Home » Destinos » Portugal » O que fazer em Sintra: a cidade portuguesa dos contos de fadas
Portugal

O que fazer em Sintra: a cidade portuguesa dos contos de fadas

O que fazer em Sintra: o Palácio da Pena

Depois de planejar o que fazer em Sintra, o viajante irá se deparar com uma vila única no mundo. Repleta de castelos e palácios coloridos, ruas medievais e uma paisagem de tirar o fôlego, Sintra é a melhor opção para um bate e volta num roteiro partindo de Lisboa. A apenas uma hora da capital portuguesa é possível conhecer suas maiores atrações em apenas um dia.

Conhecendo a história de Sintra

A história de Sintra é bastante extensa, com sua região ocupada desde o Neolítico, passando pela Idade do Bronze, Império Romano, ocupação moura, reconquista e chegando aos seus tempos áureos nos séculos XIX e XX, quando vários dos seus palácios exóticos foram construídos.

Sintra foi um local muito disputado por ficar no alto de uma serra, chamada de Serra de Sintra, e na ponta de um cabo, o Cabo da Roca. Assim, geograficamente, Sintra era um excelente local para proteger a região de invasores e funcionar como uma barreira para quem tentasse chegar a Lisboa, pois a vista de lá era bastante privilegiada. Hoje, com toda esta história acumulada, Sintra é listada como patrimônio mundial da UNESCO.

Para os que exploram a cidade atualmente, a vista é um dos seus pontos altos, com planícies verdes se espalhando por quilômetros afora. Além dela, seus castelos nas pontas mais altas da serra e suas ruas estreitas, onde um carro passa por vez e em um só sentido, levando de um lugar ao outro são outros grandes destaques.

Como ir até Sintra saindo de Lisboa

O que fazer em Sintra: o interior do Palácio da Pena

Saindo de Lisboa, é possível ir até Sintra de trem (ou comboio, no melhor português de Portugal). Eles saem da Estação Ferroviária do Rossio, que é interligada pelas estações de metrô Rossio e Restauradores (linhas verde e azul). Pela linha férrea, em menos de 1h se chega a Sintra. É só descer na última estação chamada Sintra (não confundir com Portela de Sintra, que é uma estação antes).

Já para quem quer ir até Sintra com mais conforto, com uma van buscando e levando de volta ao hotel, o melhor é agendar o tour de meio dia saindo de Lisboa. O tour inclui a visita à cidade com guias que falam português, que irão explicar cada uma das atrações incluídas no pacote, incluindo o Cabo da Roca, um lindo precipício na beira do mar. Outra opção, para quem quer conhecer Sintra com mais calma, é fazer o passeio de um dia inteiro, nas mesmas condições do de meio dia, incluindo um doce típico português para degustar. Reserve com antecedência, pois esses passeios costumam esgotar rápido.

Além destes, caso queira ter mais liberdade para ir no seu tempo, parando onde achar conveniente e ir mais além, até o Cabo da Roca, alugar um carro é uma opção melhor. As estradas são bem sinalizadas e tranquilas.

Como se locomover em Sintra

Ao planejar o que fazer em Sintra, o visitante não terá tanta dificuldade de locomoção. As atrações são bem conhecidas e de fácil acesso. Há linhas de ônibus turísticos que correm a cidade, levando de um local ao outro e passando por todas as atrações. Visto que a cidade fica no alto, toda ajuda na hora de subir é bem vinda.

No programa da visita é bom chegar bem cedo em Sintra para poder ver tudo sem correr. Os ônibus começam a circular às 9:15, então é bom estar lá pouco antes disso. Caso esta não seja uma opção, talvez um segundo dia na cidade seja necessário, levando em conta que os ônibus param de circular às 19:50 e só passam em cada parada de 40 em 40 minutos.

As linhas de ônibus são a 434: Circuito da Pena, que é a mais comum em que estão incluídas as atrações mais famosas e a 435: Villa Express 4 Palácios, que inclui atrações menos conhecidas. Ambas são operadas pela empresa Scotturb e a compra da passagem e subida inicial no ônibus fica a um quarteirão da estação de trem de Sintra.

O itinerário da linha 434 é: Palácio Nacional de Sintra (que fica no centro) – Castelo dos Mouros – Palácio da Pena – Volta ao início

Caso vá fazer as duas rotas em um só dia, é bom aproveitar para almoçar no Centro, antes de embarcar na outra rota.

O itinerário da 435 é: Palácio Nacional de Sintra – Quinta da Regaleira – Palácio de Seteais – Palácio de Monserrate

O que fazer em Sintra

Palácio Nacional de Sintra

O que fazer em Sintra: O Palácio Nacional de Sintra
O Palácio Nacional de Sintra visto do Castelo dos Mouros

Também conhecido como Palácio da Vila, o Palácio Nacional de Sintra foi usado pela Família Real Portuguesa desde o século XII até o fim da monarquia, em 1910, quando virou Monumento Nacional.

Sua arquitetura é bastante única, unindo os estilos gótico, manuelino, mouro, mudéjar e renascentista, com cada ala representando muito o monarca que vivia ali na época. É um enorme palácio branco, no centro da vila, com várias alas interligadas por belos jardins e pátios.

Ali é a primeira parada de ambas as linhas 434 e 435, e de sua entrada é possível ver o Castelo dos Mouros lá no alto da serra.

Castelo dos Mouros

O Castelo dos Mouros em Sintra é uma belíssima atração em Portugal e já foi um dia o castelo mais importante da região. Fica na cidade de Sintra e possui vistas sensacionais de todo o entorno.

O Castelo dos Mouros provavelmente é uma das atrações mais conhecidas de Portugal. Ao listar de o que fazer em Sintra é uma das atrações que nunca poderia ficar fora.

Foi construído no século X pelos mouros como sentinela para invasões, prevenindo que invasores chegassem até Lisboa. Lá de cima é possível ver toda a região ao seu redor, com planícies intermináveis, a cidade de Sintra aos seus pés e o Palácio da Pena, colorido lá ao longe.

A visita ao Castelo dos Mouros é arrepiante e grandiosa. O visitante sente como se realmente tivesse voltado no tempo.

Além das ruínas, há uma área mais voltada à arqueologia no terreno do castelo, com ossadas e utensílios do passado expostos. Para coroar, uma bandeira verde com a palavra Sintra escrita em árabe está fincada em suas muralhas, como uma homenagem a sua fundação.

Palácio da Pena

O que fazer em Sintra: Visitar o Palácio da Pena

A construção mais exótica de Sintra, o Palácio da Pena se destaca por sua arquitetura colorida – de gosto um tanto duvidoso – que parece saída de contos de fadas.

O edifício foi projetado pelo próprio rei, D. Fernando II, no século XIX, como um exemplar da arquitetura romântica, mas conta com influências árabes, góticas e manuelinas.

As vistas de lá também são incríveis e cada aposento do castelo pede uma foto diferente, de tanta cor e formato diferente que ele apresenta. Além do edifício, em seu terreno ficam grutas, lagos, jardins, entre outros. Mais uma atração imperdível.

Quinta da Regaleira

O que fazer em Sintra: Quinta da Regaleira
Foto: Maria Eklind
(CC BY-SA 2.0)

É na Quinta da Regaleira que fica a famosa torre invertida, que desce a 27 metros dentro do solo, como se fosse um poço onde os visitantes o percorrem por dentro.

A Quinta da Regaleira era residência da família Monteiro, possui alamedas com estatuários gregos e obras ocultas, com relações com a maçonaria e a ordem dos cavaleiros templários, jardins imensos e passagens subterrâneas. A construção conhecida hoje foi erguida no século XX e dizem que a torre foi inspirada no Inferno de Dante.

Palácio de Seteais

O que fazer em Sintra: Palácio de Seteais
Foto: peteropaliu
(CC BY-NC-ND 2.0)

O Palácio de Seteais, hoje funcionando como um hotel, foi construído em arquitetura neoclássica por um cônsul holandês no século XVIII, em um terreno cedido pelo Marquês de Pombal. De lá é possível ver o mar, o Palácio da Pena e o Castelo dos Mouros.

Palácio de Monserrate

O que fazer em Sintra: O Palácio de Monserrate
Foto: kkmarais (CC BY 2.0)

O Palácio de Monserrate foi erguido por um milionário inglês chamado Francis Cook. A construção se aproveita das ruínas, ali existentes desde o século XVI, de uma capela e uma propriedade em estilo neogótico que haviam se deteriorado após o terremoto de 1755.

A propriedade é repleta de obras de arte e era muito frequentada pela alta sociedade inglesa, incluindo Lord Byron, o famoso poeta inglês, que citou a casa em seu poema A Peregrinação de Childe Harold.

Centro

O que fazer em Sintra: o centro da vila

Não podendo ficar fora da lista do que fazer em Sintra, o Centro da cidade é pequeno, mas cheio de boas surpresas, com ruas estreitas e restaurantes interessantes. Não deixe de visitar a famosa Casa Piriquita e comer um de seus maravilhosos travesseiros, um doce de massa folhada e amêndoas. Vá também até o Cantinho Gourmet e prove da Ginjinha, um licor famoso de Portugal que é servido em um copinho de chocolate.

ORGANIZE SUA VIAGEM!

HOSPEDAGEM
No Booking.com estão cadastradas as melhores opções de hotéis e albergues. Reserve com direito a cancelamento gratuito e viaje com mais tranquilidade.
AIRBNB
Já experimentou alugar um apartamento no Airbnb? Ganhe R$100 em créditos para usar em sua primeira reserva no site.
SEGURO VIAGEM
Com a Seguros Promo é possível comparar a cotação de diversas companhias, garantindo o melhor custo/benefício na contratação. Use o cupom VIDACIGANA5 e receba 5% de desconto em seu seguro viagem
ROAD TRIP
Alugue um veículo com a RentCars.com para sua viagem. Compare os preços de diferentes locadoras, pague em Reais, sem IOF e parcelado em até 12 vezes.

Sobre o Autor

Larissa

Larissa é nascida em Niterói/RJ, mas já estudou em Nova York e morou na Nova Zelândia por um ano antes de iniciar a volta ao mundo que terminou em 2016. Sonhando em viajar desde que se entende por gente, mantinha um caderno cheio de recortes de jornais e revistas sobre o Egito quando tinha 7 anos de idade. Hoje esse caderno é virtual e engloba vários destinos. Os “recortes” são produzidos por ela e pelo Carlos, semanalmente, no Vida Cigana.

1 Comentário

Clique aqui para deixar um comentário.

House Sitting

rbbv abbv

publicidade