Home » Destinos » Estados Unidos » O que fazer em Nova York: Top 22 atrações da Big Apple
Estados Unidos

O que fazer em Nova York: Top 22 atrações da Big Apple

O que fazer em Nova York: Manhattan vista de cima do Empire State Building

Assim que começar a listar o que fazer em Nova York, o turista vai logo perceber que terá que planejar muito bem sua viagem. A cidade é imensa, uma das maiores do mundo, e possui inesgotáveis atrações, quase infinitas, para todos os gostos.

Eu mesma já visitei a cidade algumas vezes e nem de perto conheci tudo que se tem pra ver lá. Mas nunca me canso, Nova York é minha cidade favorita! Só quem visita, sabe a sensação causada pela cidade. É daqueles lugares que mudam completamente a vida de quem os visitam.

Eu nem considero Nova York um lugar. É uma cidade com tanta personalidade e um caldeirão cultural tão diverso que mais parece uma entidade.

E se você planeja conhecer “a cidade que nunca dorme”, saiba que para curtir as diversas atrações desse destino é fundamental ter em mãos um bom roteiro de viagem para NY.

Para te ajudar, separamos abaixo aquelas que consideramos as melhores atrações da cidade para colocar na sua lista.

Leia mais: Onde ficar em Nova York: quais os 10 Melhores Bairros e dicas de onde ficar hospedado pagando barato.

O que fazer em Nova York: 22 melhores atrações da cidade

Fundada em 1626, a badalada Nova York lá no passado não era tão grande assim. Foi idealizada para ser um simples centro comercial de colonos holandeses, sendo chamada de Nova Amsterdã. Com a tomada da Inglaterra, em 1664, a cidade então foi então rebatizada de Nova York.

O que fazer em Nova York: as ruas da cidade vistas do alto do Empire State
As inúmeras ruas de NY, com a Flatiron Building em destaque

Formada por cinco distritos (Manhattan, Staten Island, Queens, Brooklyn e Bronx), a famosa Big Apple se caracteriza não por ser apenas um dos mais importantes pólos econômicos do mundo, mas também por oferecer inúmeras opções culturais e de entretenimento.

Para o turista não ficar completamente perdido na hora de saber o que fazer em Nova York, restringimos nossa lista as 22 melhores atrações. Aqui estão aquelas que avaliamos como indispensáveis numa passagem pela cidade:

  1. Empire State Building
  2. Times Square
  3. Central Park
  4. Metropolitan Museum
  5. National History Museum
  6. Guggenheim Museum
  7. MoMA
  8. Top of the Rock e Rockefeller Center
  9. Quinta Avenida
  10. Grand Central Station
  11. Estátua da Liberdade e Ellis Island
  12. 9/11 Museum and Memorial
  13. One World Observatory
  14. The Oculus
  15. Broadway e Radio City Music Hall
  16. Parques de NY
  17. The High Line e The Vessel
  18. Mercados de NY (Chelsea, Gansevoort, Fulton e TimeOut)
  19. D.U.M.B.O., Ponte do Brooklyn e Brooklyn Park
  20. Roosevelt Island
  21. Vida noturna em East Village e nos Rooftops
  22. Wall Street (The Fearless Girl e The Charging Bull)

Uma dica: Na hora de economizar nas atrações, recomendamos o uso do New York Pass que te deixa entrar de graça em mais de 80 atrações da cidade sem pegar filas.

E outra: Para começar a se orientar por Nova York numa primeira viagem, vale a pena contar com esse tour de duas horas a pé, que serve como uma introdução aos pontos mais famosos da cidade. O ponto de partida fica no Distrito Financeiro, passando por museus e várias outras atrações, finalizando no Memorial 11 de Setembro.

1. Empire State Building

O Empire State é uma das atrações mais famosas de Nova York. Inaugurado em 1931, já serviu de cenário para centenas de filmes, sendo o mais icônico deles King Kong.

Nova York a noite vista do alto do Empire State Building

Desde o início o edifício foi consagrado como um ícone da cidade. Seu estilo art decò – uma verdadeira revolução para a época em que foi inaugurado – representa todo o esplendor da arquitetura nova iorquina da época.

Para o visitante recém-chegado, é um passeio imperdível percorrer seus 102 andares para chegar até o observatório, localizado no topo do prédio.

Para a visita correr bem, é importante comprar o ingresso com antecedência devido ao grande fluxo de turistas que o Empire State recebe todos os dias.

A compra do bilhete dá acesso a duas entradas no prédio no mesmo dia, para ver a vista da cidade tanto de dia quanto de noite.

2. Times Square

Passar pela Times Square é outra atividade que não pode ficar de fora de sua lista do que fazer numa viagem para Nova York.

A Times Square vista do alto da escada do TKTS, com muitas pessoas embaixo

Formada pelo cruzamento da Broadway com a Sétima Avenida, a área é uma das mais movimentadas da cidade. Lá o turista verá não somente milhares de pedestres transitando pra lá e pra cá, mas também artistas performáticos espalhados em vários pontos do cruzamento. O destaque, porém, é a forte luz de seus letreiros luminosos, que quando anoitece, dão a impressão de que ainda é dia.

Visitar a Times Square, porém, gera uma relação de amor e ódio em qualquer turista. Há muita publicidade por todos os lados, muitas lojas das marcas mais famosas, e muita, muita gente. Para quem vai a primeira vez, a visita é imperdível para entender o que o local representa na cidade e na sociedade americana. Mas talvez uma ida ao local apenas baste.

3. Central Park

O Central Park é outra parada obrigatória para quem precisa listar o que fazer em Nova York. Um passeio por lá certamente vai estar entre suas melhores lembranças de viagem.

Localizado bem no centro de Manhattan, o parque dispõe de uma gigantesca área verde, com mais de 340 hectares.

O Central Park, cheio de árvores, um gramado imenso com várias pessoas tomando sol, e os prédios ao fundo

E por conta deste tamanho, é muito difícil explorar todos os seus cantinhos em uma só viagem.

A melhor dica pode ser fazer um tour no Central Park. Com ele o turista irá descobrir porque esse é o parque mais famoso do mundo. São jardins incríveis, alguns lagos artificiais e o Strawberry Fields, um memorial dedicado ao ex-Beatle John Lennon, que fica na direção do Edifício Dakota, bem em frente a uma das entradas do parque, onde Lennon foi assassinado em 1980.

Como quase todas as atrações de Nova York, o Central Park muda completamente de figura dependendo da estação do ano em que se visita. Talvez seja possível afirmar que existem 4 parques diferentes: na primavera, no verão, no outono e no inverno. Mas todos são fantásticos.

4. Metropolitan Museum

A galeria egípcia do Metropolitan Museum, com um templo egípcio inteiro

Considerado um dos maiores e melhores museus de arte do planeta, o Metropolitan Museum of Art – também conhecido como MET – foi fundado em 1870 e conta hoje com um acervo enorme de obras distribuídas por suas infindáveis alas e corredores.

Como o lugar é imenso, procure fazer uma programação prévia do que quer ver, uma vez que o MET dispõe de inúmeras coleções com temas diversos – algumas estão relacionadas à arte europeia, cultura egípcia, asiática e medieval, entre outras.

5. Museu de História Natural

2 fósseis de dinossauros dentro do salão principal do National History Museum

Como já foi dito, a cidade de Nova York é praticamente um cenário a céu aberto para grandes filmes. E o National History Museum é outro local eternizado pelo cinema – quem já assistiu “Uma noite no Museu” vai ter uma noção de como esse lugar é surpreendente.

O AMNH possui desde coleção de pedras preciosas, animais empalhados e meteoritos, até a maior coleção de fósseis do mundo, que é simplesmente alucinante.

Por ser uma atração muito grande, como a maior parte dos museus de NY, a recomendação é fazer um planejamento prévio para aproveitar as diversas galerias distribuídas em seus cinco pavilhões.

6. Guggenheim Museum

O interior do Guggenheim Museum, com uma arquitetura incrível

Fundado em 1959 pelo magnata Solomon R. Guggenheim, o museu que leva o seu nome foi criado para disponibilizar ao público sua coleção completa de arte moderna e contemporânea.

Reconhecido pela arquitetura inovadora de seu edifício-sede, projetado por Frank Lloyd Wright, o Guggenheim recebe milhões de turistas todos os anos. Além do renomado edifício, os visitantes chegam aos montes para conferir de perto quadros de artistas renomados, como Monet, Picasso e Van Gogh.

7. MoMA

O quadro Noite Estrelada de Van Gogh visto através de câmeras

Para quem gosta de arte moderna, vale a pena garantir o ingresso para a visita ao MoMA.

O museu abriga mais de 150 mil trabalhos permanentes, além de receber diversas coleções temporárias de pinturas, esculturas e fotografias. Há também peças dedicadas ao design e à arquitetura.

O MoMA reúne algumas das mais famosas obras de artistas como Frida Kahlo, Van Gogh, Monet, Jackson Pollock, Cézanne, Matisse, Gauguin, Klimt, Rodin, Modigliani e Picasso.

8. Top of the Rock e Rockefeller Center

Dentre as grandes atrações de Nova York é interessante destacar o Top of the Rock que, contando com uma vista de 360 graus, configura-se como um dos observatórios mais incríveis da cidade, com uma vista incrível para o Central Park e Empire State.

Rockfeller Center com sua estátua dourada no meio

O observatório de 250 metros de altura está instalado no Rockefeller Center, que foi construído em 1933. Trata-se de um dos centros comerciais mais importantes e movimentados de Nova York, recebendo milhões de turistas anualmente.

Vale destacar que na época do Natal e durante o inverno, o número de visitantes é ainda maior, por conta da pista de patinação no gelo e sua famosa árvore de Natal.

9. Quinta Avenida

O interior da Saint Patrick Church, na quinta avenida
O interior da Saint Patrick, maior igreja católica dos EUA, que fica na Quinta Avenida

A Quinta Avenida (5th Avenue) é a via mais elegante e glamourosa de Nova York. Recebe milhões de turistas, que vão até lá querendo conferir as novidades das lojas de grifes que ocupam seus terrenos, que estão entre os espaços de metragem quadrada mais caros da cidade.

Em cerca de um quilômetro e meio de extensão, a Quinta Avenida reúne quase lado a lado as lojas mais famosas e refinadas do mundo.

10. Grand Central Station

O interior da Grand Central Station

A Grand Central Station surpreende em razão de sua imponente infraestrutura. Com 44 plataformas e 67 linhas ferroviárias é considerado o maior terminal metroviário do mundo.

Sua construção data do século XX e é uma referência de arquitetura de Manhattan, já tendo servido de cenário para diversos filmes.

11. Estátua da Liberdade e Ellis Island

A Estátua da Liberdade é o principal símbolo de Nova York. Não há nenhuma dúvida disso.

A Estátua da Liberdade vista de baixo para cima

Inaugurada em 1886, a estátua, no entanto, é um presente da França em homenagem ao centenário da Independência dos Estados Unidos.

Localizada na Liberty Island, entre Nova York e Nova Jersey, para visitá-la o turista precisa pegar um barco partindo de um dos dois estados:

  • Em Nova York: as saídas se dão no Battery Park. Como esta é a opção da maioria, as filas são sempre muito grandes. Para se organizar melhor o turista pode adquirir um ingresso para visitar em um tour, garantindo seu lugar com antecedência.
  • Em Nova Jersey: as viagens partem do Liberty State Park. Você pode chegar lá em um dos ferries que partem do píer do World Financial Center, em Nova York e ligam a cidade a Jersey City. De lá, outros barcos saem até a estátua.
O interior do salão da Ellis Island

Ao fazer este passeio o visitante não pode deixar de conhecer também a Ellis Island e ter acesso ao Immigration Museum. Os dois ingressos normalmente estão incluídos no mesmo pacote de visita à Estátua. O complexo da Ellis Island dispõe de um acervo completo de vídeos e painéis interativos, bem como objetos, fotos e documentos que contam a história da imigração no país.

Foi a partir da Ellis Island que a população de Nova York e tudo que ela é hoje foi formada, pelos milhares de imigrantes que ali chegaram dos 4 cantos do mundo.

12. 9/11 Museum and Memorial

O Memorial do 11 de setembro, com a piscina e os prédios ao fundo, de noite

O Museu e o Memorial do 11 de Setembro são dois locais extremamente interessantes para conhecer. Afinal, com o ingresso do museu o turista terá acesso a um grande acervo de fotos, depoimentos, vídeos e áudios sobre os atentados terroristas ao World Trade Center em 2001.

Já o memorial é constituído por duas piscinas gigantescas no formato e no local exato das antigas Torres Gêmeas, tendo os nomes de todas as vítimas ao redor.

13. One World Observatory

O One World Trade Center visto de baixo para cima num dia de céu azul e nuvens brancas

Outro ponto de visitação em Nova York com um significado super especial para a cidade é o One World Observatory.

Dispondo de 541 metros de altura, é uma nova torre ergida no mesmo quarteirão onde ficavam as Torres Gêmeas.

O observatório possui vistas incríveis do sul de Nova York e as apresentações visuais da cidade realizadas lá em cima são de cair o queixo.

14. The Oculus

O interior do Oculus, todo branco

Dentre as reconstruções feitas no espaço que contava com as Torres Gêmeas, vale a pena destacar o Oculus. Inaugurado em 2016, é considerada a estação de metrô mais cara da história.

Mas não é qualquer estação. É um projeto arquitetônico assinado pelo arquiteto espanhol Santiago Calatrava. Vale a visita por si só.

É um lugar extremamente fotogênico e que simboliza uma fênix renascendo das cinzas.

15. Broadway e Radio City Music Hall

Não tem como visitar Nova York e não conferir pelo menos um espetáculo da Broadway. Eu pelo menos fiz questão de ver pelo menos uma peça cada vez que estive lá.

A fachada do Radio City Music Hall, com suas cores neons

Para se ter uma ideia, essa região possui mais de 30 teatros com espetáculos em cartaz. Alguns sendo apresentados há anos, ou décadas. Vale destacar:

E diversos outros.

Outro ponto que vale o destaque na mesma região é o Radio City Music Hall. Construído na década de 1930, é um edifício icônico e uma atração ideal para quem gosta de assistir concertos de todos os tipos. Um dos mais famosos é o Christmas Spectacular – um típico conto de Natal que leva o público a se encantar com a surpreendente atmosfera natalina de Nova York.

16. Parques de NY

A Washington Square Park com seu chafariz e o Arco do Triunfo atrás
Washington Square Park

Viajar para Nova York é se impressionar com os edifícios, avenidas e, é claro, seus diversos parques. As áreas verdes da cidade são grandes pólos de lazer e cultura, principalmente nos períodos menos frios.

Dentre eles, destaque maior vai para o Central Park, claro, mas há muitos outros que valem a visita:

  • Washington Square Park – que possui um monumento semelhante ao Arco do Triunfo
  • Bryant Park – fica atrás da Public Library e onde ocorre o anualmente o NYFW
  • Madison Square Park – um parque bem gostoso do lado do Flatiron Building
  • Prospect Park – que está localizado no Brooklyn e vem ficando cada dia mais visitado

17. The High Line e The Vessel

O High Line é um parque público linear e suspenso que proporciona lindas vistas de Nova York e do Rio Hudson. Construído sobre uma linha férrea abandonada na década de 1980, possui diversos lugares para relaxar, uma variedade enorme de plantas destacadas pelo projeto paisagístico e recebe intervenções culturais de vários artistas.

É um lugar muito descolado, que desde a inauguração se tornou item obrigatório na lista do que fazer em Nova York. Mas o hype é real. Vale muito a visita.

O maior destaque do High Line atualmente é o The Vessel, um monumento/escultura magnífico bem no meio do parque elevado.

De lá do alto o The Vessel oferece uma visão espetacular de diversos pontos de Nova York. Virou ponto obrigatório para quem tem uma conta no Instagram.

O acesso à plataforma é gratuito, basta subir os 2.500 degraus desse colosso de 45 metros de altura.

É preciso, porém, se cadastrar no site do Hudson Yards, para receber uma faixa de horário de entrada, pois o acesso é sujeito a lotação.

Existem tours que cobrem toda a região do High Line, incluindo todas as suas principais atrações e terminando no Chelsea Market.

18. Mercados de NY (Chelsea, Gansevoort, Fulton e TimeOut)

A Fachada do Chelsea Market

Em seu roteiro de passeio em NY, não deixe de incluir 4 de seus principais mercados:

  • Chelsea
  • Gansevoort
  • Fulton
  • TimeOut Market

O badalado Chelsea é um mercado popular que atrai mais de 6 milhões de visitantes por ano, os quais chegam para conferir todo tipo de comida e bebida em mais de 30 estabelecimentos instalados no local. É bastante cheio.

Fachada do Gansevoort Market

Gansevoort não é tão pomposo quanto o Chelsea, mas também é especializado em alimentação. Lá o turista terá um pouco mais de paz e poderá experimentar os famosos Duchess Cookies.

O Fulton é um verdadeiro shopping a céu aberto, situado entre a Flatbush Avenue e Pearl Street. Tem de tudo um pouco, desde lojas antigas até departamentos modernos com marcas famosas.

O terraço do TimeOut Market

Por último, o TimeOut Market fica em D.U.M.B.O., no Brooklyn, e além de vários restaurantes, possui vistas esplendorosas de Manhattan. Ainda é um lugar pouco conhecido, então é perfeito para comer de forma mais tranquila.

19. D.U.M.B.O, Ponte do Brooklyn e Brooklyn Bridge Park

A vista do Dumbo, com a Ponte do Brooklyn e toda Manhattan
A vista do Brooklyn Bridge Park

Fora de Manhattan, há 3 atrações super interessantes em Nova York que estão interligadas e devem ser visitadas por ter vistas impressionantes.

O conselho é válido também para quem quer aproveitar para fazer um tour com a família pela região.

A vista do TimeOut Market, no bairro de DUMBO
O bairro de D.U.M.B.O.

A primeira é o “Down Under Manhattan Bridge Overpass”, uma região mais conhecida como D.U.M.B.O. É uma área que, antigamente, abrigava fábricas e que, hoje está revitalizada e super moderna. Por, literalmente, servir de passagem por baixo da Manhattan Bridge, oferece uma visão espetacular da região.

Uma dica é ir almoçar, jantar ou tomar um drink no TimeOut Market, um mercado que possui uma vista lindíssima de Manhattan.

A Ponte do Brooklyn

Já a icônica Ponte do Brooklyn é a porta de entrada e saída do bairro e, inaugurada em 1883, é tida como uma das pontes mais antigas da cidade. O legal é poder caminhar por toda sua extensão, que liga Manhattan ao Brooklyn, caminhando por uma via de pedestres por cima dos carros. É um dos lugares mais conhecidos de NY, então está constantemente cheio. Não pare em suas pistas para tirar fotos, os ciclistas ficam irados! A dica é ir ao amanhecer, quando ela está praticamente deserta.

O Brooklyn Bridge Park
O Brooklyn Bridge Park, lindo demais!

E, claro que não poderia faltar o Brooklyn Bridge Park que, como o nome já diz, está localizado embaixo da Ponte do Brooklyn, às margens do Rio East, e conta com diversas opções para se divertir com a família. Vale reservar um tempo para caminhar, fazer piquenique, ou levar os pequenos no Jane’s Carousel, construído em 1922.

20. Roosevelt Island

A vista de Manhattan da Roosevelt Island
Manhattan vista da Roosevelt Island

Localizada entre Manhattan e Queens, a Roosevelt Island é um excelente local para fazer uma caminhada com a família. Trata-se de uma pequena ilha residencial, estreita e tranquila, ideal para quem quer fugir da loucura de Manhattan. Aliás, ali é onde se tem uma das melhores vistas da “cidade grande”, e sem empurra-empurra.

O bacana dessa atração é o Roosevelt Traimway que qualquer brasileiro chamaria de bondinho – e não deixa de ser… O bondinho liga a ilhota à Manhattan, numa vista super bacana do alto. O passeio é bem gostoso e o ticket está incluído no passe de metrô.

Como um dado histórico, é interessante destacar que essa região já abrigou hospitais, sanatórios e uma penitenciária, cujas ruínas estão lá para quem for visitar, além do memorial dedicado ao ex presidente Roosevelt, cheio de árvores perfeitamente enfileiradas.

21. Vida noturna em East Village e nos Rooftops

Seu passeio por Nova York também precisa contemplar a vida noturna em East Village, caso goste.

Trata-se de uma região bem movimentada, principalmente à noite, onde é possível curtir muita música ao vivo. A área conta também com locais onde se come pagando relativamente barato, devido a presença dos estudantes da Universidade de Nova York, que frequentam bastante o bairro.

A vista de um dos rooftops
O 230th Fifth Rooftop

E, por falar em vida noturna, quem visita NY não pode deixar de curtir os bares em rooftops que estão espalhados em diversos cantos da cidade.

Um bom exemplo é o 230 Fifth Rooftop, em Midtown, que possui vista para o Empire State e oferece roupões durante o inverno, gerando fotos ótimas.

Para quem quer visitar vários em pouco tempo, dá pra fazer um tour passando pelos mais famosos. Em uma noite você irá passar pelo 230 Fifth e outros dois dos rooftops mais populares de Nova York.

22. Wall Street (The Fearless Girl e The Charging Bull)

Wall Street é uma região que oferece uma atmosfera de filme mesmo. Lá estão localizadas empresas financeiras, prédios comerciais famosos e a bolsa de valores.

O nome Wall Street remete, porém, ao seu passado. Ali ficava um enorme muro que protegia os holandeses da invasão de índios e britânicos.

Uma vez nesse lugar, não deixe de conferir o The Charging Bull, escultura enorme de um touro em bronze. Em razão de sua representação ser de força e poder financeiro, muitos dizem que quem toca os testículos do touro garante sorte e dinheiro.

Vale lembrar que até pouco tempo, havia no local a The Fearless Girl, estátua de uma menina destemida que enfrentava o respectivo touro, desafiando o machismo. A imagem, no entanto, foi realocada e agora se encontra em frente ao prédio da bolsa de valores de Wall Street.

Salve estas dicas de Nova York no Pinterest!

Assim que começar a listar o que fazer em Nova York, o turista vai logo perceber que terá que planejar muito bem sua viagem. A cidade é imensa, uma das maiores do mundo, e possui inesgotáveis atrações, quase infinitas, para todos os gostos. Para o turista não ficar completamente perdido na hora de saber o que fazer em Nova York, restringimos nossa lista as 22 melhores atrações. Aqui estão aquelas que avaliamos como indispensáveis numa passagem pela cidade
Assim que começar a listar o que fazer em Nova York, o turista vai logo perceber que terá que planejar muito bem sua viagem. A cidade é imensa, uma das maiores do mundo, e possui inesgotáveis atrações, quase infinitas, para todos os gostos. Para o turista não ficar completamente perdido na hora de saber o que fazer em Nova York, restringimos nossa lista as 22 melhores atrações. Aqui estão aquelas que avaliamos como indispensáveis numa passagem pela cidade
 

ORGANIZE SUA VIAGEM!

HOSPEDAGEM

No Booking.com estão cadastradas as melhores opções de hotéis e albergues. Reserve com direito a cancelamento gratuito e viaje com mais tranquilidade.

AIRBNB

Já experimentou alugar um apartamento usando o Airbnb? Em alguns destinos fica mais barato do que um quarto de hotel.

SEGURO VIAGEM

Use nosso Comparador de Seguro Viagem. Com nossa parceria com a Seguros Promo, vamos te ajudar a encontrar os melhores planos de seguro para o seu destino. Use o cupom VIDACIGANA5 e receba 5% de desconto na hora do check out.

ROAD TRIP

Alugue um veículo com a RentCars.com para sua viagem. Compare os preços de diferentes locadoras, pague em Reais, sem IOF e parcelado em até 12 vezes.

Precisa de ajuda para planejar sua viagem?


Preencha seu e-mail e datas da viagem para receber nossas melhores dicas e avisos de promoções:

Sobre o Autor

Larissa

Larissa é nascida em Niterói/RJ, mas já estudou em Nova York e morou na Nova Zelândia por um ano antes de iniciar a volta ao mundo que terminou em 2016. Sonhando em viajar desde que se entende por gente, mantinha um caderno cheio de recortes de jornais e revistas sobre o Egito quando tinha 7 anos de idade. Hoje esse caderno é virtual e engloba vários destinos. Os “recortes” são produzidos por ela e pelo Carlos, semanalmente, no Vida Cigana.

Deixe seu comentário

Todos os comentários serão moderados previamente conforme as políticas do blog. Serão publicados e respondidos apenas após aprovação.

Clique aqui para deixar um comentário.

House Sitting

vida cigana blog youtube house sitting

vida cigana blog youtube house sitting
abbv
banner publicidade lastpass
hospedado por infinite cloud computing