Home » Working Holiday Visa: Viaje e trabalhe por um ano na Nova Zelândia

Working Holiday Visa: Viaje e trabalhe por um ano na Nova Zelândia

Desde 2008, em um acordo realizado entre os governos do Brasil e da Nova Zelândia, anualmente são concedidos 300 vistos de trabalho e férias, o chamado Working Holiday Visa, que permite a brasileiros viajarem e trabalharem legalmente, por um ano, na Nova Zelândia.

working holiday visa

Working Holiday Visa para brasileiros: a chance de financiar uma viagem de longa duração

O problema inicial ao planejar uma viagem de longa duração surge com as questões burocráticas que cada país estabelece para liberar seu acesso e permanência.

O passaporte brasileiro é muito bem aceito em todo o mundo – são poucos países que exigem visto prévio de brasileiros para turismo. Mas para permanecer além dos três meses usuais garantidos aos turistas, a história é completamente diferente.

Parte do motivo que nos estimulou a escolher a Nova Zelândia como ponto de partida da nossa viagem é a relativa facilidade com que emite o Working Holiday Visa para brasileiros, em um processo feito pela internet, sem necessidade de despachantes, agências de viagem, ou que o passaporte seja enviado pelo correio.

Leia mais: Porque decidimos sair do Brasil e viver na Nova Zelândia por um ano (e você também deveria)

Apenas 300 vagas por ano para brasileiros conseguirem o Working Holiday Visa.

No caso do acordo brasileiro com a Nova Zelândia, anualmente através do Working Holiday Visa é liberada uma cota de apenas 300 vistos (eis aí o grande problema) que permitem que se consiga  trabalho e estadia no país por até um ano. É um visto de trabalho basicamente, com a única restrição que o candidato não seja contratado pelo mesmo empregador por mais de três meses.

O intuito da Nova Zelândia ao liberar esta cota é que você viaje também, afinal é um visto de trabalho e férias. É para isso que você veio e trabalhar seria apenas uma forma de sustentar os gastos com o turismo. No entanto, nada impede que, uma vez no país, caso surja uma proposta de trabalho permanente, que você aplique para um Work Permit, mas isto não vem ao caso no momento.

Leia mais: Descubra as formas de conseguir um emprego na Nova Zelândia.

working holiday visa nova zelândia para brasileiros

Exigências para aplicar o Working Holiday Visa da Nova Zelândia para brasileiros

Para conseguir uma das 300 vagas que são abertas anualmente, o potencial candidato deve estar enquadrado em uma série de critérios exigidos, como:

  • Ser cidadão brasileiro
  • Ter um passaporte válido por até três meses após a data de saída planejada da Nova Zelândia. (Recomendável validade mínima de 15 meses após a data de seleção)
  • Ter no mínimo 18 e não mais que 30 anos de idade (ps: Isto é válido no momento da candidatura. Logo, se você tem 17 anos deve esperar um pouco mais, mas se já está com 30 ainda pode se candidatar mesmo que chegue na Nova Zelândia já com 31 anos).
  • Não viajar com crianças (Não é proibido que se tenha filhos, mas eles deverão ficar no Brasil).
  • Ter uma passagem de retorno ao Brasil ou comprovar ter quantia suficiente para comprá-la.
  • Trazer ao menos NZ$4.200 para bancar seus custos iniciais no país.
  • Ter um seguro viagem que cubra todo o seu tempo de estadia na Nova Zelândia (Saiba onde encontrar o melhor seguro viagem internacional e como escolher ser seguro viagem para Nova Zelândia)
  • Viajar para a Nova Zelândia para tirar férias, o trabalho deve ser sua intenção secundária.
  • Não ter sido aprovado para o Working Holiday Visa anteriormente (O visto é concedido uma vez só na vida. Se por acaso você foi aprovado anteriormente e desistiu de viajar, já era).
  • E, caso você já esteja na Nova Zelândia, que tenha um visto válido (Se você ficar ilegal no país em algum momento terá problemas sérios e o Working Holiday Visa não é uma solução para o seu caso, amigo).

O que fazer ANTES da data marcada para conseguir o Working Holiday Visa

Com a cota de apenas 300 vistos e com a quantidade de brasileiros atualmente com condições de viajar ao exterior, desde 2008 as vagas para o Working Holiday Visa têm se esgotado cada vez mais rápido, atualmente sendo preenchidas em questão de minutos.

Como cada minuto conta na disputa pelas vagas, é necessário acessar o site da imigração com antecedência e criar seu nome de usuário e senha dias antes do processo para o Working Holiday Visa ser aberto. Criar um cadastro no dia da abertura das vagas pode não só te deixar para trás como o site pode ficar sobrecarregado e nem sequer te permitir começar a preencher suas informações.

working holiday visa nova zelândia para brasileiros

Esteja online no dia de abertura das inscrições para o Working Holiday Visa para brasileiros

O Working Holiday Visa da Nova Zelândia para brasileiros abre, em geral, no início de Setembro*. Em geral porque a data exata muda de um ano a outro, mas um tempo antes a Imigração confirma data e horário exatos do disparo da boiada.

Em 2017 a data de abertura para o Working Holiday Visa para brasileiros será:

  • 22 de Agosto de 2017 às 10h00 na Nova Zelândia
  • 21 de Agosto de 2017 às 19h00 no Brasil (horário de Brasília)

(data atualizada em janeiro de 2017, conforme consta no Brazil Working Holiday Visa)

As inscrições para o Working Holiday Visa para brasileiros são feitas todos os anos no site do Governo da Nova Zelândia, confira lá possíveis atualizações sobre o processo.

No dia e hora anunciados eles habilitam um questionário que deve ser preenchido o mais rápido possível para garantir a vaga. São perguntas sobre seus dados pessoais, histórico de saúde, profissional e educacional, todo em inglês.

Ao final, uma taxa deve ser paga utilizando exclusivamente um cartão de crédito internacional (peça emprestado a alguém, caso não tenha)

Em 2016 a taxa foi de 205 NZD, mas pode ser reajustada de um ano a outro sem aviso prévio

O que fazer após o pagamento da taxa do Working Holiday Visa?

Caso você tenha feito o pagamento com sucesso, comemore! Isto significa que você está no grupo dos 300 brasileiros que entraram na cota anual do Working Holiday Visa na Nova Zelândia (caso a cota tivesse estourado eles não permitiriam que você efetuasse o pagamento).

A partir deste momento você ainda precisa cumprir algumas etapas para garantir a aprovação do Working Holiday Visa, pois caso contrário sua vaga será passada adiante.

O exame médico para a aprovação do Working Holiday Visa

Passado o sufoco da correria para preencher o formulário e efetuar o pagamento, você receberá um email informando que para finalizar a sua candidatura você deve preencher o formulário INZ 1096, escolher um dos médicos certificados por eles e encaminhar tudo junto a uma chapa de Raio-X provando que você não tem tuberculose, por correio em até 15 dias. (PS: Algumas clínicas já estão cadastradas no sistema online do Governo e enviam o exame diretamente pela internet, sem a necessidade do envio por carta)

As clínicas certificadas saberão te encaminhar no processo todo de preenchimento deste formulário, mas é fundamental pesquisar preços entre todos os médicos habilitados, pois nenhum deles aceita convênio de plano de saúde e o valor cobrado pelo exame é completamente arbitrário.

Veja a lista completa dos médicos certificados para o exame do Working Holiday Visa

A aprovação e concessão do Working Holiday Visa

Enviado o material e o exame médico, basta esperar. O site da imigração permite um acompanhamento online do processo e te fornece email e telefone de contato do agente que cuidará da emissão de seu Working Holiday Visa para que possa tirar alguma dúvida. No nosso caso, duas semanas depois de enviado recebemos a aprovação (uma para cada um em processos separados – não existe visto como “parceiro” no caso do Working Holiday Visa, é cada um por si).

voar na nova zelândia air new zealand

Uma vez com a aprovação em seu email, você terá até um ano para se preparar e chegar à Nova Zelândia para começar sua aventura. Só a partir da data de desembarque os doze meses de vigência do Working Holiday Visa começam a contar.

Working Holiday Visa: seu caminho para a Nova Zelândia passo a passo

Como os vistos são concedidos a quem primeiro preenche corretamente um formulário no dia de abertura das inscrições, a concorrência é enorme e aumenta a cada ano.

Para muitos brasileiros o questionário é uma grande barreira, uma vez que só é possível visualizá-lo no momento que abrem as inscrições. (reparem nos comentários deste texto como no ano passado muita gente ficou perdida)

Por isso, reunimos as informações de quando nos candidatamos (em 2013) e em 2015 e 2016 acessamos o sistema uma vez mais só para armazenarmos os dados para podermos desenvolver, de forma super detalhada, um guia do Working Holiday Visa. Nele, explicamos todas as etapas, desde seu cadastro inicial ao preenchimento de todas as abas do formulário, para ajudar na sua preparação para o momento de abertura das inscrições.

Ebook Working Holiday Visa Nova Zelândia para brasileiros

COMPRE AGORA

O “Working Holiday Visa: seu caminho para a Nova Zelândia passo a passo” é um produto digital. Você poderá fazer o download de seu exemplar imediatamente, após a confirmação do pagamento.

No “Working Holiday Visa: seu caminho para a Nova Zelândia passo a passo” você vai encontrar:

  • Respostas às perguntas que recebemos com mais frequência tirando as dúvidas que podem surgir antes de sua candidatura.
  • Imagens de todas as telas ao longo do processo de candidatura com marcações dos pontos a serem preenchidos (usando como referência os formulários de 2015 e 2016).
  • Tradução de todas as perguntas feitas no formulário.
  • Links para as páginas do Governo da Nova Zelândia onde você encontrará as informações necessárias ao preenchimento do formulário para se preparar com antecedência.
  • ATUALIZAÇÃO DA 2ª EDIÇÃO: Instruções para criar seu cadastro antes das inscrições, com um link que desde Junho/2016 não é mais publicamente divulgado.
  • ATUALIZAÇÃO DA 2ª EDIÇÃO: Lista completa de Indústria e Ocupação já com os códigos a serem preenchidos para que você não perca tempo na etapa mais complexa do formulário.
  • São 33 páginas que serão o grande diferencial para o sucesso de sua candidatura!

Ebook Working Holiday Visa Nova Zelândia para brasileiros

COMPRE AGORA

E quanto custa?

O preço é R$15,90 – e este valor pode ser a diferença entre conseguir ou não sua aprovação.

Como posso comprar?

Você pode comprar o passo a passo para o Working Holiday Visa utilizando:

  • cartão de crédito
  • boleto bancário
  • ou sua conta no Paypal.

Basta clicar no botão aqui de baixo e seguir as instruções na tela seguinte. Tudo muito fácil.

COMPRE AGORA

Quando e como receberei os arquivos?

Para pagamentos usando cartão de crédito ou Paypal, a liberação da compra é imediata e você receberá no endereço de email cadastrado uma mensagem do Hotmart com as instruções para o download.
Para compras usando boleto bancário será necessário aguardar a compensação bancária para o recebimento do email, o que pode levar até 72 horas após o pagamento ter sido efetuado.

Ainda tem alguma dúvida?

Escreva um email pra gente.

Atenção!

Nós, no Vida Cigana, não temos ligação profissional ou pessoal com o Governo da Nova Zelândia e apesar do questionário ter se repetido sem alterações ao longo dos anos, não temos como prever se mudanças de última hora no sistema afetarão as informações contidas neste arquivo.

Para informações mais detalhadas, procure um immigration adviser licenciado pelo Governo da Nova Zelândia.

Save

599 Comentários

Clique aqui para deixar um comentário.

    • Pode Michele. Você terá que fazer os exames em uma clínica neozelandesa. Por estar lá seu visto, se aprovado, começará a valer imediatamente, substituindo seu anterior.

  • Olá
    Sobre a idade. Completo 31 anos em 31 de julho. Nesse caso, como o dia de inscrição é 21 de agosto o sistema automaticamente impede a candidatura ou existe alguma possibilidade? Grato, Marcelo.

    • Marjorie, tudo deve ser respondido em inglês. Em nosso manual nós temos as traduções das perguntas dos formulários passados que servem de orientação a quem tenha dificuldade no idioma.

  • Boa noite,

    Muito bom o material! Duas perguntas:
    1.Pode fazer os exames antes de aplicar online?
    2. Recebi uma oferta de trainee lá, só que teria que ir final de setembro ou início de outubro. Muito arriscado comprar a passagem para essa data?

    • Lucas, o exame deve ser feito depois, já com sua documentação inicial aprovada, pois hoje o sistema é todo online e as clínicas já enviam o resultado atrelado ao seu cadastro.
      Sua oferta de trainee não deveria ser atrelada a conseguir um visto tão restritivo. Veja com eles que tipo de visto você pode conseguir para preencher a vaga e talvez te orientem melhor nesse processo.

  • Olá,
    Ótimo texto, porém tenho uma dúvida, caso eu consiga o WHV, eu posso apenas trabalhar e estudar, fazendo cursos de inglês, por exemplo ?
    Ou tenho que ficar viajando ?

    • Flávio, poder pode, mas não é esse o objetivo do Working Holiday. A intenção principal do candidato de ser o turismo. Como são poucas vagas, se sua intençã é trabalhar e estudar, tente um visto de estudante, porque a Nova Zelândia autioriza que estudantes tranalhem até 20 horas semanais.

  • Oi,

    gostaria de saber se eu conseguir esse visto esse ano, por exemplo, e viajar só em março de 2018, ele vai valer até março de 2019 certo? E outra coisa, quando acabar esse visto posso renovar para um visto de estudante?

    Obrigada, adorei a matéria, bem explicadinho.

    • Isso, Bruna. O visto vale por 12 meses a partir de sua data de entrada no país.
      o WHV não pode ser renovado. Ao encerrar seu período para continuar na Nova Zelândia você tem que ter outro visto adequado que permita sua permanência.

  • Olá pessoal do Vida Cigana. Gostaria de esclarecer um ponto. No ato da aplicação online para o WHV só é necessário um passaporte válido e o responder o questionário + pagamento? Pergunto pois gostaria de saber se já é preciso confirmar alguma quantia financeira documental ou se somente atesto para os devidos fins que possuo os valores. Sei que precisarei comprovar posteriormente tudo que disse mas para aplicação somente o passaporte e cartão de crédito são requisitados, correto?

  • Pessoal, podem me ajudar com uma dúvida?
    Vocês informaram que após a autorização do whv a pessoa tem até um ano para de fato utilizá-lo, mas e se eu já estiver no pais? Tem um tempo de prazo para eu ativá-lo caso eu já esteja com outro visto vigente ou assim que aprovarem ele automaticamente e obrigatoriamente já se inicia?

    Abraços e obrigada!

  • Olá, tudo bem?

    Deixa eu entender, eu já posso preencher a minha candidatura ou tenho que esperar até agosto?
    Eu tenho que tirar o meu visto entes desta data?

    Obrigada 🙂

    • Não tenho certeza Angelina. Porque depois do preenchimento do formulário ainda é preciso agendar uma consulta para o exame de raio-x.
      Como seria seu último ano, de todo modo, eu sugiro que tente para não perder a oportunidade. Caso não haja tempo disponível imagino que o sistema bloqueará sua candidatura antes de aceitar que você prossiga com o preenchimento do formulário.

  • Boa noite, se eu conseguir o visto Working Holiday Visa, estando na Nova Zelândia posso tirar um visto de estudante e permanecer por mais um período no pais?

    Outra dúvida, tem uma estimativa de quanto custa, todos o processos para tirar o visto Working Holiday Visa? Fiz um orçamento para visto de estudante e trabalho mas o valor está muito alto, então estou tentando a opção mais em conta.

    • Tauhara, o WHV já permite que você estude no país durante os meses de validade. Caso queira tirar um outro visto após o encerramento é necessário fazer todo o processo regular de um visto comum.
      Ano passado a taxa foi de 205 NZD, mas o valor pode ser reajustado sem aviso prévio. Além dessa taxa você deve pagar o exame de raio-x em clínica credenciada, que é obrigatório no Brasil. O vaor dele varia muito de uma clínica a outra. Constuma ser por volta de 300 reais, mas vale pesquisar.

  • Olá!
    Tudo bem?
    Tenho 30 anos e vou aplicar este ano (2017). Faço 31 em dezembro deste ano. Queria saber se posso embarcar depois de fazer 31 ou tenho q embarcar enquanto tenho 30 anos?

    Obrigada,

    • Oi Jasmina, o visto serve para quem não fala inglês, mas as perguntas feitas para a aprovação do visto são em inglês, por isso fizemos um guia passo a passo com tudo traduzido para quem não sabe o que responder 😉

  • Ola adorei as informacoes. Tenho algumas duvidas geralmente qto tempo demora pra preencher o cadastro online?
    E eu morei em Dublin tenho um cartao international de la, mas é europeu o valor é em Euro, serve?

    • Dani, o cadastro é rápido de ser preenchido, mas tudo depende da velocidade do servidor deles e de seu acesso a internet. Nos últimos anos o sistema tem ficado sobrecarregado e lento, fazendo com que demore bastante a concluir o processo todo.
      Se seu cartão está ativo e você já usou para alguma compra online, então ele servirá sem problemas. O banco fará a conversão da moeda de acordo com as taxas deles.

  • Olá! O valor de 4200 NZD para custear a estada no país tem que ser comprovado no momento da aplicação do visto ou isso vai ser solicitado por eles depois depois? Obrigada!

    • Todas devem ser respondidas em inglês, sempre. Em nosso guia temos as traduções das perguntas baseadas nos formulários aplicados em anos anteriores, caso queira se preparar.

  • Uma pergunta.
    Eu sei que o intuito da viagem tem que ser ferias e não trabaljhar.
    Mas eu gostaria de saber, se na opinião de vocês, é posssivel reaver o investimento efetuado trabalhando na Nova Zelandia.
    Porque me parece que o investimento médio seria de R$15.000,00. Seria possivel voltar com esse valor no bolso para o Brasil?

    Obrigado

    • Andre, isso depende do quanto vai pesar a sua balança entre emprego x turismo.
      O salário mínimo na Nova Zelândia dá condições de viver bem, mas os custos para fazer turismo no país também são mais altos que o nosso padrão.
      Nós sempre tentamos equilibrar um e outro até ficar no zero a zero, mas se você for focado em reaver os gastos iniciais, basta se dedicar mais aos empregos que conseguir.

  • Eu sou aposentada como bancaria….. mas trabalhei até pouco tempo, em emprego secundário.. com supervisão equipes em eventos.. shows etc… inauguraççoes.. coordenação equipes em merchandising mercado , campanhas.. etc. Unica coisa q me desanimei.. foi q tem idade máxima.. para ir para NOVA ZELANDIA… eu ja ultrapassei esta faixa etária dos 30, nossa mto cedo.. Será q não conseguiria nem para cuidadora. ??? Sonho em conhecer NOVA ZELANDIA. Me dêem uma ideia.. me ajudem please… sou super profissional.. responsável.. Aguardo.. Obrigada.

    Levaria minha filha para estudar ingles.. e trabalhar… ela tem 24 anos.

    • Mara, o Working Holiday Visa só é válido até os 30 anos mesmo. Para que já passou da idade é preciso conseguir um visto de trabalho regular ou algum outro tipo de visto que garanta sua permanência no país.

  • boa noite eu que ja passei da idade dos 30 anos sera que eu conseguiria tirar o visto para NZ tenho experiencias com trabalho fora do brasil trabalhei 1 ano na australia e gostaria de sair novamente

  • Boa noite.

    Tinha algumas duvidas, poderiam me ajudar?
    Não gera nenhum problema na hora da viagem, se tivermos só a passagem de ida pra NZ? Conseguimos imprimir no site algum tipo de comprovante e tal?
    E vocês recomendam alguma escola onde podemos estudar e que também ofereça acomodação?

    Obrigado

    P.S.: Adorei a praticidade e seu método de explicação 🙂

    • Thyago, caso aprovado no Working Holiday Visa você receberá um documento com seu visto que deve ser impresso e apresentado na chegada à imigração. Nele vem constando que você tem o direito de entrar no país apenas com a passagem de ida, caso comprove ter fundos suficientes para comprar a volta posteriormente.
      Não tenho indicações de escolas, porque não viajamos com este intuito, infelizmente, mas fazendo uma busca rápida no google você deve encontrar algumas.

  • Boa tarde Vida Cigana,

    Tudo bem? Primeiramente gostaria de parabenizar vcs pelo site, muito bom mesmo!
    Tenho uma dúvida, gostaria de saber se após desembarcar na Nova Zelândia posso sair do país e retornar utilizando o mesmo visto. No caso preciso vir para o Brasil colar grau, seria coisa de poucos dias.

    Muito obrigada! 🙂

    • Oi Pauline, obrigada pela confiança!
      Sobre sua dúvida, sim, é possível entrar e sair com o mesmo visto, mas o tempo continuará contando independete do tempo que você passe fora da Nova Zelândia. Então, se você passar 1 mês no Brasil, será menos um mês na NZ.
      Abraços

    • Oi Letícia, não é cobrado qualquer nível de inglês, mas é bom ter algum conhecimento para poder preencher o formulário, que não tem tradução. Nosso guia orienta nestas questões e pode ser de grande ajuda caso você não se sinta segura no idioma.

  • Gostaria de saber caso eu seje aprovado qual o prazo para fazer o exame medico? pois terei que viajar para são paulo, pois no maranhão não tem medicos credenciados.

    • O prazo para envio do exame é de 15 dias, mas pode ser estendido caso seja apresentada um justificativa por email ao funcionário que avaliará sua candidatura (o email de contato é enviado aos candidatos que conseguem efetuar o pagamento da taxa do WHV)

  • Olá, ano passado perdi o prazo porque não me atentei ao fuso horário, devido à decepção pesquisei e encontrei o site de vocês. Pretendo comprar o passo a passo para aplicar corretamente esse ano.
    Estava lendo os comentários aqui e vi que em 2015 o site deu muito problema, saindo do ar e dando bugs. Sabem me dizer se em 2016 isso também ocorreu?
    Têm uma estimativa de quantas pessoas que comprou o passo a passo conseguiu e quantas não?

    • Oi Camila, o site fica sempre muito congestionado porque é muita gente tentando para apenas 300 vagas do Working Holiday Visa. Muita gente que comprou nosso passo a passo conseguiu, mas não temos como saber o número exato porque não temos controle sobre o processo de aprovação final, só sabemos daqueles que nos mandaram mensagens agradecendo.

  • Olá… muito boa a explicação de vocês e com certeza comprarei o manual que vocês fizeram pq to sonhando em conseguir o visto esse ano!
    Uma dúvida: Eu preciso estar com o passaporte pronto no momento da inscrição?
    Obrigada.

    • Oi Cibele, você pode viajar até um ano após a aprovação do visto. Conseguindo em Agosto de 2017 você poderá chegar à Nova Zelândia até Agosto de 2018 e, neste caso, ficar por lá até Agosto de 2019.

  • Olá Pessoal, tudo bem?

    Meu namorado consegui o WHV em 2016 e iremos juntos em Abril deste ano. Dúvida: é preciso realizar outro exame de raio-x antes da data do embarque e enviar novamente para a imigração ou é somente comprar a passagem, o seguro e embarcar?

    Conto com a ajuda de vocês.
    Obrigada
    Bjos

  • Tenho uma dúvida.É obrigatório ficar quanto tempo lá na Nova Zelandia ? Em outros países diz no site que pode permanecer no país em até 12 meses.. Isso também se aplica para Nova Zelândia? E se tem um tempo minimo, quanto é este?

  • boa tarde, gostaria de saber se para os exames médicos exigidos, e necessário estar no brasil?
    Pois atualmente vivo na argentina. desde já muto obrigado.

  • Boa noite, sabe informar se o valor que precisa para as despesas iniciais que eles pedem a gente tem que ter no momento da solicitação do visto ou se precisa comprovar só pra quando for? Obrigado.

  • A validade de 1 ano do visto começa só quando eu chegar na Nova Zelândia ou a partir da data que preencher no formulário? Tem alguma validade para usar o visto?

    • Oi Matheus, a validade começa a valer a partir do momento em que você entrar no país. Da aprovação do visto até a entrada no país você tem 1 ano também antes dele expirar.

  • Olá Vida Cigana,

    Gostaria de saber se eu estando por exemplo fazendo curso de inglês na Nova Zelândia eu consigo aplicar para o working holiday visa de lá e assim que terminar meu curso iniciar esse programa?

    Outra coisa, caso meu marido consiga e eu não eu posso ficar legalmente no pais já que ele terá um visto de trabalho?

    • Oi Gabriela,
      Você pode se candidatar ao Working Holiday Visa já estando na Nova Zelândia sem problemas (contanto que se enquadre nos requisitos). Mas você não pode escolher quando ele começa a valer. Ao ser aprovada, se você já estiver no país ele começa a contar imediatamente, substituindo seu visto anterior.
      Na outra pergunta, o Working Holiday não dá direito a nenhum dependente. Se só seu marido conseguir só ele terá direito a permanência. Para você acompanhar teria que conseguir um outro modelo visto de maneira independente, como de estudante, por exemplo.

  • ola amigos sou eu de novo já mandei varias duvidas minhas aqui e vcs sempre são super esclarecedores ! queria saber o seguinte ! na hora que estiver preenchendo o formulário do whv ao final do preenchimento tenho que clicar em save ou next ? ou seja tenho que preencher tudo , clicar save e depois next ou posso terminar e já clicar next direto ? agradeço muito a atenção ok estamos no começo do ano mais a preparação já começou !

    • Oi Jorge, você deve clicar em next e ir avançando página por página. O “save” é para o caso de você querer terminar o preenchimento depois – para muitas nacionalidades isto é útil, mas como para brasileiros o Working Holiday Visa esgota logo no primeiro dia, isto não é possível.

  • amigos muito bom blog vou conseguir o meu em 2017 ! gostaria de saber se vcs já tem algum material baseado nas perguntas de 2016 quero comprar porem andei pesquisando o de 2015 veio digamos parecido com o de 2014 e o de 2016 como veio ? quero comprar o mais atual possível ! aguardo contato por favor !
    (restante do relato removido conforme as políticas de comentários do Vida Cigana)

    • Obrigado Jorge!
      O formulário de 2016 repetiu integralmente as perguntas de 2015. Com isso nosso guia segue o mais atualizado possível.
      (removi seus dados pessoais do comentário acima)

  • Olá, boa tarde.

    A idade limite ainda é de 30 anos?

    Pois a Austrália atualizou seu Woking Holiday Visa para até 35 anos.

    Grato pela atenção,

    Francisco

    • Oi Francisco, a idade limite pro Working Holiday são 30 anos mesmo. E isso é tanto na Nova Zelândia quanto na Austrália.
      O caso da Austrália ainda é mais complicado porque não abrem vagas para brasileiros, só sendo possível a quem tenha dupla nacionalidade e a outra conste na lista.

  • Eu tambem consegui , no ano passado nao consegui porque nao sabia que isso era tao concorrido e meio que vacilei ficava atualizando a pagina sem parar mas na verdade deveria ter so esparado a pagina com um clique , eu consegui aqui em dublin mesmo a internet sendo meio lenta e fiz o exame aqui tambem so que demorou uma semana pra vim a aprovacao porque aqui sao mais enrolados que no brasil eu acho e nao me avizaram por email que meu status tinha mudado e tive que ver pelo site fazendo login mesmo , pra quem nao conseguiu boa sorte ano que vem e so ficar ligado que consegue abracos

  • Oi vida cigana, você tem informações sobre o visto “Specific purpose work visa”, esse visto também permite turistar como voluntário em fazendas em troca de moradia e comida (farmshelpers) ?
    Ele também serve para trabalhos específicos ? como por exemplo sou soldador naval e industrial, um trabalho um tanto especifico. Foi isso que entendi quando vi esse visto no site da Immigration.
    Ahh aproveitando.. Cursos técnicos (2 anos) ou crsos profissionalizanes (de 5-6 meses de carga horária) são válidos para o visto resident skilled ou somente graduação? Os cursos que tenho estão na lista de demanda da nz, radiologia e soldador naval.

  • Eu nem acredito que consegui!!! E foi por muito pouco… Eu não tinha me ligado ao fuso horário e pensei que seria hoje às 10am do horário de Brasília rsrsrs

    Quando me dei conta era 17h no Brasil, fui correndo pra casa buscar os documento e deu certo. Uhuuull

  • Eu não consegui devido a isso!

    Estava tudo certinho, fui super rápida no preenchimento. Quando finalizei eles informaram que eu precisava renovar meu passaport, devido a validade e tentar fazer a aplicação posteriormente
    =´´´[

  • Eu consegui ás 8 hrs da noite. Nem acredito! Meu noivo não conseguiu :'( mas vamos dar um jeito de ele ir e tentar ano que vem de lá novamente.
    Gratidão casal por todas as informações e ajuda que vcs disponibilizaram aqui. O ebook de vcs me ajudou demais!

  • Na tentativa tb… Será q já foi os 300? Que bom q consegui, Carlos! Me diz uma coisa… Tu salvou ou depois de completae tudo foi direto pra “next” ?

  • Gente, com o site novo, o login mudou também. Não acesso mais a home antiga, onde podia ver minha aplicação do ano passado toda preenchida. Agora é tudo do zero novamente. Vocês também?

  • Bom dia gente, tentei entrar no login, e o que vi foi, que as vagas ja foram preenchidas, e não tem mais vagas, não entendi, não seria hoje as 19:00 horas, mas vi em um site sobre entrar as 09:00 da manha pra verificar e ter uma certeza. Não entendi.

    Por favor, alguém pode me tirar essa dúvida?
    Obrigado.

  • Olá Gente, estou com uma dúvida referente ao “código da indústria e a posição de atuação”, queria saber se isso se trata do meu trabalho atual, ou do trabalho que pretendo em NZ?
    E também, o endereço para comunicação sobre a atuação, é o endereço de meu serviço?

    Aguardo,
    Obrigado!!

    • Paulo, indústria e ocupação se refere ao seu trabalho atual e é usado para fins estatísticos do governo.
      Já o endereço é o seu pessoal, com o qual possam te contactar se preciso.

  • Olá Larissa e Carlos, tudo bem?

    Já baixei o guia de vocês e me restou uma única dúvida sobre a assistência médica: Devo ter essa assistência/convênio no ato da candidatura ou posso apresentar posteriormente ou no desembarque na NZ?

    Aguardo.
    Obrigada.

  • Olá,
    Obrigada por todas as dicas disponibilizadas no site!
    Estou pensando em tentar o Working Holiday Visa, mas as principais dúvidas são: com a restrição de não poder ficar no mesmo trabalho por mais de 3 meses, vocês acham mesmo viável se manter/ganhar algum dinheiro em até um ano? É fácil conseguir trabalhos temporários, ou se perde muito tempo com a busca e burocracias, fazendo com que as despesas tendam a ser maiores que algum retorno? E por fim, as qualificações de ensino superior, experiência profissional e questões relacionadas são algo a ser levado em conta, ou na busca por trabalho temporários todos são iguais?
    Desde já muito obrigada, a resposta será crucial pra decidir se tento ou não! =)

    • Livia, tudo depende de sua disposição o trabalho. Boa parte das pessoas que vão com o Working Holiday Visa começam em trabalhos de serviços básicos, que não precisam de formação prévia, e estão sempre em demanda na Nova Zelândia. A burocracia é só incial porque o candidato precisa emitir um IRD para recolhimento de impostos, depois basta apresentar este número ao empregador que queira te contratar e já começar a trabalhar. Dê uma olhada em nosso texto sobre emprego na Nova Zelândia.

  • Olá pessoal do Vida Cigana.
    Gostei muito das dicas que vcs disponibilizaram aqui.
    Tenho uma dúvida: meu passaporte está para sair entre as duas últimas semanas desse mês. Por acaso eu preciso tê-lo em mãos para preencher o formulário do visto? Ou será necessário somente para a viagem?

  • Olá

    Adquiri seu guia sobre WHV e adorei. Parabéns! Muitíssimo simples e bem elaborado. Eu gostaria de perguntar o que significa envio de documentação (após as inscrições)? No seu caso, o que vc teve de enviá-los para finalizar o pedido do visto? Poderia compartilhar? Obrigado.

    • Juarez, depois de ter preenchido e pago o visto você ainda terá que fazer um exame de raio-x do tórax. Um email com as instruções será enviado para você pelo governo.

  • Olá Carlos e Larissa, bom dia!

    Desde já agradeço as informações e as dicas, foram de grande ajuda!!

    Gostaria de tirar algumas dúvidas sobre a parte médica:
    Quanto aos exames, só é solicitado o exame de Raio X do torax? Ou é preciso fazer mais algum exame, por exemplo exames laboratoriais??
    E sobre os médicos credenciados, só são credenciados os médicos que constam no site da imigração? Pois encontrei um médico que se diz credenciado, mas o nome do mesmo não está relacionado naquela lista de médicos credenciados disponibilizada no site.

    Tentarei o visto esse ano!!
    Se Deus quiser, vai dar certo!!

    Obrigada

    • Outra dúvida: no momento de inscrição, não é preciso informar seus motivos para querer o working holiday visa, nem anexar documentos que comprovem seu histórico, nada assim? Como na orientação sobre Bona FIde eles dizem levar isso em consideração, achei que seria pedido na candidatura!

  • Muito legal a matéria, tirou minhas duvidas! Só tenho uma pergunta. Sabem me dizer como está o mercado para chefs, cozinheiros, com experiência e graduação na área?

  • Olá, meu passaporte já passou do prazo de validade e como a aplicação é daqui a duas semanas, não terei tempo de tirar outro. Gostaria de saber se consigo aplicar mesmo assim?

    • Olá, parabéns pelas informações….

      uma dúvida, eu tenho cidadania Italiana….posso aplicar como cidadão italiano? vcs sabem me dizer sem para a Itália eles liberam mais vagas?

  • Larissa e Carlos, primeiramente, muito obrigada por compartilhar todas as dicas e informações sobre o WHV, como também suas experiências na Nova Zelandia!
    Gostaria de perguntar a vocês sobre a data exata de emissão do visto: seria a data de solicitação (24 de agosto) ou a data em que o visto é processado (aprox. dentro de 22 dias após a solicitação)? A partir desta data, tenho exatamente 1 ano para desembarcar na NZ? Além disso, gostaria de confirmar quando começam a contar os 12 meses de visto: a partir da data de emissão ou a partir da data de desembarque na NZ? Desde já agradeço pelos esclarecimentos! Abraços

    • Camila, a data é o momento do processamento do visto (algumas semanas após o pagamento e envio da documentação). A partir deste momento você recebe 1 ano de prazo para desembarcar na Nova Zelândia. Só após a entrada no país começam a contar os 12 meses de validade do Working Holiday Visa.

  • Olá !

    Me tira um dúvida por favor, tentarei concorrer Working Holiday Visa este ano, só que eu já conheço uma pessoa de lá, onde a mesma possui um restaurante e consequentemente a onde irei trabalhar. Fui convidado (se der tudo certo) a morar lá, e ficar trabalhando até possuir estabilidade. A dúvida é: Assim que acabar o prazo de um ano, eu posso renovar ? Sou obrigado a comprar uma passagem de volta e de fato voltar ?
    Com base na oportunidade que me foi dada, o programa Working Holiday Visa seria o melhor meio ou posso tentar de outra forma ir para NZ e tentar morar lá ?
    Obrigado !!

    • Victor, fique atento que o Working Holiday Visa só permite que se trabalhe até 3 meses para o mesmo empregador. Você não poderá usá-lo como forma de ter um trabalho fixo. Se seu contato por lá é sólido mesmo, veja com eles se podem ser seus sponsors em um processo de visto de trabalho de longa duração.

  • Bom dia Larissa e Carlos, tudo bem?
    Estou com a seguinte dúvida: meu passaporte estava para vencer em março/2016. Sendo assim, semana passada dei entrada em um novo passaporte mas, por problemas na emissão, os passaportes estão demorando 45 dias para ficarem prontos. Logo, o prazo para buscar o novo passaporte ultrapassará a data de inscrição para o WHV. O meu passaporte “antigo” é automaticamente cancelado quando dou entrada em um novo porém o número do novo só saberei em setembro. Seria possível me candidatar usando o número do passaporte antigo visto que neste momento estou “sem passaporte”?
    Desde já agradeço e parabéns pelo blog!

    • Oi Caio, seu caso é complicado porque além de não ter o passaporte novo em mãos, o antigo não só foi cancelado como já está vencido e uma das questões básicas do formulário exige apresentar número e data de validade do passaporte. Acho que sua opção é torcer pra que fique pronto a tempo ou aguardar o processo do ano que vem.

  • Olá, minha estratégia é chegar na NZ uma semana antes da data de abertura das vagas, encontrar algum lugar com uma internet muito boa (tarefa que não deve ser difícil) e estar preparado para o dia. Vi muita gente reclamando de problemas com a página travada aqui no Brasil, que tem uma das piores qualidade de internet no mundo. Enfim, minha pergunta é: há algum impeditivo para isso? O fato de já estar dentro da NZ com visto de turismo pode impedir algo?
    Outra dúvida é com relação a pessoas com dupla nacionalidade. Se não funcionar para as vagas do Brasil, é possível aplicar através de outro país também?

    • Olá, meu namorado está na NZ desde março deste ano, pretendemos aplicar o wh ele de lá e eu daqui, ele tem visto de estudante no momento. Se conseguíssemos e o visto dele fosse aprovado, entraria em vigor o novo imediatamente?? Minha dúvida é porque gostaria de ir em dezembro e gostaria que nosso visto começasse a valer no mesmo mês. Mais uma dúvida, ele tem permissão de trabalho de 20 horas, mas em um dos meses em que ficou ele trabalhou mais de 20 pois não teria como se manter e recebeu de ambos os lugares pelo IRD, vocês acham que impediria o visto dele?? Muitíssimo obrigada 🙂

    • Alana, acho que caso aprovado o visto novo substitui o antigo de imediato, mas vocês podem confirmar isso com o agente da imigração que analisar o processo do seu namorado, caso consiga aplicar o Working Holiday (os dados de contato são enviados por email no processo).
      Sobre a outra dúvida não tenho muito conhecimento para ajudar, não sei até que ponto as informações do IRD são checadas, mas vale investigar para que não ocorra dele ficar ilegal no país por ter infringido as regras da estadia (pq isso sim o impediria de conseguir um visto novo).

    • Oi Rodrigo, essa estrategia não me parece boa não. A Nova Zelândia é conhecida por ter redes de internet bem lentas. Chegar lá sem saber onde procurar um local que fuja à regra tornará sua tarefa ainda mais difícil que no Brasil. Fora isso, não há impeditivo para que você se candidate ao Working Holiday Visa já estando lá.
      E se você tem dupla nacionalidade, você pode tentar com seu outro passaporte sim, e em geral é mais fácil, mas o utro país tem que ter acordo similar vigente. A Itália tem, mas Portugal não, por exemplo.

  • Ola,
    No momento estou morando em Dublin e gostaria de saber se consigo aplicar para este visto daqui, ate mesmo porque o exame deve ser feito nos locais autorizados pela NZ.
    Tks!

    • Sim, Juliana. O Working Holiday Visa pode ser aplicado de qualquer país. Note no entanto que, como brasileira, exigirão o exame médico para aprovação e você deverá encontrar aí na Irlanda algum médico que esteja credenciado pelo governo da Nova Zelândia a realizá-lo.

  • Parabéns pelo site.

    Ano passado tentei e infelizmente não consegui. Esse ano vou comprar o E-book de vocês e vamos ver se consigo. Estou com uma pequena dúvida. Meu passaporte vence em Dezembro/2017. Preciso renovar ele antes de aplicar o WHV? Ou posso renovar só ano que vem antes de embarcar ?

    Muito obrigado

    • Henrique, você pode se candidatar com o passaporte que tem e deixar para emitir um outro depois. Como o novo virá com um número diferente do antigo, você deverá levar os dois para a Nova Zelândia uma vez que o visto estará vinculado ao que foi cancelado e só com ambos em mãos será possível comprovar que pertencem à mesma pessoa.

  • Olá, eu e meu namorado adquirimos o e-book com vocês, porém temos uma duvida. A comprovação de possuir NZ$4,200 é feita na hora do preenchimento dos dados? preciso ter algum modo de comprovar, como extrato ou algo assim? pois ainda não temos esse valor, porém se Deus quiser que consigamos passar na candidatura iriamos juntar e viajar mais pro ano que vem.. ai já teríamos o valor para comprovar na chegada la somente.. Obrigada!!!

    • Para os $4200, no momento da inscrição vocês deverão declarar que possuem o valor, caso contrário não será permitida a candidatura. Não exigirão comprovação no dia das inscrições, mas podem pedir que seja apresentada na chegada à Nova Zelândia. Caso vocês chegue lá sem estas comprovações podem considerar que vocês mentiram no processo e, mesmo com o visto em mãos, podem negar a entrada no país. Fiquem atentos.

  • Olá, Acabei de ler com mais detalhe o manual de vocês e não consegui entender quando informo o número do cartão para pagamento no formulário de inscrição. No item dados pessoas opção (28) apenas pede para informar se tenho cartão válido para pagamento. Vocês podem me ajudar?
    Obrigada

    • O Número do cartão só é informado após o envio do formulário. Somente os 300 primeiros que conseguirem preencher as informações a tempo terão acesso à área de pagamento do Working Holiday Visa.

    • Boa tarde!
      Gostaria de saber se é necessário ter o passaporte no momento do preenchimento do formulário. Ainda não tenho o passaporte.. Comprei o guia e na parte de cumprimento de critérios – identidade, vocês dizem pra preencher com os dados do passaporte. Por ainda não ter o passaporte não conseguirei me inscrever?
      Obrigada

    • Sim, Janaine. É necessário o passaporte para preencher o formulário. Mas veja que como ainda falta um tempo até a data das inscrições você ainda pode dar entrada no seu e recebê-lo a tempo.

    • Não conheço, Augusto. Como as vagas são super limitadas não há como um profissional se comprometer a preencher um cadastro onde as chances de sucesso para o cliente são pequenas, devido à concorrência.

    • Oi Sérgio,
      Desde a última mudança de layout a área de acesso restrito não está mais disponível no site da imigração. Em nosso passo a passo temos um link que serve como atalho para a criação do cadastro que ajuda a poupar bastante tempo no processo do Working Holiday Visa 😉

  • Olá! Fiz a compra do e-book (1a edição) em março, antes de sair a segunda edição. Há um mês, recebi um e-mail do vida cigana dizendo que eu receberia a versão atualizada gratuita. Porém, até agora não recebi nenhum e-mail do Hotmart. Gostaria de saber quando o material será enviado. Desde já, agradeço. Abs

  • Boa tarde, eu estive lendo sobre emprego em Nova Zelândia e vi que minha função aqui no Brasil se encaixa em muitas áreas que eles estão precisando, eu sai do trabalho a 1 mês e se der certo eu iria ate la para conhecer e trabalhar, eu sou da área de estrutura metálica e manutenção sou formado em Tecnologia mecânica , e segundo li eu estou dentro de áreas que estão precisando com urgência no pais e se consegue visto mais fácil.

    If your occupation is on this list it means that you are eligible to apply for a resident visa under the Skilled Migrant Category. This is a points-based visa that considers factors such as age, work experience, your qualifications and an offer of skilled employment.

    To apply under the Skilled Migrant Category you must be aged 55 or under, meet the skill level for your occupation, and meet English language, health, and character requirements.

    se alguém tiver alguma noticia melhor entre em contato.

    cel. 022 99775-0743 – 022 98147-4209

    Anderson

    • Oi Anderson, você já fez o mais difícil, que é a pesquisa. O próximo passo seria entrar em contato com o agente da imigração e perguntar sobre o seu caso, já que seu perfil está dentro dos skilled migrants.
      Abraços e boa sorte!

  • Boa noite.
    Fiz a compra do guia WORKING HOLIDAY VISA para Nova Zelândia e tenho uma dúvida:
    Na página 24 onde devo informar o código Industry e Occupation, o ramo que eu escolher irá influenciar no trabalho lá ou é somente uma informação para eles saberem qual o ramo de atividade eu desempenho aqui no Brasil.
    Outra dúvida é: deve ser informado somente 1 para cada?

    Desde ja agradeço.

    • Oi Carlos, é preciso saber o mínimo, pois as perguntas estarão em inglês e precisarão ser respondidas da mesma forma. Por isso fizemos um guia passo-a-passo, onde traduzimos e indicamos cada etapa do visto.

  • Olá, gostaria de saber de vocês que já conseguiram passar pelo processo, quando vocês tentaram realizar a inscrição foi muito difícil? Encontrei comentários de pessoas do ano passado que tentaram e não conseguiram, por ter um numero muito grande de pessoas, site ficou fora do ar e etc. Na experiencia de vocês, a inscrição foi tranquila ou teve algum problema? Tentaram mais de uma vez?

    • Oi Evandro, a cada ano que passa, mais e mais brasileiros tentam o visto. Quando fizemos, em 2013, foi incrivelmente tranquilo. Agora me parece que está mais complicado, acabando em minutos. Mas se planejando bem e ficando a postos 30 minutos antes e atualizando a página sempre, já é mais vantajoso. Boa sorte!

  • Olá,os custos com acomodação, alimentação e as passagens aéreas ficam pelas contas dos candidatos? Pelo que entendi, eles exigem que você tenha uma renda mínima X para o começo da experiência e que você tenha em mãos (ou condições de adquirir) a passagem de volta. E a de ida? É com eles? O emprego é garantido?

    • Não é exigido nível mínimo de inglês, Carolina. Mas não saber pode ser um complicador na hora de preencher o questionário, já que todo minuto conta. Por conta disso lançamos o passo a passo que contém as traduções das etapas e das perguntas que foram feitas em 2015, o que dá grande ajuda a quem não tenha o idioma tão afiado.

  • Tentei fazer um comentário sobre a idade, tenho 44 anos e achei preconceito aceitarem até 33 anos, aí comentei isso e aparece uma mensagem que eu já havia feito esse comentário.

    • não é preconceito, eles são bem sinceros no site deles, eles querem pessoas dispostas. que não vão trazer dor de cabeça em relação a saúde, pois está no site deles que eles garantem antes de tudo a saude de sua população. pessoas acima dessa idade exigida, normalmente ficam doentes mais rapidos, e podem levar pro país doenças, tanto que se eu passar e tiver alguma doenca, tal como tuberculose, eu não entro. eles pensam na população de lá primeiro, não são baba ovo de gringo

  • Olá. Estou querendo me aplicar ao visto esse ano. Andei lendo umas noticiais que a NZ está em resseção econômica. Chegando a NZ com o working holiday visa será que é possível mesmo conseguir trabalho?

    • Oi Anna, recessão econômica o mundo inteiro está, não? Acho que, ainda que esteja, a Nova Zelândia tem um deficit crônico de mão de obra para as atividades básicas que não acredito que seja afetado por isso.

  • ola gostaria de saber de vcs algo importante ,, eu ja estive na nova zelandia e vivi la por 4 anos ,, e durante esse periudo eu fiquei ilegal ,, mas qndo estava prestes a vir pro brasil eu fui na imigracao e fiz um acordo ,, de voltar pro brasil e aplicar o work visa ,, sendo assim eles concordaram e eu voltei pro brasil com contrato de trabalho da empresa q eu trabalhava na epoca ,, e apliquei o visto ,, em brasilia , e foi NEGADO .. isso ja se faz 5 anos atras .. a pergunta eh … como faco para poder reaplicar o visto para la novamente ,, sera q eles irao negar ,, por conta de eu ja ter estado la ?? pfvor me informem sobre isso obrigado ..
    e outra coisa vcs tbm trabalham nesse setor de aplicacao do visto ??

  • Olá, eu e meu namorado compramos o livro de vocês.. e temos algumas duvidas..
    meu passaporte vence em janeiro de 2017, já seria interessante renová-lo ou não? quanto ao seguro médico na NZ, so o farei quando estiver com viagem marcada para la, né? tivemos o visto para USA recusado, isso deve ser dito na parte “Caráter” (excluído ou teve a entrada recusada (49)) ?? e já sabem quando sera a data desse ano? muito obrigada e parabéns!

    • Janifer, você só pode ficar na Nova Zelândia com um passaporte válido, mesmo que seu Working Holiday Visa tenha validade maior. Assim, a melhor opção seria já emitir um novo passaporte agora e evitar probemas. Ou, como opção, se você levar com você todos os documentos necessários, na Embaixada Brasileira em Welligton é possível emitir um novo durante sua estadia.
      Sobre o seguro: Sim, só precisa fazer quando viagem estiver marcada.
      Sobre a entrada recusada é nos casos de deportação na chegada. Ter o visto de entrada recusado (ainda no Brasil) não é a mesma coisa.
      O Working Holiday Visa de 2016 abre dia 31 de outubroàs 10h (na Nova Zelândia), dia 30 no Brasil às 19h.

  • Olá boa tarde! Quero me inscrever no programa Working Holiday Visa deste ano, mas meu nível de inglês é básico. Consigo ir para Nova Zelândia nesse programa e estudar e desenvolver o idioma? O que vocês acham? Obrigada.

    • Consegue sim, Janaine. O Working Holiday também permite que se matricule em cursos de idiomas no país. Se seu inglês não estiver muito bom pode ser que o questionário na seleção crie dificuladades, mas no nosso guia de orientação nós temos as traduções das perguntas que foram feitas no último ano e pode valer para ajudar no seu caso. 😉

  • Olá,
    No caso dessa comprovação de valor ser requisitada na hora que eu chegar na Nova Zelandia, esse valor já tem que ser comprovado em Dollar NZ ou pode ser comprovado em Real ?

    • Caroline, eu acho que pode ser em real (com as devidas conversões feitas), mas se quiser ter certeza, quando for aplicado seu Working Holiday você pode escrever ao funcionário da imigração que avaliará seu caso e tirar as dúvidas.

    • Para o cadastro inicial no site da imigração você não precisa (apesar de ser recomenndável), mas no dia do preenchimento do formulário para aplicar o Working Holiday Visa é fundamental, Bruno.
      Se possível, faça o quando antes para evitar aborrencimentos quando estiver próximo à data.

  • Olá bom dia tudo bem ?

    Parabenizando pelo blog , e colocando a disposição , caso precise tenho familiar que tem Agencia com parceria com várias instituições de Educação na Nova Zelanda , ( Universidades e Escolas ) Esta Sediada em Auckland e Hamilton , ok.

    Sucesso !

  • Oie!!
    Uma dúvida: após a aprovação do visto, sabem qual o prazo máximo para iniciar a viagem? Por exemplo, se for aprovada no fim de setembro, posso viajar em Dez/Jan?

    Obrigada 🙂

    • Oi Bruna!
      Quando aprovado o Working Holiday Visa você tem até um ano para desembarcar na Nova Zelândia e só a partir de então começam a contar os doze meses de visto no país. Assim, se aprovada em Setembro/16 você tem até Setembro/17 para chegar lá. 😉

  • Olá pessoal tudo bem? O meu passaporte vence em outubro e quero tentar o WHV esse ano, eu posso fazer o processo com o passaporte que tenho agora e renovar antes de ir ou preciso renovar o passaporte antes de iniciar o processo? Obrigada!

    • Oi Gabriel,
      Como ainda falta bastante tempo para abrirem as inscrições pro Working Holiday Visa eu recomendo que você já emita um passaporte novo antes do processo para te livrar da dor de cabeça posterior.

    • Oi Silmara, quem tem um passaporte italiano, e se enquadra nas condições para o Working Holiday Visa, pode se candidatar pelo acordo da Itália com a Nova Zelândia que é bem menos concorrido que o brasileiro. Se for o seu caso, dê uma olhada nisso que pode ser uma saída mais fácil.
      Um abraço,
      Carlos

  • entao geralmente nao pedem comprovação do dinheiro? e se pedirem e eu nao tiver esse dinheiro eu posso ser mandada de volta?
    resumindo, QUALQUER UM pode conseguir o visto, cabe à sorte decidir quem vai conseguir preencher o formulario e pagar a taxa? rs

    • Sim, Alice, qualquer um que se enquadre nas condições exigidas pode conseguir o Working Holiday Visa.
      O sucesso na candidatura depende de bastante preparação e rapidez no preenchimento do questionário quando abrirem as vagas.
      Sobre a comprovação, normalmente não é pedida, mas caso seja e você não tiver como apresentá-la podem te mandar de volta mesmo, já que durante o processo de candidatura cada interessado já havia previamente declarado possuir os valores exigidos.

  • Eu não entendi uma coisa, o visto é válido por um ano, porém é válido à partir do momento que vc entra na Nova Zelândia ou à partir do momento que vc solicita o mesmo no site?

  • Olá,

    É preciso já ter um domínio de inglês?
    No caso dos empregos, temos que trocar a cada 3 meses, mas há vagas garantidas para quem ganhou este “benefício”?

  • Olá,
    É possível sair do país e voltar com o mesmo visto, em menos de um ano? Por exemplo pra viajar pela Austrália ou pelo sudeste da Ásia?

    • Oi Mariana,
      É permitido sim. O Working Holiday Visa funciona como um visto de múltiplas entradas, permitindo assim viajar por outros países e reentrar na Nova Zelândia durante a vigência dele.

  • Olá, pessoal!

    Não entendi qual é a vantagem deste programa, poderiam me explicar?
    Aparentemente qualquer pessoa com visto de estudante pode trabalhar, qual a vantagem desse programa exatamente?

    Obrigada!
    🙂

    • Oi Karen,
      Um visto de estudante permite que você trabalhe só em meio período (20h semanais) e te obriga a pagar pelo curso, o que pode pesar no orçamento de muita gente.
      Com o Working Holiday Visa você pode trabalhar a carga completa (40h semanais) sem ter nenhuma despesa extra, facilitando o financiamento da viagem para quem não tem tantas condições.
      Além disso, o visto de estudante te obrigará a ficar a maior parte do tempo em uma só cidade, onde fará seu curso, enquanto o Working Holiday Visa, pela própria limitação de só permitir que se trabalhe por até 3 meses para um mesmo empregador, permite que você viaje por todo o país sem restrições.

  • Iai casal, beleza?? em 2015 eu e minha namorada tentamos este visa, porém nem conseguimos acessar a página na abertura das inscrições, inclusive estávamos ligados 30 min antes de começar. E mesmo logados, quando fomos tentar continuar, não ia, acreditamos que por conta do alto tráfego de pessoas. Vocês tem alguma dica para ajudar nesta situação??? Pretendemos tentar novamente este ano, porém estaremos na Europa o que TALVEZ ajude por conta da logistica das networks.
    Valeeu!

    • Oi Vinicius, a procura pelo Working Holiday Visa foi mesmo muito alta no ano passado a ponto de deixar o site instável. A melhor dica é acessar de um ponto com a maior velocidade de conexão possível e ser persistente. Em 2015 recebemos relatos de pessoas que conseguiram enviar o formulário 45 minutos depois da abertura, pq com o site instável ninguém conseguia acessar nos primeiros minutos, só depois que foi desafogando.

    • Valeeeu!!! vamos ver se esse ano vai, se não vamos com o visto de turista, tentar um sponsor e se não rolar, pagar pelo de estudante mesmo!!! Abss!

  • Olá!
    Depois que se consegue o visto, tudo a partir daí é por conta própria? Passagens, moradia, transporte e procurar por serviço e uma escola de idiomas? Se sim, existe alguma dica para facilitar essa procura antes de embarcar para a viagem?
    Outra dúvida, esse visto tem algum impedimento para quem quer viajar por todo o país?
    Agradeço desde já.

  • Adorei o post! Muito obrigada!

    Quanto a essa taxa de 4,200 dolares NZ, como exatamente eu comprovo que a tenho (imaginando que eu ainda nao comprei a passagem de volta)? Qual o método?

    E qual o valor da taxa do visto? (Para nao levar susto com limite do cartão de crédito!)

    • Giiovanna, no momento das inscrições para o Working Holida Visa você deve confirmar que possui a quantia, mas esta só será verificada (e se for verificada) no momento de sua chegada à Nova Zelândia.

  • Gostaria de saber se após conseguir o Working Holiday Visa sou eu quem escolho a data de viajar para a NZ ou existe alguma orientação do próprio programa?

  • Andei lendo diversas opções de um intercâmbio mais duradouro e experiência em outro País, este programa foi o que mais me interessou.
    Ainda estou buscando informações adicionais, mas sem sombra de dúvida é incrível!

    • Ligia, o Working Holiday Visa não é mais uma opção – mas também não vale para quem quer ficar em definitivo, então dá na mesma…
      Você deve acessar o site da imigração, ver em qual categoria você poderia se encaixar e buscar se enquadrar para conseguir se mudar em definitivo.

    • Bem Ricardo, muitos países cobram visto, os Estados Unidos por exemplo, e você paga bem mais, só pode ficar 6 meses e não pode trabalhar. Achamos esse programa da Nova Zelândia ótimo. Caso não queira um visto de um ano e não queira trabalhar no país, é só chegar, sem visto nem nada 😉
      Abraço

  • No caso de eu fechar um intercâmbio para estudar lá por menos de 3 meses (logo, visto de estudante) antes de setembro (quando abrem as inscrições para o Working) mas para embarcar depois de setembro posso tentar pedir o Working Holiday e “trocar” de visto? Se sim, quanto eu gastaria a mais? Pergunto isso pois já tenho a intenção de ir para lá no verão, mas não gostaria de esperar até setembro pois com um número de vagas definido não tem nada certo.
    E as vagas para o Working Holiday são por ordem de pedido? No momento que eu efetuo o pagamento com o cartão meu visto já está garantido?

    • Oi Giulia, é possível trocar de visto sim, no caso, teria que pagar a taxa do Working Holiday Visa.
      E as vagas não são garantidas apenas pelo pagamento. Após efetuado o pagamento da taxa, eles ainda avaliam seu perfil, para assim, aprovar. É quase impossível de recusarem depois de pago, mas nunca se sabe. O bom é entrar em contato com o email da imigração, eles são super solícitos. Pergunte sobre a troca de vistos e eles saberão explicar em mais detalhes.
      Abraço!

  • Olá Vida Cigana, estou com uma dúvida, eu nao consegui o visto da NZ, mas vi no site da imigraçao que para a Italia o visto é ilimitado, estou pensando em ir para a Italia tirar a cidadania, caso eu tenha o passaporte italiano, poderia me inscrever para o Working Holiday Visa?

    • Sim Camila. Tendo um passaporte italiano você poderia se inscrever na versão deles do Working Holiday Visa e passaria pelo mesmo processo, mas não precisando de toda a correria que e no modelo brasileiro por conta do limite de vagas.

  • Pessoal, muito obrigado pelas dicas, também fui um dos que consegui o visto 🙂
    Tenho uma dúvida, já realizei o exame do raio-x aqui em Sydney e me informaram que a própria clinica irá mandar para a INZ. Portanto, acho que tudo indica que o visto será liberado normalmente por volta do fim do mes ou inicio de outubro.

    Aí vem minha incerteza, pois eu e minha namorada estamos planejando uma viagem de turismo de apenas uns 7-12 dias para a NZ agora em outubro de 2015. Sabem dizer se eu posso utilizar um visto de turista agora em outubro de 2015 mesmo meu visto de WH já tendo sido emitido? Pois eu só gostaria de iniciar o meu 1 ano de WH em setembro de 2016, náo quero fazer essa breve viagem e correr o risco de já começar a contar.

    • Fellipe,
      Pelo que eu li no site da NZ, após o momento que o seu visto é emitido e você desembarca lá, o cronometro começa a rodar.
      Sendo assim, acredito que você indo pra lá em outubro corre o risco sim de já começar a contar o seu ano.
      Mas alguém com mais experiencia pode confirmar.
      Abraços,

    • Parabéns, Filipe!

      Mas a sua situação me parece meio arriscada. Talvez, ao aprovarem seu Working Holiday Visa, estando na Nova Zelândia já o ative de uma vez, substituindo seu visto de turista. eu recomendaria que você escrevesse para o responsável pela avaliação do seu processo para ter certeza.

  • Olá Larissa e Carlos,
    Parabens pelo excelente trabalho de vocês aqui! Tenho visto vários blogs em inglês mas fiquei super feliz em me deparar com o de vocês!
    Você mencionou que o WHV desse ano foi concorrido. Sabe dizer em quanto tempo esgotaram-se as vagas ou algo assim? Gostaria de saber pra poder me preparar para o ano que vem!
    Muito obrigada
    Stella

    • Obrigado, Stella!
      Olha, já recebemos relatos de duas pessoas diferentes que conseguiram o Working Holiday Visa após 45 minutos da abertura. Isto é muito mais que o normal, mas veja que este ano, pela enorme concorrência, o site ficou extremamente lento quando abriram as inscrições e só depois de algum tempo, com as primeiras desistências, as pessoas conseguiram terminar de preencher o formulário.

      Um abraço,

  • Primeiro, parabéns pelas informações bem explicadas!!

    Gostaria de tirar uma dúvida, caso possa me ajudar. Eu e meu namorado conseguimos ficar entre as 300 vagas, e talvez casemos no civil antes de ir.
    Sabes informar se tem algum problema no cadastro que fizemos do WHV ter colocado status civil solteiro, e depois chegarmos lá como status civil casados?
    Agradeço desde já.

    • Que legal Tatyana! Parabéns! Vimos como foi difícil a seleção deste ano do Working Holiday Visa e conseguir duas vagas é algo para comemorar mesmo!
      No email que mandam após o pagamento vem um email do funcionário da imigração que irá avaliar a sua candidatura. Eu acredito que não há qualquer problema ao mudar o estado civil, mas aconselho que você escreva para ele perguntando que sempre respondem de imediato.

      Um abraço,
      Carlos

  • Oi! Estou confusa quanto ao envio do exame. Vi que tem que ser enviado por correio, mas a secretária do consultório que marquei disse que é tudo digital. Devo confiar? Uma amiga na NZ tbm me disse que agora é tudo digital e nada de correr e enviar por Fedex. Vocês sabem disso?

    • Raíssa, você deve ter recebido um email da imigração com as instruções sobre as etapas seguintes do Working Holiday Visa. Quando nós fizemos tivemos que mandar por correio mesmo, mas se isto mudou e é digital deve estar informado no email enviado aos candidatos. Nós não temos como confirmar isso.

    • Raíssa, fiz uma pesquisa rápida aqui no site da imigração e parece que agora existe um sistema de envio online dos exames, mesmo. Mas nem todas as clínicas estão habilitadas e algumas ainda devem fazer no papel. Provavelmente a que você entrou em contato já deve ter implantado o novo sistema.

  • VIda Cigana, para a proxima vez, voces bem que poderiam mostrar o passo-a-passo com o print das telas. Fiquei muito perdida…para quem nao sabe ingles a dificuldade foi em dobro. Mas mesmo assim a dica foi otima! Abracos

  • Através do celular consegui chegar ao final do formulário e depois de muita persistência consegui chegar a parte do pagamento, porém a pagina não abria mais pra efetivar o pagamento… Foi gerado um numero de referencia para o pagamento e o status aparece como pendente, mas ao clicar na palavra Pay o site apresentava a mensagem ““Working Holiday Scheme status for Brazil: Unfortunately the available places for this Working Holiday Scheme have been filled and there is no longer a place available for you. You could check back on our website for details of when places reopen” O que devo fazer?

    • Neste caso acho melhor você entrar em contato com eles, Bruno. Na página do Brazil Working Holiday Scheme tem um setor de perguntas frequentes com um email de contato que eles respondem bem rápido.

    • Olá Bruno! Tudo bem? Irei aplicar para o visto este ano e fiquei curiosa quanto ao seu caso: vc conseguiu chegar até o pagamento, porém deu erro na página. Você poderia me dizer, por favor, se conseguiu entrar em contato com eles e conseguir o visto?

  • Bom dia, pessoal.
    Meu F5 trabalhou a noite toda, mas também não consegui nem fazer o login.
    Uma dúvida: como existe toda essa questão de pagamento e de envio de exames, caso os selecionados não cumpram com esses requisitos, quando as vagas remanescentes abrem novamente? Alguém sabe informar?
    Abraços a todos,

    • Fernanda, existe mesmo a possibilidade de reabrirem caso alguém não envie a documentação ou tenha o Working Holiday Visa negado por qualquer motivo, mas eles não costumam avisar quando isto ocorre e conseguir isso deve ser mais uma questão de sorte. Se estiver disposta, tente logar no site e ver ao longo do mês se há alguma atualização, mas acho muito difícil.

  • Eu segui exatamente as instruções: loguei antes, fiquei aguardando.
    Assim que deu 19h o site simplesmente não abriu. Depois de uma hora atualizando a página, abriu o formulário. Quando comecei a preencher, no meio do preenchimento saiu do ar. Aí na próxima atualização já deu mensagem de que as vagas tinham sido todas preenchidas. 🙁 Não foi dessa vez!

    Eles deveriam fazer outro método de seleção, né não?

    • É uma pena mesmo, Erica. A cada ano a procura pelo Working Holiday Visa tem aumentado, e neste específicamente acho que o fato de terem divulgado data e hora exata com tanta antecedência (normalmente divulgavam poucos dias antes) ajudou que muita gente se organizasse para estar online ao mesmo tempo, congestionando o site como nunca tinha visto.

  • Pessoal infelizmente as vagas se esgotaram 🙁
    durante um pequeno tempo ocioso que tive entrei no link da Argentina, todos os anos são abertas 1000 vagas deste mesmo programa.
    Aí fica um pensamento, por que nosso vizinhos possuem mais de 3 vezes mais vagas que nós?

    • Lucas, isto deve vir de uma longa relação histórica entre os países. É bem mais simples para argentinos e chilenos chegarem à Nova Zelândia que nós, que sempre estamos voltados para a Europa e Estados Unidos, não é? O Working Holiday Visa para brasileiros só começou a valer em 2008. Talvez com essa procura aumentando a cada ano eles reavaliem e aumentem o número de vagas.

    • Eu nao consegui AINDA!!… Na hora tensa depois que abriu as vagas e tudo travado, uma vez eu consegui que a pagina completasse o carregamento MAS estava logado com o nome de outra pessoa que nao conheco, o servidor estava alem de congestionado estava misturando as coisas, como eh possivel?

  • Ei, galera, o site ficou congestionado mesmo durante as inscrições, mas estamos recebendo relatos de gente que já conseguiu o Working Holiday Visa deste ano. O Jonathan deixou um comentário aqui e me parece que or causa da quantidade de acessos há quem esteja conseguindo o visto mais tarde que o nommal, conforme o site vai desafogando.
    Como está difícil acessar não temos como confirmar se já estão esgotadas ou não as 300 vagas do Working Holiday Visa deste ano.

  • Working Holiday Scheme status for Brazil: Unfortunately the available places for this Working Holiday Scheme have been filled and there is no longer a place available for you. You could check back on our website for details of when places reopen.

    É pessoal, infelizmente não foi esse ano.

  • Eu consegui chegar no questionário, mas o site continua extremamente lento (e mal feito) e não vou conseguir terminar de preencher agora… espero que seja possível continuar depois…

    • Quando loga, no lado direito, no topo tem um link work holiday visa. Ao clicar nele abre um popup com os países que podem se inscrever no programa. No final desta janela tem uma lista que vc escolhe Brazil. Abre outra janela em que aperece o botão Apply Now ou aparece um texto dizendo que não há mais vagas.

      Estou tentando retomar meu cadastro, mas o site continua sem responder =/

  • Boa noite,

    Obrigado pela dica, mas o site ficou impossível de navegar uns 30 minutos antes do horário, tentei com todos os navegadores, computador, notebook, celular mas foi impossível…
    E nas vezes que consegui abrir a página não achei nenhum formulário, link após link as páginas só voltavam no mesmo lugar.
    Quando abre é em algum lugar especifico?
    Vocês tem outras dicas envolvendo NZ ou AUST?

    Obrigado pelas informações e atenção!

    • Eu não acho de jeito nenhum esse formulário, entrei em vários lugares, e simplesmente não acho! A uns 30 min até que ele tava indo, agora voltou a apresentar lentidão/off.

    • Boa noite Eder,
      Na verdade foi o único que não tentei, estava tentando pelo Crhome, Fifefox e Safari.
      O iE é o pior navegador, não pensei na possibilidade…

  • Apareceu pra mim

    “Working Holiday Scheme status for Brazil: Unfortunately the available places for this Working Holiday Scheme have been filled and there is no longer a place available for you. You could check back on our website for details of when places reopen.

    To return to the Working Holiday Homepage click here.”

  • Deu ceeertooooooooo!!!!!
    Valeu, muito obrigado mesmo, suas dicas foram FUNDAMENTAIS!!!

    Ta todo mundo se tremendo aqui em casa … Parecia pênaltis em final de copa do mundo quando deu certo!

    Novamente, muito obrigado.

    • Nada aqui também….to com o site aberto em uns 4 dispositivos e nada….o que será que acontece agora? Será que alguém conseguiu logar?

    • Tentei acessar durante alguns dias atrás no período da noite também, próximo a esse horário, e sempre acontecia problemas como vem ocorrendo nesse exato momento. Se continuar assim por muito mais tempo, infelizmente lascou. Alguém conseguiu acessar?

  • Gostaria de entender melhor, qual é realmente o beneficio deste visto?
    é poder trabalhar por 3 meses e ficar 9 de férias ?
    eles não ajudam com custo nenhum?

  • Ola! Estou com a emissão do passaporte em andamento, tenho apenas o numero do protocolo, assim não tenho a data de vencimento dele, com isso não consigo fazer a inscrição? Obrigada,

    • Estou com um problema parecido. Meu passaporte vence antes do prazo de 3 meses da data que pretendo sair da NZ. Posso tentar assim mesmo preencher o formulário com uma data de vencimento pra frente, enquanto tiro um novo passaporte?

  • Olá, tenho uma dúvida.
    Moro no Japão e pretendo tentar conseguir esse visto.
    No meu caso, há médicos certificados no Japão? Não consigo carregar a página que consta a lista de médicos.
    Obrigada

  • Olá, eu quero aplicar o visa hoje, já fiz o cadastro de login e tals. Minha duvida é onde exatamente ele disponibilizam o link ou pag para o preenchimento ?
    eu rodei tudo lá, e sempre acaba voltando na msm pag, será que é pq ainda não liberou?

    Obrigado
    Parabens pelo blog

  • Os formularios medicos INZ1007 e INZ1096 , sao preenchidos por mim ou pelo medico credenciado?
    Eu tenho que anexa-los na aplicação ao visto hj a noite?
    Grata.

    • Não se preocupe com isso agora, Tatiana. Estes formulários só são preenchidos após a seleção inicial por quem conseguir chegar à segunda etapa do Working Holiday Visa (o exame médico). Se for o seu caso, imprima e leve em branco para a clínica no dia do exame que eles te orientam no preenchimento correto.

    • Você tem que olhar a lista de médicos cadastrados para o exame do Working Holiday Visa (o link ta lá em cima, no texto) e checar se há algum próximo de onde você está.

    • Eu também enfrento a mesma situação onde a partir de determinado horario o site não abre mais. Fica carregando, carregando e não abre nada.
      Espero que seja alguma manutenção geral pq se ficar assim na hora do processo vai ficar dificil.

    • Não sei mesmo dizer o que acontece, Aline. Entrei em diferentes momentos e consigo acessar normalmente, mas há vezes que fica fora do ar mesmo. Imagino (e vamos torcer para) que esteja tudo certo amanhã, na abertura do Working Holiday Visa, mas a alta procura talvez cause instabilidade.

  • Oi, tudo bem?

    Eu estou tentando o WHV. Sou brasileiro, porém possuo cidadania e passaporte italianos.
    Como não há limite pro número de vistos emitidos para italianos, concluo que será bem mais fácil tentar o visto usando meu passaporte italiano.

    Porém, quando pedem o registro do meu número de passaporte, pedem também um ID number. Apesar de ser cidadão italiano, eu não tenho direito a esse número, pois não resido na Itália.

    Minha pergunta é, posso registrar o número de passaporte italiano com o meu ID number (no caso, RG) brasileiro?

    Obrigado desde já!

    • Paulo, realmente no seu caso é mais indicado fazer pelo modelo italiano do Working Holiday Visa. Não sei te dar a resposta para a questão dos documentos, mas como o seu caso não tem a urgência dos brasileiros, uma vez que os vistos são ilimitados, eu sugiro que você entre em contato com a imigração (a página de dúvidas em um email disponível para isso) para ter um parecer oficial.

  • Ola,

    Estou morando no Canada neste momento, mas retorno para o Brazil logo no final do ano, eu poderia aplicar mesmo assim e fazer o exame medico aqui?

    Dersde ja, muito obrigada!

    • Camila, você deve ver se há algum médico credenciado por eles para o exame do Working Holiday Visa próximo de onde você mora e enviar daí a documentação. Após a aprovação do formulário e pagamento da taxa eles dão 15 dias de prazo para que o exame chegue na Nova Zelândia para ser analisado.

  • Oi, tenho uma dúvida!

    Estou cursando a faculdade de Engenharia e me formo no meio do ano que vem, mas queria aplicar para o WHV esse ano já queria viajar logo após formada.

    Na parte de profissões, posso me cadastrar como engenheira? Eles pedem alguma comprovação da minha profissão antes da viagem?

    Obrigada! 🙂

    • O Working Holiday Visa não pede comprovação de profissão, Thais. Mas note que para trabalhar com engenharia na Nova Zelândia você teria que ter sua formação reconhecida e ser registrada no conselho local adequado. Não é algo tão simples.

  • Olá Tania,

    Obrigada por toda a informacao! Voce saberia me informar o valor aproximado que eles vao cobrar do cartao de credito, caso eu tenha a sorte de conseguir?
    Muito obrigada

    • Luiza, a taxa do Working Holiday Visa foi de NZD165 nos últimos anos, mas isto pode ser reajustado sem aviso prévio e é bom ter uma boa margem por conta da conversão do câmbio.

  • Olá! Gostaria de saber se é obrigatório ter a passagem já comprada e um valor x na conta bancaria para poder fazer a inscrição.
    Obrigada! 🙂

  • Olá! Estou muito interessada nesse intercambio para trabakho na Nova Zelandia. Estava olhando os requisitos e eles pedem um valor x para ter lá e as passagens, isso seria no ato da inscrição?

    Obrigada!

  • Tenho uma dúvida. No meu caso meu passaporte vence em julho/2016, e não conseguirei emitir um novo à tempo das inscrições. Vocês sabem me informar como farei? Já que no momento da inscrição usarei o numero do meu passaporte, que posteriormente será mudado assim que emitir um novo. Serão números diferentes. Grata

  • Olá, pessoal!
    Obrigado pelas informações.

    Uma dúvida: meu passaporte vence no final do ano agora. Posso requisitar o visto e renovar o passaporte logo depois?

  • Pessoal, Boa noite.
    Já criei meu login no site da imigração NZ. Seguindo orientações, para não deixar para o último dia. O site tem muita informação e estou lendo ainda… mas gostaria de saber (no dia da liberação do WHV) em que local do site aparecerá o formulário para preenchimento? O que muda na página nesse dia? Vocês lembram? Minha preocupação é ficar perdida no site e perder preciosos minutos!
    Grata desde já.

    • Tania, acabei de testar agora novamente: uma vez logada no sistema, tem uma opção chamada “online services” no canto esquerdo com o Working Holiday Visa logo abaixo. Clicando ali abre uma janela com a seleção de países onde você deve marcar Brazil – hoje esta opção não está funcionando, mas estará habilitada no dia.
      Além disso, que eu me lembre acho que na pagina específica do Brazil Working Holiday Scheme, onde hoje diz que não há vagas, também surge um botão de “apply”, no canto superior, mas isso digo de memória, não tenho como dar certeza.

  • puxa eu sonho em ir pra nova zelândia, queria fazer faculdade e ir pra la, eu quero cursar design digital e viajar pra la , gostaria de saber o que eu posso fazer pra viajar pra nova zelândia, como funciona e etc, eu tenho 18 anos e não gosto de viver em são paulo, muito transito e violência, eu amo estudar e adoro a natureza, também gosto de tecnologia e um povo educado , eu vejo tudo isso na nova zelândia por isso quero ir pra la , grato pela atenção desde já .

  • Olá!
    Deixei um comentário no site com algumas dúvidas no dia 26/08…Mas, vocês ainda ñ responderam 🙁
    Por favor, conseguem dar uma olhada até o dia 02/09 pra me ajudar?? Super agradeço!
    Obrigada!

    • Desculpe Janaina, como temos recebido muitos nestes dias pela proximidade da data do Working Holiday Visa, o seu deve ter passado. Vou procurar lá e já te respondo.

    • Olá de novo!
      Vocês já me responderam as dúvidas anteriores, mas fuçando na internet achei alguns “supostos” formulários e todos eles tem a seguinte pergunta:

      “In the five years prior to this application, have you spent (lived in and-or visited) a combined total of 3 months in any country that or countries NOT considered to be Low Risk for TB ”

      Vocês se lembram se no caso do Brasil devemos escolher Yes or No?

      Uam outra dúvida que surgiu, devo preencher somente os campos com * ? Posso desconsiderar e pular as questões que não são obrigatórias?

      Fico no aguardo.
      Obrigada mais uma vez!
      😉

    • Janaína, imagino que esta pergunta venha acompanhada de um link para ver a lista de países. Acredito que o caso do Brasil seja SIM (e por isso pedem o exame de raio-X), mas para er certeza confira no link que for passado na abertura do Working Holiday Visa, uma vez que os questionários podem ser alterados de um ano a outro.

      E não sei se há perguntas que não sejam obrigatórias, mas se você tentar submeter o questionário sem ter preenchido algo que deveria, pode ter certeza que te avisarão e farão voltar lá para escrever o que falta.

  • Olá queridos!

    Me surgiu uma dúvida. Digamos que eu aplique para o visto W.Holiday e consiga a permissão de ir para a NZ. Há algum prazo mínimo para que eu embarque para a Nova Zelândia? No meu caso eu pretenderia ir em Fevereiro de 2016.

  • Tenho mais de 30 anos, e gostaria de imigrar para nova zelandia, gostaria de saber como funciona, se exste um questionário online ou coisa do tipo para avaliarem o meu perfil profissional? Como funciona isso?

    • Com mais de 30 você pode tentar outros tipos de visto que não seja o Working Holiday Visa – até 55 anos a Nova Zelândia ainda aceita quem queira imigrar para o país, mas a seleção depende de suas qualificações profissionais.

  • Olá pessoal, tudo bem?
    Vi uma resposta de vcs falando que só pode estudar por 3 meses com esse visto. Em outro blog, informa que pode estudar por até 6 meses. Afinal, só pode ser por 3 meses mesmo?

    Aguardo resposta,

    Abraços

    • Regina, na nossa carta de aprovação do Working Holiday Visa consta que: “The holder shall not study for more than 3 months in any 12
      month period.”
      O que pode ter te confundido é que existe um visto específico para estudantes que pode ter duração maior e também permite que se trabalhe, mas só em meio período. O Working Holiday Visa permite que o emprego seja de carga horária integral.

    • Obrigada pela resposta!

      Outra dúvida que tenho. Vi no site da imigração que, pra quem está aplicando de fora da NZ, não precisa fazer o General Medical Certificate, certo? É somente o exame de raio-x que precisa mesmo?

      Abraços!

    • Pode Camila, mas ao chegar na Nova Zelândia você deve trazer consigo os dois passaportes. O novo terá um número diferente e o Working Holiday Visa terá sido registrado no antigo. Eles precisam reconhecer que ambos pertencem à mesma pessoa.

    • Pode sim, Flavia. Desde que você tenha um passaporte brasileiro válido e consiga, aí nos Estados Unidos, fazer o exame médico do Working Holiday Visa obrigatório a ser enviado para eles.

  • Olá,
    Desde já agradeço pela publicação da matéria e também pela futura resposta, e ainda peço desculpa pela quantidade de perguntas. Além de ler as suas postagens entrei também no site do governo, mas mesmo assim ainda fiquei com algumas dúvidas acerca dos exames médicos. Caso eu consiga chegar nessa etapa, como devo fazer? É necessário que eu faça com os médicos que eles citam? Posso fazer pelo meu plano de saúde em algum laboratório e enviar para eles? E se não, como e onde eu devo fazer.

    • Ana, o exame médico para o Working Holiday Visa é obrigatório que seja feito com os médicos certificados por eles. Lá no nosso texto tem um link para a lista. No nosso caso, no Rio de Janeiro, não encontramos nenhum que aceitasse fazer o exame através de plano de saúde, mas se quiser, tente contatar e ver caso tenha mais sorte.

  • Bom dia vida cigana,

    Vi que é necessário o passaporte em mãos para a inscrição, estou com uma problemática… O passaporte não fica pronto antes do dia 3, porém terei como acessar suas informações. Gostaria de saber que tipo de informação é necessária do passaporte para o dia da inscrição. Se é o número do passaporte, ou outra informação qualquer.

    Desde já agradeço!!

    • Cara, para tentar o Working Holiday Visa você precisa do seu nome da maneira que vem escrito no passaporte, do número e da data de expiração. Não acho que seja possível ter estas informações sem ele em mãos.

  • Ola!
    Obrigada por todas as informacoes!

    Moro atualmente em Vancouver, Canada.
    Ja verifiquei que existem medicos certificados aqui para fazer o exame medico, entao isso nao seria um problema.
    Existe alguma restricao para incricao de brasileiros nao residentes no Brasil no momento da inscricao?
    Muito obrigada!

    Lilian

    • Se você tem um passaporte brasileiro válido, não há restrição para de que local do mundo você se inscreva, Lilian. Só preste atenção no fuso horário do dia de abertura do Working Holiday Visa!

  • Quanto é preciso desembolsar de imediato pra realizar a viagem? A passagem de ida e volts fica por nossa conta? É possível recuperar o dinheiro investido através do trabalho realizado por lá?

    • É o candidato quem paga os custo de deslocamento, Raíssa. Uma vez com o Working Holiday Visa em mãos e trabalhando constantemente sem esbanjar o que ganha deve ser possível juntar um dinheiro, sim.

  • Olá Vida Cigana!
    O Working Holiday Visa seria apenas o visto para trabalhar/viajar na NZ durante o período de 1 ano certo?
    Custos com passagem de ida e emprego na NZ seriam por nossa conta?
    Obrigada antecipadamente!

  • Olá,

    Primeiro agradeço a vocês que disponibilizaram essa matéria! Muito Obrigada!
    Bem, tenho algumas dúvidas sobre o Working Holiday Visa:

    – Como funciona o sistema de hospedagem e trabalho assim que chegar na Nova Zelândia? No caso, eu já teria que escolher/definir onde morar e reservar a hospedagem? Os empregos/hospedagem seriam apenas por house sitting?

    – Nessa matéria consta que o Working Holiday Visa “É um visto de trabalho basicamente, com a única restrição que o candidato não seja contratado pelo mesmo empregador por mais de três meses.” Então, eu só poderia trabalhar por três meses em um local? Mesmo em um house sitting?

    • Oi Bárbara,

      O Working Holiday Visa e house sitting funcionam de maneira independente, fomos nós que decidimos juntar um ao outro, uma vez que conseguimos trabalhar de casa. Para quem precise de um emprego presencial para se manter deve ser mais difícil conseguir um proposta de house sitting, mas sempre dizemos que vale a tentativa.
      Com o Working Holiday você pode trabalhar no máximo por três meses em cada emprego, após este período você deve procurar outro. E uma forma de o governo estimular as pessoas de viajarem e exmplorarem as diferentes regiões do país. House sitting já não tem esta obrigação, mas ;e difícil encontrar quem anuncie casas por tanto tempo – nós ficamos em geral um mês em cada lugar.

    • E como funciona o sistema de hospedagem e trabalho assim que chegar na Nova Zelândia? No caso, eu já teria que escolher/definir onde morar e reservar a hospedagem?
      É muito difícil conseguir emprego lá? Quais são as áreas mais comuns de atuação nesse caso?

  • Sempre que eu tento abrir o site de noite ele não entra. Isto é normal? O meu namorando também não está conseguindo abrir o site no computador dele.

  • Ola, eu achei interessante, ja tinha lido sobre esse working Holiday Visa
    mas agora surgiu uma duvida, pois meu passaporte vence em Junho do ano que vem, e pretendo ir pra NZ no mais tardar em outubro do ano que vem, eu vou tentar esse visto no proximo ano
    mas nao entendi a parte da validade do passaporte (desculpe pelo portugues, o teclado e americano)
    se eu sair fazer a aplicacao do visto com saida pra Outubro do ano que vem, com volta marcada pra Outubro de 2018
    meu passaporte tem que ser valido por ate 3 meses? nao entendi muito bem isso
    Parabens pelo site 😀

    • Larissa, não entendi direito a sua dúvida, mas a solução parece simples: se você só vai tentar o Working Holiday Visa no próximo ano, renove seu passaporte o quanto antes. Atualmente estão emitindo com validade de 10 anos e todos os seus conflitos de data serão resolvidos.

    • Sim eu vou renovar o meu passaporte ainda esse ano
      mas minha duvida mesmo e sobre a validade do passaporte
      como vou renovar, a validade dele vai mudar
      ele nao pode ter validade maior que 3 meses?
      por exemplo, vamos supor que meu que passaporte tenhha uma validade de 10 anos, se eu fizer aplicacao do visto ano que vem
      desse visto, tem problema ter validade maior que 3 meses?
      essa parte que eu nao entendi muito bem

    • Você precisa de um passaporte com, no mínimo, três meses de validade durante sua estadia com o Working Holiday Visa, caso contrário você deverá emitir outro de validade maior para poder permanecer no país.

  • Olá !!!! Gostei muito do blog!!!
    Tenho uma dúvida! Tem outra forma de pagar sem sem com o cartão de crédito internacional? Pois o meu eu tive que cancelar e o outro vai chegar só depois da data de inscrição….pode me ajudar?

    Muito obrigada!

    • Boa tarde!
      Primeiramente, parabéns aos dois pelo blog. Segundamente, fiquei com uma dúvida com relação ao cartão de crédito internacional. Precisa ser um cartão de uma conta fora do país ou um cartão feito no Brasil, que faça compras internacionais? Um exemplo, já usei o cartão na Alemanha.
      Porque li umas respostas e isso ficou meio confuso na minha cabeça.
      Obrigada, desde já.

    • Sou a Fabiana acima ou de baixo, não sei como vai sair a formatação. Só para dizer que já consegui tirar minha dúvida sobre o cartão de crédito internacional. Para não precisarem responder algo a toa, com tantas outras perguntas.

  • Olá casal, grato pelas informações!
    Minha dúvida é: caso eu queira ficar menos de um ano no país, é possível?? Caso contrário, há um tempo mínimo/máximo de estadia?

  • Gostaria de saber quanto é a taxa paga no momento da inscrição on-line para o working holiday visa. ps: eu procurei no proprio site do governo da NZ e não encontrei 🙁

    desde já obrigada =)

  • Olá casal! Tudo bem?

    Antes de mais nada, PARABÉNS pelo site e pela interação com todos os visitantes! Ao ler todos os comentários consegui esclarecer minhas principais dúvidas, mas de qualquer forma, vou repassar pra vocês, só pra garantir rs!

    1º – Ter no mínimo 18 e não mais que 30 anos de idade (ps: Isto é válido no momento da candidatura. Logo, se você tem 17 anos deve esperar um pouco mais, mas se já está com 30 ainda pode se candidatar mesmo que chegue na Nova Zelândia já com 31 anos).

    MINHA DÚVIDA: Completei 30 anos neste mês de Agosto, posso aplicar mesmo assim e chegar à Nova Zelândia antes de completar 31 anos?

    2º – Ter uma passagem de retorno ao Brasil ou comprovar ter quantia suficiente para comprá-la.

    MINHA DÚVIDA: Devo ter a passagem e/ou a quantia para comprá-la no dia da aplicação do visto?

    3º – Trazer ao menos NZ$4.200 para bancar seus custos iniciais no país.

    MINHA DÚVIDA: Devo ter esta quantia em conta corrente no dia da aplicação do visto? Terei que encaminhar algum extrato bancário no dia da aplicação?

    4º – Não ter sido aprovado para o Working Holiday Visa anteriormente (O visto é concedido uma vez só na vida. Se por acaso você foi aprovado anteriormente e desistiu de viajar, já era).

    MINHA DÚVIDA: Eu e meu namorado já fizemos intercâmbio na Austrália e tínhamos o visto de estudante com permissão para trabalhar 20h semanais. Isso interefere na aplicação do WHV?

    5º – Com o WHV não precisamos nos matricular em nenhuma escola e podemos apenas trabalhar?

    Bom, é isso! Essas são as dúvidas que estão me atormentando e que gostaria muito de sanar até o dia 02/09. Eu e meu namorado tentaremos aplicar juntos e oremos pra que dê tudo certo!

    Mais uma vez parabéns pelo conteúdo do site e TUDO de bom pra vocês!
    Super obrigada.

    Um beijo 🙂

    • Vamos lá, Janaina. Desculpe a demora:

      1- O site diz que para ser elegível ao Working Holiday Visa o candidato deve ter não mais que trinta anos. Logo, eu interpreto que sim, você pode se candidatar mesmo que chegue na Nova Zelândia já com 31, uma vez que o ponto de corte é feito no momento da inscrição.
      2- Não. Isto vale no seu momento de chegada ao país, não no dia da inscrição.
      3- O mesmo da resposta anterior. Caso te cobrem será no seu momento de desembarque e você pode comprovar da maneira que achar conveniente (extrato de conta corrente, limite de cartão de crédito, travel money, papel moeda, o que for)
      4- Não interfere. São países diferentes. O que é proibido é tentar o Working Holiday Visa da Nova Zelândia depois de já ter sido aprovado uma vez.
      5- Sim. Não é obrigatório estudar se você não quiser e com o Working Holiday Visa você pode trabalhar o tempo todo se achar necessário (desde que respeitando o limite máximo de três meses para cada empregador)

  • Ola, um prazer imenso !!!
    Site totalmente funcional, meus parabéns, sei o quanto é dificil se organizar mediante a tanto sucesso, rs.
    Minhas duvidas são as seguintes :

    1 – É comum o site da WHZ não carregar a pagina de criar conta ?
    ( estou tentando a horas, mas apenas carrega ).

    2 – Minha amiga irá entrar em processo de divorcio a alguns dias, há algum requerimento que precisa informar o estado civil na hora da inscrição ? ela pode colocar divorciada ?

    3 – O cartão pode ser de credito ? brasileiro mesmo, no caso o que possuo é um da linha MasterCard. E possuo um de débito do santander, posso pagar pelo sistema deles ?

    • Oi Gabriel, desculpe a demora na resposta:
      1-O site pode estar instável, mas tente em horários diferentes que você consegue.
      2-Acho que não tem problema algum com o estado civil só não pode trazer os filhos, caso tenha.
      3- O cartão para pagar as taxas do Working Holiday Visa DEVE ser de crédito. Ainda que emitido no Brasil, precisa estar habilitado para uso internacional. Não há qualquer outra forma de pagamento.

  • Oi Larissa, tudo bem?

    Saberia me dizer se, neste processo de comprovação documental do Working Holiday Visa:

    a) Foi necessário o envio do passaporte, digo – do documento original?
    b) Foi necessário enviar os documentos em inglês?
    c) Sobre a comprocação de renda, apenas o extrato bancário (aquele da internet) é suficiente?

    Grande abraço e obriada desde já!!

    Obs: estou adorando as fotos da Austrália!!

    • Posso responder pela Larissa? 🙂

      A única documentação a ser enviada no processo do Working Holiday Visa é o exame médico e o formulário preenchido. A comprovação de renda é feita (se for feita) no momento de sua chegada ao país.

      Logo, suas respostas são:
      a) não
      b) não
      c) sim

      Obrigado por nos acompanhar e boa sorte no processo do Working Holiday Visa. 🙂

      Um abraço,
      Carlos

  • Boa Noite!!
    Muito bom seu blog, parabéns!

    Eu consegui o Working Holiday Visa, tenho dupla cidadania, italiana, vagas ilimitadas, então foi mais facil.
    Estou com passagem comprada para o dia 14/10, se possivel, poderia me contar como foi na Imigração, apresentando o Working Holiday Visa??

    Obrigada!!!

    • O passaporte brasileiro é eletrônico, logo bastou ser escaneado e o sistema reconheceu que tínhamos direito ao Working Holiday Visa. Como você vai com o italiano não sei dizer se é igual.

  • Oii tenho uma duvida quanto ao valor que tem que levar que seria NZ$4.200 para bancar seus custos iniciais no país !! Esse valor seria para cada mês (12) ou seria só pra chegar com essa grana mesmo e depois vc se vira pra passar o restante da temporada ?
    Obrigado

    • Matheus, esse valor eles podem te cobrar na chegada ao país para ter certeza de que você tem dinheiro para se bancar antes de conseguir o primeiro emprego pelo Working Holiday Visa, o valor é fixo.

  • Caramba! parece tudo tão lindo, tão legal, vou me preparar desde desse ano, já tenho 18 anos mas preciso me organizar financeiramente, achar um emprego e juntar algum dinheiro pra ir pra Nova Zelândia 🙂 Adoro viajar, conhecer novos lugares, novas pessoas.. acho que é o que eu preciso pra sorrir todos os dias.

  • Olá!! Obrigada por compartilharem tantas dicas bacanas! Só tenho uma dúvida: no momento da inscrição, é preciso comprovar de alguma forma sua renda ou essa etapa é requisitada depois de ser aprovado?

  • Ah, outra pergunta… meu marido tem mais de 30 anos. Como faço para colocá-lo junto à mim no processo? Existe essa possibilidade de irmos juntos, legalmente? Obrigada mais uma vez…

    • Não existe essa possibilidade, Paula. Você pode ir com o Working Holiday Visa e seu marido teria que ir com visto de turista (três meses), podendo tentar uma renovação ao final (mais três meses), mas sem direito a trabalhar.

  • Olá. Simplesmente amei o post de vcs. Super didático e completo. Só estou com uma dúvida: qual o valor da taxa inicial, aquela que é paga no momento em que tentamos ser um dos 300? Aguardo retorno. Obrigada

    • De tanto me perguntarem revirei meu HD e achei um recibo de NZ$165,00. Como fizemos o Working Holiday Visa em 2013, não posso garantir que o valor seja esse. Talvez haja algum reajuste de um ano a outro

  • Larissa e Carlos, muito obrigada por todas as informações e dicas sobre este programa!
    Apenas fiquei com uma dúvida:
    O processo de inscrição ocorre agora em setembro/2015, e o embarque pode ocorrer em até um ano após aprovação de todos os exames e pagamentos, certo?! Mas a data do embarque nós podemos escolher durante este 1 ano ou o governo da Nova Zelândia determina a data? Se for esta segunda opção, eles avisam com quanto tempo de antecedência, em média?

    • É você quem escolhe, Julia. Após aprovado o Working Holiday Visa você pode chegar em qualquer momento até um ano depois (a data limite exata virá especificada em seu visto)

  • Olá! Adorei a dica! Não sabia dessa maravilha!!! A minha dúvida é a seguinte: Atualmente estou morando na Irlanda, mas m eu passaporte é Brasileiro. Eu posso me inscrever? Obrigada!!!

  • Como funciona para conseguir o emprego pra se manter? É fácil de encontrar, tem algum auxílio? Morei um ano em outro país e sempre estive disposta a qualquer tipo de trabalho mas era super difícil de conseguir emprego por si só, sempre pediam experiência ou indicação

  • Olá Casal, Uma duvida: Se eu conseguir o visto WHS tem que comprar um Seguro Saude por toda estadia. Eh Isso? Entao vai mais uns mil dolares, Como voces fizeram? Qual a dica? Tem Como comprar por 6 meses e depois mais 6 m. ? Quais empresa? E tem algum tipo que difere?
    Desde Ja te agradeco.
    Ps. Voces estao em Perth, se caso passarem por Gold Coast, estaremos aqui ate 24/09, seria um grande prazer e divertido encontrar com voces… Me Mande um e-mail .. Blz… Eder & Taís

    • Eder,
      Nunca cheguei a escrever um texto completo sobre isso (gostaria), mas nas nossas pesquisas encontramos a Orbit Protect, a Southern Cross e a Uni-Care como empresas locais que oferecem pacotes para o Working Holiday Visa. Cada uma tem suas peculiaridades e vale ler os termos antes de decidir pelo menor preço para ver qual te atende.
      Se você pretende passar por outros países, nós recomendamos a World Nomads, que apesar de muito mais cara tem a melhor cobertura internacional.

      PS: Nós vamos para Gold Coast, mas nossa data de chegada será (provavelmente) justo o dia 24/09!

    • Wooooow…. Puxa vida!! Vida Cigana… Rsrsrs… Nos chegamos na Australia em 25/06… Com visto de turista e temos q sair dia 25/09.. Q Pena!!
      Vcs voltam Pra NZ? Parece que so vai sobrar la Pra nos Se encontrar… um dia… Ok! ..ou por ae..
      Muito obrigado pela resposta do Seguro.. Nos vamos tentar o WHV Se nao der, mesmo assim iremos Pra NZ Pra estudar ingles e conhecer este magnifico País.

      Valeuu…. Abracos

    • Uma pena mesmo e impressionante a coincidência!
      Nosso visto da Nova Zelândia vencerá e não vamos poder voltar para lá. Daqui a gente vai seguir viagem para a Ásia, provavelmente.

      Um abraço,

  • Olá, gostaria de saber se vocês se lembram, saberiam quais os lugares credenciados e em quais cidades realizam os exames médicos. Pois, seria muito bom já poder agendar uma consulta em caso de cadastro aprovado.
    Fico no aguardo. Grande abraço.

  • Olá,
    Meu passaporte vence em janeiro, tenho agendado para renová-lo no dia 1 de setembro, mas creio que não terei o novo número.
    Vocês sabem dizer se posso fazer a inscrição com o passaporte atual e depois atualizá-lo?
    Obrigada

    • Natalia,
      Como seu passaporte antigo ainda está dentro da validade, sugiro que faça a inscrição do Working Holiday Visa com ele. Ao conseguir o novo eles te devolvem o anterior e você deve trazer ambos para a Nova Zelândia, uma vez que o número do novo será diferente.
      De todo modo, escreva para o setor de imigração e tire suas dúvidas direto com eles para ter um parecer oficial.
      Um abraço,
      Carlos

    • Natalia, Vida Cigana,

      Estou na mesma situação onde meu passaporte vencerá em breve.
      Parece que no momento em que você vai concluir o formulario, dará um erro dizendo que será necessário a renovação do passaporte pois a Expiry Date não vai estar dentro do prazo que eles pedem. Então creio que infelizmente não teremos como participar deste processo no proximo dia 2.

    • Só dará erro caso seu passaporte já esteja vencido Julio. Após a aprovação do Working Holiday Visa, como qualquer outro visto de longa duração, você pode emitir outro passaporte e fazer sua viagem com os dois em mãos.

    • Pessoal,
      No formulario terá que mencionar a Expiry Date do passaporte e se esta data não cobrir o periodo todo, não vai dar nem para finalizar o formulário pois dara um erro.

  • Como eh a questao de encontrar emprego no pais? O programa eh responsavel por achar vaga de trabalho para o candidato ou voce tem que procurar emprego assim que chega la?

  • Olá Carlos e Larissa.

    Achei muito legal essa idéia do WHV. E pretendo tentar…porém surgiu algumas dúvidas, que se possível, vocês podem ajudar? Rs.
    Bom! Vamos lá.
    1. Sobre o inglês : eles exigem um nível avançado de inglês?
    2. O questionário é em inglês, mas com múltipla escolha ou há perguntas para responder em inglês onde fazemos pequenos textos?
    3. Vocês podem dar exemplos das perguntas que eles costumam fazer?
    4. Tenho o nível A2 de inglês. No caso básico 2. Farei 30 em dezembro. .. e acredito que se passar terei entrado para o outro nível de inglês. Sendo que posso até fazer um curso intensivo de inglês caso consiga. Os gastos são muitos? Com médicos etc…? Quando mais ou menos em reais contando com o valor que devemos levar? Uma média!

    Desde já obrigada…aguardo a resposta.

    • Oi Joice, vamos às suas respostas sobre o Working Holiday Visa:
      1- Não é exigido inglês, mas quanto melhor for, melhores empregos você conseguirá.
      2- Não é preciso escrever textos, mas algumas respostas devem ser por extenso, logo você precisa saber formular frases.
      3- Não temos o questionário conosco. Na pressa de conseguir a vaga não nos preocupamos em salvar uma cópia.
      4- A taxa de inscrição para o Working Holiday Visa custou NZD165,00 (acabei de achar o recibo), o exame varia muito de acordo com o local que você fizer (ligue para as clínicas e pesquise), você deve vir com seguro viagem e NZD4.200 para se manter inicialmente.

  • Boa tarde.

    O pagamento é feito na hora da inscrição? Por exemplo, caso meu cartao de algum problema eu posso pagar depois? Ou pra completar o cadastro, é preciso ser feito o pagamento?

    • William, não dá pra pagar depois não. Se depois de um tempo seu pagamento não for concluído eles passam a vaga para o próximo.
      Lembre-se que o Working Holiday Visa para brasileiros é extremamente concorrido.

  • Boa noite Carlos e Larissa,
    Já fiz o meu cadastro no site deles, no dia 02/09 as 19 hrs, qdo eu ja estiver logada tenho que ir direto para onde está escrito Working Holiday Visa ou já aparece o questionario na primeira pagina depois de logada? Sei que é uma dúvida boba, mas gostaria de saber.

    Obrigada!

    • Camila, a dica é estar logada antes da 19h00 para evitar congestionamento e quando chegar próximo da hora começar a dar F5 para o site atualizar. Quando as inscrições abrirem vai liberar um botão de cadastro para o Working Holiday Visa no canto superior direito ao lado dos seus dados de login.

  • Oi, Larissa e Carlos!

    Uma dúvida.. a seleção é feita em setembro. Agora, quando os selecionados têm que ir para a Nova Zelândia?

    Obrigada e parabéns pelo blog!

  • Se eu conseguir uma das vagas, eu só posso ficar um ano? Se eu quiser ir para morar tem jeito de neste um ano eu conseguir um visto de residencia?

    • Com o Working Holiday Visa você só fica um ano mesmo, Rafael. Para conseguir residência você teria que ter uma proposta de emprego formal e iniciar um processo para conseguir um visto de trabalho de longo prazo – pra isso dê uma investigada no site da imigração para ver quais são suas opções.

  • Olá,

    Nunca soube deste WHS e achei SUPER legal!

    Poderia me tirar duas dúvidas apenas?

    1- Estou pensando em ir com minha noiva, deveremos fazer processos separados, certo? Não há como incluir “acompanhante” no seu visto.
    Como vocês fizeram no ato da inscrição? Logaram ao mesmo tempo, preencheram o questionário ao mesmo tempo e também pagaram? Tenho receio de um de nós conseguir ficar entre os 300 e o outro não.

    2- As 300 pessoas que são escolhidas são aleatórias ou é por ordem de login e aplicação online no site?

    Obrigado desde já,

    Flávio

    • Oi Flavio, vamos lá:
      1- Sim, fizemos em processos separados, cada um em seu computador, passando juntos cada etapa do questionário. Cada um pagou sua taxa, mas usando o mesmo cartão de crédito. O medo de um conseguir e o outro não era enorme, mas deu tudo certo.
      2- Os 300 selecionados são os que primeiro terminam de preencher o formulário. Várias pessoas podem fazer o login ao mesmo tempo, mas apenas os 300 primeiros que terminarem o preenchimento poderão efetuar o pagamento da taxa.

      Se ainda restar alguma dúvida, entamos aqui para ajudar.

      Um abraço,

  • Olá,
    adorei o blog de vcs, mas só tenho uma duvida, esse acordo entre o Brasil e a NZ é relativo somente ao visto? Eles custear a Passagem ?? ou é tudo por nossa conta após conseguir o visto??

    Aguardo a resposta !

    Obrigada

    • Sim Nathalia, é “apenas” o visto, mas uma modalidade super especial, que te dá direito a um ano E permissão para trabalhar e custear a viagem, o que facilita bastante o processo.

  • Olá, Vida Cigana! Bom Dia!

    Obrigado pelas informações, sabe me dizer com quais documentos tenho que estar em mãos na hora de preencher os dados? Quais os dados que são preenchidos na hora da candidatura?

    Obrigado,

  • Ai que triste que eles não aceitam pessoas com mais de 30 … Meu sonho seria participar de um programa desse, mas só fiquei sabendo agora, com 33 anos no meio da cara… ai que dó!!! #megachatiada

  • Olá pessoal, tudo bem?
    Primeiramente, parabéns pelo blog! As informações ajudaram muito! Eu e meu namorado estamos bem animados para tentar o WHV, mas, ao ler os requisitos, pairaram algumas dúvidas.
    Estava lendo no site da imigração que é necessário apresentar um documento de “bons antecedentes” ou “antecedentes criminais” para aplicar ao visto. Eu já precisei emitir esse certificado antes, mas a dúvida que fica é: preciso validar esse documento de alguma forma, por se tratar de uma aplicação internacional, ou é só emitir no site da Polícia Federal e pronto? Em que momento será cobrado esse certificado?
    Desde já agradeço muito!
    Abraços!

    • Lívia, acho que os antecedentes são checados automaticamente porque não me lembro de cobrarem um documento oficial atestando. Imagino que por ser a própria polícia federal que emite tanto passaporte quanto essa certidão, eletrônicamente deve ser possível verificar atrelado ao número do seu documento.
      Se quiser garantir o processo correto para qualquer documento a ser trazido para a Nova Zelândia é encomendar uma tradução juramentada e carregar consigo junto ao original.

  • Oi, pessoal da Vida Cigana.

    Dei uma olhada no site da Nova Zelândia e eles falam que não posso ter um trabalho permanente durante esse 1 ano.
    “You must not take up permanent employment (unless you apply for and are granted an ordinary work visa while you are here).”
    Então qual tipo de trabalho conseguiria, se tiver um inglês avançado?
    Obrigada pela ajuda e atenção!

  • Bom dia VidaCigana!
    Estava lendo o post e me surgiram algumas dúvidas, sobre:
    – Ter uma passagem de retorno ao Brasil ou comprovar ter quantia suficiente para comprá-la.
    – Trazer ao menos NZ$4.200 para bancar seus custos iniciais no país.

    Estes dois pontos (de renda) são exigidos em qual momento?
    Quando estiver preenchendo o formulário online devemos ter algum documento ou comprovação específicos? (já desconsiderando os documentos básicos- RG, CPF, PASSAPORTE)

    Muito obrigado!!

  • Ola Vida Cigana.
    Estou muito interessado no WHV e muito animado com a possibilidade de realizar um sonho que até pouco tempo parecia impossivel.
    Mas antes de tentar a vaga, preciso ter uma noção do gasto medio q terei no processo.
    Voces tem uma noçao desse custo, entre a taxa de inscrição, exame medico, envio da documentação, etc?

    Desde ja, agradeço a atenção e aguardo uma resposta.
    Obrigado.

    • Diego, a inscrição, quando tentamos custou entre NZD140/150, mas isso pode ser reajustado de um ano a outro (fizemos em 2013). Já os custos do exame médico variam muito e vale entrar em contato com as clínicas cadastradas para fazer uma pesquisa (no texto tem um link com a lista delas), assim como o custo de envio que varia de acordo com a localidade que você mora e o formato de envio (se sedex ou simples) e também não tenho como te dar uma luz de imediato.

      Um abraço,
      Carlos

  • Olá, gostei dessa oportunidade, e agradeço por sanarem as dúvidas. A minha dúvida é a seguinte: Eu não tenho um passaporte ainda pra participar, não é possível se cadastrar sem ele?

  • Parabéns pelo site. As informações são extremamente úteis.
    Minha dúvida:
    Parece que é necessário ter uma certa quantia de NZ no momento da viagem. Como eles fazem esse controle?!
    E, só para deixar claro, eu não preciso confirmar ter essa quantidade no ato da matrícula inscrição, né?!

    • Pablo, a quantia necessária é de NZD4200. Caso solicitem a comprovação, isto será feito no momento do seu desembarque. No nosso caso em nenhum instante foi pedido, mas não podemos garantir que isto seja a regra.

    • Obrigado, Pablo.
      Sim, é necessária uma quantia no momento da viagem nos valores descritos acima. O controle, caso seja feito, acontece só na imigração, em sua chegada à Nova Zelândia, no dia da inscrição não é necessário.

  • Olá, boa noite.

    Gostaria de saber se para a inscrição devo estar com o passaporte em mãos? Ou consigo fazer a inscrição e no período de preparo para a viagem consigo tirar o passaporte ?

  • Boa noite! O site de vocês me caiu em bom momento. São tantas informações e tantas coisa legais que meu coração está até acelerado. rsrs!

    Vamos lá, para esse WHV, caso eu encontre um emprego mais legal e queira permanecer mais tempo no país é possível resolver tudo isso por lá mesmo? Ou se eu quiser fazer um curso que tbm seja prolongado, também é possivel?

    (Desculpe se já responderam essa questão, mas esse post tem bastante duvidas e não consegui me concentrar pra ler tudo).
    Obrigado!

    • É possível dar entrada em um visto de trabalho durante o Working Holiday Visa, Tiago. Mas você precisa encontrar alguém disposto a te contratar a longo prazo e passar pela burocracia como seu sponsor.

      Para o curso já acho que você teria que procurar um visto de específico para estudante. Vale olhar o site da imigração e procurar uma agência de intercâmbio para te ajudar no processo.

  • Olá, tudo bom?

    Atualmente trabalho em navio de cruzeiros e pensei em tentar esse visto após o fim do contrato. Acontece que meu próximo embarque será dia 17/09/15. Eu preciso de um conselho, vocês acham que eu consigo fazer todo o processo do visto antes de embarcar novamente? Pois a comunicação em alto mar é terrível, é necessário fazer mais algum procedimento após conseguir o visto?

    Preciso da ajuda de vocês pra saber se vale a pena ou não tentar!

    Obrigada desde já

    ps: acompanhando sempre vocês!

    • Consegue sim, Thais. Após o processo de inscrição você vai precisar fazer uma consulta e emitir uma chapa de raio-x para enviar a eles. Isto leva uma semana, no máximo. Depois basta esperar a documentação chegar à Nova Zelândia para conseguir a aprovação.

  • Boa tarde!

    Tenho interesse em me candidatar ao programa mas atualmente moro em Dublin, Irlanda. Na página oficial do governo neo-zelandês dizem que, em alguns programas, o candidato deve morar no país de origem, mas que essa informação estará disponível na página do programa para brasileiros. Vocês sabem se posso me aplicar não morando no Brasil? Obrigado!

    • Você pode se candidatar de onde esiver, desde que tenha um passaporte brasileiro válido. Como é necessário enviar o exame de Raio-X, você precisa ver se há algum médico credenciado pela imigração por perto de onde você estiver e enviar daí para a Nova Zelândia a documentação.

  • Olá Vida Cigana, boa noite!

    Parabéns pelo post, bastante esclarecedor, me ajudou muito.
    Mas ainda assim gostaria de tirar algumas dúvidas para as quais não encontrei resposta em nenhum lugar.
    1: Qual o preço do visto Work and Holiday?
    2: Quais são as perguntas que aparecem no formulário a ser completado no site do governo neo zeolandes?

    Desde já, muito obrigada!

    • Larissa, que eu me lembre o valor foi por volta de 140/150NZD – mas pode ocorrer reajuste de um ano pro outro e não temos como garantir que o valor será esse (nosso processo foi em 2013).
      As perguntas são sobre você: dados pessoais, histórico de saúde, educacional, profissional, nada muito complicado de responder.

      Um abraço,
      Carlos

  • Boa Tarde Pessoal,

    Estou companhando as noticias aqui no blog e adorando! Parabéns.

    Ontem por coincidência fui na AC- Australian Centre Expo aqui em Belo Horizonte, e havia uma pessoa do consulado lá retirando duvidas sobre vistos.

    Aproveitei para comentar sobre o programa que de início a Sra disse desconhecer, após eu ter conseguido o nome do WHS, ela me disse que existe mesmo porém não se aplica a brasileiros. (?)

    Ficou bastante confuso com as informações, pensando se poderia ser uma estratégica para não divulgar visto que haviam muitas pessoas em volta dela, ou se realmente a informação dela é verdadeira.

    Vocês podem me dar uma Luz? rsrs

    Abraço!

    • Gleyber,
      Você tá confundindo as coisas (ou os países). Brasileiros realmente não têm acesso ao Working Holiday Visa da Austrália, o nosso texto trata da Nova Zelândia, que oferece 300 vistos por ano para portadores do nosso passaporte.

  • Boa noite,

    Primeiramente parabéns pelo site 🙂

    Vi que as perguntas são em inglês para tentar a obtenção do visto, porém as respostas podem ser em português ou terão que ser em inglês?

    Obrigado!

  • E é difícil conseguir um emprego la?
    tipo, meu inglês eh básico, consigo ler e compreender períodos simples, porem não tenho uma gramatica mto boa pra escrever ou formular frases mais longas sem erros.

  • Olá!
    Parabéns pelo post, esclarece muitas coisas!
    Vcs disseram que após a confirmação a pessoa tem um ano pra se preparar antes de embarcar pra NZ. É obrigatório esperar esse período, ou assim que for aprovada posso fazer as malas e ir?
    Chegando lá a procura por emprego é por conta do próprio interessado?
    Obrigada! 😀

  • Oi!!!
    Adoro o blog de vocês! Inspiradores! Obrigada 😀
    Eu vou tentar conseguir o WHV neste ano, porém surgiu uma dúvida: Se eu for, meu passaporte vai vencer no meio da viagem. Eu teria problemas com meu visto? Será que é possível renovar o passaporte no consulado da NZ?
    Maaaaais uma vez obrigada!!

    • Axo melhor vc renovar seu passaporte antes de tentar o visto, bom ,moro na Nova Zelandia e esta e minha opiniao.

    • Oi, Gilvani!
      Pois é, entrei em contato por email com o consulado da NZ no Brasil e eles falaram para eu fazer o visto no passaporte atual, fazer um novo passaporte e entrar com os dois passaportes na NZ. Como nunca tive que renovar o passaporte no meio da viagem (ou um pouquinho antes só), fiquei bastante insegura… maaaaaas vou seguir essa tua indicação (e a do consulado) e renovar o passaporte por aqui mesmo.
      Obrigada pelo teu comentário e ajuda 🙂

    • Oi Mariana, além da resposta que te deram, uma outra opção seria entrar com o proceso para um novo passaporte na Embaixada Brasileira em Wellington, mas para isso você precisaria viajar com todos os documentos exigidos. Se for o caso, dê uma olhada no site deles e entre em contato para tirar suas dúvidas.

      Um abraço,
      Carlos

  • Oi, tudo beem?? Parabens pelo blog!!
    Eu to supeeeer empolgada em conseguir o whv, e ja esclareci todas as minhas duvidas.. a unica que resta eh que perguntas tem que responder… ja tenho tudo preparado tipo numero do cartao, passaporte e tal pra tentar ser o mais rapida possivel mas se eu soubesse quais serao as perguntas do formulario acho que talvez seria mais rapido! Podem me ajudar quanto a isso?
    Beijos obrigada!

    • Oi Julia, infelizmente não guardamos o formulário e não lembramos exatamente as perguntas, mas não é nada muito complicado ou que se gaste muito tempo pensando. Fique tranquila e estaja online no horário que abrir que dará certo. 🙂

  • Olá, Larissa e Carlos!
    Tudo bem? Espero que sim!
    Seguinte: eu e a Aline somos um casal acima dos 30 anos exigidos para o WHV. Temos 32. Ainda assim, temos planos de também passar um tempo na NZ, provavelmente num esquema de trabalho em fazendas que cultivam produtos orgânicos. Vocês acreditam que a impossibilidade de conseguirmos o WHV inviabiliza algo nesse nosso plano?
    Obrigado!

  • Olá pessoal, li vários posts de vocês e estou pensando em aplicar para o WHV. Como é tudo questão de preencher as informações rapidamente gostaria de saber se vocês tem algum modelo do formulário ou uma lista das informações necessárias.
    Parabéns pelo blog!

    • Oi Miller,
      Nós não temos as informações exatas porque não é possível salvar o formulário, mas são questões genéricas sobre seu histórico de educacional, profissional e de saúde – nada muito complicado de responder.

  • Olá, sabe se posso pagar com cartão de crédito internacional de outra pessoa? (ex. mãe, irmão) ou tem que estar em meu nome? Sabe nos informar quais tipos de perguntas são feitas? Quantos minutos você levaram para preencher aplicação do visto?

    Obrigada!

    • Oi Patricia,

      Sim, você pode usar o cartão de outra pessoa sem problemas (nós usamos).
      Não lembro todas as questões, mas tinham algumas sobre seu histórico de saúde, profissão, nível de estudos. A gente tava online no exato momento que abriu e deve ter durado uns dez/quinze minutos para preencher (estávamos cada um em um pc para garantir que os dois conseguiriam)

  • Boa Tarde, gostaria de saber como funciona o tempo para viajar depois de conseguir o visto acima? Por exemplo, se eu conseguir esse ano, tenho que viajar até quando?
    Tenho 28 anos, posso tentar até os 30 anos?

    Gosto muito de acompanhar as postagens de vcs, e acho os posts sempre muito esclarecedores.

    Obrigada.

    • Oi Maura,
      A partir do dia que o visto é aprovado você tem um ano de prazo para utilizar o visto e desembarcar na Nova Zelândia. Só após o desembarque começa a contar seus 12 meses de visto. (Nós nos candidatamos em 2013, chegamos em 2014 e o visto vale até 2015)
      O limite dos 30 anos conta na data da sua candidatura, o que te permite chegar ao país já com 31 se usar o ano inteiro de preparação como nós fizemos.

  • Oi!
    Vi que um dos requisitos é possuir passagem de volta pro Brasil ou dinheiro suficiente pra comprar a passagem e dinheiro pra se manter durante a estadia na NZ. Eles estipulam um valor mínimo que vc deve ter? Não dá pra se manter com o salário paga nos empregos?

    • Oi Maisa, o salário mínimo na Nova Zelândia é suficiente, mas ainda assim eles exigem comprovação de $4200 (NZD) para a estadia (provavelmente para que vc se mantenha antes de conseguir um emprego ou entre um e outro). Na nossa chegada não precisamos apresentar qualquer documento além da comprovação do visto, mas eu não arriscaria vir sem.

  • Ola, gostaria de saber se tem como estender o visto para trabalhar mais alguns anos depois de completar os 12 meses de WHV. E se sim, como? Obrigada.

    • Não Ana. O que é possível é, caso durante sua estadia inicial você trabalhe por 3 meses em fazendas, que você possa estender por mais três meses o visto ao final de seu período na Nova Zelândia (totalizando 15 meses). Ou, caso você encontre um emprego para o qual você tenha formação e experiência adequados, e que queira te contratar a longo prazo (entrando no processo como seu sponsor) é possível dar entrada em um visto regular de trabalho e “trocar” o WHV por ele. Dê uma olhada nas opções no site da imigração que lá tem tudo em detalhes.

  • Oi, Larissa e Carlos! Tudo bem? Adoro o blog de vcs, tem dicas ótimas!! =)
    Sabem me dizer se pra trabalhar em um albergue ou em uma fazenda (por mais ou menos 1 ano) eu também preciso do WHV ou pode ser outro tipo?
    Obrigada!!
    bjo

    • Oi Ligia,
      Ä regra na maior parte dos países é que você precisa de um visto adequado caso queira receber pelo seu trabalho. Se vc for fazer um esquema de trabalho em troca de acomodação, acho que pode ser encaixado como “voluntariado” e a maior parte deles é permitido com um visto de turista, mas vale checar o site da imigração para ter certeza.

  • boa tarde,

    Sou casado e tenho um filho. Fazendo o cadastro em meu nome, minha esposa e filho podem ir? seria visto de turismo no caso deles?
    muito obrigado.

    • achei os requisitos.

      Ser cidadão brasileiro e possuir passaporte brasileiro válido;
      Ter entre 18 e 30 anos de idade ao solicitar o visto;
      Não viajar com os filhos;
      Ter passagem de volta ao Brasil ao seu país de origem, ou possuir dinheiro suficiente para comprar a passagem de volta;
      Possuir dinheiro suficiente para custear sua estadia na Nova Zelândia, caso a Imigração solicite;
      Pagar a taxa de visto específica;
      Estar saudavél. É necessário realizar exame de Raio X para completa aprovação do visto;
      Possuir seguro médico e de internação compreensivo válido por toda a estadia na Nova Zelândia;
      Obedecer aos critérios de bom comportamento.

  • Ola galera, bom pessoal estou em busca de uma reposta que não encontro em nenhum lugar , quanto custa a taxa do WHV, alguem sabe ? pois como todo bom brasileiro temos que juntar a grana justa para conseguirmos oque queremos ,kkkkkk, alguem sabe me informar ? pelo que vi o valor em Dolares, sabem se é em dolar NZ ou USA
    Abrass

    • Oi Diego, que eu me lembre custou cerca de 300 reais na época (140 ou 150 NZD), mas não tenho certeza do valor exato ou se há reajuste de um ano ao outro. Qualquer valor cobrado no site da imigração sempre será em NZD.
      Um abraço,
      Carlos

  • Oi gente!

    Muito bom o site de vocês! Estou pesquisando sobre como morar um tempo no exterior e essa modalidade de visto é muito atrativa! Li em alguns lugares pessoas reclamando que as vagas acabaram muito rápido, cerca de 10 minutos após o início da liberação. Gostaria de saber se vocês tem alguma dica pra treinar o formulário antes, pra na hora já estar com tudo engatilhado…

    • Oi Bruna!
      Realmente a maior dificuldade pra conseguir o visto é a concorrência. Não dá pra treinar as respostas antes porque só liberam o formulário no dia mesmo. Mas você pode adiantar criando um nome de usuário e senha no sistema e já estar logada quando liberarem as inscrições, pois isso vai te poupar uns minutos que podem ser fundamentais.
      Um abraço,
      Carlos

  • Sabe me dizer se depois de ter tirado o whv e usa-lo e depois ir embora da Nz, após 5 anos a possibilidades de tirar novamente esse visto pelo Brasil?

    • Oi Glaucia, infelizmente o WHV é vinculado ao passaporte e só pode ser obtido uma única vez. Caso você tenha dupla nacionalidade talvez seja possível tirar uma com cada passaporte, mas não tenho certeza, nem como garantir que durante o processo de aprovação não cruzem os dados e rejeitem seu pedido.

  • Olá, estou adorando a serie de postagens e me surgiu uma pequena duvida.Um pessoa sozinha que sabe cozinhar e economiza consegue juntar dinheiro na NZ dentro deste 1 ano? eu planejo levantar una 10 mil dolares , vcs acham possivel?

    • Oi Jonathan, não temos como te responder isso porque tudo depende de onde vc vá trabalhar, quantas horas por semana e por quanto tempo. Nossas fontes de renda continuam sendo as que tínhamos no Brasil e não trabalhamos aqui para juntar dinheiro, mas apenas para conseguir o necessário para nossa manutenção e para que sigamos viagem.

  • Fala Lari e Carlos!!!!

    Muito maneiro o site de vocês. =)
    Matérias interessantissimas e textos muito bem escritos! PARABENS ! ! !

    Eu ja venho pesquisando sobre a NZ há muito tempo, e quando as inscrições para o WHV abriram no ano passado (2014) eu e minha futura esposa tentamos… Bad news… =(

    Eu consegui aplicar até o final, mas o processo dela parou na hora de realizar o pagamento…

    Hoje o perfil dela na pagina da imigração, tem a opção para pagar … porem quando clicamos e colocamos os dados do cartao e clicamos em next, aparece a mensagem q ja foi preenchido…

    Nossa maior DUVIDA é se este ano é só pagar… pois em outro site um casal fala que foi exatamente oq aconteceu com eles… a Menina aplicou, conseguiu… mas o noivo nao.. No ano seguinte, como o processo dele tambem parou na hora de pagar… ele só colocou os dados do cartao e pagou…

    Voces sabem de alguma coisa?/

    Muito obrigado e novamente PARABENS PELO SITE!!!

    • Fala Rafael,
      Obrigado pelos elogios! Estamos nos esforçando ao máximo para manter o blog atualizado e com textos relevantes e é bom ver respostas assim. 🙂

      Não sei dizer exatamente como o sistema funciona, mas não vale a pena pagar agora, com as inscrições fechadas. Espere a data (3/SET) e veja. Se for só pagar vocês ainda terão uma vantagem contra os outros.
      Mas você disse que aplicou até o final, pagou e tudo? Ou desistiu por ela não ter conseguido?

      Um abraço,
      Carlos

    • Oi Carlos…

      Valeu pela resposta!!! Sensacional essa interação de vocês com os leitores…

      Entao, eu consegui e vou embarcar em setembro/2015…Alias, nós vamos juntos porque ela vai tentar de lá.

      Hoje, se tentamos realizar o pagamento, na pagina seguinte carrega informação q todas as vagas estao preenchidas.

      Acreditamos que no processo deste ano, quando ela abrir a aplicação dela sera só pagar… Pois ela ja possui “Reference Number”…que só é fornecido apos preenchimento do formulario..

      Pois bem, MUITO OBRIGADO pela ajuda…

      Sempre acompanhamos as materias de vocês, adoramos as fotos…

      Parabens…

  • Olá gente, adorei conhecer o site de vocês, eu já tinha cesso ao site entretanto por não falar muito bem inglês, consegui uma base e entender mais ou menos como funciona, obrigada pelas dicas!
    Entretanto fiquei com uma única dúvida.. Estou vendo um programa por uma agência para visto de estudo e trabalho, já vou matriculada em um curso de inglês e com moradia com família, por tanto não irei precisar mexer com o site, gostaria de ficar mais de um ano e se possível permanecer na NZ. É possível tentar WHV quando eu já estiver ai realizando meu intercâmbio? Será que eles aprovam quem já está na NZ?

    • Oi Giselle,

      Olha, que eu saiba, sim. Você pode se candidatar estando na Nova Zelândia desde que tenha um visto temporário válido na época das inscrições, mas não conheço ninguém que tenha feito desta forma. Em geral vejo pessoas que fazem o oposto – chegam na NZ com o WHV e depois entram com um processo para conseguir outro (seja de estudante, turismo ou trabalho).

      Se você conseguir, não deixe de nos avisar!

      Um abraço,
      Carlos

    • Oi, tenho uma amiga q aplicou pra este visto qdo estava aki na Nova Zelandia, so q ela tinha acabado de xegar aki, aplicou e ganhou o visto.

    • Não é obrigatório estar no Brasil na hora de aplicar. Se você estiver na Nova Zelândia com um visto de turismo válido e conseguir o Working Holiday Visa, é possível substituir um pelo outro.

  • Oi gente!! descobri o site tem vocês há uns meses atrás, mas estou lendo tudo mesmo por agora, uma maratona dos posts de vocês sobre a Nova Zelandia, pois estou planejando aplicar para o visto de Work Holiday. Sim, quero conseguir ser uma das 300 pessoas.. é tudo questão de quem chega primeiro certo? Li o post de vocês sobre o visto mas ainda tenho algumas dúvidas. Quanto aos exames, eu posso marcar as consultas para os exames antes mesmo de abrir o site para as inscrições né? afinal, 20 dias não é muito tempo para conseguir as consultas, principalmente porque eu moro no Espirito Santo e nenhum dos médicos listados pelo governo neozelandes está no meu estado, eu teria que viajar para o Rio ou SP. Além disso, qual o valor da taxa que tem que pagar no ato da inscrição? Se eu conseguir fazer minha inscrição e receber o email, ja garante minha vaga? (tirando a possibilidade de ter algo errado no meu raio x). Outra dúvida, depois de concluida a inscrição, eu mando os exames e o passaporte para a embaixada em Brasilia, certo? Eles me devolvem com o visto e depois disso eu tenho quanto tempo para ir de fato para a NZ? existe um prazo? a partir de quando começa a contar os 12 meses?? Muito obrigada!! Espero que possam me responder.
    Voces estao de parabens pelos posts bem feitos e pelas fotos.

    • Oi Aline! Obrigado por acompanhar tão de perto nosso blog. Ficamos felizes de verdade.

      O WHV é mesmo mais difícil ser um dos 300 primeiros que o processo em si, que é bem simples. O ideal é estar online no exato momento que abrir e ter boa noção de inglês para preencher rápido o questionário (ou alguém ao lado que ajude) e um cartão de crédito internacional para fazer o pagamento (uns 300 reais se não me engano). Recebendo o email de confirmação ao final do processo significa que uma das vagas está reservada para você e só será liberada a outro caso tenha algum problema no restante do processo. Você recebe um contato por email do responsável pela análise do seu visto e, caso atrase em alguma coisa, você pode escrever a ele explicando a situação e serão compreensivos.
      Você pode marcar o exame com antecedência sim (nós fizemos isso) e só confirmar com a clínica caso receba a confirmação. No seu caso, vale você ver com o local escolhido após quantos dias eles entregam o exame, pois pode te fazer ter que ficar mais de um dia na cidade esperando. (o nosso saiu no dia seguinte, mas depois de muita insistência nossa).
      Recebido o exame, você envia apenas ele lacrado com o formulário preenchido direto para o setor de imigração em AUCKLAND. Não é necessário enviar o passaporte nem entrar em contato com a embaixada de Brasília.

      Com tudo aprovado você tem até um ano para se preparar para chegar na Nova Zelândia e seus 12 meses de WHV começam a contar só quando você desembarcar.

      Esperamos que tudo dê certo pra você! E vá nos contando como andam os preparativos. Estamos aqui pra ajudar no que puder.

    • Oi gente! Primeiro, muitissimo obrigada pela resposta tão atenciosa! Com toda essa simpatia acho que vou acabar abusando e perguntando mais algumas coisas, pode ser? 🙂
      Então, o quão difícil é ser um dos 300? Eu deveria ficar assustada? Queria saber se é questão de minutos e tal, e se a página fica travando como quando vamos comprar ingresso pra algum festival. E com quanta antecedencia mais ou menos eles avisam a hora que o site vai estar disponivel para inscrições? Já que eu não mando meu passaporte pra ninguem, como eles sabem que eu tenho o WHV? Quero dizer, lá na imigração eu só falo que tenho esse visto e eles aceitam, entende? que tipo de garantia eu tenho depois de enviar meus exames e tal. Além disso, vocês tem alguma noção se da pra sobreviver/juntar dinheiro pra viajar tenho um emprego numa café ou algo assim? Eu me apaixonei pelas histórias que voces descreveram sobre os house sittings, mas voces sempre reforçam que tem que gostar de animais e tal, e eu não sou muito chegada, voces sabem de algum lugar que eu consiga trocar trabalho por hospedagem??
      Acho que perguntei demais haha. Estou no aguardo, obrigada desde ja! 🙂
      Aline

    • Oi Aline, pode perguntar o quanto quiser! Mudamos seus comentários para este post do WHV pra que outras pessoas que tenham as mesmas dúvidas possam acompanhar, ok?
      Não sabemos dizer quantos minutos demoram para as vagas serem preenchidas, mas para não arriscar nós estávamos logados no site no exato momento em que abriram. Eles avisam quando será com alguns dias de antecedência, o que dá alguma margem para se programar.
      Quando sua documentação chegar, for analisada e aprovada, você receberá um email confirmando e, logando no site (o mesmo da candidatura) você verá o visto pronto pra ser impresso.
      Na chegada ao país você apresenta esta cópia do visto, eles escaneam seu passaporte e o sistema reconhece que o visto é válido autorizando sua estadia automaticamente. Tudo muito simples.

      O salário mínimo agpra em 2015 subiu para $14,75 brutos por hora, mas ainda tem uns descontos de imposto em cima disso. Mas trabalhando regularmente o mínimo dá condições a qualquer cidadão do país a ter uma vida digna. Não acho que o maior problema seja quanto te pagam, mas encontrar um emprego que te agrade. Tem muito trabalho disponível, mas a maior parte é em serviços básicos e agricultura.

      Se você tem disposição pra ajudar em trabalho no campo, tenta se cadastrar no WWOOF, que citamos no post de hospedagens alternativas. É um sistema que oferece hospedagem e refeições em troca de ajuda em fazendas. Nós conhecemos duas garotas aqui que estão viajando o país inteiro assim e nos disseram que não é tão pesado quanto parece.

  • Acho muito legal a maneira como estão viajando. Adorei a ideia e pretendo fazer o mesmo com meu namorado começo do ano que vem. Vocês fazem um post avisando quando abrir a solicitação de vistos? Porque pode não ser em setembro também né. Muito Obrigada por compartilhar as experiências é de suma importância para incentivar várias pessoas. Parabéns pela iniciativa.
    Gostaria de saber também se é fácil conseguir freelancer em arquitetura por exemplo? Se eu viajasse teria que nos manter com isso, acham que é possível?

    • Oi Francine, avisaremos quando abrirem vagas novamente para o WHV sim. Fique de olho em nossa página do Facebook!
      Sobre os freelancers em arquitetura, nós seguimos aqui trabalhando para os mesmos clientes que tínhamos antes. Sugiro que você desde já comunique suas intenções aos contatos que tem no Brasil pata tentar de algum modo fixá-los quando estiver fora.

  • Oi pessoal!
    Tô apaixonada com essa ideia e acho que vou me inscrever no Trusted Housesitters agora. Mas pelo o que eu vi só poderei solicitar (com sorte) o WHV em setembro. Então caso eu consiga uma viagem antes de conseguir o WHV queria saber a média de gastos para uma pessoa, considerando um mês de housesitting. Sem poder trabalhar tenho que me planejar melhor antes de ir.

    • Oi Homayra,
      A próxima cota do WHV só abrirá em setembro mesmo.
      Quando temos um house sitting nossa média de gastos fica entre 300/400 NZD por semana para duas pessoas. Lembre que para uma viagem sozinha não necessariamente este valor se divide por 2, já que economizamos bastante em comida e transporte para um casal.

      E não deixe de nos contar assim que comece sua viagem! Adoramos saber que ajudamos alguém a entrar neste universo novo. 🙂

  • Oi Larissa e Carlos!!

    Quanto tempo depois que saiu a confirmação que vocês foram escolhidos, vocês embarcaram? Tem uma data específica, um prazo limite?

    Sucesso para vocês!

    • Olá Edilene,

      Caso você faça todo o processo e chegue a efetuar o pagamento do visto já significa que está entre os 300 primeiros. Eles não liberam pagar para os que chegam “atrasados”.

      Após o pagamento, o processo de enviar a documentação, o exame médico e o visto ser aprovado em definitivo por eles levou umas 2 ou 3 semanas. A partir disso os candidatos têm no máximo um ano para se prepararem e entrarem na Nova Zelândia. Só a partir do momento que você chega ao país começa a contar seu um ano de WHV.

  • Ola queridos, muito bacana o blog e as experiências…. qual foi o valor pago no visto qd vcs foram aceitos? alias, qual valor em média dos custos q vcs tiveram q desembolsar pra ir? beijos

    • Oi Paula,

      Não lembramos exatamente quanto custou o visto, mas foi em torno de 150NZD – uns 300 reais. Além disso nossos gastos iniciais foram as passagens (que em parte pagamos com as milhas que tínhamos), o seguro viagem (que varia conforme uma série de necessidades que cada viajante pode ter, mas é possível encontrar por até 300NZD/ano em algumas empresas da NZ) e as anuidades dos sites de house sitting (uns 100 dolares cada uma).

      Nós distribuímos estes custos ao longo do ano que levamos para nos preparar para que não ficasse tão pesado.

  • ola vida de cigana, parabéns pelo site e pela informações/experiências compartilhada 😀

    Li que NZ eles tem preferências por pessoas qualificadas/portador de titulo de universidade, como não fiz faculdade, será que posso candidatar normalmente para obter esse visto de 1 ano? Respondeste em algum comentários que o mais complicado é ficar entre os 300 escolhidos.. 🙁

    • Obrigado, Wellington.

      Na verdade, no caso específico do Working Holiday Visa, eles não analisam as qualificações do candidato. É na base do quem chegar primeiro leva. E justamente por isso é difícil entrar na cota anual de 300, mas com o planejamento adequado não tem erro.

      Um abraço

  • Oi Larissa e Carlos!
    Parabéns pelo blog, gostaria de saber se vocês tiveram que entrar os dois ao mesmo tempo em computadores diferentes para garantir o visto ou tem como fazer apenas uma aplicação para o casal?

    Boa viagem e um grande abraço!

    • Oi Ivan,
      Usamos computadores diferentes. Não é possível fazer aplicação em casal. Cada um tem que tentar sozinho mesmo.
      Dois computadores simultâneos também garante que ambos conseguirão entrar na cota. Como esgota muito rápido, se esperar um processo terminar para começar o outro, o segundo pode não conseguir seu visto.

  • Oi Larissa e Carlos!
    Adorei conhecer um pouco da experiência de vocês aí na Nova Zelândia. Esta dica do House Sitting então, achei muito legal!
    Gostaria de tirar algumas dúvidas, pois penso em passar alguns meses aí na Nova Zelândia pra conhecer a vida por aí e pra fazer um curso de inglês. Assim como a Larissa, eu também sou fotógrafo, e gostaria de saber o que preciso para conseguir trabalhar com fotografia aí… se é possível fazer trabalhos como freelancer (autônomo) e se preciso de algum tipo de visto especial. Vi que este Working Holiday Visa tem um requisito de idade (ter entre 18 e 30 anos), como tenho mais que 30 eu não conseguiria este visto. 🙁
    Desde já agradeço a atenção de vocês! abraços

    • Oi Marcus! Que bom que gostou das nossas dicas, ficamos felizes!
      Então, para trabalhar para alguma empresa neozelandesa você teria que tentar o Work Visa, que você pode ter mais informações pelo site da imigração
      Caso você trabalhe como freelancer para empresas de fora, aí você pode vir com o visto normal de turismo e pagar os impostos do país para qual trabalhar.
      Qualquer outra dúvida, estamos aqui!
      Abs!

    • Não Natália, infelizmente o WHV não pode ser renovado nem emitido duas vezes. Para prolongar a estadia é preciso trocar por um visto de trabalho regular ou de estudante que te garanta permanência maior.

  • Olá, me tira uma dúvida, é só aplicar o visto, pagar e pronto, é aceito? não tem que explicar porque voce vai ficar 1 ano nem comprovar renda nem nadA?

    • Olá Juliana,
      Sim é simples assim. A maior dificuldade não é o processo, mas ser um dos 300 habilitados já que funciona na base do quem chegar primeiro leva.
      Na chegada ao país eles podem te exigir comprovação de renda, seguro viagem e outras coisas listadas no site da imigração, mas nada muito complicado.

    • Adorei o site, muito obrigada pela dicas!! O único problema é que quando eu tento abrir o site de noite (no Brasil) ele não entra. O meu namorado também não está conseguindo entrar no site. É normal?
      Obrigada

Close