão foi recentemente restaurado, é o maior da Escócia e o primeiro do país a ter influência renascentista em sua arquitetura. Ali era onde ficava o trono do rei e foi originalmente construído em 1497.

Stirling Escocia
O Grande Salão é o prédio no tom alaranjado

O Palácio Real, onde moravam os monarcas, foi o primeiro em estilo renascentista (misturado com o gótico) construído em terras britânicas. O responsável por seu projeto foi o rei Jaime V (pai de Maria da Escócia e avô de Jaime VI), que não chegou a ver o edifício completo, mas deixou sua marca única no Reino Unido. Isso se deve ao seu exterior, todo feito de pedras e adornado por deuses greco-romanos, algo bastante incomum, misturados com figuras judaico-cristãs e até mesmo da própria monarquia escocesa, sendo o próprio Jaime V representado na fachada.

Stirling Escocia
Rei Jaime V

Além disso, em seu interior se encontram as famosas Stirling Heads, peças decorativas feitas de carvalho que enfeitavam o teto das salas do palácio. Muitas foram destruídas depois que um dos tetos do complexo caiu, mas as que sobreviveram estão no Castelo de Stirling e no National Museum of Scotland, em Edimburgo.

Stirling Escocia

Stirling Escocia
Salão do Palácio com réplicas das Stirling Heads no teto

Dentro das muralhas também podem ser visitados a Capela Real e os jardins, imensos e de um verde bem vivo.

Indo do Castelo de Stirling até o Monumento Wallace

Stirling Escocia
Monumento Wallace visto do Castelo de Stirling

Saindo do Castelo de Stirling, é preciso descer toda a colina pela qual subiu e, no ponto de ônibus da Cowane Street, pegar a linha número 62A até o estacionamento do Monumento Wallace. O trajeto dura meia hora e passa perto da Old Stirling Bridge, uma ponte de pedra do século XV construída a metros de distância da famosa ponte de madeira que deu o nome à Batalha da Ponte de Stirling representada em Coração Valente (no filme, no entanto não existe a ponte).

Após pagar a entrada na bilheteria, é possível chegar ao monumento de duas formas: a pé, cujo trajeto dura 20 minutos colina acima ou de van, que sobe e desce dezenas de vezes durante o dia levando os turistas. A van é de graça.

Nós subimos e descemos de van (vergonha!), mas recomendamos a subida de van e a descida a pé, pois a colina é cheia de árvores lindas e com uma vista incrível.

Monumento Wallace

Stirling Escocia

O Monumento Wallace é uma torre de 67 metros, que se encontra no topo da Abbey Craig, uma alta colina que coroa a cidade de Stirling. Foi construído em 1869, sendo fruto de uma campanha doada por contribuintes a fim de trazer a tona novamente o espírito escocês, honrando seu maior herói, o cavaleiro William Wallace.

O local foi escolhido para ser construído o monumento por ter sido ali o ponto onde Wallace se escondeu com seu exército antes da Batalha da Ponte de Stirling, pois, por ser o lugar mais alto da região, ele poderia visualizar o inimigo e montar sua estratégia antes da guerra.

Stirling Escocia

E como Wallace é herói de toda a Escócia, escolher deixar o Monumento em Stirling também era uma opção conveniente para evitar a rixa entre Edimburgo e Glasgow, as duas maiores cidades escocesas.

A torre possui três patamares diferentes, sendo o primeiro o Hall of Arms, onde é possível conhecer a história por trás da Batalha da Ponte de Stirling, as armas utilizadas e as bandeiras de cada clã escocês participante.

Stirling EscociaStirling Escocia

O segundo, e mais impactante, o Hall of Heroes, nos recebe com a espada original usada por William Wallace (!), artefato medindo nada menos que 1,63 metros (minha altura!) e pesando três quilos! Além da espada, cartas, assinaturas e selos de autoria de Wallace também estão expostos ali.

Stirling Escocia

Também nessa sala, bustos de outras personalidades escocesas que ajudaram a formar a nação podem ser vistos.

No último e mais alto patamar, no topo da torre, é possível vislumbrar toda Stirling lá embaixo e entender onde a batalha ocorreu exatamente, com mapas mostrando como os arredores eram no século XIII. E é lindo ver o Rio Forth serpenteando com esplendor na planície da cidade.

Stirling Escocia

Stirling, na Escócia, é um lugar que já definia os contornos do mundo há séculos atrás – muito antes dos portugueses pisarem no Brasil – com homens que já escreviam seus nomes na história, derrotavam tiranos e morriam em nome da liberdade. Um lugar no qual o vento tem cheiro de história, a ponto de arrepiar cada pelinho do corpo.


Vai para a Escócia? Planeje sua viagem e reserve sua estadia pelo Booking.com.

Reservando por aqui você poupa tempo e dinheiro, e ainda nos ajuda a ganhar uma comissão e continuar nossa jornada 😉

ORGANIZE SUA VIAGEM!

HOSPEDAGEM
No Booking.com estão cadastradas as melhores opções de hotéis e albergues. Reserve com direito a cancelamento gratuito e viaje com mais tranquilidade.
SEGURO VIAGEM
Com a Seguros Promo é possível comparar a cotação de diversas companhias, garantindo o melhor custo/benefício na contratação. Use o cupom VIDACIGANA5 e receba 5% de desconto em seu seguro viagem
ROAD TRIP
Alugue um veículo com a RentCars.com para sua viagem. Compare os preços de diferentes locadoras, pague em Reais, sem IOF e parcelado em até 12 vezes.

Sobre o Autor

Larissa

Larissa é nascida em Niterói/RJ, mas já estudou em Nova York e morou na Nova Zelândia por um ano antes de iniciar a volta ao mundo que terminou em 2016. Sonhando em viajar desde que se entende por gente, mantinha um caderno cheio de recortes de jornais e revistas sobre o Egito quando tinha 7 anos de idade. Hoje esse caderno é virtual e engloba vários destinos. Os “recortes” são produzidos por ela e pelo Carlos, semanalmente, no Vida Cigana.

House Sitting

publicidade

Close