Home » Destinos » Colômbia » O que fazer em Cartagena das Índias, na Colômbia
Colômbia

O que fazer em Cartagena das Índias, na Colômbia

O que fazer em Cartagena das Índias, na Colômbia: As charmosas ruas da cidade colombiana.

Ao listar o que fazer em Cartagena das Índias, na Colômbia, há várias atrações superimportantes que não podem ficar de fora de jeito nenhum. Abaixo vamos mostrar o que a cidade tem a oferecer e relatar tudo para quem esteja planejando uma viagem a um dos cantos mais charmosos da América do Sul.

A histórica Cartagena das Índias, na Colômbia

O que fazer em Cartagena: Passeio pelas históricas muralhas da cidade

Cartagena é o assentamento mais antigo da Colômbia, com humanos ali vivendo desde 4000 a.C. Depois das invasões espanholas e com a fundação da cidade em 1533, Cartagena das Índias virou um dos portos mais importantes das Américas, onde o comércio de ouro, prata e escravos era feito de forma abundante. Foi, até a sua independência, em 1811, a maior cidade do Vice-Reino da Nova Granada.

Por sua importância, era também uma das cidades mais bem protegidas da costa. Uma enorme muralha, ainda existente, protegia Cartagena de invasões estrangeiras.

Também com enorme valor para a Igreja Católica para a expansão da religião no Novo Mundo, em Cartagena foi instalado um dos Tribunais do Santo Ofício, a Inquisição, que se perpetuou por mais de 200 anos, julgou, condenou, assassinou e deixou marcas profundas na história da cidade.

Após independência da cidade conquistada através de cercos e guerras, Cartagena virou uma cidade fantasma, com seus prédios bem danificados e habitados pelos escravos libertos que permaneceram no local. Somente em 1880 que a cidade voltou a se desenvolver e a recuperar as características que fizeram dela o que é atualmente.

Hoje, o centro histórico de Cartagena, conhecido como a Cidade Amuralhada, é tombado como Patrimônio Mundial da UNESCO.

O turismo em Cartagena

O que fazer em Cartagena: Um gato dentro de uma cripta no Santuário San Pedro Claver

Uma das razões que levam milhares de brasileiros todos os anos à cidade é a facilidade em ir até o Caribe saindo do Brasil, sendo um dos destinos mais próximos e baratos para usufruir das águas cristalinas caribenhas.

No entanto, na hora de escolher o que fazer em Cartagena, as praias serão somente um detalhe frente às suas belas construções históricas, que são o verdadeiro carro-chefe do turismo na cidade.

É por causa delas que Cartagena é uma das cidades mais visitadas da Colômbia. Sua arquitetura colonial e do início do período republicano encanta a cada esquina, com seus prédios coloridos e com sacadas repletas de flores. Provavelmente andar por suas ruas seja uma das atividades mais prazerosas da cidade.

A cidade, porém, extrapola este interesse do turista por sua história e mantém parte de seu transporte turístico feito em charretes, numa falsa representação histórica completamente sem sentido. Puxadas por cavalos nitidamente cansados, que trabalham literalmente o dia inteiro, é possível ouvi-los trotar até tarde da noite por todas as ruas do centro histórico.

Não compactue com esse tipo de turismo. Por mais que possa parecer romântico e próprio para o lugar, pense no quão antiquado e cruel esse tipo de passeio é. Buscando o que fazer em Cartagena você pode encontrar passeios muito mais interessantes do que este.

Leia mais: Saiba o que fazer em Bogotá e em Medellín e planeje sua viagem pela Colômbia

O que fazer em Cartagena das Índias, na Colômbia?

O que fazer em Cartagena: Uma palenquera vendendo produtos em Playa Blanca

Na hora de listar o que fazer em Cartagena, o turista perceberá que grande parte de suas atrações se encontram dentro da cidade amuralhada, que é o centro histórico da cidade, onde ela surgiu originalmente.

Além das atrações de dentro do centro histórico, existem algumas outras atrações fora das muralhas da cidade que valem a pena visitar, como o impressionante Castelo São Felipe, por exemplo.

Já as atrações do Caribe colombiano, como suas famosas Islas del Rosario, também merecem destaque, mas não crie altas expectativas, especialmente caso já tenha visitado outros destinos no Caribe anteriormente.

A Cidade Amuralhada

O que fazer em Cartagena: A cidade amuralhada colombiana

A Cidade Amuralhada é a parte histórica e original da cidade. Na hora de ver o que fazer em Cartagena, seus dias serão quase inteiramente dentro dela, que é onde ficam as principais atrações turísticas.

Aproveite suas belíssimas ruas cheias de vida, caminhe pela muralha, veja o pôr do sol de lá e se deixe transportar para algum lugar no passado que poucos lugares são capazes de prover.

Reservar sua hospedagem dentro da Cidade Amurallada facilita enormemente seus planos, visto que boa parte dos dias serão gastos apenas caminhando por suas ruas. Nós ficamos no Hotel El Claustro, que teve uma ótima relação custo benefício numa localização tão difícil de conseguir boas ofertas.

Saiba mais: Veja os melhores bairros de Bogotá e a melhor localização para se hospedar em Medellín.

Torre del Reloj

O que fazer em Cartagena: A Torre del Reloj, entrada da Cidade Amuralhada

A entrada principal da Cidade Amuralhada fica onde hoje está localizada a amarela Torre del Reloj desde sua construção. No passado, o local era onde ficava uma ponte de madeira que ligava a cidade histórica ao hoje bairro de Getsemaní. A Torre do Relógio só veio a existir no século XVIII.

Plaza de la Aduana

O que fazer em Cartagena: A Plaza de la Aduana

A maior praça da cidade era a mais importante também devido aos prédios administrativos que funcionavam ao seu redor enquanto colônia. O fundador da cidade, Pedro de Heredia, morava ali, onde ainda existe sua casa. É uma praça muito bonita e espaçosa, cheia de casas coloridas e com uma estátua de Cristóvão Colombo no centro.

Santuario San Pedro Claver

O que fazer em Cartagena: O Santuário de San Pedro Claver, com a praça de mesmo nome em sua frente.

É uma igreja católica em homenagem a San Pedro Claver, um padre espanhol que foi canonizado devido ao seu serviço ajudando os escravos trazidos da África até Cartagena. Seus restos mortais se encontram na igreja e podem ser vistos abaixo do altar maior.

Logo em sua frente fica a Plaza San Pedro Claver, uma praça com algumas obras feitas de metal representando a vida dos moradores locais.

Plaza de Bolívar

O que fazer em Cartagena: Dançarinos na Plaza de Bolivar em Cartagena

Umas das praças mais importantes e mais visitadas de Cartagena, a Plaza de Bolívar historicamente já passou por grandes mudanças, servindo como palco das organizações militares no século XVI e onde os ditos hereges eram executados durante a inquisição. Hoje é um dos locais mais arborizados da cidade, onde todos os dias ocorrem apresentações culturais, principalmente de danças caribenhas.

Palacio de la Inquisición

O que fazer em Cartagena: Os jardins do Museo de la Inquisición em Cartagena

O Palacio de la Inquisición, hoje Museu Histórico de Cartagena, foi a principal sede da inquisição espanhola das Américas, que começou no século XVIII. Hoje ele conta a história da introdução da inquisição em Cartagena, seu desenrolar pelos séculos, assim como as condenações e execuções.

O museu é repleto de equipamentos de tortura pelos quais os acusados eram submetidos, assim como descrições das práticas feitas pelos inquisidores. Vídeos explicativos e histórias de alguns cidadãos que pereceram nas mãos da igreja católica podem ser vistos.

Além disso, o museu conta com amplos jardins bem bonitos, mas ainda assim, tristes, com réplicas de forcas e guilhotinas que existiam no local. Uma atração pesada, mas necessária.

Catedral de Santa Catalina de Alejandría

O que fazer em Cartagena: A torre da Iglesia de Santa Catalina de Alejandría

Não é a igreja mais importante da cidade, mas é a mais bonita e icônica. Nas fotos clássicas de Cartagena, sempre está lá, ao fundo, a Catedral de Santa Catalina de Alejandría.

Foi finalizada em 1612 e foi construída em estilo herreriano, famoso na época do reinado de Felipe II.

Plaza Santo Domingo

O que fazer em Cartagena: A Plaza Santo Domingo, cheia de restaurantes

Possui esse nome devido ao Convento de Santo Domingo que fica logo a frente da praça. É conhecida por ter uma estátua do artista colombiano Fernando Botero em suas imediações.

É cercada por restaurantes charmosos, repletos de mesinhas do lado de fora. Um lugar bem agradável para comer e para tirar foto com as palenqueiras, mulheres negras vestidas com indumentárias típicas e carregando cestas de frutas como Carmen Miranda. Elas estão sempre sentadas na frente do convento esperando turistas que queiram tirar fotos com elas em troca de dinheiro.

Caminhar pela Muralha

O que fazer em Cartagena: A imensa muralha da cidade colombiana

Uma das coisas mais legais de incluir no roteiro na hora de decidir o que fazer em Cartagena é caminhar pela muralha, principalmente ao entardecer, e ver o sol se pôr nas águas do Caribe. O passeio é bastante agradável e refrescante, pois lá o vento que vem do mar chega direto. É um lugar bastante romântico, onde vários casais sentam nas frestas da muralha para ver a paisagem.

Café del Mar

O que fazer em Cartagena: O Café del Mar na Muralha de Cartagena

Para quem quer curtir um bar/restaurante com um clima de casa noturna, mas ao ar livre, não perca o Café del Mar. Ele fica em cima da muralha da cidade, com vistas para o Mar do Caribe e mesas perfeitas para assistir ao pôr do sol.

Plaza de las Bóvedas

O que fazer em Cartagena: Las Bóvedas com suas lojinhas

Las Bóvedas são conhecidas por suas várias lojinhas de suvenires. No passado foram construídas para serem masmorras, onde presos ficavam por longos períodos de tempo até terem seus destinos definidos.

Não aconselho a comprar lá, pois os produtos tendem a ser extremamente mais caros do que no resto da cidade pelo local atrair muitos turistas. Procure comprar de vendedores nas ruas, e pechinche sempre!

Atrações fora da Cidade Amuralhada

Castillo de San Felipe de Barajas

O que fazer em Cartagena: O Castillo de San Felipe de Barajas

O Castillo de San Felipe de Barajas é a maior obra militar construída por espanhóis nas Américas. Fica fora da Cidade Amuralhada e a melhor maneira de chegar até lá é chamar um Uber ou pegar um táxi.

A fortificação hoje faz parte da lista de patrimônios mundiais da UNESCO e já passou por várias modificações e ampliações no decorrer dos anos. Foi construído acima de uma colina com mão de obra escrava e possui uma vista linda da cidade lá embaixo.

É uma atração enorme e pode ser bastante desgastante caminhar por lá embaixo do sol forte.

Com diferentes áreas que vão desde torres a corredores claustrofóbicos no subsolo, uma visita ao Castillo de San Felipe de Barajas vale a pena devido à sua importância histórica e sua grandeza arquitetônica.

Cerro de la Popa

O local mais alto de Cartagena é o Cerro de la Popa, que fica a 150 metros acima do nível do mar. Lá de cima é possível ter a melhor vista para a cidade de Cartagena das Índias e do Mar do Caribe. No alto da colina também fica o Convento de la Popa, um dos mais belos da Colômbia.

Para chegar até lá somente de carro. Chame um Uber ou pegue um táxi, mas negocie o preço. A viagem até o Convento é a que os taxistas de Cartagena mais tentam extrair dinheiro dos turistas por desconhecimento dos valores.

Em outros blogs: Veja como é a visita ao Convento de la Popa no 360 Meridianos

Caribe colombiano

O trecho do Caribe colombiano em Cartagena é uma ótima introdução ao Mar do Caribe. Mas apenas caso você nunca tenha visitado antes em outros países.

Já para quem já visitou o Caribe em outros locais, as águas de Cartagena podem ser bastante decepcionantes. A estrutura dos passeios não é das melhores, as praias são superlotadas e confusas e as águas não são tão cristalinas quanto àquelas vistas em outras localidades.

Islas del Rosario

O que fazer em Cartagena: O Mar do Caribe nas Islas del Rosario

É um pequeno arquipélago na costa da Colômbia, no Mar do Caribe, que conta com 28 ilhas particulares, muitas delas com hotéis, resorts e hospedagens luxuosas. Em uma das ilhas fica o Aquário, onde muitos turistas vão para tirar fotos com o golfinho que lá vive (as fotos são tiradas nas câmeras dos próprios turistas, mas é preciso pagar pelo “uso de imagem” do golfinho, veja só!).

Como as ilhas são privadas e caso você não esteja hospedado em nenhuma delas, o passeio consiste em fazer snorkel nas águas caribenhas ao redor das ilhas.

Nossa experiência não foi boa, pois o mar estava revolto, então foi muito difícil ver o fundo do mar enquanto a correnteza nos puxava para longe. Durante todo o trajeto o grupo do barco foi agarrado a uma boia puxada por um dos marinheiros para que não fosse carregado pela correnteza.

Isla Barú

O que fazer em Cartagena: A Playa Blanca na Isla Barú

Dentro do tour às ilhas do Rosário, depois do snorkel ou do passeio no Aquário, há um almoço servido na Isla Barú. É uma ilha enorme cuja ponta possui uma praia chamada Playa Blanca, onde ficam alguns hostels e restaurantes.

A praia em si é decepcionante. Muito cheia e suja, suas águas não são como as vistas em fotos do Caribe. Além disso, aluguel de jetski é feito na própria areia e eles são estacionados em qualquer lugar, entre os banhistas, chegando a ser bastante perigoso.

ORGANIZE SUA VIAGEM!

HOSPEDAGEM
No Booking.com estão cadastradas as melhores opções de hotéis e albergues. Reserve com direito a cancelamento gratuito e viaje com mais tranquilidade.
SEGURO VIAGEM
Com a Seguros Promo é possível comparar a cotação de diversas companhias, garantindo o melhor custo/benefício na contratação. Use o cupom VIDACIGANA5 e receba 5% de desconto em seu seguro viagem
ROAD TRIP
Alugue um veículo com a RentCars.com para sua viagem. Compare os preços de diferentes locadoras, pague em Reais, sem IOF e parcelado em até 12 vezes.

Sobre o Autor

Larissa

Larissa é nascida em Niterói/RJ, mas já estudou em Nova York e morou na Nova Zelândia por um ano antes de iniciar a volta ao mundo que terminou em 2016. Sonhando em viajar desde que se entende por gente, mantinha um caderno cheio de recortes de jornais e revistas sobre o Egito quando tinha 7 anos de idade. Hoje esse caderno é virtual e engloba vários destinos. Os “recortes” são produzidos por ela e pelo Carlos, semanalmente, no Vida Cigana.

Deixe seu comentário

Clique aqui para deixar um comentário.

House Sitting

publicidade

Close