Home » Destinos » Suécia » O que fazer em Gotemburgo: as 9 melhores dicas da cidade
Suécia

O que fazer em Gotemburgo: as 9 melhores dicas da cidade

O que fazer em Gotemburgo: Pessoas sentadas nas margens do rio em Gotemburgo, na Suécia, com pontes e prédios baixos a frente

Para programar o que fazer em Gotemburgo, a segunda maior cidade da Suécia, o turista não precisa reservar muito tempo no roteiro. É só se organizar que será possível conhecer tudo o que a cidade tem a oferecer em poucos dias.

Gotemburgo é uma cidade bem compacta, plana, cuja área central – onde estão suas principais atrações – pode ser percorrida quase toda a pé.

Fora do centro, um roteiro ainda pode incluir os passeios pelo arquipélago de Gotemburgo, que possui ilhas ao norte e ao sul da cidade.

A história de Gotemburgo – Vale a pena visitar a cidade?

O que fazer em Gotemburgo: Pessoas sentadas na beira do rio em espreguiçadeiras num dia de sol

Gotemburgo foi fundada no século XVII para proteger sua saída para o Mar do Norte dos noruegueses e dinamarqueses.

A cidade foi construída majoritariamente por holandeses, por isso seus vários canais e seu projeto de elevação bem parecido com Amsterdam, pois o local era bem alagado. Ali, além de ter se tornado uma fortificação sueca, também veio a ser o maior porto dos países nórdicos, de onde muitos produtos são exportados e importados.

Pela posição geográfica, tornou-se uma cidade majoritariamente industrial durante o século XIX. Ali se desenvolveu um centro da indústria automotiva, fazendo da cidade casa de grandes empresas, sendo a Volvo a mais famosa delas.

No geral Gotemburgo ainda não é uma cidade muito explorada por brasileiros. Mas é tão gracinha e tão diferente de Estocolmo (que é moderna e super cosmopolita), que vale a pena um pulo lá. A dica é válida principalmente para passear pelas ilhas que ficam ali pertinho.

O que fazer em Gotemburgo? 9 Dicas para seu roteiro de viagem

O que fazer em Gotemburgo: pessoas sentadas no bairro de Haga

Se eu tivesse que nomear Gotemburgo com uma só palavra, seria simplicidade. A cidade é bem discreta, com atrações legais, mas sem toda a pompa que se vê ao ficar hospedado em Estocolmo.

É uma cidade mais séria e comportada.

E o mais legal dela é que é praticamente possível visitar tudo a pé. Se estiver com pouco tempo no roteiro, reserve um tour guiado que dá pra cobrir boa parte das atrações da cidade num dia só.

Mesmo para quem não queira ou não possa caminhar, o transporte público da cidade é incrível, com ônibus e bondinhos funcionando perfeitamente para todos os lados. Além disso, em Gotemburgo o turista também pode contar com os famosos ônibus hop on/hop off para guiar seus passeios pela cidade.

Para ajudar a montar seu roteiro, listamos abaixo 9 dicas do que fazer em Gotemburgo. Aqui estão as principais atrações turísticas para incluir numa visita à cidade:

  1. As atrações do Centro de Gotemburgo
  2. Os mercados Feskekorka e Saluhallen
  3. Os parques Kungsparken e Trädgardsföreningen
  4. A Praça Götaplatsen
  5. O bairro de Haga e a Skansen Kronan
  6. Universeum, Museu da Cultura Mundial e Liseberg
  7. Slottsskogen e Jardim Botânico
  8. Passeio de barco pelos canais
  9. Ilhas do Arquipélago de Gotemburgo

Acompanhe com a gente abaixo os detalhes de como visitar cada atração.

1.     As atrações do Centro de Gotemburgo

O que fazer em Gotemburgo: Pessoas sentadas na beira do canal pegando sol

O Centro da cidade fica no antigo bairro de Inom Vallgraven, onde Gotemburgo começou no século XVII. É uma ilha delimitada por canais e pelo Rio Göta. Ali ficam os prédios mais antigos e as ruas mais movimentadas. É bem gostoso passear por ali, principalmente se sua visita for durante o verão.

Em dias de tempo ameno, vários moradores locais se sentam a beira do Södra Hamngatan, que é uma das ruas mais antigas da cidade, nas margens do Grande Canal de Gotemburgo. Em sua extensão ficam prédios antigos e ótimos lugares para tomar um solzinho de verão.

Além da rua histórica, outras que valem a visita são:

  • A Östra Hamngatan, que vai das docas até a Kungsportplatsen, uma praça do centro histórico, que possui uma estátua equestre do rei Carlos IX;
  • A Kungsgatan, que é a antiga rua do rei (possui esse nome até hoje) e mantém a fachada de seus prédios exatamente como eram na fundação da cidade.
  • A Vallgatan, que é uma boa pedida para quem quiser ver o comércio do centro de Gotemburgo.

Ainda no centro, vale visitar a igreja Domkyrkan. É a mais antiga da cidade e é a sede luterana de Gotemburgo, tendo sido construída no século XVI. Pegou fogo duas vezes e hoje é um pouco maior que seus exemplares anteriores. Em estilo neoclássico e fica no coração de Inom Vallgraven. Na Suécia ela é conhecida como a Igreja de Gustavo, que era o nome do rei sueco Gustavo Adolfo II, que reinou de 1611 a 1632.

2.     Mercados de Feskekorka e Saluhallen

O que fazer em Gotemburgo: a Feskekorka, a igreja de peixe, na borda do rio

Na ilha central da cidade, a Inom Vallgraven, ficam os 2 mercados mais conhecidos e visitados da cidade: Feskekorka e Saluhallen.

O mercado de Feskerkorka é o mais famoso devido a sua arquitetura.

Feskerkorka em sueco quer dizer “igreja do peixe”, pois seu edifício tem o formato de uma igreja, mas em seu interior funciona o mercado de peixes da cidade.

Mas tire da cabeça a imagem de mercado de peixes que vemos no Brasil. Em Gotemburgo é tudo muito gourmetizado, com estilosos restaurantes especializados em frutos do mar. Caso não queira comer ali, bancas de todos os tipos de peixes possíveis vendem as carnes fresquinhas para quem quiser cozinhar em casa, ou preparar para levar e fazer um piquenique no Kungsparken.

Já o mercado de Saluhallen é o mercado público de Gotemburgo.

Lá é possível provar das iguarias típicas do país por preços mais acessíveis do que em restaurantes de rua, por exemplo. Nós simplesmente amamos mercados públicos e sempre fazemos questão de visitar nas cidades por onde passamos, pois são os melhores lugares para provar da culinária genuína de cada país.

3.     Os parques Kungsparken e Trädgardsföreningen

O que fazer em Gotemburgo: O Kungsparken na beira do rio, com muitos gramados e árvores.

Kungsparken, ou parque do rei, fica fo outro lado das margens de um dos canais que dividem o centro da cidade.

É um espaço verde maravilhoso, em estilo inglês, nas margens do rio e bem no centro de Gotemburgo. Ali é o lugar perfeito para fazer um piquenique, principalmente em dias de sol. Um lugar bem agradável.

Trädgardsföreningen, ou a Sociedade de Jardinagem de Gotemburgo, fica logo ao lado. É um enorme parque cheio de verde, lindas árvores e flores, projetado no século XIX. Seu conceito ia de encontro à moda europeia da época de construir jardins, estufas e cafés.

O que fazer em Gotemburgo: estufas na sociedade de jardinagem de gotemburgo

É um dos parques mais bem preservados da Europa, com enormes rosedais. Numa estufa chamada Palm House são cultivadas plantas nativas do Mediterrâneo. Ao seu redor existem alguns cafés, como o adorável Rosenkaféet.

4. A Praça Götaplatsen

Götaplatsen é a enorme praça central em Gotemburgo, construída em 1923 para comemorar os 300 anos da cidade. Fica localizada ao sul da enorme avenida Kungsportsavenyn, a principal da cidade.

No meio da praça fica uma estátua de Poseidon e em seu entorno ficam os prédios culturais mais importantes da cidade, como:

  • O Teatro Municipal;
  • A Sala de Concertos;
  • A Biblioteca Municipal;
  • O Museu de Arte de Gotemburgo;
  • O Göteborgs Konsthall, o museu de arte contemporânea.

5.     O bairro de Haga e a Skansen Kronan

O que fazer em Gotemburgo: O bairro de Haga, com ruas abertas para pedestres, com restaurantes e mesas no sol

Haga é um dos bairros mais antigos e agitados da cidade. Está super em alta e não deve ficar fora da sua lista do que fazer em Gotemburgo.

Antes o local era um bairro residencial de baixa reputação, pois ali moravam os trabalhadores que cuidavam das hortas que abasteciam a cidade. Depois da revitalização da área na década de 70 e 80, hoje atrai muitos locais e turistas. Possui vários restaurantes em suas calçadas, que ficam lotadas durante o verão, com várias mesas do lado de fora e embaixo de árvores.

À noite, os bares surgem e o clima muda, mas continua muito amigável e agradável. As ruas são fechadas para pedestres e a maioria das pessoas vai até lá de bicicleta num passeio bem bacana.

No bairro de Haga ainda fica o lindo Skansen Kronan, ou em português, o Forte da Coroa. É uma antiga fortaleza datada do século XVII localizada no alto de um rochedo.

Ali ficava a entrada da cidade, antes de Inom Vallgraven ser projetado para ser o novo centro de Gotemburgo.

O forte foi erguido para defender a cidade de invasões dinamarquesas, mas hoje funciona como um mirante para ver Gotemburgo em 360 graus.

Em seu interior funciona um café, formando um combo perfeito para quem quer ver Gotemburgo de um ângulo diferente. É certamente o melhor local para ver a cidade do alto.

6.     Universeum, Museu da Cultura Mundial e Liseberg

O que fazer em Gotemburgo: O Museu da Cultura Mundial, com sua escadaria moderna, paredes de vidro e muito verde no exterior

Quer incluir no roteiro lugares que agradem crianças e adultos? A pedida é o combo Universeum, o Museu da Cultura Mundial e o parque de diversões Liseberg, que ficam no bairro de Korsvägen.

O Universeum é um centro de ciência gerenciado por diversas universidades suecas. Ali é possível ver exemplares de animais não muito conhecidos e ainda dá a chance de estudantes da rede de ensino sueca de conversar com ganhadores do Prêmio Nobel em épocas específicas.

O Museu da Cultura Mundial é uma instituição focada em diferentes culturas ao redor do mundo. Com uma arquitetura moderna e muito bem projetada, como a maior parte dos prédios escandinavos, o museu está sempre com exposições temporárias versando sobre o tema. Quando visitamos pudemos ver um andar inteiro contando histórias de imigrantes e refugiados que chegavam de diversas partes do mundo na Suécia e em outros países.

Já o Liseberg é o maior parque de diversões da Escandinávia e atrai muitos turistas até lá. Funciona durante o verão e no Natal, com vários brinquedos aquáticos, pistas de dança e também feiras de Natal, com comidas típicas da Suécia. Foi fundado em 1923.

7.     Slottsskogen e Jardim Botânico

O que fazer em Gotemburgo: Slottsskogen com muito verde, árvores e uma família caminhando pelas margens do lago

Slottsskogen em português quer dizer Floresta do Castelo. O local é de fato formado por uma floresta, com amplos parques verdes no entorno.

É um lugar imenso e bastante procurado para quem quer descansar, passear e fazer exercícios. Existem várias trilhas pelo parque, ótimas para quem gosta de correr. Ali também ocorrem festivais de música e arte.

O que mais chama a atenção em Slottsskogen, porém, principalmente para nós, estrangeiros, são os animais típicos da região. Já imaginou ver as renas do papai Noel? Ali você vai ver! Assim como pôneis suecos, veados, bodes e alces. É bem divertido e eles vivem em estabelecimentos bem confortáveis e familiares para eles na floresta.

Já o Jardim Botânico de Gotemburgo é um dos maiores da Europa e construído onde antes era uma enorme área rural na cidade. Começou a ser planejado no início do século XX e serviu como laboratório botânico por um bom tempo, pois seu fundador coletou espécies de plantas e flores por todo o planeta e levou até o local para serem cultivadas.

8.     Passeio de barco pelos canais

O que fazer em Gotemburgo: as margens de um canal

Passear de barco em rios europeus é uma das atividades que mais gostamos de fazer quando viajamos para a Europa. Fizemos isso em Budapeste e em Copenhague, e sempre recomendamos este tipo de atividade nas cidades onde está disponível.

Na Suécia não seria diferente. Inclua um passeio de barco na sua lista do que fazer em Gotemburgo, especialmente se conseguir dias de céu azul em seu roteiro.

Partindo de Kungsportplatsen, o passeio é no estilo hop on/hop off, com paradas em 5 locais diferentes. Em cada uma delas o turista pode descer se quiser, explorar a região e embarcar novamente em um dos próximos barcos.

As paradas são em pontos estratégicos e ótimos para quem não tem tempo de explorar a cidade por conta própria.

9.     Ilhas do Arquipélago de Gotemburgo

O que fazer em Gotemburgo: Uma mulher caminhando pelas pedras em direção ao mar

A cidade de Gotemburgo além de tudo, conta com um arquipélago, com aproximadamente 20 ilhas espalhadas ao norte e ao sul da cidade.

Para ir até as ilhas do norte é preciso pegar um ferry que sai do porto de Lilla Varholmen.

Já para as ilhas sul as viagens partem de Saltholmen.

Quando estivemos em Gotemburgo fomos somente para as ilhas do sul, pois o porto era mais próximo, com acesso mais fácil por transporte público. Mas caso esteja de carro, vale ir para as ilhas do norte, que são maiores e permitem a entrada de automóveis. As ilhas sul só podem ser percorridas de bicicleta ou carros de golfe.

O arquipélago de Gotemburgo é um paraíso para quem quer ver as típicas casinhas escandinavas.

O que fazer em Gotemburgo: uma cabana vermelha no topo de uma rocha numa ilha sueca

Como a maioria das ilhas são vilas de pescadores, com casas geminadas coloridas de madeira, bem típicas. O contraste com o terreno pedregoso e acidentado é lindo.

Nós visitamos Donsö e Vrangö, duas ilhas na parte sul do arquipélago super agradáveis. No verão são lugares perfeitos para nadar, andar de barco e comer frutos do mar.

Salve estas dicas da Suécia no Pinterest!

Tudo o que você precisa saber ao montar o seu roteiro de o que fazer em Gotemburgo, a segunda maior cidade da Suécia, uma cidade linda, cheia de vida e ótima para conhecer as ilhas suecas.
Todas as dicas para saber o que fazer em Gotemburgo, a segunda maior cidade da Suécia. Seus cartões postais, como visitar cada atração e como ir até as ilhas do arquipélago de Gotemburgo.
 

ORGANIZE SUA VIAGEM!

PASSAGEM AÉREA

Use o Kayak para descobrir qual empresa tem as passagens aéreas mais baratas para sua viagem.

HOSPEDAGEM

No Booking.com estão cadastradas as melhores opções de hotéis e albergues. Reserve com direito a cancelamento gratuito e viaje com mais tranquilidade.

AIRBNB

Já experimentou alugar um apartamento no Airbnb? Ganhe até R$180 em créditos para usar em sua primeira reserva no site.

SEGURO VIAGEM

Com a Seguros Promo é possível comparar a cotação de diversas companhias, garantindo o melhor custo/benefício na contratação. Use o cupom VIDACIGANA5 e receba 5% de desconto em seu seguro viagem

ROAD TRIP

Alugue um veículo com a RentCars.com para sua viagem. Compare os preços de diferentes locadoras, pague em Reais, sem IOF e parcelado em até 12 vezes.

Sobre o Autor

Larissa

Larissa é nascida em Niterói/RJ, mas já estudou em Nova York e morou na Nova Zelândia por um ano antes de iniciar a volta ao mundo que terminou em 2016. Sonhando em viajar desde que se entende por gente, mantinha um caderno cheio de recortes de jornais e revistas sobre o Egito quando tinha 7 anos de idade. Hoje esse caderno é virtual e engloba vários destinos. Os “recortes” são produzidos por ela e pelo Carlos, semanalmente, no Vida Cigana.

Deixe seu comentário

Todos os comentários serão moderados previamente conforme as políticas do blog. Serão publicados e respondidos apenas após aprovação.

Clique aqui para deixar um comentário.

House Sitting

vida cigana blog youtube house sitting

vida cigana blog youtube house sitting
rbbv abbv
Banner Seguros Promo

publicidade

hospedado por infinite cloud computing