Home » Destinos » Reino Unido » London Pass: como economizar tempo e dinheiro nas atrações de Londres
Planejamento Reino Unido

London Pass: como economizar tempo e dinheiro nas atrações de Londres

London Pass e as atrações de Londres
Compartilhe este texto!

O London Pass é um cartão turístico que pode ser adquirido pelos turistas e dá acesso gratuito a uma série de atrações de Londres, prioridade de entrada nos locais mais concorridos e descontos em alguns tours e lojas espalhadas pela capital do Reino Unido.

Há versões do London Pass com durações de 1, 2, 3, 6 e 9 dias, cada um com seu valor, que cresce conforme a quantidade de dias desejados aumenta, mas que também amplifica o potencial de economia gerado por ele nas visitas às atrações de Londres.

Planeje sua viagem: Veja uma seleção de hotéis e reserve sua estadia em Londres

O preço do turismo em Londres

London Pass e as atrações de Londres

Como muito bem define o mestre Ricardo Freire, do Viaje na Viagem, há dois tipos de atrações turísticas em Londres: as gratuitas e as caríssimas.

Há tanta coisa a ser vista na cidade que mesmo em uma visita mais longa, é perfeitamente possível passar seus dias apenas frequentando as atrações de Londres que não cobram ingresso.

Mas se você quiser ver várias pontos turísticos da cidade que são paradas obrigatórias, mas onde há cobrança de ingresso, como a Torre de Londres ou a Abadia de Westminster, prepare-se para ver sua carteira sangrar. Ou invista em algum dos modelos do London Pass.

Visitando as atrações de Londres com o London Pass*

London Pass e as atrações de Londres

Durante nossa passagem por Londres recebemos cada um, como cortesia, uma unidade de dois dias de duração do London Pass e reservamos parte de nosso tempo na cidade para explorar as atrações de Londres aproveitando ao máximo o potencial do cartão. Nossa ideia era não só experimentarmos como é viajar usando o London Pass, mas também mostrarmos como é possível gerar com ele uma economia significativa em seu orçamento de viagem em uma das cidades mais caras do mundo.

Veja mais sobre o Reino Unido: The Beatles Story: Conhecendo a história dos Beatles em Liverpool.

Como economizar dinheiro com o London Pass

Para fazer valer a pena o uso do London Pass a programação de visita às atrações de Londres que são pagas tem que ser bem intensa. Por isso preenchemos os dois dias que tínhamos de validade do cartão quase exclusivamente com elas.

Abaixo vamos detalhar como ficou nosso roteiro por Londres nos dois dias em que usamos o London Pass e ao final vamos especificar os preços dos ingressos das atrações e o valor cobrado pelo London Pass para termos um comparativo. (preços conforme valor vigente em 2016)

Leia mais sobre o Reino Unido: York, Inglaterra: a histórica cidade ao norte do país.

Nosso roteiro por Londres com o London Pass de 2 dias

 

A Torre de Londres

London Pass e as atrações de Londres

Começamos o dia pela Torre de Londres, atração que consideramos obrigatória para entender a importância histórica da cidade. Passamos uma manhã inteira explorando suas muralhas, castelos e exposições. Ali estão as joias da Coroa Britânica e, na Torre Branca, a Linha dos Reis ingleses.

Ingresso comprado na hora: £25

Ingresso com o London Pass: £0

A Tower Bridge Exhibition

London Pass e as atrações de Londres

Já durante a tarde, atravessamos o Tâmisa por outra das grandes atrações de Londres, a Tower Bridge, mas não pelo nível da rua. Lá em cima, na passarela que liga as duas torres que sustentam a ponte, há uma exposição sobre a história da Tower Bridge e de outras pontes famosas pelo mundo.

Essa mostra não oferece nada demais, mas muita gente sobe até lá pela chance de ver Londres do alto e experimentar passear pelos dois trechos de vidro que existem no piso. Ao final, o ingresso ainda dá acesso à casa de máquinas, no subsolo.

Ingresso comprado na hora: £9

Ingresso com o London Pass: £0

O HMS Belfast

London Pass e as atrações de Londres

Após a travessia da ponte, seguindo pela margem do Tâmisa, fizemos a visita ao HMS Belfast, um navio militar usado pela marinha Britânica em uma série de batalhas na Segunda Guerra Mundial, na Guerra da Coreia e em outras ocasiões, que agora fica ancorado em Londres. O navio, parte dos Museus Imperiais de Guerras serve como retrato de como era a vida dentro de um ambiente como este.

A Karine, do Blog Brazuka, mostrou em detalhes como é a visita ao HMS Belfast.

Ingresso comprado na hora: £16

Ingresso com o London Pass: £0

Ao final da visita já estávamos estourando o horário limite para entrar nas demais atrações de Londres em nosso primeiro dia. Como costumamos demorar bastante em cada um dos lugares que visitamos, não tivemos tempo de ir ao Shakespeare Hall, como gostaríamos.

Uma dica: se possível tente usar o London Pass às sextas e sábados, quando a maior parte das atrações de Londres funciona em horário de visitação estendido, ampliando assim o potencial de seu passe.

A Abadia de Westminster

London Pass e as atrações de Londres

Começamos o segundo dia por outra das atrações de Londres que consideramos imperdíveis (e caríssimas): a Abadia de Westminster. A visitação à igreja tem o horário bem restrito, fechando cedo na maior parte dos dias e queríamos garantir logo nossa entrada.

É na Abadia que acontecem as coroações dos reis britânicos, são celebrados diversos dos casamentos reais e onde estão sepultados diversos monarcas do passado.

Ingresso comprado na hora: £20

Ingresso com o London Pass: £0

Da abadia fomos caminhando ao Palácio de Buckingham para vê-lo por fora e de lá seguimos de metrô até outro palácio, mas que permite a visitação e está incluído no London Pass.

O Palácio de Kensington

London Pass e as atrações de Londres

Com o London Pass poderíamos ir até o Castelo de Windsor, inclusive com o ticket da viagem de trem até lá também incluído no pacote. Mas pela distância achamos que perderíamos muito tempo no deslocamento e preferimos visitar o Palácio de Kensington, outro dos imóveis da família real que se tornaram atrações turísticas em Londres.

Kensington é onde hoje moram William e Kate, os duques de Cambridge e futuros monarcas. Em uma parte do palácio rolam exposições sobre as diferentes dinastias que ali viveram: os Stuart e os Hannover, além de uma área especial aos monarcas modernos dedicada à moda, com exibição de roupas de gala e outra específica sobre o reinado da Rainha Victoria.

Ingresso comprado na hora: £18

Ingresso com o London Pass: £0

O Royal Albert Hall

London Pass e as atrações de Londres

Do Palácio, após uma rápida caminhada, fomos encerrar nosso dia com o tour pelos bastidores oferecido no Royal Albert Hall. Como Larissa e eu já trabalhamos bastante neste universo não poderíamos deixar de fora uma visita a um dos teatros mais famosos de Londres.

Ingresso comprado na hora: £12,75

Ingresso com o London Pass: £0

Afinal, vale a economia gerada pelo London Pass?

Ao fim de dois dias, e com apenas seis atrações visitadas, nosso comparativo ficou assim:

Valor dos ingressos sem o London Pass: £100,75

Valor do London Pass de dois dias: £79

No caso do nosso roteiro, foram £21,75 de economia por pessoa. Mas para ver se o London Pass valerá a pena para você e para a viagem que tem em mente, consulte a lista de atrações de Londres inclusas no passe e veja se o somatório gerado é superior ao valor cobrado antes de tomar sua decisão.

Saiba mais sobre o Reino Unido: O Castelo de Edimburgo: A atração mais visitada da Escócia.

Como economizar seu tempo ao optar pelo London Pass

London Pass e as atrações de Londres

Além de analisar aquilo que importa (dinheiro) na hora de ver se o London Pass vale a pena ou não, preciso citar o que mais nos surpreendeu ao viajar de posse dele: a economia de tempo no planejamento de viagem gerada pelo uso do cartão.

Eu sempre fui fanático por planejamento de viagens, fazendo questão de saber todos os detalhes do local que seria nosso destino de férias e prevendo o que, quando e como iria visitar cada uma das atrações em cada um dos dias na cidade. E de preferência buscando formas mais econômicas de visitar os lugares que gostaria.

Quando deixamos de fazer viagens esporádicas e passamos a viajar permanentemente, esse planejamento detalhado foi ficando cada vez mais raro, já que as visitas aos novos destinos se sucediam. (Estou escrevendo este texto sobre Londres em um trem no Marrocos, depois de cinco dias em Roma.)

Como o London Pass tem um valor fixo para uma quantidade de dias, quem o utiliza não precisa se preocupar em desistir de visitar as atrações de Londres que são pagas para economizar, descobrir macetes para gastar menos no ingresso, ou se restringir a visitar locais em dias e horários específicos, nem mesmo em comprar ingresso antecipado, já que o bilhete dá entrada especial aos portadores nos pontos mais concorridos.

Deste modo, e seguindo este pensamento, nos dias em que usamos o London Pass tínhamos a tranquilidade de sair de casa sem um roteiro rígido, pois sabíamos que o que encontraríamos pelo caminho, como todas as atrações de Londres, ou seria gratuito ou caríssimo, mas estes últimos já estariam contemplados no London Pass.

*Larissa e Carlos exploraram as atrações de Londres usando o London Pass a convite da empresa. Nossos relatos, no entanto, permanecem independentes.

ORGANIZE SUA VIAGEM!

HOSPEDAGEM
No Booking.com estão cadastradas as melhores opções de hotéis e albergues. Reserve com direito a cancelamento gratuito e viaje com mais tranquilidade.
SEGURO VIAGEM
Com a Seguros Promo é possível comparar a cotação de diversas companhias, garantindo o melhor custo/benefício na contratação. Use o cupom VIDACIGANA5 e receba 5% de desconto em seu seguro viagem
ROAD TRIP
Alugue um veículo com a RentCars.com para sua viagem. Compare os preços de diferentes locadoras, pague em Reais, sem IOF e parcelado em até 12 vezes.

Compartilhe este texto!

Sobre o Autor

Carlos

Carlos nasceu em Petrópolis/RJ. Quando tinha 20 anos decidiu que, sozinho, viajaria para o lugar mais distante que pudesse com o primeiro dinheiro que conseguiu acumular. Após muita pesquisa e economia, saiu do país pela primeira vez e rodou por quatro países. De ônibus. Nos anos seguintes dificilmente havia um em que não estivesse planejando outra viagem. Hoje o produto destas pesquisas é compartilhado publicamente aqui, no Vida Cigana.

Deixe seu comentário

Clique aqui para deixar um comentário.

House Sitting

publicidade

Close