Home » Destinos » Nova Zelândia » Ilha Sul » Wanaka, o luxuoso destino de inverno da Nova Zelândia
Ilha Sul Nova Zelândia

Wanaka, o luxuoso destino de inverno da Nova Zelândia

Wanaka, Nova Zelândia

À uma hora de Queenstown, Wanaka é uma cidade pequena, mas que com o passar dos anos tem recebido cada vez mais turistas encantados com seus ares alpinos. Wanaka nada mais é do que uma cidade-resort, um poço de tranquilidade se comparada à irmã Queenstown, sempre abarrotada de turistas. Assim como lá, do outro lado do Crown Range, as temporadas em Wanaka abrangem tanto o inverno, com suas estações de ski, quanto o verão, com suas várias trilhas e belos lagos.

Leia mais: Queenstown, a cidade mais hype da Nova Zelândia.

Wanaka foi fundada durante a corrida do ouro na Nova Zelândia, durante o século XIX. Hoje, atrai turistas de todas as partes em busca de natureza e aventura, e principalmente os visitantes mais ricos, pois possui luxuosos hotéis e ótimos restaurantes nas margens do Lago que leva o mesmo nome da cidade.

O Lake Wanaka é o quarto maior lago da Nova Zelândia, um ótimo lugar para relaxar, sentar em suas margens e ver a vida passar. No verão é muito procurado para nadar, fazer canoagem e pescar.

Wanaka, Nova Zelândia

Saiba mais: Conheça Taupo, com o maior lago da Nova Zelândia e seus vulcões escondidos.

No Lake Wanaka encontra-se a árvore mais fotografada da Nova Zelândia, conhecida como That Wanaka Tree (sim, Aquela Árvore de Wanaka!). Com o lago cheio, suas raízes ficam submersas, fazendo com que vários fotógrafos se desloquem até lá durante o dia, e especialmente à noite, para fotografá-la em longa exposição, fazendo a árvore parecer estar em um campo perolado, como se o lago fosse um enorme lençol de seda.

Wanaka, Nova Zelândia

Leia mais: 13 Dicas de fotografia para melhorar suas fotos de viagem.

Cardrona

Wanaka, Nova Zelândia

No caminho para Queenstown, caso queira ir por um trajeto mais rápido e a previsão do tempo permitir, é possível ir pelas montanhas, cruzando o Crown Range, através da histórica Cardrona. Cheque antes as condições da estrada, pois no inverno nem sempre é possível fazer a travessia sem um veículo 4×4 ou correntes nas rodas.

Wanaka, Nova Zelândia

Cardrona é uma cidadezinha no topo das montanhas de Crown Range, onde fica a estação de ski mais famosa da região. Na cidade fica um dos hotéis mais antigos do país, o Cardrona Hotel, construído em 1863, também durante a corrida do ouro. O hotel é externamente simples, mas muito curioso, fazendo o turista pensar que está visitando alguma cidade de um filme de faroeste. No mesmo local fica um conhecido pub e uma cervejaria.

Diamond Lake

Wanaka, Nova Zelândia

Nos arredores de Wanaka, indo no sentido do Mount Aspiring National Park, uma trilha bastante agradável durante os meses mais quentes torna-se uma atração especial e inusitada durante o inverno. Isso porque às margens de uma das muitas trilhas disponíveis por lá encontra-se o Diamond Lake, um lago como tantos outros da região, mas que por ser protegido do sol, fica inteiramente congelado durante os meses mais frios.

Assim, vários turistas vão até lá para se divertir sobre o gelo. Algumas pessoas até levam patins para o local. É bastante divertido, mas algo que só é possível em poucos meses do ano. Informe-se antes sobre as condições.

Wanaka, Nova Zelândia
Foto tirada pelos leitores Verena e Iuri, que se esbarraram com a gente sem querer no lago 🙂

Caso prossiga a trilha além do lago, é possível chegar a um mirante e vê-lo lá de cima como um enorme diamante (como seu nome apresenta), congelado e cheio de riscos, envolto em lindas árvores amarelas.

Mount Aspiring National Park

Wanaka, Nova ZelândiaWanaka, Nova Zelândia

Indo em direção a West Coast e separando esta da região de Otago, onde Wanaka está localizada, você ingressa no Mount Aspiring National Park, um parque nacional no final das lindas montanhas do Southern Alps. O parque é muito famoso para quem procura fazer trilhas e montanhismo. É belíssimo, com altas montanhas nevadas, florestas fechadas e lagos cristalinos.

Leia também: Conheça o segredo mais bem guardado da Nova Zelândia.

Caso não queira ir muito longe dentro do parque, é possível, estando em Wanaka, fazer uma curta trilha de meia hora até as inacreditáveis Blue Pools, um rio incrivelmente azul e transparente, que corre pelo parque. Dá muita vontade de nadar em suas águas se não fossem tão geladas!

Makarora*

Wanaka, Nova Zelândia
Nossa casinha em Makarora!

No sentido contrário, o primeiro vilarejo entre a West Coast e a região de Otago logo após as Blue Pools é Makarora. O local é uma ótima base para quem pensa em fazer as trilhas do Mount Aspiring National Park, dispondo de um centro turístico bem completo onde é possível se informar sobre atrações, fazer refeições, beber no pub e até mesmo se acomodar. Aliás, os chalés de Makarora são super bonitos e confortáveis, alguns deles totalmente equipados.

Por Makarora ser afastada de tudo, durante à noite é possível tirar fotos surreais do céu!

Wanaka, Nova Zelândia

*Larissa e Carlos se hospedaram no Makarora Tourist Centre a convite do Governo da Nova Zelândia através do 100% Pure New Zealand.

Conheça a nossa página no Pinterest!

Uma das trilhas do Mount Aspiring National Park, em Wanaka, leva até o Diamond Lake, que em determinadas épocas do ano fica interamente congelado.

ORGANIZE SUA VIAGEM!

HOSPEDAGEM
No Booking.com estão cadastradas as melhores opções de hotéis e albergues. Reserve com direito a cancelamento gratuito e viaje com mais tranquilidade.
SEGURO VIAGEM
Com a Seguros Promo é possível comparar a cotação de diversas companhias, garantindo o melhor custo/benefício na contratação. Use o cupom VIDACIGANA5 e receba 5% de desconto em seu seguro viagem
ROAD TRIP
Alugue um veículo com a RentCars.com para sua viagem. Compare os preços de diferentes locadoras, pague em Reais, sem IOF e parcelado em até 12 vezes.

Sobre o Autor

Larissa

Larissa é nascida em Niterói/RJ, mas já estudou em Nova York e morou na Nova Zelândia por um ano antes de iniciar a volta ao mundo que terminou em 2016. Sonhando em viajar desde que se entende por gente, mantinha um caderno cheio de recortes de jornais e revistas sobre o Egito quando tinha 7 anos de idade. Hoje esse caderno é virtual e engloba vários destinos. Os “recortes” são produzidos por ela e pelo Carlos, semanalmente, no Vida Cigana.

House Sitting

publicidade

Close