Home » Grécia » O que fazer em Atenas: 15 melhores atrações
Grécia

O que fazer em Atenas: 15 melhores atrações

O que fazer em Atenas: O Parthenon no topo com bolhas de sabão voando abaixo

Vai para a Grécia e quer saber o que fazer em Atenas? Opções não irão falta. Mesmo! Atenas foi uma das maiores surpresas de viagem para mim, que cidade incrível, viva e tão complexa. Voltaria mil vezes.

A capital grega, que é um dos principais patrimônios históricos do mundo, conta com importantes pontos turísticos, por onde passaram pessoas e momentos históricos para a humanidade.

Templos de devoção a deuses gregos, fortificações e ruínas de edificações importantes para a história da humanidade estão entre as atrações da cidade.

Além disso a cidade é repleta de restaurantes super estilosos e uma vida noturna intensa.

Nesse artigo, separamos 15 dos pontos turísticos mais interessantes de Atenas para você conhecer.

O que fazer em Atenas: as 15 melhores atrações da capital grega

O que fazer em Atenas: as colunas na entrada da Acrópole durante o pôr do sol

Como disse anteriormente, há muita coisa a se fazer em Atenas, para todos os tipos de pessoas. Por isso fizemos uma lista com 15 atrações na capital grega:

  1. Acrópole de Atenas
  2. Museu da Acrópole
  3. Rua Adrianou
  4. Ágora de Atenas
  5. Praça Monastiraki
  6. Plaka
  7. Praça Syntagma
  8. Jardim Nacional e Parque Zappeion
  9. Templo de Zeus Olímpico e Arco de Adriano
  10. Estádio Panatenaico
  11. Monte Licabeto
  12. Monte Philopappos
  13. Ágora Romana e Biblioteca de Adriano
  14. Praias da Riviera de Atenas
  15. Cabo Sounion

Vale a pena? Combo Acrópole + 6 Sítios Arqueológicos

Saiba mais: Onde ficar em Atenas, os 5 melhores bairros e hotéis.

1. Acrópole de Atenas

O Partenon visto de frente, em obras de conservação
Partenon

A Acrópole de Atenas é, sem dúvidas, o lugar mais importante da história grega. Até hoje tido como o grande símbolo da cidade de Atenas, no início da ocupação da cidade, a Acrópole servia como um local de proteção para as invasões dos inimigos.

Por isso mesmo, as acrópoles eram construídas nas partes mais altas da cidade, onde os inimigos tinham mais dificuldade para chegar. O significado da palavra acrópole, inclusive, é “cidade alta”.

Com o passar do tempo, a Acrópole passou a fazer parte também do dia-a-dia civil e religioso de Atenas.

É ideal que, para entender tudo sobre a Acrópole, você contrate um guia turístico. Dessa forma, você poderá fazer perguntas que achar pertinente (juro que vão surgir várias na sua mente) e entender melhor sobre a história local e da humanidade, pois o local não é auto-explicativo. Além disso você vai aprender um monte de palavras que você usa no dia a dia e não faz ideia de que seja do grego.

Eu não tenho dúvidas de que a Acrópole de Atenas é o local com mais símbolos nacionais num só ponto turístico no mundo. Para enumerar alguns deles, por exemplo, posso citar:

  • Partenon (ou Parthenon): Um templo construído em homenagem e para a devoção de Atena, a deusa da sabedoria. O edifício serviu como templo durante 1000 anos e também foi usado como um local de comemoração para as vitórias gregas nas guerras e batalhas. Bem danificada devido à guerras e saques, mas segue firme e forte lá no topo.
  • Teatro de Dionísio: se há algum lugar no mundo que contribuiu para o início das artes cênicas como conhecemos hoje, é o teatro de Dioniso. Uma verdadeiro teatro grego, em formato de meia-lua fazia com que espetáculos de tragédia e drama fossem encenados e dessem origem ao teatro ocidental. Hoje, esses teatros são só ruínas, mas representam muito historicamente.
  • Odeão de Herodes Ático: assim como o teatro de Dionísio, é um local com forte influência no destino das artes, sobretudo as cênicas. Feito pelos romanos ao invés dos gregos, a estrutura era um teatro grandioso para espetáculos na época. Podendo abrigar até 5 mil espectadores sentados, o teatro ainda hoje é muito bem conservado. Vários artistas atuais já se apresentaram ali, como Elton John, Luciano Pavarotti, Florence and the Machine, entre outros.
  • Templo de Atena Niké:  outra estrutura feita para a devoção à deusa atena. Niké é uma palavra do grego antigo que significa “vitória”. Essa, que é uma das estruturas mais conservadas da acrópole, tem um estilo muito similar aos outros edifícios, porém com uma riqueza de detalhes e arquitetura muito bem pensada e executada.
  • Erechtheion: considerado por muitos um dos mais belos monumentos já produzidos em estilo jônico, sua construção se deu para a devoção a dois deuses gregos: Poseidon e Atena. O mais interessante é ver as Cariátides (colunas em formato de mulheres) em parte do prédio. 

2. Museu da Acrópole

O vão principal do Museu da Acrópole com andares diferentes, lindo

Situado próximo à Acrópole de Atenas, o Museu da Acrópole abriga alguns dos itens mais importantes encontrados… na Acrópole. As descobertas feitas a nível arqueológico também são dispostas neste museu, que está aberto à visitação desde 2003.

Antes dele havia um antigo museu, cuja fundação se deu no ano de 1874. Porém, com a quantidade de novos artigos sendo descobertos após as sucessivas escavações na região da Acrópole, não havia mais espaço dentro dele para esses novos itens.

Além disso, o Museu da Acrópole também tem como objetivo receber de volta os artigos roubados pelo Museu Britânico, que dizia que não devolvia porque a Grécia não tinha capacidade para preservar estes objetivos. Então um museu super moderno e lindíssimo foi construído para quebrar a falácia britânica.

No museu são encontradas peças, esculturas, itens de prataria, além de uma reconstrução maravilhosa do Partenon e um subterrâneo com ruínas de um bairro grego, que ajudam a contar a história da civilização grega, e sua contrinuição para a humanidade como um todo.

Assim como a própria Acrópole, essa visita é obrigatória. Mesmo que você não seja um dos maiores interessados em museus, você certamente achará muita coisa interessante nesse local.

Recomendo que você separe um dia inteiro para fazer a visita na Acrópole e em seu museu. Isso porque, só no museu, para ver tudo com calma e de uma forma atenta, gasta-se entre 4 e 5 horas no mínimo.

Lá dentro, você consegue encontrar um restaurante onde você pode ter uma das melhores vistas para a Acrópole enquanto almoça ou janta, e esse é o grande diferencial dessa experiência gastronômica. 

Além disso, recomendo que você compre os seus ingressos antecipadamente pela internet. Do mesmo modo que ocorre em outros grandes e famosos museus no mundo, ao deixar para a última hora, você poderá ter que enfrentar filas e horas de espera.

3. Rua Adrianou

A Rua Adrianou à noite, repleta de pessoas na rua e restaurantes lotados.

A Rua Adrianou é uma das mais importantes vias do bairro de Plaka, em Atenas. É um bom lugar para conhecer lojas e comprar souvenirs, pois lá estão algumas das lojinhas mais turísticas da cidade.

Não espere encontrar lojas de marca, sofisticação e glamour. Na rua Adrianou, você deve encontrar um comércio mais popular, seja para roupas, peças e artigos de porcelana grega ou qualquer outro tipo de material.

Por ter esse viés mais comercial, também é um bom lugar para almoçar ou tomar um café. Há opções de restaurantes variados, que vão desde sorveterias e creperias ótimas a gastronomia grega e internacional.

Também é um bom lugar para ir no happy hour ou durante à noite, pois há algumas opções de bares e pubs onde pode-se tomar uma cerveja ou drink e conhecer pessoas de diversas partes do mundo.

4. Ágora de Atenas

O Templo de Hefesto visto em meio a flores rosas
Templo de Hefesto

Um dos pontos turísticos que você não pode deixar de fora do seu roteiro de viagem é a antiga Ágora de Atenas. Historicamente, o local é tido como o coração da Grécia antiga e tudo isso pode ser explicado de uma maneira muito simples.

Imagine um lugar onde as pessoas mais importantes de uma cidade ou país estavam sempre se reunindo, seja lá para o que fosse? Celebrações religiosas, encontros políticos e discussões comerciais foram tratadas neste local, que além de ser imponente só de olhar pelas estruturas, também reserva surpresas aos seus visitantes.

Por lá, há algumas atrações importantes como o Templo de Hefesto, o deus grego do fogo, dos metais e da metalurgia; o Monumento dos Heróis Epônimos, onde havia um pódio de mármore com a estátua dos dez heróis que representavam as tribos de Atenas; Estoa de Átalo, que era um prédio ao lado da Ágora utilizado para comércio e discussões acaloradas entre as pessoas e Odon, que era um lugar onde eram feitas as principais intervenções artísticas, o que hoje pode ser visto como uma espécie de teatro.

De acordo com a história, a Ágora é o real berço onde nasceu a democracia de Atenas. Isso porque, era nesse local em que as manifestações políticas, debates, discussões e decisões eram tomadas.

Isso poderia partir tanto do povo quanto dos governantes, que estavam sempre em busca de uma experiência que pudesse trazer benefícios mediante a opinião popular. É importante dizer que os principais conceitos da democracia que conhecemos hoje advém da Antiga Grécia.

Com relação à visita, há a cobrança de ingresso, que pode ser comprado antecipadamente pela internet. Ele faz parte do pacote de ingressos a vários monumentos em Atenas.

Além disso, o local fica mais vazio pela manhã, e por fechar antes das 17h, não vale a pena visitá-lo perto do pôr do sol. Se puder ir na Ágora num horário próximo à abertura, creio que será melhor para que você consiga aproveitar bem.

5. Praça Monastiraki

A Praça Monastiraki no fim da tarde, cheia de pessoas e com a Acrópole ao fundo

A praça Monastiraki tem esse nome pelo fato de haver ali uma espécie de mosteiro, que é uma igreja bizantina centenária.

Hoje, a Monastiraki é um dos mais importantes centros de comércio, onde pessoas podem expôr a sua arte, relíquias ou itens para a venda em praça pública para turistas de todas as partes do mundo. Ali, tudo pode ser pechinchado.

Itens de porcelana grega como jarros, pratos e peças de prataria podem ser encontrados nesse local e servirem como bons souvernirs – afinal, como diz a tradição grega, quebrar pratos pode trazer sorte. Por que não comprar pratos na Grécia para essa finalidade?

Há também outras opções de compras, como bolsas, roupas e até mesmo vendedores de frutas e comidinhas rápidas.

Além disso, há restaurantes e bares que são bem avaliados pelos turistas, com opções que envolvem tanto a culinária local quanto uma gastronomia mais internacional. Não é um lugar de vida noturna propriamente dita (shows, pubs e baladas), mas está cheio a qualquer hora do dia e em qualquer época do ano.

Por ficar bem próximo da Acrópole, é um bom lugar para ir após visitá-la, sobretudo à noite. Isso porque, a Acrópoles fica toda iluminada e dessa praça (ou dos terraços de seus restaurantes), é possível ter uma das vistas mais incríveis que você pode imaginar de Atenas.

Como desvantagem desse ponto turístico, apenas o fato de sempre estar lotado e entender como funcionam as coisas por ali pode ser um pouco caótico. Durante o dia a bagunça pode incomodar, sobretudo pelo barulho.

Mas, para quem já está acostumado a encarar praças e ruas de comércio popular como o Saara, a Sé ou a 25 de Março, pode ficar tranquilo que em Atenas não será uma experiência muito diferente. Com a diferença dos vendedores falarem em grego, é claro.

6. Plaka

Uma rua de Placa cheia de pessoas e mesas de restaurantes

Um dos bairros mais bonitos e charmosos da cidade, Plaka (conhecido popularmente como Bairro dos Deuses, por estar logo abaixo da Acrópole) é um dos melhores lugares não só para passear, mas também para se hospedar em Atenas.

Além de contar com a proximidade de pontos turísticos importantes, Plaka abriga uma série de atrações que você pode querer conhecer. É uma experiência que inclui museus de arte, de história, igrejas e os melhores restaurantes da cidade.

Entre os lugares de Plaka que você não pode deixar de visitar estão a Igreja de São Nicolau Rangavas. Essa é a igreja ortodoxa mais antiga em estilo bizantino na cidade de Atenas. Com importância histórica, o badalar do sino da igreja marcou o início da Guerra de Independência de 1821, travada pelos gregos contra o Império Otomano.

No entanto, mais do que os pontos turísticos, Plaka se destaca por estar perto de praticamente tudo que você precisa conhecer em Atenas. A leste, o Arco de Adriano, a sudoeste a Acrópole de Atenas e por aí vai.

O bairro também é bastante charmoso, por suas casinhas e comércios em estilo grego. Uma das dicas que tenho para dar nesse bairro, é escolher um café ou restaurante para aproveitar. Uma opção é o Cave of Acropolis, onde você pode almoçar ou jantar literalmente numa caverna aos pés da colina da Acrópole.

7. Praça Syntagma

A troca da guarda na frente do Parlamento Grego, que fica na Praça Syntagma

A Syntagma é um ótimo lugar para dar uma descansada e relaxar. Mesmo que aparentemente seja só mais uma praça, com árvores, fonte e bancos para sentar, o que vale aqui é se sentar um pouco e ver o tempo passar.

A praça, que sempre está cheia de crianças brincando e pessoas vendendo algum tipo de comida ou souvenirs, está próxima a duas das principais avenidas da cidade.

Ao redor dessa praça há pontos turísticos como a sede do Parlamento Grego (também chamado de Parlamento Helênico). O prédio, que é bastante imponente, é da segunda metade do século XIX e foi construído sob encomenda do Rei Oto, que utilizaria essa estrutura como seu próprio palácio residencial. Oto foi o primeiro monarca grego, após a independência do país do Império Otomano.

Além do Parlamento Grego, há também a Tumba do Soldado Desconhecido. Essa tumba simbólica foi construída em 1929 para homenagear os soldados da antiguidade, que lutaram pelo território onde hoje se localiza Atenas.

Nesse monumento, há ainda a presença de guardas, os chamados evzones. Esses evzones são soldados da guarda presidencial designados para fazer a vigília da edificação, em forma de homenagem aos soldados presentes na história grega. A troca de guarda é uma das maiores atrações da cidade.

Falando sobre hábitos modernos, ao redor da Praça Syntagma é possível encontrar uma série de lojas de marca. Entre elas, podemos destacar por exemplo a Zara, a Nike, a Pandora, entre outras. Se você está interessado em fazer esse tipo de turismo de compras, a Avenida Stradiou e seus arredores certamente são as melhores opções.

8. Jardim Nacional e Parque Zappeion

O Jardim Nacional com seus grandes passeios, e jardins verrdes com chafariz

O Jardim Nacional é um lugar em que você pode ir para admirar e tirar excelentes fotos, seja pela beleza natural ou pelos restos de monumentos que existem por lá.

Por ficar bem ao lado da Praça Syntagma e ser muito grande, é um lugar muito bom para dar uma relaxada e pegar uma sombra depois de um passeio na praça e suas redondezas.

O parque é simples, mas muito bem cuidado e bonito. Os monumentos (ou resquícios dele) são uma atração à parte, que diferenciam este parque de outros que existem ao redor do mundo.

Já o Jardim Zappeion está dentro do Parque Nacional e tem esse nome por ficar em frente ao Zappeion, um edifício utilizado para reuniões e cerimônias oficiais ou privadas do governo grego. Historicamente, o prédio também foi utilizado como sede da esgrima nos primeiros Jogos Olímpicos da era moderna, em 1986.

Os jardins que ficam em frente ao prédio são muito bem cuidados e rendem excelentes fotos. 

9. Templo de Zeus Olímpico e Arco de Adriano

O Arco de Adriano num dia ensolarado

Zeus era o rei dos deuses do Olimpo. Por esse motivo, o templo construído em homenagem e devoção à ele, merecia um nível fora de série.

Medindo cerca de 100 metros de largura por 40 de comprimento, o templo de Zeus começou a ser construído no século VI a.C. Hoje, restam apenas ruínas com quinze colunas ainda erguidas e uma deitada, que representam parte do que foi o templo.

De acordo com a história, acredita-se que a última grande destruição desse monumento se deu em 267 d.C., num ataque promovido pelos hérulos, um povo germânico que viveu entre os séculos III e VI.

Atualmente as colunas estão em restauração por tempo indeterminado, fazendo com que a visitação não esteja valendo tanto a pena atualmente.

Já o arco de Adriano, localizado bem próximo do Templo de Zeus é um arco de mármore em homenagem ao imperador romano Adriano, por onde passava uma antiga estrada. É um símbolo da divisão de Atenas e ainda está muito bem conservado.

O arco leva esse nome por ter sido construído para receber o imperador Adriano e agradecê-lo pelas melhorias que gerou na cidade de Atenas. Historiadores apontam que sua construção deve ter se dado por volta do século II d.C.

10. Estádio Panatenaico

O Estádio Panatenaico de noite, com suas arquibancadas iluminadas e o pódio em frente

Como dito anteriormente, a história de Atenas se confunde muito com a existência do que hoje conhecemos como esportes olímpicos. O estádio Panatenaico, por exemplo, é um símbolo dessa história, tendo sido a principal sede dos jogos olímpicos da Grécia Antiga e também dos primeiros Jogos Olímpicos da era moderna, em 1896.

Construído em 566 a.C, é tido como o edifício construído para a prática esportiva mais antigo do mundo. Na época de sua fundação, suas arquibancadas eram feitas de madeira, que com o passar do tempo deram lugar às bancadas feitas de mármore branco.

Dentro do estádio, há um museu com algumas salas, onde se pode entender melhor sobre as Olimpíadas antigas e como se deu a construção do estádio. Um dos pontos altos da visita são as tochas olímpicas de todas as Olimpíadas, além de flâmulas e outros itens de coleção.

Durante a visita, você recebe um áudio-guia (disponível em português), que explicará sobre cada um dos itens e locais descritos no passeio. É um bom lugar para tirar fotos, com as tochas ou nos pódios, em que se pode subir e simular um medalhista olímpico.

11. Monte Licabeto

O Monte Licabeto coroando a cidade de Atenas

Uma das vistas mais lindas que se pode ter em Atenas é a do Monte Licabeto. Mesmo que você nunca tenha ouvido falar, certamente já viu alguma foto desse lugar, que é uma montanha formada por calcário e que permite ver toda a cidade do alto.

Localizado a cerca de 2,8 km do centro da cidade de Atenas, para subir até o topo, é preciso fazer uma caminhada de 10 a 15 minutos, por escadas. Não exige tanto preparo físico, mas se você puder optar pelo teleférico, essa é uma opção mais cômoda e tranquila (8 euros).

O entardecer no Monte Licabeto é um dos melhores da cidade, senão o melhor. O pôr do sol e a vista que dá para toda Atenas faz com que o sentimento ao estar lá em cima seja o melhor possível. Alguns brincam que é uma sensação parecida com a de ser um deus grego, por sinal.

Ficar até o anoitecer, quando as luzes da cidade se acendem é o combo perfeito. 

Lá de cima não há muito o que fazer além de admirar a bela paisagem, o que por sinal, já é suficiente. No entanto, há uma igreja e um restaurante (Orizontes Lycabettus), que serve principalmente frutos do mar e gastronomia grega em geral.

12. Monte Philopappos

O Monte Philipappos todo verde, com uma torre em seu topo. Visto da Acrópole

Outra parte alta da cidade de Atenas, o Philopappos é um monte onde ficam algumas ruínas e monumentos destinados à defesa da antiga cidade de Atenas. De acordo com a história, a primeira vez que o Philopappos foi utilizado como uma espécie de fortaleza para Atenas foi de 294 a.C., quando a cidade foi conquistada por Demétrio.

Além disso, era ali que a população se reunia na antiguidade para discutir assuntos políticos.

Com torres e monumentos históricos conservados do século II a.C, é mais um lugar que vale colocar no seu roteiro de viagem para Atenas. No entanto, como em todo lugar alto de Atenas, o mais impressionante será a vista diferenciada da Acrópole.

Não espere uma vista melhor que a do Monte Licabeto, mas um local onde o ponto turístico principal da cidade poderá ser admirado da melhor forma.

13. Ágora Romana e Biblioteca de Adriano

A Ágora Romana cheia de colunas delimitando as ruas antigas

De forma similar à Ágora grega, citada anteriormente, essa parte romana foi um importante centro comercial e democrático da cidade. Por lá, muitas das decisões tomadas por representantes do Império Romano eram tomadas.

Por isso, um dos nomes alternativos da Ágora é “Fórum Romano”, que funciona de forma similar às praças de hoje em dia, com prédios importantes no entorno.

A construção dessas estruturas se deu entre os anos 19 e 11 a.C, durante o governo do imperador Augusto de Roma. Posteriormente, o imperador Adriano foi quem seguiu a construção da Ágora e a expansão do local, onde haviam os comércios e o mercado da cidade.

A biblioteca de Adriano, por sua vez, é parte desta expansão. Com um estilo bastante marcado pelas influências jônicas e romanas, essa é uma das bibliotecas com maior importância na história da humanidade, juntamente à Biblioteca de Alexandria.

No entanto, da biblioteca original quase nada resta. Construída no ano de 132, ela foi destruída algumas vezes e deu lugar a outros tipos de estrutura como uma igreja cristã no século V. Isso faz com que a parte conservada das ruínas (nomeadamente a fachada oeste) seja tão valorizada, bem como as estruturas e itens descobertas por arqueólogos no local.

Com estruturas feitas em mármore, a Ágora Romana e a Biblioteca de Adriano, que hoje estão na maior parte em ruínas, provavelmente serviu como um símbolo da importância e imponência do império romano para a humanidade.

14. Praias da Riviera de Atenas

Uma das praias da Riviera ateniense, com águas claras, areia amarela e guardas sol
Foto do Wikimedia Commons

Uma das coisas para se fazer em Atenas, principalmente na época do verão, é buscar uma praia próxima à cidade. É verdade, há outras cidades e ilhas na Grécia que tem um maior apelo turístico nesse sentido (Mykonos, Zaquintos, Corfu, Santorini, por exemplo). 

No entanto, se você estiver na capital da Grécia, vale a pena conhecer as seguintes praias:

  • Praia de Edem: esta é uma boa praia, mas a grande vantagem de ficar lá é estar bem perto de Atenas. Ao contrário da maioria das praias que estamos acostumados no Brasil, essa é uma praia com pedras, o que pode ser um incômodo para muitos, sobretudo quem está com crianças. O ideal é levar uma sapatilha própria para isso.
  • Praia de Glyfada: bem perto de Atenas, esta praia conta com águas claras e a praia limpa, que são um belo convite para dar um mergulho. Embora seja uma praia pública (que não se paga para entrar), é preciso pagar se quiser usar algumas estruturas de praia como cadeiras e guarda-sóis.
  • Praia de Astir: quem está em busca de um local um pouco mais luxuoso e com um bom nível de serviço, certamente irá gostar de Astir. Não é nada barato, inclusive paga-se para entrar, no entanto, pode ser interessante ter uma experiência mais interessante. A praia é muito bonita, com água limpa e ótima para crianças brincarem, pois tem poucas ondas. 

15. Cabo Sounion

O Templo de Poseidon em cima do Cabo Souniou num lindo pôr de sol
Foto de Rhys Kentish pelo Unsplash

O Cabo Sounion fica a cerca de 1h30 de carro de Atenas. No entanto, visitá-lo é algo que eu recomendo bastante, sobretudo se você estiver fazendo uma viagem um pouco mais longa (entre 5 e 8 dias, por exemplo). A melhor forma de ir é em um passeio bate e volta com recolha no hotel.

Essa é uma península onde pode-se encontrar um dos templos gregos mais conservados. Esse templo foi feito em homenagem a Poseidon, um dos mais conhecidos deuses gregos, que representava os mares e os rios.

De acordo com a mitologia grega, esse deus era quem fazia com que os mares ficassem equilibrados e quando algo saía mal, ele era capaz de gerar enchentes, terremotos e temporais, capazes de matar muitas pessoas.

O templo, que conta com as tradicionais ruínas gregas, é um dos melhores lugares para tirar fotos. O ideal é escolher um dia com sol para ir e ficar até o entardecer, onde é possível ver o sol se pôr nas águas do mar.

Vale a pena comprar o combo Acrópole + 6 sítios arqueológicos?

O Odeão de Herodes Ático, que fica na Acrópole

Se você leu este artigo e se interessou em visitar boa parte dos sítios arqueológicos e a Acrópole, pode ser uma boa comprar um combo de ingressos

Isso vale tanto pela comodidade, de já ter todos os ingressos à mão, quanto pela economia que isso gera. 

Neste combo, você poderá entrar nos seguintes pontos turísticos de Atenas:

  • Acrópole;
  • Ágora Antiga;
  • Ágora Romana;
  • Templo de Zeus;
  • Escola de Aristóteles;
  • Biblioteca de Adriano;
  • Antigo Cemitério Cerameico.

Algumas das atrações turísticas disponíveis no combo não estão abertas o ano inteiro. É importante saber disso antes de comprar visto que você pode adquirir para economizar e descobrir que não conseguirá conhecer tudo o que gostaria.

Além disso, o combo não inclui pontos importantes e que você deve querer visitar, como o Museu da Acrópole.

ORGANIZE SUA VIAGEM!

CARTÃO DE DÉBITO INTERNACIONAL

Abra uma conta online na Wise e peça o seu cartão de débito para economizar em suas viagens internacionais.

SEGURO VIAGEM

Use nosso Comparador de Seguro Viagem. Com nossa parceria com a Seguros Promo, vamos te ajudar a encontrar os melhores planos de seguro para o seu destino. Use o cupom VIDACIGANA5 e receba 5% de desconto na hora do check out.

HOSPEDAGEM

No Booking.com estão cadastradas as melhores opções de hotéis e albergues. Reserve com direito a cancelamento gratuito e viaje com mais tranquilidade.

ROAD TRIP

Alugue um veículo com a RentCars.com para sua viagem. Compare os preços de diferentes locadoras, pague em Reais, sem IOF e parcelado em até 12 vezes.

Sobre o Autor

Larissa Pereira

Larissa é nascida em Niterói/RJ, mas já estudou em Nova York e morou na Nova Zelândia por um ano antes de iniciar a volta ao mundo que terminou em 2016. Sonhando em viajar desde que se entende por gente, mantinha um caderno cheio de recortes de jornais e revistas sobre o Egito quando tinha 7 anos de idade. Hoje esse caderno é virtual e engloba vários destinos. Os “recortes” são produzidos por ela e pelo Carlos, semanalmente, no Vida Cigana.

Deixe seu comentário

Todos os comentários serão moderados previamente conforme as políticas do blog. Serão publicados e respondidos apenas após aprovação.

Clique aqui para deixar um comentário.

House Sitting

vida cigana blog youtube house sitting

vida cigana blog youtube house sitting
cartão wise
abbv