Home » França » Onde ficar em Paris: 9 Melhores Bairros e Dicas de Hotéis
França

Onde ficar em Paris: 9 Melhores Bairros e Dicas de Hotéis

Onde ficar em Paris: O Jardim de Tuilerias, com pessoas sentadas a beira de uma fone, com o Louvre ao fundo

Escolher onde ficar em Paris nem sempre é tão fácil quanto pode parecer. Por ser uma cidade com várias atrações, é bem possível que você se perca escolhendo uma boa região e um bom hotel.

Além disso, há regiões que possibilitam um melhor custo x benefício com relação à hospedagem do que outras. Quanto mais perto de regiões turísticas você fica, mais caros ficam os hotéis, e se você não tem um orçamento muito generoso, é importante encontrar um equilíbrio.

Por fim, é importante dizer ainda que Paris conta com um bom serviço de transporte público. Por isso, estar hospedado em uma região não significa necessariamente uma dificuldade enorme para conhecer outros lugares.

Onde ficar em Paris: 9 melhores bairros para se hospedar

Onde ficar em Paris: A Catedral de Notre Dame ao fundo em reparos com o Rio Sena passando ao lado

Ao buscar onde ficar em Paris é preciso entender que a cidade é dividida em arrondissements, que separam o seu mapa em 20 regiões administrativas.

Os lugares mais indicados para ficar hospedado em Paris são os arrondissements do Centro (ou regiões que o circundam). O ideal é ficar entre o 1º e o 8º arrondissements de forma a evitar grandes deslocamentos até os pontos turísticos da região central. Mas estes também são os lugares mais caros da cidade.

Se você está em busca de um bom custo x benefício, entre o 2º e o 7º arrondissement, é possível encontrar preços mais amigáveis sem perder praticamente nada nas comodidades.

Lá no final do texto explicamos em detalhes como entender as regiões de Paris. Por ora, escolhemos as melhores regiões e hotéis da cidade-luz:

  1. Louvre (1º arrondissement)
  2. Le Marais (3º e 4º arrondissements)
  3. Quartier Latin (5º arrondissement)
  4. Saint Germain des Prés (6° arrondissement)
  5. Canal Saint Martin (10º arrondissement)
  6. Montmartre (18º arrondissement)
  7. Torre Eiffel (7º arrondissement)
  8. Bastille (11º arrondissement)
  9. Champs Élysées (8º arrondissement)

Saiba mais: O que fazer em Paris, as 17 melhores atrações.

1. Louvre (1º arrondissement)

O 1° arrondissement em Paris, onde fica o Jardim de Tuileries, com várias pessoas sentadas na beira de uma fonte

O 1º arrondissement, onde se encontra o Museu do Louvre, é sem dúvidas o principal ponto para quem quer ficar no meio de tudo. Localizado no coração da cidade, é por lá que você encontrará as principais atrações turísticas. No 1º arrondissement estão o Arco do Triunfo, o já citado Museu do Louvre, a Place de la Concorde e o Jardim de Tuileries.

Por lá as hospedagens são bem mais caras do que o normal pelas comodidades que esta localização pode trazer a um viajante.

Por fim, estando ali você terá acesso a praticamente todos os pontos turísticos de Paris sem precisar muito ao transporte público. Tudo estará aos seus pés.

Alguns hotéis na Região do Louvre para você conhecer:

  • Handsome Hotel by Elegancia: hospedagem com ótima localização, as instalações são bastante confortáveis, mas o destaque fica por conta dos funcionários, sempre bem avaliados no Booking e outros sites de hospedagem.
  • Drawing Hotel: hotel moderno e conhecido por abrigar de forma bastante aconchegante turistas brasileiros. Alguns de seus funcionários falam português, o que pode facilitar bastante. As diárias neste hotel tem um preço razoável para o centro de Paris.
  • Hôtel du Continent: bem próximo aos Jardins das Tulherias, os quartos apresentam uma decoração bastante especial, feita por Christian Lacroix, um dos estilistas de moda mais respeitados e influentes da Europa nas últimas décadas.

2. Le Marais (3º e 4º arrondissements)

O bairro de Le Marais, com seus prédios estilosos, coloridos e bem parisienses
Foto de Big Dodzy pelo Unsplash

O Le Marais é outra boa opção próxima ao centro. O bairro que fica entre os 3º e o 4º arrondissements. Por lá, é possível encontrar bons hotéis e restaurantes, sendo bastante indicado para quem quer dar uma pegada mais jovem à sua viagem.

Alguns dos melhores bares e casas de show da cidade estão nessa região. Não espere encontrar alta gastronomia, mas bons lugares para conhecer gente nova e fazer um happy hour e conhecer melhor a vida noturna parisiense.

Além disso, o bairro é a melhor opção para quem busca uma região LGBT-Friendly em Paris.

Em nossas sugestões de hotéis temos:

  • Hôtel Le Compostelle: hospedagem excelente para quem está viajando e quer apenas relaxar depois de um dia de caminhada. As acomodações foram reformadas recentemente, fazendo com que o hotel tenha uma vibe aconchegante e tranquila.
  • Hotel au Coeur de Marais: este hotel faz jus ao nome (de estar no Coração de Marais). Ficar por lá é uma boa combinação entre conforto, tranquilidade e custo-benefício. Menos caro do que vários outros hotéis de qualidade inferior na região.
  • Les Tournelles: hospedagem linda, com quartos bem coloridos. Além disso, o café da manhã é bastante elogiado, e fica num subsolo muito charmoso. Sem dúvidas, um dos bons lugares para ficar em Paris.

3. Quartier Latin (5º arrondissement)

A livraria Shakespeare and Company, que fica no Quartier Latin e aparece no filme Antes do Pôr do Sol

O Quartier Latin é uma ótima região onde ficar em Paris. Misturando o estilo clássico parisiense em seus edifícios com escolas e universidades de Ensino Superior, esta região é bastante utilizada como residência para quem vai à Paris para estudar.

Por ser um bairro predominantemente universitário, o que não faltam são livrarias e ótimos lugares para tomar um café enquanto lê os trechos de um livro ou conversa com alguém. As cafeterias francesas são bastante conhecidas por oferecerem pães e sobremesas deliciosas.

Por esses motivos, não há dúvidas de que o 5º arrondissement está entre os melhores lugares para ficar em Paris.

Confira a nossa lista de hotéis:

  • Hotel de l’Esperance: sua decoração é extremamente bom gosto, fazendo com que você se sinta num lugar aconchegante. Plantas dão um charme ainda maior nas áreas comuns e no lobby. A localização do hotel é ótima e suas diárias aliam bom preço e qualidade.
  • Seven Hotel: é um hotel 4 estrelas, onde em seus quartos é possível, via TV, controlar o aroma do ressinto. Com pagamento à parte, é possível contratar serviços de massagem, bem como estacionamento privativo e concierge.
  • French Theory: este é um dos hotéis onde a decoração se destaca por sua originalidade e criatividade. Há uma loja conceitual dentro do hotel, onde você pode aproveitar para fazer um lanche ou tomar um café a qualquer hora do dia.

4. Saint Germain des Prés (6° arrondissement)

O Jardim de Luxemburgo, que fica no bairro de Saint Germain des Prés. Na foto vemos várias pessoas sentadas ao redor do jardim principal, com o Palácio de Luxemburgo ao fundo

Ao lado oeste do Quartier Latin está o 6º Arrondissement, conhecido pelo bairro Saint German des Prés, que fica ao redor da igreja de mesmo nome. Ali também fica o belo Jardim de Luxemburgo.

Neste arrondissement há uma gama muito grande de boutiques e galerias de arte, mas o que vale a pena realmente é passar por alguns dos cafés como o Les Deux Magots e o Café de Flore. O Boulevard Saint Germain também é uma das avenidas mais charmosas da cidade e fazer uma caminhada por ela é uma boa pedida em qualquer horário.

Confie em nossa lista de hotéis escolhidos a dedo:

  • Hotel de Suede Saint Germain: uma das melhores opções para ficar em Paris, os quartos são bastante espaçosos e contam com jardins internos dentro do hotel, sendo mais uma possibilidade de descanso e relaxamento para você após um dia de viagem.
  • Hôtel Le Regent Paris: hospedagem em edifício do século XVIII, com quartos bem elegantes. O hotel ainda possui serviço de quarto com adega, com o melhor do que há nos vinhos franceses. Um diferencial deste hotel é a possibilidade de aluguel de bicicletas na própria recepção.
  • Hôtel Saint-André des Arts: hotel com decoração retrô, focada nos anos 50. Possui banheira em seus quartos e café da manhã imperdível, com o melhor da culinária matinal francesa.

5. Canal Saint Martin (10º arrondissement)

No Canal Saint Martin ficam prédios charmosos, com inúmeros restaurantes chiques em seus arredores.

O Canal Saint Martin é situado à margem direita do Rio Sena, e é um bom ponto para se hospedar em Paris se você estiver atrás de experimentar um pouco mais dos restaurantes gourmet e arte. Além disso, é um local maravilhoso para fazer piqueniques e curtir um pouco das manhãs e tardes parisienses de forma despretensiosa, e curtir a badalação da noite nas margens do canal.

Foi aqui que nos hospedamos em nossa segunda passagem por Paris e adoramos.

Na região fica a Gare du Nord, estação de trem perfeita para ir a Paris para quem chega pelo Aeroporto Charles de Gaulle ou o Orly.

Dentre os hotéis que escolhemos, esses foram os melhores:

  • OKKO Hotels Paris Gare de l’Est: conta com academia moderna e sauna, que funciona mediante pedido (mas inclusa no preço da diária). Por fim, os quartos tem decoração colorida, wi-fi de qualidade e cafeteira. E é pet friendly.
  • Hotel Taylor: é um hotel 3 estrelas muito bem avaliado, com decoração interna elegante e detalhes em madeira, conta com frigobar dentro dos quartos sem nenhum custo adicional no consumo. Conta com funcionários que falam em português.
  • La Planque Hotel: é um hotel moderno de 3 estrelas para quem está em busca de um lugar para descansar pagando um bom preço. O café da manhã é do tipo buffet bastante elogiado por quem passa por lá pela grande diversidade de opções. Esta é uma das opções mais baratas da nossa lista.

6. Montmartre (18º arrondissement)

Uma rua de Montmartre com prédios lindos e restaurantes com decoração incrível, cheia de natureza

Montmartre fica no 18° arrondissement de Paris, mas mesmo longe do centro, essa é uma das melhores localizações para se hospedar na cidade e a queridinha de muitos turistas.

O bairro de Montmartre é um lugar que certamente vale a visita, sobretudo no que diz respeito às atrações artísticas e cinematográficas. Por lá, pode-se visitar o café onde trabalha a personagem Amélie Poulain, do filme “O Fabuloso Destino de Amélie Poulain” ou o famoso cabaré Moulin Rouge. Há ainda inúmeros bares e restaurantes que valem a visita, bem como o “Muro do Eu te amo” e Basilique du Sacré Couer.

Montmartre está na parte mais alta da cidade e de lá pode-se conseguir boas vistas de Paris durante o dia. Além disso, a vida noturna deste bairro também é um ponto alto, sendo bastante indicado para quem quer aproveitar para comer bem em pubs clássicos franceses.

Para quem chega do Aeroporto Charles de Gaulle, Montmartre está entre as melhores opções, pois fica bem na entrada da cidade.

Nossas dicas de hotel na região são:

  • Le Village Montmartre by Hiphophostels: muito bem localizado, um hostel que serve de hotel também, com tudo muito bem organizado e com decoração clean. Com ótimo custo x benefício, ele conta com um espaço externo muito agradável.
  • Timhotel Montmartre: com decoração simples, mas com quartos com vista para toda Paris, é um ótimo custo x benefício, principalmente se você escolher se hospedar no último andar, onde você irá dormir com Paris aos seus pés.
  • Hôtel des Arts Montmartre: hotel com decoração impecável e mirada no tropical, conta com academia e café da manhã maravilhoso.

7. Torre Eiffel (7º arrondissement)

A Torre Eiffel, que faz parte do 7° arrondissement, vista do Trocadero.

Nos entornos da Torre Eiffel é onde muitos turistas decidem ficar. Entretanto, a verdade é que ficar por lá pode não ser a opção mais inteligente se você quiser conhecer outros lugares da cidade e economizar, afinal, ficar perto da Torre Eiffel não é lá muito barato.

Foi onde nos hospedamos na nossa primeira visitar a Paris. E não valeu o preço.

A região da Torre Eiffel é bem mais residencial do que turística. É possível encontrar bons restaurantes e comércios nessa região, mas não há nada de especial que justifique os preços a serem pagos e a distância para outros pontos turísticos.

Entretanto, se dinheiro não é um problema pra você, há excelentes hotéis para quem quer dormir e acordar com uma vista direta para um dos principais cartões postais do mundo.

Em nossa seleção de hotéis estão:

  • Hotel du Cadran: 4 estrelas luxuoso e com decoração de muito bom gosto. Muitos dos quartos contam com banheira. O café da manhã é em estilo buffet, servido numa área super charmosa com vista para a rua. Nas áreas comuns do hotel há ainda um Spa, que pode ser utilizado sem pagamento adicional.
  • Hotel Villa Saxe Eiffel: mais um 4 estrelas da nossa lista. Conta com uma boa academia e sauna. Além disso, a banheira disponível em alguns dos quartos é algo esplendoroso neste estabelecimento.

8. Bastille (11º arrondissement)

A Praça da Bastilha com seu totem altíssimo, num dia de céu azul

A região da Bastille engloba 3 arrondissements, mas a melhor área é no 11º. O local é uma boa pedida para quem quer estar num lugar mais moderno e que respira alta gastronomia e moda.

Dentro do bairro estão alguns dos melhores bares, restaurantes e casas noturnas da cidade. Se você tem pique para sair todos os dias à noite, provavelmente essa é uma das melhores opções para você. Entretanto, a verdade é que por ser um bairro mais periférico, acaba não tendo a mesma segurança de outras regiões mais centralizadas de Paris.

Este bairro também é uma boa opção para quem quer achar um hotel mais em conta e não se importa de gastar um tempinho a mais nos deslocamentos.

Como dicas de hotéis na Bastille, temos:

  • Bastille de Launay: este hotel está no limite com o bairro de Marais, uma das melhores regiões para se ficar em Paris. Está a 500m da praça da Bastilha e os preços são bem convidativos, sendo uma das melhores escolhas para quem está em busca de preço baixo, mas conforto.
  • La Finca: hotel 3 estrelas com aspecto moderno que atrai muitos jovens dispostos a conhecer Paris e fazer amizades por lá. Quartos com bastante conforto e tranquilidade, alguns deles tem ainda uma varanda com vista para a cidade.
  • Hotel L’Antoine: este hotel teve um projeto de decoração feito por Christian Lacroix (que já citamos anteriormente por outro hotel), que faz de cada canto um lugar para tirar uma foto pro instagram. Os preços estão entre os melhores da cidade.

9. Champs Élysées (8º arrondissement)

O Arco do Triunfo na Avenida Champs Elysees

Como dissemos no início deste artigo, o 8º arrondissement é junto ao 1º a melhor opção para quem quer ter uma experiência de turismo em Paris realmente completa. É por lá que fica o bairro e avenida Champs Élysées, onde se encontram alguns dos restaurantes e hotéis mais caros e luxuosos da cidade.

Por ser uma região de fluxo intenso de turistas na Cidade Luz, esta região ainda tem uma incrível facilidade de deslocamento por transporte público. Você pode se deslocar para praticamente qualquer lugar de Paris usando a estação de metrô e trem Gare Saint Lazare.

Essa região é cara, mas pode valer bastante a pena pelos motivos citados. Além disso, sempre há a possibilidade de encontrar bons hotéis a preços mais razoáveis, especialmente se você estiver em Paris numa época de baixa temporada.

Separamos alguns dos melhores hotéis para ficar nesta região:

  • Stella Etoile: hotel de excelente localização, perfeito para turistas que estão em Paris pela primeira vez e querem ter todos os caminhos de forma fácil. O hotel conta com decoração contemporânea.
  • Elysées Ceramic: hotel em art nouveau, tem uma das melhores vistas da avenida mais famosa da cidade, tanto nas varandas quanto no local do buffet principal. Uma das boas experiências nele é beber um bom vinho à noite no terraço para poder ver um pouco mais dos encantos e das magias da cidade luz.
  • Hotel Flanelles Paris: conta com bar e spa de qualidade e apontado pelos seus hóspedes como o principal diferencial. Entretanto, a localização também é excelente, ficando a menos de 5 minutos do Arco do Triunfo.

Entendendo as regiões de Paris

Arrondissements

As regiões de Paris são chamadas de arrondissements. Eles são bastante importantes para que você consiga se localizar na cidade, pois é através dessa referência que muitos endereços são dados.

A princípio pode parecer uma tarefa um pouco complicada, mas na verdade é uma facilidade para quem não conhece a cidade. Os arrondissements são numerados de 1 a 20, onde o 1 é o ponto central de Paris (o 1º arrondissement é o Louvre). A partir disso, uma espiral (ou caracol) é feito em sentido horário.

Dessa forma, você sabe o quão distante uma atração pode estar do centro da cidade. Quanto maior o número, mais distante estamos do Louvre. Você pode usar isso a seu favor para fazer o seu roteiro de viagem por Paris e organizar as atrações de acordo com os arrondissements, evitando assim gastar muito tempo nos deslocamentos de um lugar para o outro.

Rive Gauche e Rive Droite

Além disso, outro item que ajuda bastante a se localizar dentro de Paris são as divisões entre Rive Gauche e Rive Droite. Se você não é fluente em francês, “rive” significa “margem” e Gauche/Droite significam esquerda e direita respectivamente.

Ou seja, se alguém fala que está na rive droite, é um sinal que ela está à margem direita do rio Sena. Por outro lado, se ela falar que está na rive gauche, ela está à margem esquerda do rio. Dessa forma, fica mais fácil ainda se localizar haja visto que o Sena é uma boa referência.

Muitos dos endereços indicam essas duas referências (o número do arrondissement seguido de um D ou G. Falaremos a respeito disso abaixo:

Como saber em qual região o hotel fica?

Para que você consiga se localizar bem sobre onde fica um hotel apenas olhando o endereço, é importante que você tenha o código postal do hotel (o famoso CEP para nós brasileiros).

Na França, os códigos postais são compostos de 5 dígitos, sendo os 3 primeiros referentes à cidade ou região administrativa em que se encontra o endereço e os dois últimos para o bairro, ou arrondissement.

Em Paris, obrigatoriamente, os códigos postais começam com 75 (normalmente 750 ou 751). Mas o que realmente é importante para você que está viajando para lá são os dois últimos dígitos. Através dele, você saberá em qual região fica o seu hotel.

Por exemplo, um endereço no 2º arrondissement terá seu código postal 75002, enquanto um endereço no 18º arrondissement terá o código 75018. Além disso, de forma não obrigatória, pode haver uma indicação sobre o endereço estar à margem direita ou esquerda, mas isso tem caído em desuso nos últimos anos.

Um exemplo de endereço de hotel para ficar claro:

Okko Hotels Paris Porte de Versailles

2 Rue du Colonel Pierre Avia, 75015 Paris, France

Neste caso, pode-se ler o endereço como Rue du Colonel Pierre Avia, número 2, no 15º arrondissement de Paris, França. Se o código fosse 75115, também estaria nesse arrondissement.

Leia mais: Vai ter pouquíssimo tempo em Paris? Veja o que fazer em 24 horas na cidade-luz.

Tem alguma dúvida? Veja mais dicas no Instagram @vidaciganablog

ORGANIZE SUA VIAGEM!

HOSPEDAGEM

No Booking.com estão cadastradas as melhores opções de hotéis e albergues. Reserve com direito a cancelamento gratuito e viaje com mais tranquilidade.

SEGURO VIAGEM

Use nosso Comparador de Seguro Viagem. Com nossa parceria com a Seguros Promo, vamos te ajudar a encontrar os melhores planos de seguro para o seu destino. Use o cupom VIDACIGANA5 e receba 5% de desconto na hora do check out.

CARTÃO DE DÉBITO INTERNACIONAL

Abra uma conta online na Wise e peça o seu cartão de débito para economizar em suas viagens internacionais.

ROAD TRIP

Alugue um veículo com a RentCars.com para sua viagem. Compare os preços de diferentes locadoras, pague em Reais, sem IOF e parcelado em até 12 vezes.

Sobre o Autor

Larissa Pereira

Larissa é nascida em Niterói/RJ, mas já estudou em Nova York e morou na Nova Zelândia por um ano antes de iniciar a volta ao mundo que terminou em 2016. Sonhando em viajar desde que se entende por gente, mantinha um caderno cheio de recortes de jornais e revistas sobre o Egito quando tinha 7 anos de idade. Hoje esse caderno é virtual e engloba vários destinos. Os “recortes” são produzidos por ela e pelo Carlos, semanalmente, no Vida Cigana.

Deixe seu comentário

Todos os comentários serão moderados previamente conforme as políticas do blog. Serão publicados e respondidos apenas após aprovação.

Clique aqui para deixar um comentário.

House Sitting

vida cigana blog youtube house sitting

vida cigana blog youtube house sitting
cartão wise
abbv