Home » Reino Unido » O que fazer em Covent Garden, Londres: 11 atrações turísticas
Reino Unido

O que fazer em Covent Garden, Londres: 11 atrações turísticas

O que fazer em Covent Garden: a decoração de Natal com um veado prateado na Covent Garden Piazza, em frente ao Covent Garden Market

Na primeira vez que visitamos Londres, estávamos ansiosos para ver os pontos turísticos mais famosos, e acabamos deixando Covent Garden para o finalzinho da viagem.

Para garantir que você não cometa o mesmo erro, e aproveite ao máximo esta região londrina, decidimos dar destaque a ela neste artigo.

Você pode dedicar um dia inteiro de seu roteiro ao bairro Covent Garden, que fica localizado na porção West End de Londres.

Covent Garden é a principal zona de entretenimento da cidade. Ela está repleta de teatros, restaurantes, lojas e performances ao ar livre, além dos mercados de pulga tradicionais.

Neste artigo, vamos te mostrar as 11 principais atrações turísticas desta região. Este guia prático ajudará você a usar bem o seu tempo para explorar todos os cantos de Covent Garden!

11 dicas para explorar Covent Garden

Uma arte em gelo de várias esculturas humanas em Covent Garden
Foto de Kevin Grieve

O Mercado de Covent Garden é um local conhecido pelos turistas em Londres, porém, outras atrações da região acabam sendo esquecidas.

O bairro tem muito mais a oferecer, por isso apresentamos os 11 melhores passeios turísticos de Covent Garden. Aqui você encontra história, cultura e muitos locais bonitos para conhecer.

  1. Covent Garden Market
  2. Covent Garden Piazza
  3. Jubilee Market
  4. London Transport Museum
  5. Royal Opera House
  6. Bailarina na Broad Court
  7. Neal’s Yard
  8. Seven Dials Market
  9. Cecil Court
  10. Rules Restaurant
  11. Somerset House

Agora que temos nossa lista, vamos detalhar cada uma dessas atrações imperdíveis.

Veja também: O que fazer em Londres: 24 atrações imperdíveis.

Caminhando por Covent Garden

▼ Acompanhe a caminhada ao redor do Covent Garden:

Você pode chegar em Covent Garden, em Londres, através da estação de metrô de mesmo nome. Uma caminhada de 2 minutos pela James St te levará à nossa primeira parada, Covent Garden Market (1).

Bem em frente ao mercado fica a Covent Garden Piazza (2). Para chegar ao Jubilee Market (3), caminhe na direção sul, até a Tavistock St. O London Transport Museum (4) fica a 1 minuto de lá.

Siga na direção noroeste, em 3 minutos você chegará na Bow St, onde fica a Royal Opera House (5). De lá, você pode caminhar até Broad Court, para visitar a estátua da bailarina (6).

Saindo da Broad Court, siga para Neal’s Yard (7), são apenas 5 minutos de caminhada na direção sudoeste. O Seven Dials Market (8) fica logo ao lado, na Earlham St.

Uma caminhada de 6 minutos pela Monmouth Street te leva até Cecil Court (9). Para visitar o Rules Restaurant (10), siga na direção leste, em direção à St Martin’s Ln.

Nosso último destino, Somerset House (11) fica na Standard Av., a apenas 8 minutos de caminhada.

1. Covent Garden Market (Apple Market)

o interior do covent garden market visto do segundo piso
Foto de David Sury

Localizado em uma praça (a tal piazza que falaremos abaixo) que existe desde o século XVII, esse é, sem dúvida, um dos mercados mais conhecidos da área de Covent Garden.

O prédio foi construído no século XIX e sua arquitetura impressiona com um teto arqueado de vidro.

Vale também lembrar que seu nome completo é Covent Garden Apple Market, mas esse nome é mais conhecido entre os moradores.

Ele está aberto de terça à domingo, e oferece aos visitantes uma feirinha com variedade de joias, pinturas e diferentes artesanatos.

2. Covent Garden Piazza

a piazza de covent garden vista de frente
Foto de Nader Arman

A Piazza de Covent Garden é um local histórico de Londres e fica em frente ao Covent Garden Market. Antes, o espaço abrigava o mercado hortifruti da cidade, que funcionou do século XVII até 1974. Hoje, a área foi repaginada para receber visitantes.

Os antigos armazéns foram transformados em galerias inspiradas no estilo italiano que abrigam lojas, enquanto os antigos estandes do mercado agora reúnem uma variedade de cafés e restaurantes.

Ali também é onde grande parte dos artistas de rua da região se apresenta (falaremos num tópico específico abaixo).

Durante a temporada do Natal, o espaço ganha decorações festivas e até neve artificial, que deixam o clima natalino ainda mais presente.

3. Jubilee Market

foto da fachada do jubille market hall
Foto de Lorenzo Gerosa

É o lugar ideal para quem procura lembrancinhas para os amigos e família. Com uma grande variedade de barracas, você vai encontrar facilmente algo que atenda ao seu gosto.

O centro comercial está aberto diariamente e encerra suas atividades entre 17h e 19h.

Para descobrir o melhor dia para sua visita, vale saber que nas segundas-feiras o mercado foca em antiguidades. Já aos sábados e domingos, as barracas são dedicadas ao artesanato.

Portanto, não importa quando você decida visitar o bairro, sempre haverá algo interessante acontecendo no Jubilee Market.

4. London Transport Museum

O museu dos transportes, em Londres, exibe modelos antigos de carros, ônibus, vagões e carruagens. Na foto, vemos um vagão utilizado antigamente.

O London Transport Museum é um lugar que explora a história dos transportes na cidade de Londres, desde as primeiras carruagens, puxadas por cavalos, até os ônibus e trens de metrô mais modernos.

O mais interessante é como o museu transformou um tema aparentemente simples em um passeio instigante e informativo.

Aqui, você vai ver de perto diversos veículos antigos, como os ônibus vermelhos de dois andares, e as carruagens ferroviárias antigas.

Você encontra no museu atividades interativas para todas as idades, o que torna o local uma boa opção para famílias com crianças.

Ele fica aberto todos os dias, das 10h às 18h, e conta com uma lojinha de lembranças e um café.

5. Royal Opera House

O interior da casa de óperas é luxuoso. A foto mostra o palco, fechado com cortinas carmim e detalhes em dourado.
Foto de Gabriel Varaljay

A casa de espetáculos foi construída em 1858, e é o lar do Royal Ballet e da Royal Opera.

Este é um local importante para a cultura britânica, e a própria Família Real assiste às apresentações com regularidade, afinal, como o nome diz, é a casa de óperas real.

Além disso, você pode aproveitar seu tempo no local para fazer uma refeição no restaurante do terraço enquanto aprecia a vista panorâmica da cidade.

Mas atenção! Os ingressos para as performances costumam esgotar rapidamente, portanto, recomendamos fazer uma reserva com antecedência para garantir sua entrada.

6. Bailarina na Broad Court

A imagem mostra a estátua da bailarina, que fica localizada na Broad Court, em Covent Garden.
Foto de Fred Romero

Essa é uma estátua localizada na Broad Court, bem em frente à entrada da Royal Opera House.

A obra de arte, que é frequentemente retratada em fotografias pelos turistas, foi esculpida por Enzo Plazzotta, um artista italiano que passou mais da metade da sua vida em Londres. Plazzotta tinha paixão pelo ballet e essa peça reflete claramente seu amor pela dança.

Como está localizada em espaço público, a visitação é livre.

Aproveite também as várias cabines telefônicas vermelhas retrô logo atrás da estátua para tirar fotos.

7. Neal’s Yard

Imagem do espço Neal's Yard, uma ótima opção para o que fazer em Covent Garden.
Foto de Tom Podmore

Neal’s Yard é conhecido por seus prédios coloridos e desordenados, que parecem mostrar uma versão alternativa da cidade. É um local encantador que nos faz esquecer que estamos em uma cidade tão grande.

A área foi desenvolvida nos anos 70 por Nicholas Saunders, fundador do Whole Food Warehouse. Saunders rejuvenesceu a área e a transformou em uma base para vários de seus empreendimentos éticos e ambientalmente conscientes.

Aqui você encontra várias opções de lojas independentes, muitas das quais são dedicadas à saúde e ao bem-estar.

8. Seven Dials Market

A foto mostra o Seven Dials Market decorado para o natal.

Seven Dials Market é conhecido pela variedade de opções de restaurantes que oferece.

Anteriormente, esse mercado era um armazém de bananas, e hoje foi convertido em uma espécie de praça de alimentação gourmet, que reúne culinárias do mundo todo. Além disso o mercado apresenta pop-ups e noites com DJs ao vivo com regularidade.

No espaço, você encontra uma variedade surpreendente de estandes que passam por diversas especialidades internacionais e locais.

O mercado funciona todos os dias em horário comercial.

9. Cecil Court

A foto mostra uma das livrarias da Cecil Court, uma rua cheia de lojas e uma ótima opção para o que fazer em Covent Garden.

Cecil Court é uma rua mantida intacta desde o século XVII. Repleta de livrarias independentes e antiquários, tem um clima bem vitoriano, época que foi construída. Aqui você ainda encontra postes de luz a gás!

Na Cecil Court você encontra lojas que vendem de tudo, desde mapas antigos até vinis originais. É um bom lugar para encontrar presentes especiais e lembranças da viagem.

10. Rules Restaurant

A imagem mostra o interior do Rules Restaurant enfeitado para o Natal, um dos restaurantes mais antigos de Londres.
Foto de James Petts

O Rules Restaurant é conhecido por ser o restaurante mais antigo em funcionamento de Londres. Construído na era vitoriana, em 1798, o interior do restaurante mantém a autenticidade de sua história.

Aqui você experimenta a comida tradicional britânica como o fish and chips, com qualidade e reputação já conhecidas. No segundo andar do espaço, está o Upstairs at Rules, que conta com um dos melhores drinks de Londres, que podem ser tomados em seus jardins de inverno.

É necessário reservar lugares para o restaurante, então entre em contato com antecedência.

11. Somerset House

Fachada principal do sommerset house
Foto de Robert Bye

A Somerset House é uma construção histórica de Londres de 1776, um dos poucos palácios ainda sobreviventes às margens do rio Tâmisa.

Hoje, além de sua linda aparência exterior, a casa é um espaço multifuncional que oferece diversas atividades culturais durante o ano todo.

No verão, são realizadas exibições de cinema ao ar livre em seu pátio. E no inverno, ele se transforma em uma pista de patinação.

Além disso, dentro do complexo da Somerset House está a Galeria Courtauld, que possui um acervo de peças da Idade Média, dos períodos impressionista e pós-impressionista.

A entrada no espaço é gratuita, mas você pode precisar de ingressos para algumas exibições e eventos. Está aberto todos os dias do ano, com exceção do dia 25 de dezembro.

Artistas de rua em Covent Garden

A imagem mostra multidão assistindo à performance de artista em frente a um dos mercados do bairro.
Foto de CGP Grey

O bairro de Covent Garden é famoso por seus artistas de rua, ou street performers, que atraem turistas e moradores o ano todo. Você pode encontrar por lá músicos, malabaristas, contorcionistas e comediantes.

As performances ocorrem durante todo o dia, geralmente começam por volta do meio-dia, e continuam até o fim da tarde e início da noite.

Todas as performances são gratuitas, embora seja encorajado dar gorjetas aos artistas se você gostar do que vê.

A tradição de artistas de rua é antiga na região. A primeira performance, um show de marionetes, é datada de 1662.

Você pode encontrar street performers na Covent Garden Piazza.

Os teatros de West End e Covent Garden

A imagem mostra a fachada do Palace Theatre, em Covent Garden, com a peça Harry Potter and the Cursed Child em cartaz.

Covent Garden e West End, em Londres, abrigam uma variedade de teatros que atraem visitantes do mundo todo.

Um dos ícones dessa região é o Royal Opera House, que oferece produção de óperas e balés. Outro conhecido de Covent Garden é o Theatre Royal Drury Lane, considerado um dos mais antigos teatros funcionando continuamente em Londres.

Já no West End, a área conhecida como “Theatreland” reúne cerca de quarenta teatros. Nesse bairro, você também pode visitar outros pontos turísticos, como a famosa praça Leicester Square. Nós assistimos Aladdin no London’s Prince Edward Theatre, e foi inesquecível. A peça Harry Potter and The Cursed Child está em cartaz no Palace Theatre.

Independentemente do seu gosto por drama clássico ou musical, esses locais históricos oferecem uma ótima experiência cultural.

Opções de transporte para Covent Garden, em Londres

Foto da estação de metrô de Covent Garden
Foto de Ian Muttoo

Londres conta com um ótimo sistema de transporte público, por isso, chegar em Covent Garden é bem fácil.

A forma mais rápida e eficiente é através do metrô, conhecido localmente como “the tube”. A estação de Covent Garden fica na Piccadilly Line, e está situada próxima das principais atrações da área.

Você também pode fazer a rota utilizando os famosos ônibus vermelhos de dois andares.

Para seguir nossa lista de atrações, é possível fazer o passeio completo apenas caminhando.

A origem do nome Covent Garden

O interior do Covent Garden Market todo enfeitado com bandeiras britânicas
Foto de Fabrizio Coco

O nome “Covent Garden” tem uma história de séculos.

Ele se origina no termo “Convent Garden”, que refere-se aos terrenos de jardim do Convento de São Pedro, em Westminster, na Idade Média. O espaço era utilizado para cultivar frutas e legumes que alimentavam os monges e abades.

Com a evolução gradual da linguagem local, o nome foi levemente modificado, tornando-se Covent Garden.

Covent Garden, uma experiência autêntica em Londres

Londres é uma cidade cheia de cultura, história e entretenimento, e o bairro de Covent Garden se destaca nesse cenário.

Com o nosso guia em mãos, você estará bem equipado para explorar cada canto dessa região londrina.

Você pode também optar por visitar Covent Garden em conjunto com a City of London ou continuar sua aventura para outras áreas da cidade, como o Soho ou a região de Westminster.

ORGANIZE SUA VIAGEM!

PASSAGENS AÉREAS

O site do Skyscanner é nossa forma favorita de pesquisar passagens aéreas. O buscador deles inclui companhias aéreas e outros sites que os concorrentes costumam deixar de fora. É o melhor lugar para começar a planejar uma viagem.

CARTÃO DE DÉBITO INTERNACIONAL

Abra uma conta online na Wise e peça o seu cartão de débito para economizar em suas viagens internacionais.

SEGURO VIAGEM

Use nosso Comparador de Seguro Viagem. Com nossa parceria com a Seguros Promo, vamos te ajudar a encontrar os melhores planos de seguro para o seu destino. Use o cupom VIDACIGANA5 e receba 5% de desconto na hora do check out.

ROAD TRIP

Alugue um veículo com a RentCars.com para sua viagem. Compare os preços de diferentes locadoras, pague em Reais, sem IOF e parcelado em até 12 vezes.

Sobre o Autor

Larissa Pereira

Escritora de viagens, fotógrafa e graduada em história da arte, Larissa equilibra com maestria suas muitas paixões. Seus artigos exibem uma perspectiva histórica e cultural em suas narrativas de viagem, transformando cada destino em uma tela rica em detalhes e curiosidades.

Como fotógrafa, Larissa utiliza sua lente para registrar todos os momentos do blog, traduzindo a beleza de cada local em histórias visuais. Seu olhar para detalhes aprimora a experiência, permitindo que os leitores embarquem virtualmente em suas viagens.

Larissa é também a apresentadora do canal do Vida Cigana no YouTube, onde compartilha dicas e explica atrações em detalhes, desenvolvendo itinerários e inspirando outros a vivenciarem suas próprias jornadas.

Deixe seu comentário

Todos os comentários serão moderados previamente conforme as políticas do blog. Serão publicados e respondidos apenas após aprovação.

Clique aqui para deixar um comentário.

abbv