Home » Destinos » Reino Unido » Onde ficar em Glasgow: os 3 melhores bairros da cidade
Reino Unido

Onde ficar em Glasgow: os 3 melhores bairros da cidade

Onde ficar em Glasgow: A vista da Glasgow Cathedral do alto da Necropolis, o cemitério da cidade.

Ao procurar onde ficar em Glasgow, quando precisa escolher o melhor bairro para ficar hospedado, o viajante não costuma se deparar com muitas opções. A pouca quantidade de alternativas, no entanto, facilita bastante o planejamento de viagem.

A parte turística de Glasgow é bem compacta e quase todas as atrações ficam localizadas no centro da cidade ou em regiões próximas. Com isso, boa parte da rede hoteleira se concentra na região central mesmo. Mas ao contrário de muitas cidades, o centro de Glasgow é uma região bem prática e agradável de ficar hospedado. Suas ruas são cheias de vida, mesmo durante os fins de semana.

Alternativamente, quem prefere ficar hospedado em regiões fora do eixo comercial, quando for buscar onde ficar em Glasgow encontrará duas excelentes alternativas fora da área central: as regiões de Finnieston e West End.

Saiba mais sobre Glasgow e o que fazer na maior cidade escocesa.

Onde ficar em Glasgow: os 3 melhores bairros da cidade

Onde ficar em Glasgow: Um homem toca flauta em rua no Centro de Glasgow

Glasgow não aparece no roteiro de viagem pela Escócia da maioria dos viajantes. Falta mesmo à cidade uma atração turística de destaque, um ícone que obrigue os turistas a quererem passar algumas noites a mais lá.

Isto não quer dizer que a cidade possa ser tranquilamente riscada de seu planejamento. Pelo contrário. Glasgow é integrante daquele rol de destinos que conquistam o visitante no longo prazo. Quanto mais dias você decidir ficar, mais interessante a cidade se tornará aos seus olhos. E esta ideia é fundamental para escolher bem onde ficar hospedado em Glasgow.

Para recomendarmos os melhores hotéis e albergues de Glasgow vamos dividir nossas indicações conforme os bairros mais interessantes da cidade:

O centro de Glasgow

Onde ficar em Glasgow: O centro de Glasgow com todas as suas lojas e passeios públicos.

O centro de Glasgow é o conjunto de quadras delimitadas ao norte e a oeste pela M8 (a estrada que liga Glasgow a Edimburgo), ao sul pelo rio Clyde e que a leste segue até a altura da High Street.

Dentro deste espaço estão as duas maiores estações de trem da cidade (Glasgow Central e Queen Street), o principal terminal rodoviário e três estações de seu simpático sistema de metrô. Com esse tamanho reduzido, caso você chegue de trem ou ônibus, pode ser possível ir caminhando até seu hotel ou pagando uma corrida curta de táxi/uber.

E por mais que não faltem opções de transporte, o centro de Glasgow ainda fica bem próximo de boa parte das atrações da cidade, o que permite a quem decidir ficar hospedado por ali fazer quase todos os seus deslocamentos a pé mesmo.

Se você reservou poucos dias (um ou dois) em seu roteiro para visitar a cidade, ao buscar onde ficar em Glasgow, reserve sua hospedagem na região central e terá garantida uma localização excelente para curtir seus dias no maior centro urbano da Escócia.

Usando os principais pontos do centro como referência, as melhores opções de hotéis em Glasgow são:

Nos arredores da estação Glasgow Central, onde chegam as principais linhas férreas em viagens de longa distância:

  • O Radisson Blu, um dos melhores hotéis do centro de Glasgow, na Argyle Street
  • O Grand Central Hotel, ideal a quem procura um perfil mais clássico ao buscar onde ficar em Glasgow
  • O Grasshopper Hotel Glasgow, uma alternativa mais moderna na Union Street, uma das principais ruas do centro da cidade.

Próximos a George Square, a principal praça da cidade:

Próximo a estação Queen Street e em frente ao terminal rodoviário, facilitando a vida dos que chegam na cidade nos ônibus interurbanos, estão:

  • Uma unidade da rede Holiday Inn.
  • O Premier Inn Glasgow City, que tem a comodidade adicional de estar localizado dentro do shopping e centro comercial Buchanan Galleries, um dos maiores da cidade.

Alternativamente, para quem deseja ficar no centro, mas quer economizar na hospedagem, a saída é procurar os hotéis no entorno da Sauchiehall Street, uma rua comercial que percorre o centro, ligando a famosa Buchanan Street ao bairro vizinho de Finnieston. Por ali as melhores opções são:

Se você busca um hostel, Glasgow não apresenta muitas opções, infelizmente. No centro da cidade a melhor opção é a unidade Glasgow Metro, da Scottish YHA, que fica próxima ao centro comercial da Sauchiehall Street e da estação de metrô Cowcaddens.

Veja outras opções de hotéis no Centro de Glasgow.

Finnieston

Onde ficar em Glasgow: O Riverside Museum, um dos museus mais premiados com mundo, projetado pela arquiteta Zaha Hadid.

Em 2014 Glasgow foi sede dos Jogos da Commonwealth – um tipo de Jogos Olímpicos onde só participam os países membros do Commonwealth, grosso modo, as nações que fizeram parte do antigo Império Britânico. Foi a primeira vez que a Escócia sediou os jogos fora de Edimburgo.

Há alguns anos, Glasgow era uma cidade decadente e violenta. Sofrendo com anos do declínio industrial, a cidade recentemente renasceu como um centro artístico da Escócia. Os Jogos da Commonwealth foram o coroamento da nova fase de Glasgow e a abertura da cidade ao mercado do turismo.

De toda a reforma urbana pelas quais as cidades-sede de grandes eventos passam, em Glasgow as maiores obras ficaram localizadas no bairro de Finnieston, a oeste do centro. De um bairro industrial e portuário, Finnieston se tornou casa de excelentes bares e restaurantes, atraindo boa parte da cena cultural da cidade.

O destaque do bairro fica por conta do Riverside Museum. Projetado pela famosa arquiteta Zaha Hadid, o edifício todo revestido em aço funciona como o Museu dos Transportes e foi eleito em 2013 o melhor museu da Europa.

Com tamanha vitalidade, Finnieston atraiu diversas redes hoteleiras que abriram suas unidades no bairro. Dos dois lados do Rio Clyde ao buscar onde ficar em Glasgow o viajante encontrará hoje uma série de hotéis que figuram entre os melhores da cidade.

De frente para o rio, com alguns quartos que têm as melhores vistas de Glasgow, estão:

No interior do bairro as opções são mais em conta como o e o . Um pouco mais distante, Finnieston também conta com um hostel da rede Scottish YHA.

West End

Onde ficar em Glasgow: a região de West End, com suas igrejas em reforma perto do rio.

Se você quer sentir como é o dia a dia de quem vive na cidade, a busca por onde ficar em Glasgow termina no West End. A oeste do centro e ao norte de Finnieston, o West End é o bairro universitário da cidade, pela presença da Universidade de Glasgow bem em seu centro.

Além da universidade, o West End ainda conta com parques, museus, o jardim botânico de Glasgow, três estações de metrô e um centro comercial com lojas e restaurantes ao longo da Byres Road. Dos bairros majoritariamente residenciais de Glasgow, o West End é o melhor para ficar hospedado.

Por seu perfil, o West End conta com mais opções de apartamentos para estadias longas do que hotéis, mas há alguns muito bons no bairro, como:

Veja outras opções de hospedagem no West End de Glasgow.

AJUDE O VIDA CIGANA A VIAJAR PARA A ÍNDIA

Leu algum texto no Vida Cigana que foi útil em sua viagem?
Usou alguma dica nossa ao se preparar para embarcar para algum destino?
Esta é sua chance de retribuir 😉

KERALA BLOG EXPRESS

Vote na gente no Kerala Blog Express
Em um minutinho você pode nos ajudar a embarcar para nossa próxima viagem, para a Índia!

ORGANIZE SUA VIAGEM!

HOSPEDAGEM
No Booking.com estão cadastradas as melhores opções de hotéis e albergues. Reserve com direito a cancelamento gratuito e viaje com mais tranquilidade.
SEGURO VIAGEM
Com a Seguros Promo é possível comparar a cotação de diversas companhias, garantindo o melhor custo/benefício na contratação. Use o cupom VIDACIGANA5 e receba 5% de desconto em seu seguro viagem
ROAD TRIP
Alugue um veículo com a RentCars.com para sua viagem. Compare os preços de diferentes locadoras, pague em Reais, sem IOF e parcelado em até 12 vezes.

Sobre o Autor

Carlos

Carlos nasceu em Petrópolis/RJ. Quando tinha 20 anos decidiu que, sozinho, viajaria para o lugar mais distante que pudesse com o primeiro dinheiro que conseguiu acumular. Após muita pesquisa e economia, saiu do país pela primeira vez e rodou por quatro países. De ônibus. Nos anos seguintes dificilmente havia um em que não estivesse planejando outra viagem. Hoje o produto destas pesquisas é compartilhado publicamente aqui, no Vida Cigana.

Deixe seu comentário

Clique aqui para deixar um comentário.

House Sitting

publicidade

Close