Home » Destinos » Hungria » Onde ficar em Budapeste: os 6 melhores bairros e hotéis
Hungria

Onde ficar em Budapeste: os 6 melhores bairros e hotéis

Onde ficar em Budapeste: A vista de Budapeste do Castelo de Buda

Para escolher onde ficar em Budapeste o turista não precisa ir para longe do centro histórico. Porém, a parte mais antiga da cidade é subdividida em 6 bairros – 5 no lado de Peste e 1 do lado de Buda – que têm características distintas quanto ao padrão dos hotéis, à proximidade com as atrações turísticas, restaurantes e vida noturna e o acesso ao transporte público da capital húngara.

Deste modo, entender as diferenças entre os principais bairros hoteleiros de Budapeste é fundamental para ter a certeza de reservar uma hospedagem num ponto da cidade que seja condizente com suas expectativas e seu orçamento.

Onde ficar em Budapeste: os 6 principais bairros da cidade

Passeio de barco em Budapeste: O Parlamento

Budapeste é dividida em 23 distritos – ou bairros – que são numerados em algarismos romanos do I ao XXIII. O centro moderno da cidade, no entanto, engloba apenas o distrito I (Budavár) do lado de Buda e os distritos V (Belváros-Lipótváros), VI (Terézváros) e VII (Erzsébetváros), além de parte dos distritos VIII (Jószefváros) e IX (Ferencváros), todos do lado Peste.

Veja a lista com todos os hotéis disponíveis no Centro de Budapeste.

Assim, ao buscar onde ficar em Budapeste, as opções serão limitadas a estes 6 bairros:

Por mais que o lado Peste da cidade ofereça mais opções de hospedagem (e maior variedade na infraestrutura turística) a decisão final de onde ficar não deve ser baseada apenas numa escolha entre Buda ou Peste, os dois lados da cidade, mas entre todos os seus principais bairros.

V. Belváros-Lipótváros

Belváros-Lipótváros é um distrito de Budapeste formado pela fusão de duas áreas antigas da cidade.

De um lado, Belváros é o trecho que coincide com o antigo centro histórico de Peste (Belváros, em húngaro, significa “centro da cidade”). De outro, Lipótváros é a área institucional que foi criada no começo do século XX (após a unificação de Buda e Peste) para servir de centro político da nova capital (Lipótváros significa “cidade de Leopoldo”, dado em homenagem ao Rei Leopoldo II).

Esta é a área que os turistas mais freqüentam, pois é uma das que mais concentram atrações turísticas e hotéis.

Veja a lista de hospedagens em Belváros-Lipótváros

Belváros

Onde ficar em Budapeste: O bairro de Belváros em Budapeste

Antigamente, Belváros era o centro mercantil que abastecia a nobreza que vivia em Buda. A área ainda hoje é delimitada pela marcação das antigas muralhas que existiam no local.

O bairro é também, como há anos já ocorria, o trecho mais comercial da cidade. Hoje conta com lojas e restaurantes, além de acumular a função de grande centro turístico, com enorme presença de agentes de viagem, casas de câmbio e hotéis, claro. (É neste bairro que fica a Váci utca, a principal rua de comércio em Budapeste)

Se há um ponto negativo em Belváros, talvez seja o caráter excessivamente turístico da área, com preços (e qualidade) feitos “para os turistas”.

No entanto, quem se hospedar por aqui, além de conseguir acessar a pé boa parte dos pontos turísticos da cidade, estará próximo a ampla oferta de transporte público, com metrô, bondes, ônibus e os barcos do Rio Danúbio. Todo este conforto compensa os preços cobrados na área.

Assim, quase todo turista, ao buscar onde ficar em Budapeste, acaba querendo reservar suas diárias em algum hotel ou albergue nesta região. A oferta é ampla e os preços são elevados, mas com boa pesquisa dá pra encontrar algo adaptado ao bolso de qualquer viajante.

Nesta área, algumas das opções boas, econômicas e bem localizadas são: o Hotel Erzsébet City Center, o Promenade City Hotel ou o Leo Panzio Hotel.

Para os que procuram um hostel, as melhores opções são o Maverick Hostel, o Best Choice ou o Happy Hostel, todos próximos à Ponte Erzsébet e à Estação Ferenciek Tér do metrô.

Lipótváros

Onde ficar em Budapeste: Próximo da Basílica de Santo Estevão

Lipótváros é uma área do centro que concentra mais edifícios institucionais e de negócios do que comerciais. Por conta disso, em suas ruas a circulação de turistas é menos intensa, o que dá um ar mais exclusivo à região.

Assim, restaurantes e hotéis desta área são voltados ao público mais abastado que freqüenta a área, sendo mais difícil encontrar aqui ofertas de hospedagens econômicas.

Para dar uma idéia, em Lipótváros, em frente à Ponte das Correntes, estão localizados lado a lado um Four Seasons, um Sofitel e um Intercontinental. Para viajantes de luxo é o paraíso.

Já para os meros mortais, minha recomendação é buscar algo mais afastado da margem do Danúbio, como o Hotel SasOne e o Hotel Central Basílica, ambos próximos à Basílica de Santo Estêvão.

VII. Erzsébetváros

Onde ficar em Budapeste: O bairro judeu com seus ruin pubs

Erzsébetváros é um bairro residencial localizado muito próximo ao centro de comércio da cidade. Seu trecho interno, que vai da Károly krt. até a Erzébet krt. também é conhecido como o bairro judeu de Budapeste, devido a histórica presença da comunidade judaica na área, com várias sinagogas espalhadas por suas ruas.

Recentemente o bairro, que está onde foi erguido o Gueto de Budapeste ao fim da Segunda Guerra, e que ficou anos abandonado, passou por uma transformação. Devido à proximidade das universidades, grupos de jovens se reuniram para transformar antigos edifícios em ruínas, em pubs. Rapidamente o conceito de “ruin pubs” se popularizou, transformando-se num grande atrativo da vida noturna de Budapeste.

Com o enorme sucesso, o bairro judeu passou por um longo movimento de gentrificação, atraindo também, além dos bares, restaurantes, albergues e hotéis para uma região antes degradada.

Hoje, para quem busca onde ficar em Budapeste, o bairro de Erzsébetváros (a “cidade de Elizabeth”, em homenagem a rainha Elizabeth “Sisi” da Hungria e imperatriz da Áustria no século XIX) é a melhor opção para encontrar hospedagens econômicas e próximas do melhor da vida noturna da cidade.

Caso queira reservar uma estadia boa e econômica em Erzsébetváros, nossas recomendações são o Roombach Hotel Budapest ou o Hotel Mika Superior, que ficam bem na área central do bairro. Se tiver o orçamento mais folgado, vale investir no Carat Boutique Hotel, que fica mais próximo ao Metrô Deák Ferenc Tér.

Já para quem procura quartos coletivos, um dos melhores albergues do bairro é o Maverick City Lodge. Outras opções são o Marco Polo Top Hostel e o E14 Design Hostel, ambos próximos a Estação Blaha Lujza Tér, da linha M2.

Veja mais opções de hotéis e albergues em Erzsébetváros.

VI. Terézváros

Onde ficar em Budapeste: Próximo da avenida Andrassy

Terézváros é o bairro onde fica localizada a avenida mais famosa de Budapeste, a Andrássy út. Ela liga a Praça Erzsébet, no Centro, ao Parque da Cidade (Városliget), onde estão a Praça dos Heróis e as Termas de Szechényi. Por suas qualidades urbanas e arquitetônicas, a Andrássy foi incluída na lista de patrimônios mundiais da UNESCO, em 2002.

Ao procurar onde ficar em Budapeste, a Avenida Andrássy e seu entorno são ótima opção a quem quer uma estadia num bairro com uma cara mais residencial, ainda que muito bem estruturado, com bons restaurantes e muita atividade cultural.

Comparativamente, o distrito de Terézváros (a “cidade de Tereza”, em homenagem a Rainha Maria Tereza) tem menor circulação de turistas e melhores restaurantes do que o Centro (Belváros-Lipótváros), além de ruas menos agitadas do que o Bairro Judeu (Erszébetváros). Isto o torna uma opção excelente a quem quer fugir do ambiente “turistão” e também não pretende curtir a vida noturna da cidade. Para quem viaja em casal pode ser a escolha perfeita.

A Andrássy é uma avenida muito longa. Por baixo dela passa a linha M1 do metrô (a mais antiga da Europa continental) com estações a cada 3 ou 4 quadras. Para nós, turistas, os pontos mais interessantes da avenida para ficar hospedado são o entorno das Estações “Opera” e “Oktogon”.

Próximo a Ópera de Budapeste, reserve o Casati Budapest Hotel ou o Hotel Moments Budapest. Ao redor da Estação Oktogon (onde tem um pólo gastronômico), escolha o Corinthia Hotel Budapest ou, numa opção mais econômica, o Medosz Hotel.

Explore mais opções de hotéis no bairro de Terézváros

VIII. Jószefváros

Onde ficar em Budapeste: A praça em Jozsefváros

Jószefváros, ou Distrito VIII, como é mais conhecido, tem uma péssima fama entre os húngaros. O bairro era ponto de prostituição nos anos 1990 e a violência de então fez com que recebesse a alcunha de “o bairro mais perigoso de Budapeste”, que coloco entre aspas porque, cá pra nós, nenhum brasileiro pode considerar este bairro “perigoso” de fato.

Apesar de sua ingrata notoriedade persistir entre os húngaros, o bairro hoje é apenas um local mais humilde, com alguns edifícios deteriorados, mas nada além.

Na aparência, o Distrito VIII se encontra da forma como estava o Bairro Judeu, antes de seu processo de gentrificação. Aqui os moradores não foram expulsos pelo poder econômico (que ainda não olha para o bairro) e seguem dividindo as ruas com os (poucos) turistas que ficam hospedados aqui. Para quem busca onde ficar em Budapeste querendo uma experiência local, esta é a opção mais genuína.

No bairro, as opções boas para se hospedar estão todas em áreas bastante seguras e com acesso fácil ao transporte público da cidade. Entre elas, destaco o Central Hotel 21 e o albergue Art Photography Hostel, ambos próximos a Estação Rákóczi Tér do metrô M4.

IX. Ferencváros

Onde ficar em Budapeste: o bairro em que ficamos em Budapeste

Ferencváros é uma área que em muito se assemelha ao Bairro Judeu. Próximas dali estão localizadas algumas universidades, que trazem um clima mais jovem, com bares e restaurantes concentrados na Ráday utca. O distrito IX, no entanto, apresenta uma vida noturna menos agitada, encerrando as atividades mais cedo do que no bairro onde surgiram os famosos “ruin pubs” de Budapeste.

Com este perfil, Ferencváros é a região ideal a quem procura um bairro residencial, mas fugindo do padrão mais alto de Terézváros, assim como do agito de Erzsébetváros.

Quando nós tivemos que escolher onde ficar em Budapeste, foi neste distrito IX que reservamos nossa estadia, durante nossa primeira passagem pela cidade.

No bairro, nossas recomendações são o Ibis Budapest Centrum, logo no comecinho da Ráday utca ou o Flow Hostel, ambos próximos ao metrô Kálvin ter. Em outro trecho, a dica é o Three Corners Lifestyle Hotel, próximo a Estação Corvin-negyed.

Veja a lista completa de hotéis e albergues em Ferencváros.

I. Budavár

Onde ficar em Budapeste: O Castelo de Buda no alto de Budavar

Budavár é o nome dado ao primeiro distrito da cidade, onde está localizado o Castelo de Buda. Entre as recomendações de onde ficar em Budapeste, esta é a única que fica localizada na outra margem do Danúbio, na parte Buda da cidade.

Os arredores do Castelo são a parte mais turística de toda Hungria. Aqui estão suas atrações mais famosas, como o próprio Castelo de Buda, a Igreja de Matias e o Bastião dos Pescadores. Para quem tem pouquíssimo tempo no roteiro, Budavár pode ser a melhor opção. Mas preste atenção aos valores cobrados, já que esta é também, naturalmente, a parte mais cara para se hospedar em Budapeste.

Próximo ao castelo, as opções de alto padrão incluem o Hilton Budapest e o Buda Castle Fashion Hotel. Para quem procura algo mais econômico, a dica é o Burg Hotel.

Explore a lista de hotéis disponíveis no distrito do Castelo.

Salve este texto no Pinterest!

Para escolher onde ficar em Budapeste o turista não precisa ir para longe do centro histórico. Entender as diferenças entre os principais bairros hoteleiros de Budapeste é fundamental para ter a certeza de reservar uma hospedagem num ponto da cidade que seja condizente com suas expectativas e seu orçamento.
Por mais que o lado Peste da cidade ofereça mais opções de hospedagem (e maior variedade na infraestrutura turística) a decisão final de onde ficar em Budapeste não deve ser baseada apenas numa escolha entre Buda ou Peste, os dois lados da cidade, mas entre todos os seus principais bairros.

ORGANIZE SUA VIAGEM!

HOSPEDAGEM
No Booking.com estão cadastradas as melhores opções de hotéis e albergues. Reserve com direito a cancelamento gratuito e viaje com mais tranquilidade.
AIRBNB
Já experimentou alugar um apartamento no Airbnb? Ganhe R$100 em créditos para usar em sua primeira reserva no site.
SEGURO VIAGEM
Com a Seguros Promo é possível comparar a cotação de diversas companhias, garantindo o melhor custo/benefício na contratação. Use o cupom VIDACIGANA5 e receba 5% de desconto em seu seguro viagem
ROAD TRIP
Alugue um veículo com a RentCars.com para sua viagem. Compare os preços de diferentes locadoras, pague em Reais, sem IOF e parcelado em até 12 vezes.

Sobre o Autor

Carlos

Carlos nasceu em Petrópolis/RJ. Quando tinha 20 anos decidiu que, sozinho, viajaria para o lugar mais distante que pudesse com o primeiro dinheiro que conseguiu acumular. Após muita pesquisa e economia, saiu do país pela primeira vez e rodou por quatro países. De ônibus. Nos anos seguintes dificilmente havia um em que não estivesse planejando outra viagem. Hoje o produto destas pesquisas é compartilhado publicamente aqui, no Vida Cigana.

Deixe seu comentário

Clique aqui para deixar um comentário.

House Sitting

rbbv abbv

publicidade