Home » Destinos » Suécia » O que fazer em Malmo, Suécia: as 11 melhores atrações
Suécia

O que fazer em Malmo, Suécia: as 11 melhores atrações

O que fazer em Malmö: o antigo farol da cidade iluminado ao fundo e em primeiro plano cascatas de todas as cores

Quem busca o que fazer em Malmo terá uma série de opções à sua disposição, mesmo em uma cidade tão pequena. Ainda assim, é a terceira maior cidade sueca, atrás de Estocolmo e Gotemburgo.

A cidade é bem procurada, além de ser uma das mais conhecidas da Suécia. Um ponto que pesa positivamente neste sentido é o fato de ser bem antiga, já que foi fundada no final do século XIII, originalmente pertencendo à Dinamarca e passando à Suécia apenas em 1658.

Isso significa que os apaixonados por construções históricas encontrarão opções de sobra em Malmö, que inclusive abriga o parque público mais antigo do país. Porém, a arquitetura contemporânea também aparece por lá, como no maior arranha-céus do país.

É claro que essa mescla do antigo com o moderno resulta em uma cidade magnífica, que com certeza vale a pena ser visitada.

Outro ponto muito importante que faz muitas pessoas visitarem Malmö é sua proximidade de Copenhague, onde uma ponte une os 2 países, fazendo a travessia durante menos de 1 hora. Muitos viajantes que vão até Copenhague decidem dar um pulo em Malmö e aproveitar para riscar mais um país na lista.

Pensando em quem procura saber o que fazer em Malmo, nós separamos algumas atrações que você simplesmente não pode deixar de conhecer quando estiver por lá.

O que fazer em Malmo: as 11 melhores atrações da cidade

Muita gente faz um bate e volta para Malmö a partir de Copenhague, que fica a pouco mais de 41 km de distância (trajeto que, inclusive, passa pela bela Øresund Bridge, uma ponte com 8 km de extensão e 4 km de túnel), mas quem quer conhecer a cidade toda deve separar de 2 a 3 dias para isso.

O que fazer em Malmo: a ilhota universitaria, com seus prédios antigos e novos

Malmö fica a 3 horas de carro de Gotemburgo, a segunda maior cidade da Suécia, e a 7 horas também de carro da capital Estocolmo. Com uma semana disponível na Suécia até para montar um roteiro e conhecer todas as maiores cidades do país.

Quem deseja conhecer as principais atrações de Malmö pode fazer tudo a pé, dada a pequena área da cidade, mesmo com seu sistema de ônibus e trem. O tour a pé com guia é ótimo para quem deseja caminhar, e outra excelente opção é o tour de bicicleta pela cidade, que é plana e, portanto, de fácil acesso.

No final das contas, as únicas ocasiões em que você poderia precisar de um táxi ou do transporte público seriam para ir ao shopping ou à região do Turning Torso, sendo que essa última até pode ser visitada a pé ou de bicicleta, mas o passeio é um pouco mais longo.

Em uma cidade rodeada pelo azul das águas, outra boa pedida é fazer um tour de barco pelos canais de Malmö, que é muito agradável e proporciona uma das melhores vistas que você terá enquanto estiver por lá.

Para te ajudar a decidir o que fazer em Malmo, recomendamos os seguintes pontos turísticos e atrações:

  1. Castelo Malmöhus
  2. Slottsträdgården
  3. Kungsparken
  4. Lilla Torg
  5. Stortorget
  6. Sankt Petri Kyrka
  7. Universitetsholmen
  8. Turning Torso e região
  9. Kallbadhuset e Praia Ribersborgs
  10. Moderna Museet
  11. Castelo Torup

1. Castelo Malmöhus

O que fazer em Malmö: o Castelo Malmohus vermelho no meio do lago, com uma ponte ligando ao outro lado

O Malmöhus Castle é o castelo com estilo renascentista mais antigo de toda a Suécia e, portanto, uma das principais atrações da cidade. Além disso, ele foi originalmente construído como uma pequena cidadela em 1436, e parcialmente destruído na Guerra do Conde, uma rebelião que ocorreu na Dinamarca um século depois. A Suécia ainda não existia como país nessa época e pertencia ao Reino da Dinamarca.

Depois que este movimento de revolta se encerrou, o castelo foi reconstruído com o estilo que vemos hoje, mas ele passou por várias destruições e reconstruções durante sua história, especialmente pelas guerras entre dinamarqueses e suecos.

Um incêndio em 1870 fez com que apenas o prédio principal e duas torres de armas continuassem em pé, as quais foram restauradas por volta de 1930. Depois de uma participação histórica tão grande, hoje ele abriga o Museu de Arte, o Tropicarium (um ecossistema com aquário que imita os climas tropicais) e o Museu de História Natural.

2. Slottsträdgården

O moinho de vento no parque

Não há como falar sobre o que fazer em Malmö sem citar o Slottsträdgården, cuja tradução literal é “Jardim do Castelo”, pelo fato de ficar imediatamente atrás do Castelo Malmöhus. O jardim veio da iniciativa de alguns entusiastas em jardinagem de Malmö, que tiveram a ideia em 1994, a qual se concretizou em 1997.

Com aproximadamente 12 mil m², o local conta com o cultivo de várias espécies de plantas, tanto alimentícias quanto ornamentais. O complexo se divide entre diferentes áreas, como pomar, jardim de rosas, horta, jardim japonês, entre outros.

O Slottsträdgården fica aberto durante todo o ano e é a pedida perfeita para descansar e relaxar em contato direto com a natureza, seja para fazer um piquenique, provar as guloseimas do café do castelo (este fica aberto apenas do início de abril ao final de outubro) ou simplesmente meditar e olhar para a bela paisagem.

3. Kungsparken

O parque do rei, repleto de verde

Os amantes da natureza encontram no Kungsparken outra bela opção do que fazer em Malmö. Com quase 34 mil m², este é o parque mais antigo da cidade e do país, criado em uma área que antes pertencia à fortaleza de Malmöhus e inaugurado no ano de 1872 pelo rei Óscar II.

Seu nome oficial, inclusive, era Kung Oscars Park (Parque do rei Óscar), mas o local ficou conhecido mesmo como Kungsparken, que é somente Parque do Rei. Ele tem belas lagoas e aproximadamente 130 espécies de árvores de 3 diferentes continentes, algumas das quais são bem antigas.

O grande destaque fica por conta de uma fonte de ferro fundido construída em 1882. Ao norte da fonte há uma antiga caverna, que já foi a principal atração do parque no passado.

Há também um prédio na parte sul do parque, que no passado era um restaurante inaugurado em 1881 pelo Rei Óscar II. Depois de um trabalho bem extenso de restauração em 2001, o local passou a ser ocupado pela Casino Cosmopol.

4. Lilla Torg

O poço bonitinho em Lilla Torg

A praça, cujos elementos remontam à época do romantismo, foi criada em 1590 para servir como um centro comercial aos habitantes de Malmö e à região, propósito que ainda é seguido nos dias de hoje, com uma série de lojas, restaurantes e bares com assentos a céu aberto.

O local se transforma em um popular ponto de encontro, principalmente durante o verão, o que significa que quem se programa para saber o que fazer em Malmo pode usar a praça Lilla Torg como ponto de encontro, além de ter ótimas opções para alimentação.

O encontro do antigo com o atual é um dos principais destaques de Lilla Torg, além de sua pavimentação com pedras naturais, que criam um ambiente bem peculiar.

5. Stortorget

A praça principal da cidade

Esta é uma praça histórica para o comércio, similar ao que acontece com Lilla Torg – inclusive, ambas ficam bem próximas. Stortorget é a maior praça de Malmö, além de também ser a mais antiga da cidade. Já foi a maior praça do Norte da Europa nos tempos antigos.

Em seu centro existe a grande estátua eqüestre de Carlos X Gustavo da Suécia, conquistador das províncias até então dinamarquesas de Skåne, Blekinge e Halland. Ele integrou-as ao império sueco por meio do Tratado de Roskilde, que ocorreu entre o final de fevereiro e o início de março de 1658 na cidade dinamarquesa de Roskilde.

A praça tem construções históricas muito interessantes, como as seguintes:

  • Malmö Rådhus: prédio da prefeitura construído em 1547 e com sua fachada renovada com estilo renascentista dos Países Baixos em 1860.
  • Kocksa Huset: antigo palácio de Jörgen Kock, chefe da Casa da Moeda. Construído entre 1522 e 1524, abrigava um homem poderoso no império dinamarquês e que, depois, se tornou o prefeito de Malmö.
  • Apoteket Lejonet: a farmácia mais antiga da Suécia, fundada em 1571 e localizada na esquina da praça com a Södergatan. O prédio atual foi construído no estilo neo-renascentista em 1896.

Originalmente, a praça era usada como centro comercial, mas hoje ela é palco de grandes eventos, como o multicultural Malmöfestivalen (Festival de Malmö).

6. Sankt Petri Kyrka

A Igreja de São Pedro, em Malmo

A Sankt Petri Kyrka (ou Igreja de São Pedro) é uma majestosa basílica luterana com três naves. Construída no século XIV, é o prédio mais antigo de toda a cidade de Malmö, o que ajuda a entender seu valor histórico.

Erguida no estilo então chamado Gótico Báltico ou gótico de tijolos, é bastante parecida com a Marienkirche, igreja mais antiga de Berlim, na Alemanha. A torre da Sankt Petri Kyrka desmoronou por duas vezes no século XV e recebeu seu estilo atual apenas em 1890.

Foi uma igreja muito importante durante a Reforma Protestante, no século XVI.

7. Universitetsholmen

A ilhota em que fica a universidade de Malmo

Ainda na região, é possível ver de perto a fantástica e moderna arquitetura de Malmö na Universitetsholmen, a ilha artificial em que fica a Universidade de Malmö e o prédio do Malmö Live Concert AB.

Só de caminhar pela ilhota já basta, pois seus prédios modernos são de tirar o fôlego, sendo um mais bonito arquitetonicamente que o outro. Parece mais uma cidade futurística e sustentável.

O antigo farol de malmo

Nos fundos da ilhota fica o Antigo Farol de Malmö, como o próprio nome já diz, é um farol que foi construído em 1878 e tem um desenho octogonal que o torna bem distinto. Ele embeleza ainda mais a Universitetsbron (Ponte da Universidade) e compõe uma paisagem fantástica.

A rua Fiskehamnsgatan também tem prédios magníficos, o que a torna um lugar imperdível para caminhar e ver os olhos brilharem com tanta beleza.

Aproveitando o gancho do tema arquitetônico, vale a pena visitar o Shopping Emporia Center, sendo este último o único que recomenda-se ir de táxi, já que fica um pouco distante.

8. Turning Torso e região

O Turning Torso do Calatrava

Ao buscar o que fazer em Malmo, é quase impossível não se deparar com o Turning Torso, um arranha-céu residencial com 190 metros que ocupa o lugar de prédio mais alto de toda a Escandinávia, além de ser o segundo maior de ocupação residencial de toda a Europa, perdendo apenas para o Triumph-Palace de Moscou, com 264 metros.

Projetado pelo arquiteto catalão Santiago Calatrava, ele se localiza próximo ao estreito de Öresund e foi baseado em outra escultura de mármore do próprio Calatrava, o Twisting Torso. Desde o térreo até a cobertura, o efeito é de que o prédio foi torcido a 90º.

um homem fotografando um prédio

A magnificência do edifício não consiste apenas em sua altura e no fato de ter 54 andares, mas também por estar em uma região sujeita a fortes ventos e temperaturas que podem chegar a -20º C, ou seja, o projeto teve de contemplar técnicas muito avançadas para garantir sua estabilidade estrutural.

De estilo neo-futurista, o edifício também foi o primeiro de design “torcido” de todo o mundo. Quem estiver por lá também pode curtir a região ao redor, com casas, barcos, praia (isso mesmo, tem praia na Suécia!) e uma vista privilegiada para a Ponte Öresund, que leva até a Dinamarca.

9. Kallbadhuset e Praia Ribersborgs

O início da praia com o Turning Torso ao fundo
O início da praia com o Turning Torso ao fundo

Nem tudo o que fazer em Malmö refere-se a construções históricas. Na praia de Ribersborgs você encontra o Kallbadhuset, onde é possível desfrutar de uma das experiências mais inusitadas de sua vida, que é curtir uma sauna enquanto olha para o oceano.

Os suecos gostam muito de saunas, tanto que têm uma palavra própria para designá-las: bastu. No final de um dos cais de Ribersborgs você tem acesso a um complexo com 5 saunas: duas para mulheres, duas para homens e uma mista, todas com vista para o mar e algumas com vista para a Öresundbridge.

A praia em Malmo

Entre as sessões de sauna, você pode dar um mergulho nas águas do mar, para o qual há duas escadas de acesso: uma em uma parte protegida e outra, efetivamente, para o mar aberto.

Quem quiser curtir o bastu deverá levar duas toalhas de banho: uma para sentar-se na sauna, que é obrigatória, e outra para se secar quando sair. Não é permitido entrar com roupas de banho (nem com qualquer outra roupa, na verdade).

Caso dispense a sessão de sauna, você pode ir direto para a praia de Ribersborgs, um programa que provavelmente não estava em sua mente quando se pensa em Escandinávia, mas que vale a pena para passar pela experiência de pegar uma praia na Suécia.

10. Moderna Museet

O Moderna Museet é um dos principais museus de arte moderna e contemporânea na Europa, com belas obras de arte internacional. Por isso, é merecido dizer que Malmö tem um dos espaços de exibição mais bonitos da Suécia.

Bem recente, o espaço foi inaugurado em 26 de dezembro de 2009 mediante uma solicitação da própria cidade de Malmö para a inauguração de um subsidiário do Moderna Museet Original, que fica em Estocolmo.

Então, em uma colaboração entre a cidade de Malmö, a região de Skåne e o governo da Suécia, a unidade de Malmö foi inaugurada, com experiências artísticas únicas para a região de Öresund. O museu traz itens selecionados da coleção do Moderna Museet de 1900 em diante.

11. Castelo Torup

O Torups Slott, cuja construção foi concluída em meados de 1540, é um dos que apresenta o melhor nível de conservação de toda a Suécia. Ele foi construído a mando de Görvel Fadersdotter, uma nobre sueca, para seu filho. Ela também era administradora de condados e dona de propriedades na Dinamarca, Noruega e Suécia.

O castelo de tijolos vermelhos tem três andares e tem como destaque uma torre octogonal. Alguns de seus cômodos mais históricos podem ser visitados, com a sala de jantar, a biblioteca, o pátio e o parque. O local que antes servia como os estábulos se transformou em um belo café.

Situado a aproximadamente 15 km a leste de Malmö, a construção passou por uma restauração entre 1602 e 1630, o que a deixou com a aparência que tem até os dias de hoje. Posteriormente, sua posse ficou com as famílias Stjernblad e Coyet, até que, em 1970, o município de Malmö assumiu sua posse.

Uma curiosidade é que as antigas terras do Torups Slott se transformou em um clube de golfe do PGA of Sweden National, com dois percursos de 18 buracos cada.

Um breve resumo da cidade de Malmö, na Suécia

os canais de malmo
De um lado o moderno, do outro, o antigo

Malmö foi fundada no século XIII e pertencia a Dinamarca, pois a Suécia ainda não existia como país. Foi a segunda maior cidade do Reino da Dinamarca devido à sua posição na entrada do estreito de, que liga o Mar Báltico ao Mar do Norte.

Malmö na Idade Média virou o centro comercial dos navegantes que iam da Alemanha para o Oceano Atlântico, se tornando uma grande produtora de arenque, um peixe que é consumido até hoje na região.

Malmö também foi a pioneira escandinava na Reforma Protestante, tendo sido totalmente convertida no século XVI.

Após a tomada pela Suécia após a formação do país, a cidade sofreu com uma queda em popularidade e avanços tecnológicos, mas hoje é reconhecida mundialmente como pólo de TI e arquitetura nórdica.

Salve estas dicas da Suécia no Pinterest!

Quem busca o que fazer em Malmo terá uma série de opções à sua disposição, mesmo em uma cidade tão pequena. Ainda assim, é a terceira maior cidade sueca, atrás de Estocolmo e Gotemburgo.
Quem busca o que fazer em Malmo terá uma série de opções à sua disposição, mesmo em uma cidade tão pequena. Ainda assim, é a terceira maior cidade sueca, atrás de Estocolmo e Gotemburgo.
 

ORGANIZE SUA VIAGEM!

HOSPEDAGEM

No Booking.com estão cadastradas as melhores opções de hotéis e albergues. Reserve com direito a cancelamento gratuito e viaje com mais tranquilidade.

AIRBNB

Já experimentou alugar um apartamento usando o Airbnb? Em alguns destinos fica mais barato do que um quarto de hotel.

SEGURO VIAGEM

Use nosso Comparador de Seguro Viagem. Com nossa parceria com a Seguros Promo, vamos te ajudar a encontrar os melhores planos de seguro para o seu destino. Use o cupom VIDACIGANA5 e receba 5% de desconto na hora do check out.

ROAD TRIP

Alugue um veículo com a RentCars.com para sua viagem. Compare os preços de diferentes locadoras, pague em Reais, sem IOF e parcelado em até 12 vezes.

Precisa de ajuda para planejar sua viagem?


Preencha seu e-mail e datas da viagem para receber nossas melhores dicas e avisos de promoções:

Sobre o Autor

Larissa

Larissa é nascida em Niterói/RJ, mas já estudou em Nova York e morou na Nova Zelândia por um ano antes de iniciar a volta ao mundo que terminou em 2016. Sonhando em viajar desde que se entende por gente, mantinha um caderno cheio de recortes de jornais e revistas sobre o Egito quando tinha 7 anos de idade. Hoje esse caderno é virtual e engloba vários destinos. Os “recortes” são produzidos por ela e pelo Carlos, semanalmente, no Vida Cigana.

2 Comentários

Todos os comentários serão moderados previamente conforme as políticas do blog. Serão publicados e respondidos apenas após aprovação.

Clique aqui para deixar um comentário.

House Sitting

vida cigana blog youtube house sitting

vida cigana blog youtube house sitting
abbv
banner publicidade lastpass
hospedado por infinite cloud computing