facebook pixel
Home » Nova Zelândia » Como conseguir um emprego na Nova Zelândia
Nova Zelândia

Como conseguir um emprego na Nova Zelândia

emprego na nova zelandia

Para conseguir financiar nossa viagem pela Nova Zelândia temos seguido a seguinte fórmula: baixamos nossos custos ficando hospedados por house sitting e seguimos trabalhando como freelancers, como explicamos no “quem somos” aqui do blog. Mas a gente sabe que nem todo mundo consegue ter um emprego remoto ou tem vontade de ser um nômade digital e, apesar de ter o sonho de passar um tempo maior fora do exterior, só conseguiria viabilizar isso caso encontrasse uma solução que permitisse ter um trabalho fixo ou ao menos um temporário, para ajudar a sustentar a viagem.

Leia mais: Aprenda o que é house sitting e nunca mais pague por hospedagem.

Para estes, resolvemos escrever um pequeno manual sobre como conseguir um emprego na Nova Zelândia, reunindo em um só lugar todas as fontes de informação sobre o assunto que conhecemos, ajudando aqueles que não sabem em que direção dar o primeiro passo.

Vistos e a burocracia para conseguir um emprego na Nova Zelândia

Antes de pensar em procurar um emprego na Nova Zelândia você deve verificar no site da imigração que tipo de visto, entre os que permitem conseguir um emprego no país, você é capaz de conseguir (trabalhar com um visto de turismo é ilegal e gera deportação imediata).

Um Working Holiday Visa não demanda muita burocracia, mas tem quantidades limitadas, é altamente concorrido e só vale para quem tenha até 30 anos (além de ser necessário atender a outros requisitos).

working holiday visa

Outra opção é vir com um visto de estudante. Desde 2013 quem vier para a Nova Zelândia estudar em uma escola de categoria 1 em cursos de 20 horas semanais e por mais de 14 semanas tem direito a trabalhar outras 20 horas para custear a estadia. Neste caso, procure uma agência de intercâmbio de sua preferência e contrate os serviços de um immigration adviser para te orientar no processo, se necessário.

Um recurso mais complicado é tentar um visto de trabalho. Se esta for a sua escolha, você precisa verificar se sua profissão está enquadrada nas Skilled Shortage Lists do Governo – listas atualizadas anualmente das profissões reconhecidamente com vagas em demanda no país.

emprego na nova zelandia

Se você conseguir comprovar suas qualificações e experiência em alguma das áreas listadas, tiver menos de 55 anos, falar bem inglês, entre outros requisitos, é possível que esteja apto a conseguir um visto de trabalho que te permita entrar no país antes mesmo antes de ter uma proposta de emprego concreta. Caso sua formação não esteja listada, mas ainda assim seja considerada “Skilled”, a obtenção do visto fica condicionada a que você consiga uma proposta formal de emprego na Nova Zelândia antes de iniciar o processo.

Fora estes modelos citados, ainda existem diversos outros tipos e, não me canso de falar, o site da imigração é a melhor fonte para tudo o que diz respeito ao assunto e oferece um guia detalhado de cada uma das opções oferecidas.

Para mais detalhes contrate uma consultoria com um immigration adviser registrado pelo Governo – os únicos legalmente autorizados a ajudar no processo.

Onde posso procurar um emprego na Nova Zelândia?

rotina de um house sitting

Se sua profissão estiver em demanda, as vagas em aberto serão anunciadas em sites que já são voltados para receber candidaturas de potenciais migrantes. Vale conferir o Work Here, o New Kiwis e o Working in New Zealand.

Fora das vagas em demanda você vai ter que batalhar no mesmo ringue que os neozelandeses procuram emprego. Os maiores sites de anúncio de vagas gerais do país são o Seek e o TradeMe, e é possível encontrar alguma coisa também no My Job Space e no Workpool. Mas tenha em mente que não será nada fácil disputar um emprego na Nova Zelândia estando no Brasil, pois, a não ser que você tenha excelentes qualificações, dificilmente um empregador estará disposto a fazer uma entrevista a distância.

Empregos temporários na Nova Zelândia

House Sitting Auckland Vida CiganaMais fácil que procurar uma proposta definitiva, há muitas ofertas temporárias de emprego na Nova Zelândia e outras que funcionam de acordo com as estações do ano, incluindo algumas em que não é necessário ser fluente no inglês. Falta muita mão de obra para atender serviços básicos no país, como nas áreas de agricultura e horticultura, hospitalidade e turismo, entre outras. São vagas que se encaixam muito bem na rotina dos que vêm com um Visto de Estudante ou com um Working Holiday e estejam dispostos a colocar a mão na massa.

Para estas ofertas vale pesquisar no Seasonal Work e no Seasonal Jobs. O Pick NZ também anuncia algumas vagas de emprego na Nova Zelândia, mas talvez seja mais interessante ao ser usado como fonte de informação sobre as diferentes regiões do país e melhores épocas para procurar trabalho em cada uma delas.

Emprego em áreas específicas e sites de recrutamento

Se você é do tipo que faz questão de trabalhar em sua área de sua formação, mas não se sente muito disposto a encarar sozinho a busca de uma vaga, existem sites de recrutamento que buscam profissionais de áreas específicas: engenharia, construção, marketing, vendas, TI, recursos humanos são algumas das mais procuradas, mas dá pra encontrar uma pra cada setor da economia. No Careers NZ tem uma lista completa destas empresas.

Mais informações

O Governo da Nova Zelândia ainda disponibiliza portais onde fornece ajuda e dá informações detalhadas não apenas sobre emprego, mas estilo de vida, educação, saúde e tudo o que você precisa tomar conhecimento antes de partir para uma nova vida em um novo país. Tanto o New Zealand Now, quanto o NZ Ready oferecem opções de cadastro para que você receba emails regulares com informações sobre a Nova Zelândia. O Careers NZ vai bem mais fundo, dando detalhes para quem já estiver partindo para a busca na prática.

Se tudo isso ainda parece confuso, repito uma última vez: acesse o site da imigração e analise com calma suas opções, não é tão complicado quanto parece.

Tem alguma dúvida? Veja mais dicas no Instagram @vidaciganablog

ORGANIZE SUA VIAGEM!

HOSPEDAGEM

No Booking.com estão cadastradas as melhores opções de hotéis e albergues. Reserve com direito a cancelamento gratuito e viaje com mais tranquilidade.

SEGURO VIAGEM

Use nosso Comparador de Seguro Viagem. Com nossa parceria com a Seguros Promo, vamos te ajudar a encontrar os melhores planos de seguro para o seu destino. Use o cupom VIDACIGANA5 e receba 5% de desconto na hora do check out.

ROAD TRIP

Alugue um veículo com a RentCars.com para sua viagem. Compare os preços de diferentes locadoras, pague em Reais, sem IOF e parcelado em até 12 vezes.

Sobre o Autor

Carlos

Carlos nasceu em Petrópolis/RJ. Quando tinha 20 anos decidiu que, sozinho, viajaria para o lugar mais distante que pudesse com o primeiro dinheiro que conseguiu acumular. Após muita pesquisa e economia, saiu do país pela primeira vez e rodou por quatro países. De ônibus. Nos anos seguintes dificilmente havia um em que não estivesse planejando outra viagem. Hoje o produto destas pesquisas é compartilhado publicamente aqui, no Vida Cigana.

26 Comentários

Todos os comentários serão moderados previamente conforme as políticas do blog. Serão publicados e respondidos apenas após aprovação.

Clique aqui para deixar um comentário.

  • Oi tudo bem?

    Li num artigo que não é possível trabalhar como autônomo, certo? e com marketing digital trabalhando em casa seria possível? grata!

    • Não sei se te dariam um visto de trabalho desta forma. Acredito que não.
      Você teria que tentar um visto de empresário ou algo do tipo. Sugiro procurar um immigration adviser e se informar melhor.

  • Oi tudo bem?
    Sabe dizer como está area de professores na NZ?
    termino faculdade de matemática esse ano e gostaria de fazer intercâmbio pra lá ano que vem…

  • Bom dia. Estou indo fechar com uma agência e tentar o visto de Estudante por 6 meses. Estou um pouco apreensivo com a renovação desse visto depois dos 6 meses. É dificil conseguir o sponsored e ficar com visto de trabalho ? A maioria renova pra estudante ? Nao é barato e nao sei se consigo fazer o dinheiro da renovação em 6 meses. Independente do nervosismo, estoh muito felizzz !!!!

  • Olá, tudo bem? estou terminando o meu curso de gastronomia é já sou fluente em inglês uma vez que fiz intercambio na Austrália e agora vi que vai ficar mais fácil voltar para Oceania, Nova Zelândia no caso, qual a possibilidade que tenho de arrumar um emprego no minha aérea?

    • Oi Guilherme, não temos como informar sobre profissões específicas, e você precisaria antes de tudo, de permissão para trabalhar lá. Aconselho você a consultar um Immigration Advisor para estudar seu caso!

  • Boa tarde!

    Poderiam informar se vocês iram publicar alguma atualização daquele guia passo a passo sobre o preenchimento do visto ?

    • O guia já está atualizado. Quando uma edição futura for lançada, todos os compradores têm acesso ao arquivo novo pelo perfil do Hotmart

  • oi Carlos boa tarde sou de maringá estado do paraná , já trabalhei em fazendas no brasil e nos usa sou formado em adm e estou querendo ir para nova zelandia trabalhar falo inglês é muito dificíl conseguir um visto de trabalho?

    • Depende da sua formação, Darlan. Mas não tenho como saber especificamente sobre cada área. Sugiro seguir os links indicados aqui no texto e pesquisar como anda o mercado e se há ofertas para ter um panorama concreto.

  • Caríssimo Carlos, se puderes me dar uma luz, dentro do possível, agradeço de coração.

    Estou muito interessado em Trabalhar e assim que possível adquirir o Residence Visa (e inclusive levar minha namorada gringa (de el Salvador, na qual vem morar comigo inicio do ano que vem))

    Tenho 31 anos, e minhas Qualificações (que me enquadro dentro dos Skilled workers (NZASCO 2) Incluem de:
    _Professor de Yoga em 3 estilos (sendo 1 com certificado internacional de Acroyoga em 2017, mas tenho experiencia de 3 anos em Hatha Yoga).
    _Terapias Holísticas com experiencia geral de 4 anos) envolvendo (Massoterapia, Zen Shiatsu, Mestre em REIKI (inclusive dou cursos) e Thai Massagem Avançada com certificado internacional na Tailândia (Este mais recente).
    _Pra não faltar uma graduação superior, sou formado em Marketing (2012 – Porém nunca atuei)
    _ Falo quase fluente Inglês e Espanhol e Basico Avançado de Alemão (Não tenho nenhum teste atual pelo IELTS, porém tenho um certificado em B1 pela Kaplan de Cambridge, 2011)

    Minha Namorada (queremos nos casar também) tem 25 anos de idade, Está iniciando o aprendizado tanto no Inglês como no português, e não possui qualificações. Estudou marketing por 2 anos e parou para tentar um emprego e ganhar dinheiro para trazer para o Brazil, faz alguns meses (mas nada conseguiu ainda).

    A minha pergunta seria… Ja que eu atuo em todas estas áreas aqui e como autônomo (tenho registro no MEI), trabalho com dois espaços, onde dou aulas de yoga e atendo nas terapias, 1x por mês geralmente realizo cursos de Reiki, e volta e meia dou workshops de Acroyoga.
    Será que eu consigo trabalhar desta forma na NZ? mas não como autônomo, Sei que tenho que ter um vínculo empregatício, então pensei em arranjar um emprego como Massoterapeuta e deixar como 2a opção e se for possível dar aulas a parte (isso é possível…por exemplo home classes, ou até atendimentos home… quem sabe, se for possível depois de um tempo vivendo organizar cursos…). Acredito também que ao chegar lá eu teria que estudar um pouco o idioma para aprimorar meus conhecimentos especialmente no “listening e Speaking” no sotaque NZ, também no que ajudaria a obter o IELTS…

    Minha namorada, tudo que sei é que ela teria que estudar bastante ingles de inicio por lá e, para depois, ela conseguir um bom curso na medicina chinesa ou de naturopatia que vi que tem por lá (graduação de nivel 7 com 3 anos de estudo), e assim ela ter uma ótima qualificação.

    Peço desculpas pelo tamanho do texto… mas acho que assim da pra entender melhor minha situação e se tenho boas chances 🙂
    Namaste

  • Carlos, boa noite!
    Tenho 30 anos, graduado em Engenharia Mecânica, estou pensando em ir pra NZ passar um período de 6 meses para aperfeiçoar meus conhecimentos em inglês.

    Tenho receio de ir e gastar muito dinheiro e não conseguir um emprego que me ajude a custear as despesas.

    Estou tendo dificuldades de conseguir oportunidades aqui no Brasil e acredito que este seja o momento para eu tentar algo mais na minha carreira. O que você acha?

    • Oi Ronan! Respondendo pelo Carlos. Bem, para cada escolha existe um risco. Do jeito que as coisas estão se encaminhando no Brasil eu não veria a ida para outro país como um problema muito grande não. Arrumar um emprego nunca é garantido em lugar nenhum, ainda mais dependendo da sua formação, do lugar que escolher e o visto que adquirir. Tente se informar mais sobre esses detalhes e veja se a Nova Zelândia é a melhor opção. Abraços!

  • Bom dia Carlos! Estou me preparando para o Work Holiday Visa deste ano de 2018. Quais as dicas que você pode me dar em relação ao computador, rede de internet e etc para um perfeito desempenho no processo? Muitooooo obrigada desde já!!!!

    • oi Isabelli, use a melhor conexão que puder, a mais rápida e dê preferência a um computador ligado à rede por cabo, já que existe um pouco de perda de sinal se conectado por wifi

  • Qual a diferença de conseguir um Working Holiday Visa ou um visto normal de estudante para trabalhar ? Estou no 8° período de engenharia e gostaria de fazer intercambio antes de terminar a faculdade. Aprimorar meu inglês e voltar com um inglês fluente. Como são os custos divididos em casal? compensa muito? a diferença é enorme se fosse sozinho?

    • Lucas, a diferença é que o visto de estudante só permite até 20 horas de trabalho semanal, no máximo. O Working Holiday Visa permite que se consiga trabalho em tempo integral.
      Os custos em casal compensam se os dois estiverem trabalhando. O valor da hospedagem para casais é mais alto do que para uma pessoa, mas é menor do que para duas, saca? No fim, dividindo os custos por 2 sai mais em conta.

  • Olá João. Eu tenho 30 anos e meu marido 38, acha que ainda vale a pena sair do Brasil e ter uma experiência lá fora? Não sabemos falar inglês, apenas o básico. Eu estou pensando em tirar a cidadania italiana para facilitar… tenho 80 mil … mas não queria gastar todo esse dinheiro. Acha que com o subemprego eu consigo custear mais do que a estadia, e a ainda sobrar um pouquinho?

    • Thaila, a decisão vai do que vc pretende ter como projeto de vida. A NZ é uma escolha excelente, mas vc precisar por na conta se esta mudança é o que vc procura. O que no Brasil chamamos de “subemprego” não existe lá. Todos os trabalhos são registrados e legalizados, sendo remunerados pelo menos com o salário mínimo, que dá condições de se manter (sem luxos) no páis.
      A cidadania italiana te ajudaria com o Working Holiday Visa, mas com 30 anos vc está no limite para a solicitação. Se quiser tentar tem que ser neste ano ainda.

House Sitting

vida cigana blog youtube house sitting

vida cigana blog youtube house sitting
abbv