Home » Reino Unido » O que fazer em Westminster: 10 melhores atrações turísticas
Reino Unido

O que fazer em Westminster: 10 melhores atrações turísticas

composição com 3 imagens mostrando o que fazer em Westminster: à esquerda o st james park, ao centro a abadia de westminster, à direita o parlamento britânico com o big ben ao fundo

Desde a primeira vez que pus os pés em Londres, a paixão foi instantânea.

Westminster é um paraíso turístico repleto de lugares interessantes que contam a história da capital britânica.

Desde posar para uma foto ao lado do enorme Big Ben, até esperar pacientemente pela mudança da guarda no Palácio de Buckingham (que mesmo com prestes a desabar aquela chuva, estavam a postos), essas experiências se destacam nas minhas memórias mais queridas como turista em Londres.

Top 10 atrações em Westminster

A Trafalgar Square num dia nublado, com a Coluna de Nelson no centro e uma estátua equestre à direita

Em Westminster você encontrará uma série de locais atrativos, que geralmente são associados à monarquia.

O bairro merece pelo menos um dia inteiro do seu itinerário, e você pode aproveitar muito bem a área com uma caminhada.

Quando for planejar sua próxima viagem a Londres, não deixe de conhecer estes locais.

As nossas sugestões nessa zona de Londres são:

  1. Trafalgar Square
  2. St James’s Park
  3. Palácio de Buckingham
  4. Westminster Cathedral
  5. Churchill War Rooms
  6. Big Ben
  7. Palácio de Westminster
  8. Westminster Abbey
  9. Jewel Tower
  10. Tate Britain

Agora que já temos nossa lista, vamos te contar detalhes de cada um desses pontos turísticos.

Longo demais, só preciso das dicas [ TL; DR ]

  • Westminster é um distrito essencial para incluir em seu roteiro por Londres.
  • As principais atrações incluem Trafalgar Square, St James’s Park, Palácio de Buckingham, Westminster Cathedral, Churchill War Rooms, Big Ben, Palácio de Westminster, Westminster Abbey, Jewel Tower e Tate Britain.
  • É possível explorar as principais atrações de Westminster em um dia inteiro de caminhada ou condensar em uma manhã para uma visita mais rápida. (ver mapa)
  • Planeje sua visita com antecedência para otimizar seu tempo e garantir ingressos necessários.

Roteiro pela área de Westminster

Para facilitar sua visita ao local, principalmente para quem nunca foi a Londres e quer otimizar seu tempo, criamos um roteirinho que toma um dia inteiro.

▼ Acompanhe a descrição da rota por Westminster que sugerimos:

Comece sua rota pela Trafalgar Square (1) e siga para o St. James’s Park (2). Para chegar até lá você vai caminhar alguns minutos pela comprida avenida The Mall.

Após a rotatória do Victoria Memorial você chegará aos portões do Palácio de Buckingham (3).

Ali você pode assistir à troca da guarda real, e depois fazer uma caminhada de 10 minutos que te leva até a Westminster Cathedral (4). De lá, pela Victoria Street o próximo passeio é o museu Churchill War Rooms (5).

Ao final da Victoria Street, junto a Praça do Parlamento, você vai encontrar as 4 atrações seguintes : o Big Ben (6), o Palácio de Westminster (7), a Abadia de Westminster (8) e a Jewel Tower (9).

O último local da nossa lista, o Tate Britain (10), fica perto do metrô Pimlico. Você pode caminhar pela margem do Tâmisa ou pela John Islip Street.

Ao todo, você pode esperar por mais ou menos 1h de caminhada, tirando as horas dedicadas dentro dos pontos turísticos citados. Não é um esforço muito grande quando você pensa em todas as atrações que poderá aproveitar pelo caminho, não é mesmo?

1. Trafalgar Square

Estátua de Charles I, com o Admiralty Arch ao fundo, vistos da Trafalgar Square. A praça é uma ótima opção para o que fazer em Westminster.
Estátua de Charles I, com o Admiralty Arch ao fundo, vistos da Trafalgar Square

Trafalgar Square é a primeira parada da nossa visita pela sua praticidade em chegar de metrô, independente de onde você esteja hospedado em Londres.

O nome da praça é uma homenagem à Batalha de Trafalgar, um marco importante das guerras napoleônicas, em que a Marinha Britânica saiu vitoriosa.

Uma das características mais notáveis da praça é a Coluna de Nelson. Ela fica localizada diretamente ao centro. Essa coluna foi erguida para honrar o Almirante Nelson, que liderou os militares e não sobreviveu ao conflito.

Ali também fica a National Gallery, um importante museu dedicado à pintura datada desde o século XIII até o XX.

O que você vai ver na Trafalgar Square

Além do seu valor histórico inquestionável, a praça hoje também é conhecida como um ponto para manifestações políticas e celebrações em Londres.

Na Trafalgar Square você pode se deparar com concertos gratuitos, festas e desfiles culturais.

No final do ano é erguida ali uma enorme árvore de Natal, e é onde uma multidão se concentra no Ano Novo.

2. St James’s Park

A imagem mostra o lago artificial do St James' Park, atração turística da região de Westminster.

St James’s Park é um dos parques reais mais antigos de Londres.

Originalmente, ele era propriedade privada da monarquia e o acesso público era restrito. Hoje isso mudou completamente, o parque é aberto a todos que desejam desfrutar do seu ambiente tranquilo.

O que você vai ver no St James’s Park

O St James’s Park possui um lago artificial com duas pequenas ilhas. É um lugar ideal para quem gosta de fazer uma caminhada ao ar livre.

Ali vivem os esquilos mais gigantes que já vi em minha vida! Tome cuidado caso tenha comida.

3. Palácio de Buckingham

Foto do Palácio de Buckinham. A imagem mostra a fachada do edifício, que é morada oficial da família Real Britânica.

O Palácio de Buckingham é um dos pontos turísticos mais visitados do Reino Unido.

O prédio é residência oficial da monarquia britânica em Londres desde 1837, tendo um valor histórico e cultural muito grande para o país.

O que você vai ver no Palácio de Buckingham

Durante maior parte do ano, os visitantes podem apreciar apenas a sua fachada externa e assistir à famosa Troca da Guarda. A cerimônia acontece diariamente e atrai centenas de turistas.

No entanto, ao longo de algumas semanas do verão europeu, as portas do palácio são abertas ao público para visitações guiadas.

Isso permite aos turistas conhecerem os Salões de Estado, onde recepções oficiais são realizadas pelo monarca em exercício.

Mas lembre-se que os ingressos para essas visitas são muito procurados e esgotam rapidamente.

Para não ter erro, garanta o seu com bastante antecedência.

4. Westminster Cathedral

A foto mostra um mural católico, detalhe da fachada da Westminster Cathedral.
Foto de Gary Ullah

Westminster Cathedral é um templo da Igreja católica, bem menos conhecida do que a construção anglicana (Abadia de Westminster).

A catedral foi construída na virada do século XX, e hoje possui imenso valor histórico e arquitetônico.

A edificação serve não só como residência para o Arcebispo de Westminster, mas também como centro espiritual para os católicos em todo o Reino Unido.

Como visitar a Westminster Cathedral

Para fazer uma visita à catedral, basta conferir os horários abertos ao público, disponíveis em seu website oficial.

A entrada é gratuita.

5. Churchill War Rooms

O Churchill War Rooms é um museu em um local que serviu como abrigo e centro de comando para o Primeiro Ministro britânico Winston Churchill, durante a Segunda Guerra Mundial.

Por estar imerso no subsolo, ele ofereceu proteção contra os bombardeios intensos sofridos pela capital inglesa ao longo do conflito.

Vale visitar o museu?

Aqui, os visitantes podem explorar as salas originais que foram ocupadas durante este período crucial da história mundial. Isto inclui uma série de quartos privados e escritórios, que o governo britânico utilizou para para planejar estratégias militares.

6. Big Ben

A imagem mostra o topo da Torre do Relógio, que abriga o sino Big Ben.

O Big Ben faz parte da fachada norte do Palácio de Westminster. O verdadeiro Big Ben no entanto, não é a torre, mas sim o sino que fica ali dentro (uma confusão comum entre muitos turistas).

A Torre do Relógio é facilmente reconhecível e oferece uma visão magnífica para aqueles dispostos a atravessar a Westminster Bridge, ao lado.

O que você vai ver no Big Ben

Depois de passar cinco anos em reforma intensiva, o Big Ben voltou à ativa no final de 2022.

O tour inclui visita ao mecanismo do relógio e ao campanário. Mas atenção, para chegar até o topo da torre são mais de 300 degraus, então prepare-se para a subida!

7. Palácio de Westminster

A imagem mostra Larissa em frente ao Palácio de Westminster, às margens do Rio Tâmisa, na Westminster Bridge. A Torre do Relógio também aparece, já que faz parte da mesma estrutura do Palácio.

O Palácio de Westminster não é apenas um cartão postal londrino, mas também a sede do governo britânico. O prédio abriga a sede do Parlamento Britânico e a Câmara dos Lordes.

O edifício de arquitetura gótica está localizado às margens do rio Tâmisa, com a emblemática Torre do Relógio na fachada.

O que você vai ver no Palácio de Westminster

O passeio pelo Palácio de Westminster é uma experiência que permite aos visitantes aprender sobre o funcionamento do parlamento britânico.

O acesso ao público só é permitido quando as casas parlamentares não estão em sessão.

Os tours guiados oferecem acesso a várias salas históricas dentro do palácio, e também informações detalhadas, fornecidas por guias experientes.

8. Westminster Abbey

A foto mostra as torres da Abadia de Westminster. Sua arquitetura gótica e valor histórico, a abadia é um dos principais pontos turísticos da região.

A Westminster Abbey é uma estrutura histórica e religiosa de imensa importância para o Reino Unido.

Desde a coroação do Rei Guilherme I em 1066, todos os monarcas britânicos têm sido coroados na abadia.

Além disso, muitos desses monarcas estão sepultados lá, o que torna o local um reservatório de séculos de história.

O que você vai ver na Westminster Abbey

Fora sua relevância histórica e política, a arquitetura da abadia merece ser apreciada com calma.

Ela foi construída no estilo gótico inglês. O seu interior é grandioso e abriga várias obras importantes, que contam com riqueza detalhes.

Para realizar uma visita à Abadia de Westminster é recomendável comprar os ingressos antecipadamente. Essa precaução deve ser ainda maior durante períodos de alta temporada.

9. Jewel Tower

A imagem mostra a Jewel Tower, construção simples de tijolos, típica da idade média, onde eram armazenados as joias da coroa.
Foto de Richard Symonds

A Jewel Tower é uma das poucas partes sobreviventes do antigo Palácio de Westminster, que foi amplamente destruído por um incêndio, em 1834.

Construída na idade média (século XIV) durante o reinado de Eduardo III, a torre foi originalmente projetada para abrigar as joias preciosas da coroa (daí seu nome) e os pertences do rei.

O que você vai ver na Jewel Tower

Hoje, a Jewel Tower funciona como um museu. Os visitantes podem passear pelos seus três andares e aprender sobre sua construção e função original.

Além disso, dentro da torre você encontra uma coleção bem interessante que ilustra a história parlamentar britânica.

10. Tate Britain

A fachada do Tate Britain durante uma exposição temporária, onde o prédio todo parede estar grafitado
Foto de Samuel Regan-Asante

O Tate Britain é um dos quatro braços das renomadas galerias de arte Tate.

Esta unidade é dedicada a alojar e expor diversas obras que abrangem 500 anos de arte britânica.

O que há no Tate Britain

O Tate Britain conta com pinturas históricas até obras contemporâneas, que refletem a evolução da cena artística no Reino Unido.

O museu tem uma coleção permanente importante, e o melhor: o acesso a estas exposições é gratuito. (Para as exposições temporárias, pode haver cobrança de ingressos).

Se você é apreciador de artes, considere incluir o Tate Britain no seu roteiro por Westminster.

O que saber antes visitar Westminster

Uma ótima opção para o que fazer em Westminster é visitar a Abadia. A foto mostra os jardins da propriedade e a parte de trás da Abadia de Westminster.

Westminster é um dos distritos mais conhecidos de Londres.

A região fica no oeste de Londres, nas proximidades da zona teatral de West End, e abriga muitos dos principais atrativos da cidade, sendo considerado o centro político do Reino Unido.

Quando falamos sobre o que fazer em Westminster, estamos nos referindo a uma viagem ao passado através de marcos bastante significativos da cultura britânica.

O Significado do Nome Westminster

O termo “Westminster” tem raízes medievais, derivando das palavras em inglês antigo “west minster”, que podem ser traduzidas por “igreja ocidental”.

O local leva esse nome devido a presença da famosa Abadia de Westminster, uma das principais atrações desta parte de Londres.

Descobrindo Westminster: Atrações imperdíveis

O Big Ben visto de baixo para cima, com uma grade emoldurando o lado direito da foto

Westminster é um distrito de Londres, às margens do rio Tâmisa, que oferece uma infinidade de atrações turísticas.

Se você for um viajante que faz questão de conhecer cada detalhe de onde passa, o programa por essa área pode facilmente preencher o seu dia por completo.

Mas, se você quiser fazer uma visita rápida, é possível condensar em uma manhã a vista das atrações.

Seja qual for a duração do seu roteiro, lá você encontra museus fascinantes e tours por alguns dos prédios mais famosos da cidade.

Organize bem sua visita

Um monumento dedicado às mulheres que participaram da Segunda Guerra Mundial

Para quem vai a Londres pela primeira vez, é importante que você se organize para conseguir riscar da sua lista de desejos todos esses lugares. Adaptar seu passeio às suas vontades, e ao seu tempo disponível, é essencial.

Westminster é uma região agitada que concentra algumas das atrações turísticas mais famosas da área. É uma verdadeira satisfação para os amantes da história, arte e cultura britânica.

Então planeje o seu dia com calma, compre os ingressos que precisará com antecedência, e esteja preparado para se surpreender com as riquezas que aguardam por você!

Próxima Parada: Westminster, Londres

Estamos chegando ao fim do nosso guia sobre Westminster, mas temos certeza de que as informações fornecidas aqui serão úteis durante sua visita à capital britânica.

Com tantas opções de lazer e cultura disponíveis nessa parte de Londres, não há dúvida de que esse será um dos dias mais memoráveis ​​de suas férias.

Prepare-se para embarcar nessa jornada recheada de experiências incríveis em Londres!

ORGANIZE SUA VIAGEM!

PASSAGENS AÉREAS

O site do Skyscanner é nossa forma favorita de pesquisar passagens aéreas. O buscador deles inclui companhias aéreas e outros sites que os concorrentes costumam deixar de fora. É o melhor lugar para começar a planejar uma viagem.

CARTÃO DE DÉBITO INTERNACIONAL

Abra uma conta online na Wise e peça o seu cartão de débito para economizar em suas viagens internacionais.

SEGURO VIAGEM

Use nosso Comparador de Seguro Viagem. Com nossa parceria com a Seguros Promo, vamos te ajudar a encontrar os melhores planos de seguro para o seu destino. Use o cupom VIDACIGANA5 e receba 5% de desconto na hora do check out.

ROAD TRIP

Alugue um veículo com a RentCars.com para sua viagem. Compare os preços de diferentes locadoras, pague em Reais, sem IOF e parcelado em até 12 vezes.

Sobre o Autor

Larissa Pereira

Escritora de viagens, fotógrafa e graduada em história da arte, Larissa equilibra com maestria suas muitas paixões. Seus artigos exibem uma perspectiva histórica e cultural em suas narrativas de viagem, transformando cada destino em uma tela rica em detalhes e curiosidades.

Como fotógrafa, Larissa utiliza sua lente para registrar todos os momentos do blog, traduzindo a beleza de cada local em histórias visuais. Seu olhar para detalhes aprimora a experiência, permitindo que os leitores embarquem virtualmente em suas viagens.

Larissa é também a apresentadora do canal do Vida Cigana no YouTube, onde compartilha dicas e explica atrações em detalhes, desenvolvendo itinerários e inspirando outros a vivenciarem suas próprias jornadas.

Deixe seu comentário

Todos os comentários serão moderados previamente conforme as políticas do blog. Serão publicados e respondidos apenas após aprovação.

Clique aqui para deixar um comentário.

abbv