Home » Destinos » Croácia » O que fazer em Split: As 7 maiores atrações da segunda maior cidade da Croácia
Croácia

O que fazer em Split: As 7 maiores atrações da segunda maior cidade da Croácia

O que fazer em Split: uma praia na Croácia com várias pessoas na areia, adultos, crianças e idosos, com o mar bem calmo e com uma passarela de pedras ao fundo com palmeiras. O céu está azul e o sol brilha a contraluz

Na hora de planejar o que fazer em Split, o turista não irá encontrar grandes desafios. A cidade é bem compacta e com poucas atrações turísticas, mas possui seu charme. É a segunda maior cidade da Croácia e a maior da região da Dalmácia, servindo de base para quem quer visitar as ilhas do Mar Adriático.

Além disso, Split costuma ter preços mais acessíveis do que a famosa ilha de Hvar, por exemplo, que é provavelmente a mais visitada do país. Em Split os restaurantes e acomodações costumam ser mais baratos, mesmo os mais turísticos, do centro histórico.

Como o acesso a Split é mais fácil do que às ilhas, a cidade tem um ar pouco jovial, com boa parte de seus visitantes sendo formado por pessoas de meia idade para cima. Assim, se você estiver procurando agito e pessoas mais jovens para curtir a noite, o ideal seria ficar hospedado em Hvar e concentrar seu roteiro por lá. Ao procurar o que fazer em Split o turista encontrará tranquilidade e um turismo mais conservador.

Mas Split tem algo a acrescentar no roteiro que o turista não vê praticamente em nenhum outro lugar da região: história antiga. Ruínas romanas sendo usadas como lojas e restaurantes. Na cidade há situações onde você não sabe onde começa uma coisa e termina outra, o que é romano e o que é medieval. É simplesmente fascinante. Irei tratar disso especificamente com mais detalhes ao longo do texto.

O que fazer em Split: 7 atrações imperdíveis

O que fazer em Split: as ruas dentro do palácio, com prédios de pedra e muitas árvores cheias de flores roxas
O interior do Palácio de Dioclesiano

Em uma curta lista do que fazer em Split destaco o magnífico Palácio de Dioclesiano e algumas poucas praias, que não são tão sedutoras quanto as das ilhas próximas, mas valem uma visita caso o tempo no país seja curto.

As principais atrações de Split são:

  1. Palácio de Diocleciano
  2. Catedral de São Dômnio (Katedrala Svetog Duje)  
  3. Museu da Cidade (Muzej Grada Splita)
  4. Riva
  5. Bačvice Beach
  6. Marjan
  7. Uvala Kašjuni Beach

Palácio de Dioclesiano

O Palácio de Dioclesiano é simplesmente surpreendente. Um lugar onde o antigo se une ao novo, com suas ruas servindo como labirintos. Poderia passar 1 mês ali dentro tentando desvendar todos os seus edifícios e ruelas e ainda não conseguiria decifrar toda a história presente em sua arquitetura.

O palácio foi construído entre 293 e 305 d.C. e é um marco na história romana, tendo sido este construído a mando do imperador para ser seu refúgio depois de abdicar do império devido a problemas de saúde. Dioclesiano era originário da Dalmácia e queria voltar a viver na sua terra natal. Para isso mandou construir um enorme palácio em Split, nas margens do Mar Adriático. O palácio em si servia simultaneamente como uma fortaleza e uma vila. Ao mesmo tempo em que o antigo imperador ali morava, o complexo era cercado e protegido por uma muralha e vários de seus súditos viviam ali dentro.

O que fazer em Split: um óculo em uma das ruas do palácio

Além disso, Dioclesiano mandou construir um mausoléu nos limites do palácio, onde foi enterrado. Seu túmulo se encontra lá até hoje, dentro da Catedral de São Dômnio. Muitos materiais vindos do Egito foram trazidos para o mausoléu, assim como várias esfinges que protegem o local fúnebre.

Porém, o mais surpreendente no Palácio de Dioclesiano é ver como uma construção tão antiga foi sendo adaptada e reutilizada durante os séculos. Andar calmamente pelas ruas de Split e de repente se deparar caminhando por dentro de suas muralhas, comprando em vendinhas em meio a ruínas, passando por restaurantes em ruelas estreitas que foram formadas em tempos medievais é uma sensação surreal.

Não deixe de se perder pelas ruínas do palácio, é simplesmente maravilhoso e diferente de tudo que já viu. Foi em torno desse lugar que a cidade de Split nasceu.

Catedral de São Dômnio (Katedrala Svetog Duje)  

O que fazer em Split: a torre sineira da catedral de São Dômnio iluminada pelo sol, com seus arcos romanos na base

A Catedral de São Dômnio foi construída como o Mausoléu de Dioclesiano, e o corpo do imperador se encontra em seu interior até os dias de hoje. Mas a função do local mudou e atualmente é uma igreja católica e a segunda estrutura mais antiga a ser utilizada como catedral pelo cristianismo.

São Dômnio é o santo padroeiro de Split e morto ali perto a mando do próprio imperador Dioclesiano por ser cristão. É um tanto irônico hoje ver que o lugar que o opressor construiu para ser enterrado abriga o nome de alguém que foi morto por pregar a religião que hoje é cultivada dentro do prédio.

A Catedral de São Dômnio é bem fácil de reconhecer em meio às ruínas, fica em frente a uma pracinha com restaurantes e sempre cheia de turistas e seu prédio possui um formato octogonal original e uma torre sineira acrescentada em 1100.

Além de abrigar as relíquias do santo padroeiro, a cripta da igreja também guarda as relíquias de Santa Lúcia, muito popular no início do cristianismo.

Ao visitar o Mausoléu, é bom ficar atento aos horários de funcionamento, assim como a casamentos, que acontecem com frequência ali, nós mesmos pudemos assisti a um.

Museu da Cidade (Muzej Grada Splita)

O que fazer em Split: casas de pedra com chaminés em meio a ruínas e um homem encostado na parede tirando uma foto

Se somente caminhar pelas ruas do Palácio de Dioclesiano for um tanto confuso de fazer entender como funcionava o local, o ideal é que o visitante dê uma passada no Museu da Cidade, que também fica dentro das ruínas do palácio.

O museu explica como o palácio foi erguido para ser o coração da cidade, atraindo pessoas para ali durante séculos. As explicações são em forma de documentos antigos, objetos históricos, moedas, utensílios, entre outros.

Além disso, dentro do museu existe uma capela onde casamentos acontecem e as festas ocorrem no seu terraço, que possui vista para o mar. 

Riva

O que fazer em Split: a riva na base das muralhas do palácio, com suas várias palmeiras e alguns carros estacionados

A Riva de Split é o nome do grande calçadão a beira mar, cheio de restaurantes e bares. Uma caminhada pela Riva nem precisaria constar em sua lista do que fazer em Split porque você passará por ali ao ir até o palácio, quase que obrigatoriamente. O trecho mais próximo do porto pode ser um tanto caótico, pois é dali que chegam e partem os barcos para as ilhas e outras cidades, então a região fica bem lotada de gente circulando.

Mas ao caminhar no trecho mais próximo do Palácio de Dioclesiano tudo fica mais agradável, com várias mesas em toda a extensão da muralha das ruínas. Durante a tarde ali fica bem quente no verão, mas quando o sol vai abaixando pode ser o lugar mais bonito para tomar um café ou um drink.

Bačvice Beach

Várias pessoas na praia, muitas na areia e água. A praia é cercada de verde e casas.

Bačvice é a praia mais acessível de Split. É possível visitá-la indo a pé do centro da cidade, caminhando a direita da Riva. Fui diversas vezes lá, mas confesso que não gostei muito. As praias das ilhas são muito mais bonitas.

Em Bačvice Beach a maioria das pessoas tomam sol no concreto. Sim, isso mesmo. E é bem estranho. Existe uma faixa de areia, mas muito discreta, que fica bem cheia. Os bares ficam localizados na área cimentada e muitas pessoas tomam banho de sol ali e mergulham através de escadinhas, igual em piscina mesmo. Achei um pouco caído.

A cor da água é linda, como em toda a Croácia. Para quem vai ficar somente em Split, vale a ida. Só não aconselho a ficar somente em Split, nas ilhas o turista encontra coisa muito melhor. Para quem quer fazer um tour de um dia por Hvar e as grutas azul e verde, saindo e voltando para Split, é super possível, e provavelmente o passeio mais procurado do país.

Marjan

O que fazer em Split: a costa de Split, com a colina Marjan ao fundo, cheia de verde
Marjan é a colina à esquerda

Marjan é a colina que se ergue à esquerda do centro de Split, de onde se tem as melhores vistas da cidade. Várias trilhas vão até o topo, serpentando pela colina, passando por capelinhas de pedras e uns restaurantes aqui e ali. Ponto alto no Café Bar Vidilica, que fica cheio perto do pôr do sol, que é inesquecível.

Para subir a colina existem várias opções, indo pelas ruas atrás do Palácio de Dioclesiano ou subindo pelas várias escadarias ao longo da rua Šetalište Ivana Meštrovića.

Além da vista, esta região é envolta por praias que poucos turistas vão visitar por ficarem localizadas mais longe do centro.

Uvala Kašjuni Beach

O que fazer em Split: uma praia deserta com água clara e cercada de muito verde

Essa praia foi uma ótima opção no nosso último dia em Split. Ela fica mais afastada do centro, na direção da colina Marjan, quase na ponta da cidade. Leva uns 40 minutos para chegar até nela caminhando, mas é uma praia mais genuína e muito frequentada por locais.

Possui uma extensa faixa de areia, um mar de cair o queixo e lugares onde é possível ficar praticamente sozinho de tão espaçosa. Além disso, em sua extensão se encontram bares e restaurantes onde é possível comer e tomar uma cerveja. Mais caro que em outros lugares de Split, mas com uma linda vista.

Salve estas dicas de Split no Pinterest!

Tudo o que você precisa saber ao planejar o que fazer em Split, a segunda maior cidade da Croácia e porta de entrada para as ilhas mais famosas do país.
Todas as dicas das maiores atrações de Split, com suas ruínas históricas, praias urbanas e excelente culinária.
 

ORGANIZE SUA VIAGEM!

PASSAGEM AÉREA

Use o Kayak para descobrir qual empresa tem as passagens aéreas mais baratas para sua viagem.

HOSPEDAGEM

No Booking.com estão cadastradas as melhores opções de hotéis e albergues. Reserve com direito a cancelamento gratuito e viaje com mais tranquilidade.

AIRBNB

Já experimentou alugar um apartamento no Airbnb? Ganhe até R$180 em créditos para usar em sua primeira reserva no site.

SEGURO VIAGEM

Com a Seguros Promo é possível comparar a cotação de diversas companhias, garantindo o melhor custo/benefício na contratação. Use o cupom VIDACIGANA5 e receba 5% de desconto em seu seguro viagem

ROAD TRIP

Alugue um veículo com a RentCars.com para sua viagem. Compare os preços de diferentes locadoras, pague em Reais, sem IOF e parcelado em até 12 vezes.

Sobre o Autor

Larissa

Larissa é nascida em Niterói/RJ, mas já estudou em Nova York e morou na Nova Zelândia por um ano antes de iniciar a volta ao mundo que terminou em 2016. Sonhando em viajar desde que se entende por gente, mantinha um caderno cheio de recortes de jornais e revistas sobre o Egito quando tinha 7 anos de idade. Hoje esse caderno é virtual e engloba vários destinos. Os “recortes” são produzidos por ela e pelo Carlos, semanalmente, no Vida Cigana.

Deixe seu comentário

Todos os comentários serão moderados previamente conforme as políticas do blog. Serão publicados e respondidos apenas após aprovação.

Clique aqui para deixar um comentário.

House Sitting

vida cigana blog youtube house sitting

vida cigana blog youtube house sitting
rbbv abbv
Banner Seguros Promo

publicidade

hospedado por infinite cloud computing