Home » Destinos » Croácia » O que fazer em Hvar: Top 10 atrações da ilha mais badalada da Croácia
Croácia

O que fazer em Hvar: Top 10 atrações da ilha mais badalada da Croácia

O que fazer em Hvar: uma mulher pedalando em uma bicicleta na frente do mar, na frente do sol se pondo, com um veleiro passando do lado esquerdo da foto. O céu está laranja

Se você está querendo planejar o que fazer em Hvar, a ilha mais badalada da Croácia, tenha anotadas nossas dicas das melhores atrações da região antes de fechar seu roteiro.

Hvar é tanto o nome da ilha quando da maior vila desta (que os locais chamam de Hvar Town). Com tempo disponível, dá pra explorar toda Hvar Town e as ilhas no entorno, numa das melhores decisões que você possa tomar em seu roteiro. De lá é possível ainda visitar outras cidades da ilha, como Stari Grad e Jelsa de carro, ônibus, moto e até mesmo, barco.

Ao listar o que fazer em Hvar, tenha em mente que você não ficará somente nesta ilha principal, como a usará de base para visitar outras ilhas próximas no Mar Adriático, como Brač, Vis e Pakleni. Iremos explicar tudo direitinho, pois a dinâmica na hora de visitar as ilhas, dependendo de onde esteja, não é das mais fáceis. Mas já adiantamos que escolher ficar em Hvar Town facilita bastante a locomoção.

A época do ano também irá ditar a forma que você irá visitar Hvar e as outras ilhas. Durante a alta temporada saem de Hvar ferry boats para praticamente todas as regiões ao redor com grande frequência. Já durante a baixa temporada, existem ilhas que praticamente “não funcionam”, onde comércio e hotéis não abrem e o turista não terá muito pra onde correr. Assim, é bom planejar bem e com bastante antecedência a viagem para esta área da Croácia.

O que fazer em Hvar: as 10 melhores atrações

Uma placa escrita Keep Calm and Enjoy Hvar

Nessa lista das 10 melhores atrações estão listados os pontos turísticos dentro de Hvar Town e em ilhas ao redor. Como já foi dito, ao visitar Hvar é possível fazer várias combinações de outras cidades e ilhas próximas, algumas vezes num sistema de bate e volta.

E mesmo que no final você escolha somente visitar Hvar Town, saiba que a cidade é linda demais e que cada minuto dedicado lá em seu roteiro valerá a pena. Nós passamos um mês na região usando Hvar Town de base, fazendo viagens bate e volta para as ilhas ao redor.

  1. Praça Principal e Catedral
  2. Restaurantes da cidade antiga
  3. Riva
  4. Fortaleza Espanhola
  5. Torre do Relógio
  6. Monastério Franciscano e Lučica Beach
  7. Pokonji Dol
  8. Mekićevica e Robinson Beach
  9. Hula Hula Beach Club
  10. Passeios de bate e volta

Como chegar em Hvar

O que fazer em Hvar: Pokonji Dol com suas águas cristalinas e azuis com uma ilha ao fundo, um pé estendido em cima de uma canga rosa

A melhor forma de chegar a Hvar é usando as linhas de barco que saem da cidade de Split, a segunda maior cidade da Croácia. Outras opções de ferry direto partindo do continente são os que saem de Drvenik, além de Ancona e Pescara (estas duas últimas cidades são italianas).

Já em barcos que ligam as diferentes ilhas do arquipélago, existem linhas que param em Hvar saindo de Korcula, Vis e Brac; e barcos paradores que ligam diversas ilhas com saídas de Dubrovnik ou Rijeka. Fique atento que essas informações mudam bastante dependendo da época do ano.

Se você for de avião, os aeroportos mais próximos são os de Split (com frequência maior e, portanto, opções de voos mais baratos) e de Dubrovnik.

Para mais informações de como chegar de carro ou ônibus, visite a página oficial da ilha.

Hvar Town

Um prédio antigo do lado da praça principal de Hvar

Hvar Town é a cidade mais conhecida da ilha de Hvar e por isso, a mais visitada também. Ela é bem pequena e é possível se locomover por grande parte de suas atrações caminhando. A ilha não é muito acessível para idosos e pessoas com locomoção limitada, pois não existem ruas asfaltadas (o calçamento é todo de pedra), cheia de colinas e muitas trilhas para as praias têm o terreno bem acidentado.

Além disso, quem planeja uma estadia deve ir sabendo que Hvar é uma cidade cara, principalmente em alta temporada. O porto da cidade fica lotado com iates caríssimos e luxuosos aportados. Para comer, prepare os bolsos também, pois são pouquíssimas as opções que atendem ao viajante econômico por lá.

1.      Praça Principal (Trg Svetog Stjepana) e Catedral

O que fazer em Hvar: a praça principal da cidade com sua catedral ao fundo e vários restaurantes. Tudo branco

A Praça Principal da cidade, oficialmente chamada de Praça de Santo Estevão, é uma das mais antigas da Dalmácia. É uma área aterrada onde séculos atrás ficava localizada uma enseada que dividia as duas colinas da cidade. As muralhas que protegem o local foram construídas no século XIII.

A praça não possui arborização e seu calçamento é em mármore, o que, em dias de sol, faz com que o local fique quente feito uma frigideira. Bem ali, na praça, ficam vários restaurantes espalhados, alguns muito bons, outros mais em conta. No canto sul da praça fica a Catedral de Santo Estevão, construída nos séculos XV e XVI, no local onde no século VI ficava uma antiga igreja cristã. Sua torre foi construída no século XVII.

2.      Restaurantes da cidade antiga

Um dos vários restaurantes de rua em Hvar, cheio de luzes e estilo

Na região entre a Praça Principal e a Igreja de São Marcos fica o reduto dos restaurantes. Várias opções incríveis em meio a ruelas bem estreitas e ruínas da cidade. Você encontrará mesinhas armadas por entre degraus e pórticos, com luz ambiente, música estilosa e gente legal. Os preços podem não ser os melhores, mas vale por pelo menos uma noite sentar ali e curtir uma cerveja. Nossa dica vai para o Lola Bar, um restaurante minúsculo com mesas espalhadas pela ruela, preços bons e comida maravilhosa! Fomos lá algumas vezes e é uma das melhores opções da ilha.

3.      Riva

O calçadão chamado Riva com vários barcos aportados e prédios históricos em volta
O calçadão com vários restaurantes e barcos aportados

A Riva é um passeio público no centrinho de Hvar. Caminhar por ali é tudo de bom, vendo a Praça Principal, os restaurantes, os iates ancorados e a linda cor da água do Mar Adriático, extremamente azul. A avenida termina no porto, bem onde chegam os ferries. Depois desse ponto, a caminhada também é muito agradável, passando pela primeira praia de Hvar, a Lučica Beach, ao lado do Mosteiro Franciscano. Continuando o caminho pela rua Ivana Vucetica, dá para chegar na Pokonji Dol, tida por muitos como a melhor praia de Hvar (e eu concordo!).

4.      Fortaleza Espanhola (Fortica Spanjola)

O que fazer em Hvar: a Fortaleza Espanhola vista do alto da Croácia com sua muralha no entorno. Lá de cima é possível ver toda Hvar durante o pôr do sol, com suas casas de telhado ocre e o mar azul repleto de ilhas.

Hvar é coroada com uma linda fortaleza, que mais parece um castelo, no alto da maior de suas colinas. De lá é possível ter as melhores vistas da cidade, que durante o pôr do sol, ficam mais bonitas ainda. É mágico.

Para chegar até o portão de entrada é preciso subir a colina, que pode ser bem cansativo dependendo do seu preparo físico e da hora do dia que escolher para ir. Em dias muito quentes é recomendado ir cedo ou no final da tarde, quando o sol está mais fraco.

O que fazer em Hvar: a fortaleza Espanhola vista do lado, com sua muralha e a bandeira da Croácia tremulando

Chegando à bilheteria é preciso pagar um ingresso para entrar na fortaleza, mas vale muito a pena, pois a vista é lindíssima. Muitos turistas optam por ver o pôr do sol do lado de fora, mas a vista não é igual, já que ali parte do visual fica encoberto pelas árvores.

O pôr do sol do alto da Fortaleza Espanhola, com várias pessoas sentadas em sua mureta vendo o céu dourado

A Fortaleza Espanhola foi construída no século XVI para proteger a cidade da invasão dos turcos e possui esse nome por causa da participação de engenheiros espanhóis em seu projeto de construção. Após garantir a segurança da população, oito anos depois da invasão, o forte foi alvo de um raio que explodiu a pólvora ali armazenada e destruiu parte de sua arquitetura. Veio a ser restaurado pelos austríacos, na época em que a região que hoje forma a Croácia pertencia ao Império Austro-Húngaro, no século XIX.

5.      Torre do Relógio

O que fazer em Hvar: a torre do relógio da igreja de são marcos vista da colina
A torre da Igreja de São Marcos

Hvar possui 3 torres do relógio importantes e tidas como as mais bonitas da Dalmácia – a da Catedral de Santo Estevão, a da Igreja de São Marcos e a do Mosteiro Franciscano. A mais fotografada é a de São Marcos, pois fica isolada na ruína da igreja de mesmo nome, na subida de uma das colinas de Hvar.

A igreja foi construída no século XIV, quando os padres dominicanos chegaram na região. Dentro das ruínas foram encontradas inúmeras tumbas datadas entre os séculos XV e XVIII, que hoje estão no pátio da igreja. Infelizmente as ruínas estão fechadas devido a sua má conservação, mas é previsto uma reabertura aos turistas em 2020, devido ao grande interesse no lugar.

6.      Monastério Franciscano e Lučica Beach

O que fazer em Hvar: O monastério franciscano visto na direita da foto com sua torre do relógio, cercado de árvores e a praia ao lado, com pessoas na areia e nadando

O Monastério Franciscano é um dos edifícios mais famosos de Hvar, pois fica na frente da sua praia mais freqüentada, Lučica Beach. É inacreditável ver uma igreja construída no século XV bem em frente a um mar com água tão cristalina.

No monastério encontram-se uma coleção de moedas gregas e romanas, materiais litúrgicos, atlas do famoso cartógrafo grego Ptolomeu, entre outros objetos. Mas o que mais chama a atenção é a enorme pintura da Última Ceia cobrindo uma parede de 2 metros por 8. Não se sabe exatamente quem foi o autor da obra, mas ela atrai muitos visitantes até o monastério.

No pátio do mosteiro ainda fica uma árvore cipreste de 300 anos de idade, que fornece sombra aos que estão cansados de passear no calor do verão.

Bem ao lado do monastério fica a praia mais frequentada de Hvar, chamada Lučica Beach. Ela possui um pedaço bem curto de areia/pedra (as praias da Croácia raramente possuem areia) que está constantemente cheia, pois ela é a praia mais acessível da cidade. Fica bem próxima do porto, mas é mantida cercada para que barcos não entrem. Caso arrume espaço, é só estender a canga/toalha nas pedras. Outra opção é alugar um guarda sol já com espreguiçadeira.

7.      Pláz Pokonji dol

O que fazer em Hvar: a praia de Pokonji Dol vista de cima, com suas águas azuis e alguns restaurantes em volta

Pokonji Dol é a praia que mais gostei em Hvar, e é frequentemente eleita por muitos a melhor da ilha.

O trajeto para chegar até lá é um pouco cansativo, mas existem 2 opções.

  • Contornando o monastério pela rua Ivana Vucetica, num trajeto que pelo menos é no plano;
  • Indo por dentro da cidade, no bairro de Križna luka, uma região com mais colinas, descendo até a praia por uma encosta pedregosa. A descida é complicada para quem não está acostumado com trilhas, pois possui muito cascalho e desníveis, mas a vista da praia lá de cima é inacreditável. Faz a vontade em chegar lá ser maior a cada passo.

Chegando lá, caso queira comer, esta é uma das únicas praias com restaurante. Há duas opções, ambas mais caras do que na cidade, mas bons. A praia também é de pedra e possui uma ilha lá ao fundo, mas é mais vazia que a Lučica Beach. A água é super azul e a região muito segura, onde você pode deixar as coisas na areia enquanto nada.

8.      Mekićevica e Robinson Beach

O que fazer em Hvar: uma praia de pedras bem pequena, com águas cristalinas azuis e uma pessoa se banhando
Mekićevica Beach

Para quem quer ir a praias mais exclusivas ainda, ao invés de parar em Pokonji Dol, continue andando ao redor de sua trilha, em meio às árvores e cascalhos até chegar a Mekićevica, uma praia mais pedregosa ainda, mas bem menos frequentada. Lá não há quase nenhum barco e as águas são muito tranquilas, o que permite que o visitante nade até quase o mar aberto, sem perigo nenhum.

Uma praia com águas super transparentes e azuis cercada de pedras e com várias pessoas na pedra
Robinson Beach

Caminhando mais a frente, uns 5 minutos depois se chega a Robinson Beach, uma praia bem calma, ótima para crianças também, pois possui uma área parecida com uma piscina natural. Ali fica o restaurante do Robinson, daí o nome.

9.      Hula Hula Beach Club

O que fazer em Hvar: o maravilhoso pôr do sol da Hula Hula Beach Club, com o mar cheio de barcos e uma árvore do lado esquerdo

Para quem gosta de badalação, mas não quer se afastar da praia, nada como ir até a Hula Hula Beach Club, um bar com ares de boate (ou vice versa) que fica num píer na beira do mar.

O bar fica localizado no ponto onde se tem o pôr do sol mais bonito da ilha e vale a visita mesmo para quem não curte badalação a vida noturna. Sente-se em uma de suas espreguiçadeiras, peça um drink e veja o espetáculo a sua frente.

10.  Passeios bate e volta

Hvar Town é um ponto estratégico para quem quer visitar outras ilhas do entorno. Existem várias opções e vários horários de saída da cidade, dependendo da época do ano.

O que fazer em Hvar: um barco com 10 pessoas entrando numa caverna bem escura com águas cristalinas azuis bem iluminadas
O interior da Blue Cave

Um dos mais populares é o passeio das grutas azul e verde, que passam pelas ilhas de Vis, Pakleni e Biševo. Existem inúmeras agências que fazem esse passeio em Hvar, mas o mais bem avaliado é o da Amazing Hvar.

Nós fizemos esse tour e temos um texto explicativo, com todos os detalhes, todas as paradas e fotos incríveis para quem tenha curiosidade do que irá encontrar.

O que fazer em Hvar: uma praia em Bol cheia de pessoas, tanto na água quando na areia. A água é super azul, transparente, a praia é cercada de montanhas e rochedos e o céu está azul
Uma das pontas da Golden Horn

Outro passeio muito pedido é o para Bol, na ilha de Brač. A praia mais famosa de lá é chamada de Golden Horn, pois se trata de uma faixa de areia com o formato de chifre, sendo possível nadar em ambos os lados no mesmo mar. A praia é bem cheia e frequentada, mas muito bonita e com areia nas partes mais populares.

Quando fomos, decidimos ir de ferry, comprando a passagem na Jadrolinija Agencija Hvar, a companhia marítima do país. A cidade de Bol é lindíssima, menos movimentada que Hvar, com ares mais conservados e parecidos com de filmes românticos europeus. Para quem tiver disposição, é possível ir caminhando do porto até a praia (foi o que fizemos) e no meio do caminho escolher onde comer. A caminhada leva meia hora. Já para quem quer chegar mais rápido, é possível pegar um táxi que deixa o passageiro até o início do calçadão da Golden Horn, que é repleto de árvores e fechado para carros. Um passeio muito agradável até a praia.

Salve estas dicas de Hvar no Pinterest!

Todas as dicas das melhores atrações para fazer em Hvar, a ilha mais procurada da Croácia. Passamos um mês inteiro lá e damos dicas de como se movimentar pela cidade, onde comer, melhores praias, pores do sol e passeios bate e volta para outras ilhas.
Conheça tudo sobre Hvar, a ilha mais badalada da Croácia, cheia de vida, alta gastronomia, muitas praias lindas, prédios históricos e melhores pores do sol.
 

ORGANIZE SUA VIAGEM!

PASSAGEM AÉREA
Use o Kayak para descobrir qual empresa tem as passagens aéreas mais baratas para sua viagem.

HOSPEDAGEM
No Booking.com estão cadastradas as melhores opções de hotéis e albergues. Reserve com direito a cancelamento gratuito e viaje com mais tranquilidade.

AIRBNB
Já experimentou alugar um apartamento no Airbnb? Ganhe até R$180 em créditos para usar em sua primeira reserva no site.

SEGURO VIAGEM
Com a Seguros Promo é possível comparar a cotação de diversas companhias, garantindo o melhor custo/benefício na contratação. Use o cupom VIDACIGANA5 e receba 5% de desconto em seu seguro viagem

ROAD TRIP
Alugue um veículo com a RentCars.com para sua viagem. Compare os preços de diferentes locadoras, pague em Reais, sem IOF e parcelado em até 12 vezes.

Sobre o Autor

Larissa

Larissa é nascida em Niterói/RJ, mas já estudou em Nova York e morou na Nova Zelândia por um ano antes de iniciar a volta ao mundo que terminou em 2016. Sonhando em viajar desde que se entende por gente, mantinha um caderno cheio de recortes de jornais e revistas sobre o Egito quando tinha 7 anos de idade. Hoje esse caderno é virtual e engloba vários destinos. Os “recortes” são produzidos por ela e pelo Carlos, semanalmente, no Vida Cigana.

Deixe seu comentário

Todos os comentários serão moderados previamente conforme as políticas do blog. Serão publicados e respondidos apenas após aprovação.

Clique aqui para deixar um comentário.

House Sitting

rbbv abbv

publicidade

hospedado por infinite cloud computing