Home » Destinos » Marrocos » Desvendando Fez, no Marrocos: A cidade mais genuína do país
Marrocos

Desvendando Fez, no Marrocos: A cidade mais genuína do país

O que fazer em Fez no Marrocos
Compartilhe este texto!

A cidade de Fez no Marrocos, entrou em nossa viagem de um modo bastante inesperado, já que nossa ida ao país aconteceu por acaso. Estávamos na Europa e “precisávamos” comprar uma passagem de volta ao Brasil para concluir nossa volta ao mundo. No processo de busca, encontramos uma promoção da Royal Air Maroc, que não só era a opção mais barata, como oferecia um stoppover gratuito de até uma semana no Marrocos. Como ainda não havíamos pisado na África, compramos sem pensar duas vezes.

Tínhamos poucos dias de viagem no Marrocos e, como preferimos sempre viajar mais devagar e conhecer bem cada lugar que passamos, sabíamos que só poderíamos escolher uma das quatro cidades imperiais – Fez, Marrakech, Rabat e Maknès – para incluir em nosso roteiro (já que os outros seriam tomados pelo tour ao deserto do Saara).

Leia mais: O deserto do Saara no Marrocos: uma viagem de Fez até Marrakesh

Um parêntesis: essa decisão nos tomou semanas, e tenho que ser sincera e falar que a nossa decisão não foi somente baseada em pesquisa e relatos de blogs de viagem como fazemos normalmente. Como todo bom brasileiro, novela faz parte da nossa cultura e “O Clone” foi uma das mais famosas da história. E eu, claro, assistia religiosamente (até a reprise no Vale a Pena Ver de Novo eu vi e ainda forcei Carlos a embarcar comigo). Sempre que me lembrava de Jade e companhia andando pela Medina de Fez, pendia um pouco mais para a decisão de escolher passar uns dias em Fez. Brega, eu sei, mas estou sendo honesta!

O que fazer em Fez no Marrocos

Além disso, Fez é tida como a capital cultural do Marrocos. Enquanto Marrakesh é a mais popular e turística, e, por estes mesmos motivos, a cidade vem se desgastando no decorrer dos anos com muitas atrações “para turista ver”, Fez se mantém fresca e misteriosa. Outro ponto para Fez!

Planeje sua viagem: Veja uma seleção de hotéis e reserve sua estadia em Fes, no Marrocos

A misteriosa e caótica Fez no Marrocos

O que fazer em Fez no Marrocos

Fez já foi capital do país inúmeras vezes e é a segunda maior cidade do Marrocos, só ficando atrás de Casablanca. Foi fundada no século IX, sendo grande parte de sua antiga cidade datada desta época. Andar por suas ruas é como voltar à Idade Média. E isso pode ser ao mesmo tempo, mágico e caótico.

Fez foi uma das cidades mais caóticas que já pusemos os pés na vida. E isso se deve à sua urbanização. Como toda cidade islâmica tradicional, suas ruas são como labirintos, e, ao contrário do que acontece na maior parte dos países, onde as ruas delimitam as casas, lá ocorre o contrário, as casas foram criadas primeiro, e o que sobrou são as ruas.

Devido a essa formação é quase impossível não se perder por suas ruas. Não existe Google Maps que salve o turista – o GPS dos celulares atuais nem têm precisão suficiente para lidar com ruas tão estreitas – e os habitantes de Fez souberam aproveitar esse conjunto de fatores para fazer dinheiro às custas de turistas desorientados, cobrando gorjetas por qualquer indicação dentro ou fora da Medina, o que pode tornar sua experiência no Marrocos uma das mais desagradáveis.

Caminhando por Fez

O que fazer em Fez no Marrocos

A Medina mais antiga (e a mais turística) de Fez, conhecida como Fez El Bali (ou Fez, a Velha), é considerada patrimônio cultural da UNESCO junto às de Marrakesh, Essaouira e Tétouan. Mas se localizar numa cidade erguida no século IX é tarefa das mais difíceis. Não é impossível, mas requer muita atenção e perseverança. Enquanto o turista não pega a manha, todos ao redor virão tornar sua visita um inferno.

Vamos contar um de nossos relatos para que vocês possam visualizar:

Ao confirmarmos nossa hospedagem em Fez, o gerente do hotel disse para avisarmos quando chegássemos à Porta Azul (falarei dela mais adiante) que ele mandaria algum funcionário nos buscar, porque não seria fácil se achar. Chegamos, e na correria, decidimos enfrentar a Medina por conta própria. Claro que chamamos a atenção dos moradores, que logo vinham perguntar se queríamos ajuda. Um, dois, três, muitos! Hesitamos de início, mas depois resolvemos aceitar a ajuda de um deles. Na caminhada outro colou ao grupo, e chegamos ao hotel com dois marroquinos a tira colo, e pedindo dinheiro, é claro. Assim que abriu a porta, o gerente do hotel fez aquela cara de “esses gringos nunca aprendem”. Tivemos que dar uma gorjeta aos dois, do contrário ia sobrar para o hotel.

E assim foi durante toda nossa passagem pela cidade. Cada passo, cada parada, todos querem tirar proveito por saber que você não sabe se locomover. A solução que arrumei para não me estressar foi fingir que não via nem ouvia nada. Ignorava-os completamente, e isso me deu certa paz, porque é extremamente estressante ser abordado a todo momento.

Para nos habituarmos à Fez e acabarmos com o perrengue por pelo menos um dia, resolvemos contratar uma guia local, indicada pelo dono do hotel. Na presença dela, todos nos respeitavam, afinal lá todo mundo conhece todo mundo e sabiam que ela estava trabalhando.

O que fazer em Fez no Marrocos

O que fazer em Fez no Marrocos

Até que, para quem passou três dias em Fez, conseguimos visitar bastante coisa. Exploramos a cidade pela primeira vez com a nossa guia, chamada Khadija (muito ouro, inshalla!), e depois, voltamos por conta própria, desvendando a Medina aos poucos. E no final das contas, conseguimos nos localizar bem sozinhos. Existem placas bem confusas na Medina, com cores diferentes para trajetos diferentes.

O que fazer em Fez no Marrocos

Como nos hospedamos perto da Porta Azul, foi só decorar o nome dela em árabe, e escolher uma cor para seguir.

Fez El Bali

O que fazer em Fez no Marrocos

A Medina mais antiga da cidade, datada do século IX é chamada de Fez El Bali, ou Fez, a Velha é considerada patrimônio cultural da UNESCO junto às Medinas de Marrakesh, Essaouira e Tétouan.

Fez El Bali é impressionante por si só, com suas ruelas como um labirinto, cheia de surpresas a cada curva. Mercados a céu aberto com praticamente tudo sendo vendido, desde tâmaras a animais para o abate, tapetes a produtos em couro. Seda é tingida nos degraus das ruelas, e panelas são formadas em meio a praças. É fascinante!

O que fazer em Fez no Marrocos O que fazer em Fez no Marrocos

Dentro da Medina não é possível entrar automóveis, então o transporte de mercadorias é feito por burrinhos. Nada impede que você esteja comprando algo e tenha que abrir caminho para o bichinho passar, afinal, ele está trabalhando.

O que fazer em Fez no Marrocos

Outros animais que são recorrentes em Fez no Marrocos são os gatos. Muitos gatos de rua, mas os moradores têm um carinho imenso por eles, os alimentando e dando carinho.

Viajamos o mundo cuidando de animais de estimação! Contamos tudo no Guia de House Sitting: como viajar o mundo e conseguir hospedagem grátis!

O que fazer em Fez no Marrocos

A Medina é dividida por inúmeros bairros, mas caso você seja um leigo, não saberá onde começa um e termina o outro. Cada bairro é dividido por enormes portões de defesa da época em que o país era invadido por outros povos (no passado, Fez era tão importante e tão cobiçada no mundo árabe quanto Jerusalém, Damasco e Bagdá). Do lado de dentro de cada portão desses existe uma mesquita, uma fornalha e uma farmácia. Isso é o que classifica os bairros de Fez. E é incrível ver que desde o século IX eles continuam sendo usados de forma coletiva, onde, por exemplo, cada morador pode ir até a fornalha assar o seu pão para comer fresquinho em casa.

O que fazer em Fez no Marrocos

O que fazer em Fez no Marrocos
Preparando óleo de argan na farmácia

As farmácias são bem diferentes das nossas. Os produtos são todos naturais e produzidos manualmente.

Bab Boujloud ou Porta Azul

O que fazer em Fez no Marrocos

A Porta Azul separa a Medina de Fez da parte nova e moderna da cidade e funciona como a principal entrada de Fez El Bali. Foi construída em 1913 e é perto dali que grande parte dos turistas se hospeda, por ser conhecida por todos e um ótimo ponto de referência.

Ao seu redor, ótimos restaurantes de comida marroquina se agregam. É só escolher (se os locais deixarem) e sentar, pois o cardápio é o mesmo: cuscuz marroquino ou tajine.

Place Boujloud

O que fazer em Fez no Marrocos

É a praça que se encontra em frente à Porta Azul, completamente murada com suas fortificações datadas do século IX. Lá ocorrem feiras onde os berberes, nômades marroquinos, vêm vender seus produtos. Ótimo lugar para sentar e observar o tempo passar.

Talaa Kebira

O que fazer em Fez no Marrocos

É a rua mais famosa de Fez, começando na Porta Azul e descendo até a parte baixa da cidade, terminando em frente à Universidade de al Karaouiyne. Nesta rua é onde se distribuem grande parte das lojas e atrações. Caso se mantenha nela, é fácil se localizar.

Fonte Nejjarine

O que fazer em Fez no Marrocos

Uma pracinha onde a mais famosa fonte de Fez se encontra. Fez é uma cidade repleta de fontes e sua população busca água nelas desde que a cidade foi fundada. Boa parte está desativada hoje, mas algumas ainda jorram água e são usadas pelos locais para beber e se refrescar, pois a água é potável.

Nessa praça também fica o Museu de Artes e Ofícios de Madeira de Nejjarine.

Zaouia de Moulay Idriss II

O que fazer em Fez no Marrocos
Esse retângulo é a parte da tumba que dá para a rua!

É um templo construído em 1440 onde os restos mortais de Moulay Idriss II se encontram. Idriss foi o fundador de Fez e governante do Marrocos durante o século IX.

Moulay Idriss II é hoje padroeiro de Fez, e os locais acreditam que visitar o lugar traz proteção e saúde. Tanto é que sua tumba possui conexão com a rua, onde qualquer transeunte que esteja com pressa pode tocar nela sem precisar entrar.

Al Attrarine Madrasa

O que fazer em Fez no Marrocos

Uma das muitas escolas corânicas de Fez, a Al Attarine foi fundada em 1310 e funciona até os dias de hoje. Sua arquitetura é maravilhosa, repleta de arabescos e azulejos. Sua entrada é paga e só é possível visitá-la fora do horário das aulas.

Mais sobre lugares islâmicos: O que fazer em Kuala Lumpur, a capital da Malásia

Universidade de al Karaouiyne

O que fazer em Fez no Marrocos

É a universidade mais antiga do mundo, fundada em 859 d.C por uma mulher (mas que só pode ser frequentada por homens), e foi um dos maiores centros educacionais do mundo antigo. Funciona até hoje como universidade e escola corânica, além de possuir uma mesquita. Infelizmente a entrada é proibida a não muçulmanos.

Praça Seraffine

O que fazer em Fez no Marrocos

Uma praça famosa onde ferreiros fabricam a céu aberto panelas e outros produtos de cobre. É incrível ver os artesões moldando cada peça com instrumentos tradicionais. Vale a pena uma passada por lá.

Zaouia sid Ahmed Tijani

O que fazer em Fez no Marrocos

Templo onde se encontram os restos mortais de Ahmed Tijani, fundador de uma das ordens do islã. Assim como grande parte dos prédios marroquinos, o templo possui uma arquitetura maravilhosa e atrai fieis de países como Senegal e Nigéria, onde a vertente do islamismo fundada por ele se propagou.

Curtume Chouara

O que fazer em Fez no Marrocos

Um dos cartões postais da cidade (e onde cenas de O Clone foram gravadas, rá!), o curtume Chouara foi fundado no século XI e continua em atividade até os dias de hoje. Lá os couros de vaca, bode, ovelha e camelo são tratados com fezes de pombo (isso mesmo) e tingidos com produtos naturais, como açafrão e índigo. O cheiro é terrível, então, ao entrar, os guias servem folhas de hortelã para abafar o odor.

O que fazer em Fez no MarrocosO que fazer em Fez no Marrocos

Um dos pontos altos do passeio pela cidade, só se prepare para quase ser obrigado a levar uma jaqueta de couro no final da visita.

Oued Bou Khrareb

O que fazer em Fez no Marrocos

A rua que beira o rio Tarrafine, que divide a cidade entre a parte árabe (mais turística) e tunisiana. É bem interessante notar as diferenças entre cada parte da cidade. Ela vai do curtume ao Bab Rcif.

Bab Rcif e Bab sid Lajoud

O que fazer em Fez no Marrocos

Duas portas que delimitam uma bela praça, onde o mais agradável é sentar e ver crianças brincando e pessoas andando de bicicleta.

O que fazer em Fez no Marrocos

Um “oásis” antes de resolver voltar todo o caminho até o hotel.

Onde ficar em Fez

O que fazer em Fez no Marrocos

Durante nossa estadia em Fez não poderíamos ter pedido por um lugar melhor. Ficamos hospedados no Riad Taryana, uma pousada no melhor estilo marroquino, com um pátio no meio, repleto de azulejos e mosaicos. Mohammed, o gerente do hotel, foi super prestativo, nos dando informações e nos ajudando no que precisávamos. Inclusive colocamos nosso árabe aprendido na novela em prática com ele, muito divertido!

O café da manhã, preparado por Habiba também era divino, com direito a chá de hortelã no final.

O que fazer em Fez no Marrocos

E do terraço do hotel ainda era possível ver toda a Medina, e observar do alto seu esplendoroso pôr do sol. Tudo isso, pertinho da Porta Azul, tornando nossa vida muito mais fácil.

*Larissa e Carlos se hospedaram em Fez a convite do Riad Taryana


Vai para Fez e quer outras opções de hospedagem? Planeje sua viagem e reserve sua estadia pelo Booking.com.

Reservando por aqui você poupa tempo e dinheiro, e ainda nos ajuda a ganhar uma comissão e continuar nossa jornada 😉

ORGANIZE SUA VIAGEM!

HOSPEDAGEM
No Booking.com estão cadastradas as melhores opções de hotéis e albergues. Reserve com direito a cancelamento gratuito e viaje com mais tranquilidade.
SEGURO VIAGEM
Com a Seguros Promo é possível comparar a cotação de diversas companhias, garantindo o melhor custo/benefício na contratação. Use o cupom VIDACIGANA5 e receba 5% de desconto em seu seguro viagem
ROAD TRIP
Alugue um veículo com a RentCars.com para sua viagem. Compare os preços de diferentes locadoras, pague em Reais, sem IOF e parcelado em até 12 vezes.

Compartilhe este texto!

Sobre o Autor

Larissa

Larissa é nascida em Niterói/RJ, mas já estudou em Nova York e morou na Nova Zelândia por um ano antes de iniciar a volta ao mundo que terminou em 2016. Sonhando em viajar desde que se entende por gente, mantinha um caderno cheio de recortes de jornais e revistas sobre o Egito quando tinha 7 anos de idade. Hoje esse caderno é virtual e engloba vários destinos. Os “recortes” são produzidos por ela e pelo Carlos, semanalmente, no Vida Cigana.

22 Comentários

Clique aqui para deixar um comentário.

House Sitting

publicidade

Close