Home » Destinos » Nova Zelândia » Dicas para alugar carro ou campervan na Nova Zelândia
Nova Zelândia Planejamento

Dicas para alugar carro ou campervan na Nova Zelândia

dicas para alugar carro. mount maunganui bay of plenty

Alugar um carro é bem comum, fácil, relativamente barato quando se compara às demais alternativas disponíveis na Nova Zelândia. O país também é lugar ideal para aproveitar a liberdade que um veículo te dá e viajar motorizado, seja acampando ou aproveitando a vasta estrutura de hospedagem existente para este estilo de viagem. E se alguém algum dia sonhou em dirigir um motorhome pelas estradas afora, aqui é o lugar ideal.

Para se conhecer a Nova Zelândia de verdade há de se viajar pelo interior do país. Não tem como qualquer turista visitar apenas Auckland e dizer que esteve na Nova Zelândia. Os que fazem esta afirmação não poderiam estar mais errados.

Ao contrário de Auckland, a metrópole do Pacífico, com seus quase 1 milhão e meio de habitantes, a verdadeira Nova Zelândia é um país rural, com uma estrutura de transporte público quase inexistente – ou existente apenas nas grandes cidades. Para conhecer as praias escondidas de Coromandel, visitar os vinhedos de Hawke’s Bay ou chegar aos pés do Ruapehu para fazer o Tongariro Alpine Crossing, o único modo é a bordo de seu veículo. Claro que, por mais remoto que seja o local que você pretenda visitar, é sempre possível arrumar um shuttle que te leve até o destino, mas dificilmente os valores cobrados compensarão. Neste post, baseados em nossas experiências até o momento, reunimos algumas dicas para alugar carro e rodar o país com mais liberdade.

Traga sua habilitação brasileira

Para alugar qualquer veículo, mesmo os motorhomes, basta apresentar a carteira de habilitação com uma tradução ou a permissão internacional de todos que pretendam dirigir – vale checar se cobram alguma taxa extra pelo segundo motorista. Na maioria das operadoras a locação é permitida a qualquer pessoa habilitada acima de 18 ou 21 anos, ainda que cobrem mais para menores de 25 anos.

Escolha locadoras nacionais

Para alugar seu carro, sugiro que procurem bem todas as opções disponíveis na cidade antes de fechar negocio com a primeira Avis ou Hertz que te abordar no aeroporto. Empresas multinacionais passam confiança para quem chega perdido, mas cobram pela reputação que carregam. E sinceramente, não há o que temer ao fechar um contrato com qualquer empresa neozelandesa. Nós já alugamos três vezes, em três cidades e empresas diferentes, sempre com ótimas experiências.

Procure em sites de busca especializados

Uma dica fundamental é sempre iniciar a procura por sites de busca como o skyscanner, que tem uma sessão de veículos agora tão útil quanto a de passagens aéreas ou os locais vroomvroomvroom (melhor nome de site possível) e ecampers (este exclusivo para campervans ou motorhomes) que sempre poupam um tempo imenso na hora de solicitar orçamentos e depois fechar negocio diretamente com as empresas, excluindo qualquer intermediário.

Cuidado com o excess reduction

A diária do aluguel inclui um seguro básico e atrelado a ele há um valor fixo de “excesso” que é o limite máximo que te cobrarão em caso de acidente (o restante o seguro cobrirá). Este valor a locadora te faz autorizar previamente a cobrança no cartão em caso de sinistro ou exige um depósito (Bond) a ser ressarcido ao final da locação. Em geral o valor gira em torno de 2000NZD, podendo ter mais uns 500NZD apenas para danos ao pára-brisa.

Aí é que mora o perigo. Todas as seguradoras oferecem opções para reduzir o excesso (excess reduction) até zero, mas isto invariavelmente implica em um pagamento extra por diária, o que dependendo do caso pode até dobrar o valor da locação, inviabilizando as intenções do cliente. Por medo de que tenha que pagar estas taxas, muita gente acaba pagando a redução para não ter que arcar com os danos num eventual acidente.

Tenha um bom seguro viagem

Caso você tenha um seguro viagem (e para entrar no país com um Working Holiday Visa, esta é uma das exigências), cheque antes junto a sua seguradora se há alguma cláusula de “excess reduction” em sua apólice e qual o limite dela. Caso o valor da cobertura de seu seguro seja maior que o excesso cobrado pela locadora, não há o que temer, caso você venha a sofrer algum acidente a seguradora cobrirá os custos.

Aproveite a kilometragem ilimitada

Se você quer liberdade para viajar pelo país é bom garantir que não te imponham limites de onde ir, certo? Isto é algo que não costumam cobrar por aqui (exceto para períodos inferiores a 4 dias), mas é sempre bom checar.

Motor a gasolina ou Diesel e as Road User Charges (RUC)

Caso sua intenção seja alugar uma campervan ou motorhome é possível que te ofereçam opções movidas a gasolina ou diesel. O litro do diesel nos postos é cerca de 30% mais barato, mas carros a gasolina em geral são mais econômicos.

Escolher um motor a diesel faz também que você tenha que pagar as “Road user charges” (RUC), um imposto cobrado pelo governo sobre as distâncias percorridas por estes veículos. Como a taxa é proporcional aos kilômetros rodados, quanto mais você andar, mais cara ficará a locação (lembre-se que o diesel é mais barato, e pode ser que no final tudo se equilibre). A maioria das locadoras simplesmente repassam este valor ao cliente, mas isto pode ser algo negociável. Em baixa temporada ou em empresas menores é possível que as taxas venham inclusas no aluguel.

Evite, se possível, o one-way rental

Você pode montar seu roteiro saindo de uma cidade e deixando o carro em outra, mas estará sujeito a uma taxa de devolução do veículo “one-way rental” em torno de 100NZD. Caso seu roteiro preveja a travessia do Estreito de Cook com o carro, a taxa passa a ser irrelevante, já que será mais barato voltar de avião que refazer todo o trajeto. Mas se a idéia for permanecer sempre na mesma ilha, vale a pena planejar seu caminho de forma a estar de volta ao ponto de partida na data da devolução.

Escolha bem o modelo e dirija do lado esquerdo!

As estradas neozelandesas são boas, apesar de não terem acostamento em boa parte, asfaltadas em sua maioria (as que não são estão bem fora da rota turística), bem sinalizadas e sem pedágios. Na hora de, finalmente, escolher o modelo, os mais simples darão conta do recado, são mais baratos e mais econômicos, mas há veículos para todos os tipos de orçamento. Talvez valha a pena somente se assegurar que seja um modelo automático, que é bem mais simples de manejar dirigindo do lado esquerdo da via. Você já terá preocupações demais ao tentar entender a mão inglesa e não ter que se preocupar com as marchas na mão esquerda é um alívio e tanto.

ORGANIZE SUA VIAGEM!

HOSPEDAGEM
No Booking.com estão cadastradas as melhores opções de hotéis e albergues. Reserve com direito a cancelamento gratuito e viaje com mais tranquilidade.
AIRBNB
Já experimentou alugar um apartamento no Airbnb? Ganhe R$100 em créditos para usar em sua primeira reserva no site.
SEGURO VIAGEM
Com a Seguros Promo é possível comparar a cotação de diversas companhias, garantindo o melhor custo/benefício na contratação. Use o cupom VIDACIGANA5 e receba 5% de desconto em seu seguro viagem
ROAD TRIP
Alugue um veículo com a RentCars.com para sua viagem. Compare os preços de diferentes locadoras, pague em Reais, sem IOF e parcelado em até 12 vezes.

Sobre o Autor

Vida Cigana

9 Comentários

Clique aqui para deixar um comentário.

  • Gente, muito legais as dicas aqui. Estou curiosa para saber se é legal alugar uma campervan. Nunca utilizei esse tipo de veículo, nem sou uma expert em campings ou similares. Será que é de boa?

    A ideia é pegar em Queensland e ir até Auckland.

    Podem me dar dicas?

    • Oi Maria, nós nunca tínhamos acampado também não! E também nunca tínhamos alugado uma campervan, e foi uma experiência muito legal! Claro que dependendo da quantidade de dias, não é tão confortável assim, mas para no máximo 2 semanas é de boa.
      Agora, sobre o lugar você diz Queenstown, né? É muito simples viajar de carro pela NZ, o país é pequeno, repleto de áreas de camping com ótima infraestrutura. Eles tem até um app com todas as localizações de campings, das mais simples às mais luxuosas. E para cruzar de uma ilha para a outra, você terá que pagar para entrar com o carro no Interislander, que é o ferry que faz o transporte de uma ilha a outra.

    • Juliana, nós usamos várias diferentes, dependendo da cidade onde alugávamos. Entre elas a NZ Discount, a Rent-a-dent, a Jucy… não tem muito critério não. A que oferecer o melhor preço/benefício você pode confiar.

    • Sem duvida depois de muita pesquisa fechei com a apexrentals.co.nz
      Eles são locais então o valor é menor e não cobram taxa extra de pegar em uma cidade e deixar na outra. nota 10!!

  • Boa tarde!

    Primeiramente parabens pelo blog.

    Vou pra Nova Zelandia em Setembro e pretendo alugar um carro durante a minha estadia.
    Pesquisei bastante no skyscanner, la os valores são bem atrativos, meu medo é esse adicional que eles cobram pelo seguro.
    Tem alguma locadora que não cobra ou todas vão cobrar isso?

    Ja vi muita gente reclamando da RentalCars por terem sido pegas de surpresa.

    Obrigado!

  • Kia Ora!

    Vou para NZ agora em março e gostaria de saber na sua opnião quais são as melhores opções para se alugar um carro em Auckland e sendo entregue em Wellington. Pode me ajudar com essa dúvida?

    • Oi Tiago, o bom é você ficar de olho na empresas e esperar (sempre com um plano B) que apareça carros no roteiro que você quer. Ou então, o que achamos mais certeiro, mudar seu roteiro para buscar e entregar o carro em Auckland, que aí suas opções são muito maiores.
      Abraços!

    • Oi tiago como foi a viagem? eu tambem planejo o memo. Conseguiu um bom preço para devolver em Wellington? abs!

House Sitting

rbbv abbv

publicidade