Home » Destinos » Portugal » Tudo sobre a visita à Torre de Belém em Lisboa
Portugal

Tudo sobre a visita à Torre de Belém em Lisboa

A Torre de Belém, em Lisboa, com o sol do lado esquerdo da foto, com pessoas caminhando por sua ponte, indo em sua direção. O céu está azul com nuvens pinceladas brancas. A Torre é branca.

A Torre de Belém em Lisboa é uma das maiores atrações turísticas de Portugal e o maior símbolo arquitetônico do país. Junto com o Mosteiro dos Jerônimos e o Padrão dos Descobrimentos forma o trio mais visitado do país.

Leia mais: Descubra as atrações turísticas e os melhores hotéis de Lisboa

O Bairro de Belém, em Lisboa

O bairro de Belém, em Lisboa, com suas casas coloridas e telhados cor de ocre. As casas vão subindo pelas colinas. Na base da foto, várias ávores com folhas verdes se encontram. O céu está azul. Uma casa rosa se destaca.
O bairro de Belém visto do alto da Torre de Belém

Pense em um bairro lisboeta. Aposto que veio Belém na cabeça, não? Pois bem, a freguesia – como são chamados os bairros no país – com certeza é um dos mais conhecidos em Portugal pelos brasileiros, justamente por ser um dos mais visitados. Belém concentra muitas atrações históricas extremamente importantes na criação do nosso país, e dessas atrações, a mais visitada é a Torre de Belém.

Atração gastronômica imperdível em Belém: Pastéis de Belém: onde comer em Lisboa os doces mais famosos de Portugal

A Torre de Belém pela história

A Torre de Belém vista de sua base de baixo para cima. Ela se ergue branca, com uma ponte de madeira em sua frente. O céu está azul e as nuvens são brancas.

A Torre de Belém ou Torre de São Vicente foi construída no século XVI às margens do famoso Rio Tejo. Ali ela funcionava como fortaleza, contando com vários tipos de artilharia medieval.

Originalmente a torre ficava em uma base de pedras em meio ao rio, hoje já está integrada à Praia de Belém. Com o tempo, foi deixando de ser uma fortaleza e passou por transformações que fizeram dela um posto aduaneiro, farol e até masmorra para presos políticos. Hoje, é considerada patrimônio mundial pela UNESCO e é um dos símbolos de Portugal.

Como edificação, é um belo exemplar da transição do estilo arquitetônico medieval ao estilo manuelino, cujo nome vem do rei D. Manuel I, o mais importante dos reis portugueses, grande responsável pela expansão marítima em Portugal na Era dos Descobrimentos. Como marco histórico, foi dali que partiram os grandes navegadores portugueses em busca de novas rotas marítimas – Vasco da Gama até a Índia e Pedro Álvares Cabral até o Brasil, entre outros.

Veja onde ficar em Lisboa e conheça os melhores bairros da cidade.

Visitando a Torre de Belém, em Lisboa

A Torre de Belém vista da praia, em contraluz, cheia de pessoas passando por sua ponte. Ela fica sobre o Rio Tejo.
A vista clássica da torre

A Torre de Belém, em Lisboa, possui uma beleza incrível, tanto em seu interior quanto no exterior. Sua fachada é repleta de símbolos importantes para Portugal como o rinoceronte que o rei D. Manuel I ganhou do rei de Cambaia, uma cidade indiana. Vários brasões do país se encontram adornando seu exterior, fazendo a construção ser uma das mais nacionalistas de Portugal.

Para entrar na Torre de Belém é preciso cruzar uma ponte que liga a torre à praia. Esta é uma das vistas mais clássicas do local, onde a torre ergue-se imponente em frente aos visitantes.

O baluarte, que é a parte mais baixa da torre, tem o formato de um hexágono e é bastante inovador para sua época, o que difere a Torre de Belém de outras construções medievais. O paiol, onde ficam os canhões, possui um lindo teto repleto de arcos. Além disso, um lindo pátio fecha com chave de ouro este andar inferior.

O paiol da Torre de Belém, em Lisboa. com seu teto cheio de arcos e canhões em cada uma de suas janelas. Pessoas andam pelo espaço.O pátio do baluarte da Torre de Belém, com sua arquitetura branca, vários arcos medievais. O céu é azul

Já no terraço do baluarte vemos a torre de costas, que na verdade é a fachada principal, virada para o Rio Tejo. É por ali que começa a subida à parte mais alta, por uma escada caracol.

O terraço do baluarte com a fachada principal da Torre de Belém, em Lisboa. A torre é branca, e o céu é azul.
A fachada principal da torre

No corpo da torre, que possui 4 andares além do terraço, podemos ver a Sala do Governador, a Sala dos Reis, a Sala de Audiências e a Capela. Cada uma com suas distintas características. Mas é o terraço que rouba a atenção com sua privilegiada vista para o Rio Tejo e para dentro do bairro de Belém.

A vista do alto da Torre de Belém, em Lisboa, com a ponte vermelha 25 de abril em primeiro plano sobre o Rio Tejo.A sombra da Torre de Belém, em Lisboa, projetada em sua praia, com pessoas andando pelos degraus e as ondas batendo.

Vai pra Portugal? O seguro viagem é item obrigatório na hora de passar pela imigração na Europa. Veja como encontrar o melhor seguro viagem internacional e viaje tranquilo.

Como chegar à Torre de Belém, em Lisboa

Uma menina com o cabelo em degradé do verde para o azul e encaracolado está no topo da Torre de Belém, em Lisboa. Ao fundo, a cidade, com ruas e casas e muito verde.

A entrada para a Torre de Belém se dá pela Avenida Brasília, onde de lá é preciso cruzar o Jardim da Torre de Belém. Caso esteja hospedado no mesmo bairro, é só ir caminhando, pois é uma localidade super movimentada e próxima do centro da freguesia.

Caso venha do centro de Lisboa, o ideal é chegar de eléctrico (15) ou de ônibus (727, 28, 729, 714 e 751) a partir da Praça do Comércio. E em caso do carro ser seu meio de transporte, o trajeto dura menos de 20 minutos.

Mais sobre Lisboa: Bairro de Alfama, em Lisboa: um roteiro por suas atrações

Os ingressos para a Torre de Belém

Uma mulher sentada na frente da janela da Torre de Belém em Lisboa, com o rio Tejo ao fundo. A foto é escura.

Existem várias opções de ingressos para a Torre de Belém, podendo ser comprados no local ou pela internet. No primeiro domingo do mês a entrada é gratuita.

Entre as opções, as mais comuns são o ticket individual e o conjunto. Este último consta em quatro tipos de combos que reúnem várias atrações diferentes em um só ingresso. Eles podem ser adquiridos na bilheteria de qualquer uma delas. Os combos são:

  • Descobertas: Mosteiro dos Jerônimos / Torre de Belém
  • Praça do Império: Mosteiro dos Jerônimos + Torre de Belém + Museu Nacional de Arqueologia
  • Jerônimos: Mosteiro dos Jerônimos + Museu Nacional de Arqueologia
  • Cais da História: Mosteiro dos Jerônimos + Torre de Belém + Museu Nacional de Arqueologia + Museu de Arte Popular + Museu Nacional de Etnologia + Museu dos Coches

Cada um possui um valor diferente, para ver os preços atualizados, consulte o site da Torre de Belém.

Para planejar melhor sua ida à capital portuguesa, fizemos um texto detalhado com as 6 regiões mais imperdíveis de Lisboa.

Save

Save

Save

ORGANIZE SUA VIAGEM!

HOSPEDAGEM
No Booking.com estão cadastradas as melhores opções de hotéis e albergues. Reserve com direito a cancelamento gratuito e viaje com mais tranquilidade.
SEGURO VIAGEM
Com a Seguros Promo é possível comparar a cotação de diversas companhias, garantindo o melhor custo/benefício na contratação. Use o cupom VIDACIGANA5 e receba 5% de desconto em seu seguro viagem
ROAD TRIP
Alugue um veículo com a RentCars.com para sua viagem. Compare os preços de diferentes locadoras, pague em Reais, sem IOF e parcelado em até 12 vezes.

Sobre o Autor

Larissa

Larissa é nascida em Niterói/RJ, mas já estudou em Nova York e morou na Nova Zelândia por um ano antes de iniciar a volta ao mundo que terminou em 2016. Sonhando em viajar desde que se entende por gente, mantinha um caderno cheio de recortes de jornais e revistas sobre o Egito quando tinha 7 anos de idade. Hoje esse caderno é virtual e engloba vários destinos. Os “recortes” são produzidos por ela e pelo Carlos, semanalmente, no Vida Cigana.

Deixe seu comentário

Clique aqui para deixar um comentário.

House Sitting

publicidade

Close