Home » Destinos » Estados Unidos » Onde ficar em San Francisco: 10 bairros e dicas para economizar
Estados Unidos

Onde ficar em San Francisco: 10 bairros e dicas para economizar

Onde ficar em San Francisco: as lindas colinas da cidade com vista para a baía

No primeiro instante, no processo de escolher onde ficar em San Francisco, qualquer viajante logo irá perceber que a cidade é cara demais e que o orçamento necessário para os gastos com hospedagem pode ser bem maior do que o previsto.

Ao investigar um pouco mais a fundo, verá que nesta parte da Califórnia não é fácil encontrar opções econômicas de hospedagem sem abrir mão de que ela esteja nas áreas mais procuradas pelos turistas. Nas buscas por onde ficar em San Francisco, encontrar o equilíbrio perfeito entre o bom preço e a boa localização é tarefa árdua, mas não impossível.

Saiba mais: O que fazer em San Francisco: a cidade mais visionária do mundo.

Onde ficar em San Francisco: 10 bairros e dicas de onde economizar

San Francisco tem duas áreas hoteleiras clássicas: a região ao redor da Union Square e as ruas próximas ao Fisherman’s Wharf.  Nelas você terá sempre a confiança de estar bem localizado e também a certeza de que pagará mais caro por isso.

Áreas próximas destas duas ou bairros residenciais não muito afastados da região central podem ser alternativas econômicas na hora de reservar a hospedagem. Mas é preciso muito cuidado porque nem toda área de San Francisco é recomendável para passar seus dias. Uma oferta de hospedagem muito abaixo do preço pode estar localizada justamente num pedaço ruim da cidade.

Abaixo vamos listar 10 bairros de San Francisco com nossas recomendações de hotéis e albergues. São eles:

  1. Union Square
  2. Chinatown
  3. SoMa
  4. Distrito Financeiro
  5. Tenderloin e Civic Center: as opções ruins
  6. Fisherman’s wharf
  7. The Castro
  8. Mission District
  9. Alamo Square
  10. Haight-Ashbury

Assim, pretendemos ajudar a entender onde estão as melhores áreas da cidade, quais são os bairros alternativos mais econômicos e onde ficam as regiões onde não é recomendável ficar hospedado. Isto fará com que sua estadia em San Francisco seja a melhor possível e a mais bem adaptada ao orçamento de sua viagem.

Leia mais: Como escolher o melhor seguro viagem para os Estados Unidos

1.      Union Square

Union Square é a praça mais importante do centro comercial de San Francisco, contando com várias lojas e restaurantes. Ali é onde fica o grande movimento comercial da cidade mesmo.

Além disso, a praça fica num ponto muito bem atendido pelos diferentes meios de transporte disponíveis na cidade. Isso a torna o local ideal para quem quer ficar hospedado, especialmente aos que visitam San Francisco pela primeira vez. Não por acaso, nas imediações da Union Square estão os melhores hotéis da cidade.

Todas estas qualidades, no entanto, cobram seu preço. É bastante difícil encontrar opções de hospedagem próximas à Union Square para quem tem orçamento limitado. É algo complexo, mas ao buscar onde ficar em San Francisco, a região da Union Square é tão mais adaptada aos turistas que vale de todo modo começar a busca por ali, especialmente para ter um parâmetro dos preços cobrados à época da viagem, antes de cogitar reservar algo em outro local.

Próximos a Union Square ótimas escolhas são o Taj Campton Place, o Grand Hyatt San Francisco e o Marriott Union Square. Para quem procura algo mais acessível a opção pode ser o Mystic Hotel, na Stockton Street. Dos albergues, o melhor é o HI San Francisco Downtown.

Veja mais hotéis na região da Union Square.

2.      Chinatown

O que fazer em San Francisco: Visitar a Chinatown

A Dragon’s Gate, o portal que marca a entrada da Chinatown de San Francisco – a maior fora da Ásia – fica muito perto da Union Square, mas só estas quadras de distância já fazem o preço das hospedagens serem reduzidos, tornando-a uma opção a quem queira economizar em troca de caminhar um pouco mais.

Na esquina onde fica o portal, as opções de hotéis mais acessíveis (e ainda de boa qualidade) são o Hotel 32One e o Hotel Des Arts.

3.      SoMa

SoMa é um acrônimo formado a partir de “South of Market”. Denomina como o próprio nome indica, o conjunto de ruas do Centro que fica ao sul da Market Street. Como é uma área grande, o trecho mais recomendado para reservar a hospedagem é o que fica no entorno do Parque Yerba Buena, que é rodeado por museus e equipamentos culturais e fica bem pertinho da Union Square.

Na área do Parque as opções mais interessantes são o The Park Central, o W San Francisco ou o Hotel Zelos.

Explore outras opções de hospedagem no SoMa.

4.      Distrito Financeiro

Distrito Financeiro é o bairro a leste do Centro. Ocupa a área que vai da Kearny Street até o Embarcadero. Em termos de localização a região é excelente, mas quanto aos preços não costuma diferir muito do que é encontrado na Union Square.

Este perfil acaba, no fim, sendo uma desvantagem, pois o turista irá pagar valores similares para estar numa região que tem uma cara muito voltada para os negócios. Ainda assim, vale a pesquisa e se algum hotel estiver em oferta a área pode ser uma opção.

No distrito financeiro vale dar uma olhada no Hyatt Regency e no Hotel Vitale, que ficam ambos bem próximos ao Ferry Building. Um pouco mais afastado dali as opções são o Club Quarters e o Omni San Francisco.

Veja outros hotéis no Distrito Financeiro de San Francisco.

5.      Tenderloin e Civic Center: as opções ruins

Aqui vale um alerta para mostrar a grande pegadinha a qual viajantes de primeira viagem estão sujeitos quando buscam onde ficar em San Francisco.

Tenderloin e Civic Center são dois bairros vizinhos à Union Square, mas que ao contrário dela, não figuram em qualquer listagem de quem queira indicar os melhores lugares de San Francisco.

Esta área é povoada por diversas instituições que abrigam pessoas sem-teto e os ajudam em seu dia-a-dia. Isto faz com que estes bairros, Tenderloin e Civic Center, estejam sempre repletos de pessoas em situação de rua. Por conseqüência, a área não atrai os mesmos investimentos que outros bairros da cidade e mantém uma imagem de abandono que contrasta com o restante da cidade, em especial com seus bairros vizinhos. Para quem chega para fazer turismo, não é um local recomendável de passar seus dias.

A proximidade com as regiões mais famosas, no entanto, faz com que estes bairros, mesmo abandonados, contem com vários hotéis – de baixo custo especialmente. Assim, se ao procurar onde ficar em San Francisco, você encontrar alguma hospedagem a preços muito mais baixos do que o padrão, desconfie e antes de reservar, confira primeiro qual sua localização. Quando estivemos na cidade, nós quase reservamos nossas diárias ali, mas fomos alertados por um amigo que mora na cidade e mudamos de idéia a tempo.

Para saber a delimitação das ruas do Tenderloin e Civic Center, veja o mapa elaborado pelo blog Hotel California.

Para ver fotos do Tenderloin e entender um pouco mais sua realidade, o Airbnb tem um guia do bairro que mostra o visual de abandono de suas ruas.

6.      Fisherman’s Wharf

O que fazer em San Francisco: observar a cidade de diferentes pontos de vista

O Fisherman’s Wharf é a área mais turística da cidade. Fora do centro é a melhor área para ficar hospedado, pois é a que tem a melhor infraestrutura para receber os turistas. É lá onde está localizado o píer 39 e fica bem perto do píer 33, de onde saem os tours de visita a ilha de Alcatraz.

Com tantas atrações, o bairro possui também várias alternativas de hospedagem, sempre num padrão mais turístico do que o encontrado na região central. Bons exemplos são o Hotel Zephyr e o Argonaut Hotel, ou os famosos hotéis de rede, como o Holiday Inn Express e o Marriott Fisherman’s Wharf. Para quem prefere um albergue, a área conta com o HI Fisherman’s Wharf, que fica dentro do Parque Estadual Fort Mason.

A desvantagem do Fisherman’s Wharf está justamente em sua localização, mais afastado dos bairros centrais e com poucas opções de transporte. Para se locomover até o centro o turista terá que contar com os ônibus ou os cable cars clássicos, nas linhas Powell-Hyde e Powell-Mason, que ligam a área à região da Union Square, mas que lotam sempre devido à demanda dos turistas. Como alternativa, para ficar hospedado aqui, vale considerar reservar um pouco do orçamento para fazer os deslocamentos em táxis ou uber.

Explore outros hotéis na área do Fisherman’s Wharf.

Os bairros residenciais de San Francisco

Na hora de procurar onde ficar em San Francisco, a saída para quem quer economizar pode ser reservar a hospedagem fora dos bairros centrais, comerciais e turísticos. San Francisco conta com alguns bairros residenciais próximos do centro da cidade que são muito bem atendidos pelo transporte público e que têm, cada um, características únicas que podem ser o diferencial para sua estadia.

Nestes bairros a oferta de hotéis é limitada, sendo mais fácil encontrar um espaço para reservar no Airbnb, que foi a nossa opção. De todo modo, abaixo vamos dar nossas sugestões dos bairros que achamos mais legais da cidade com uma recomendação de hospedagem em cada um.

Caso nunca tenha usado o Airbnb, receba R$100 de crédito neste link para experimentar em sua primeira viagem.

7.      The Castro

O que fazer em San Francisco: O bairro de Castro, o bairro gay mais famoso do mundo

The Castro é conhecido como o bairro LGBT de San Francisco, mas todos os viajantes, gays e héteros são bem-vindos no local que inspira a luta por igualdade de direitos. Era ali no bairro onde Harvey Milk discursava e ainda hoje há várias referências em suas ruas à luta LGBT.

Foi no Castro que ficamos hospedados quando estivemos na cidade. Gostamos bastante do clima do bairro, com vários bons restaurantes para escolhermos e da farta oferta de transporte para nos deslocarmos às demais regiões.

Uma dica de onde ficar no Castro é o The Willows Inn, que fica na esquina da 14th Street com a Market, bem perto de onde ficamos.

Veja outras opções em The Castro.

8.      Mission District

O que fazer em San Francisco: andar por suas ruas cheias de casas vitorianas

O Mission District é o bairro da moda em San Francisco. Suas ruas contam com enorme variedade de restaurantes étnicos e bares que ganham vida própria durante a noite, mantendo o movimento a qualquer hora. Durante nossa estadia, era no Mission District que ficavam os bares quando saímos a noite.

Por estar em voga, o bairro é a região que mais concentra bons apartamentos para alugar no Airbnb, e realmente ficamos em dúvida se ficaríamos aqui ou no The Castro, onde optamos. Ambos são ótimas escolhas.

No Mission District, uma opção excelente é o Nineteen 06 Mission, um Bed and Breakfast super bem recomendado que fica na mesma quadra da estação de metrô 16th Street Mission.

9.      Alamo Square

Alamo Square é o bairro que recebe o nome de seu parque principal. Por aqui se vê com mais destaque a famosa paisagem urbana de San Francisco com suas casas geminadas de arquitetura vitoriana. A mais famosa delas, as “Painted Ladies” (conhecidas por aparecerem no seriado “Full House”) ficam logo em frente ao parque.

A uma quadra do Parque Alamo Square a dica é ficar hospedado no The Grove Inn.

10. Haight-Ashbury

Haight-Ashbury é o berço da contracultura e casa, ainda hoje, do movimento hippie de San Francisco. O bairro é repleto de antiquários, lojas de produtos orgânicos e alternativos, ideal a quem curte esse onde anos 60.

Em Haight-Ashbury nossa recomendação é o Stanyan Park Hotel.

Salve este texto no Pinterest!

10 bairros de San Francisco com recomendações de hotéis e albergues. Union Square Chinatown SoMa Distrito Financeiro Fisherman’s wharf The Castro Mission District Alamo Square Haight-Ashbury. onde estão as melhores áreas da cidade, quais são os bairros alternativos mais econômicos e onde ficam as regiões onde não é recomendável ficar hospedado para que sua estadia em San Francisco seja a melhor possível e a mais bem adaptada ao orçamento de sua viagem.
No primeiro instante, no processo de escolher onde ficar em San Francisco, qualquer viajante logo irá perceber que a cidade é cara demais e que o orçamento necessário para os gastos com hospedagem pode ser bem maior do que o previsto. Ao investigar um pouco mais a fundo, verá que nesta parte da Califórnia não é fácil encontrar opções econômicas de hospedagem sem abrir mão de que ela esteja nas áreas mais procuradas pelos turistas. Nas buscas por onde ficar em San Francisco, encontrar o equilíbrio perfeito entre o bom preço e a boa localização é tarefa árdua, mas não impossível.

ORGANIZE SUA VIAGEM!

HOSPEDAGEM
No Booking.com estão cadastradas as melhores opções de hotéis e albergues. Reserve com direito a cancelamento gratuito e viaje com mais tranquilidade.
AIRBNB
Já experimentou alugar um apartamento no Airbnb? Ganhe R$100 em créditos para usar em sua primeira reserva no site.
SEGURO VIAGEM
Com a Seguros Promo é possível comparar a cotação de diversas companhias, garantindo o melhor custo/benefício na contratação. Use o cupom VIDACIGANA5 e receba 5% de desconto em seu seguro viagem
ROAD TRIP
Alugue um veículo com a RentCars.com para sua viagem. Compare os preços de diferentes locadoras, pague em Reais, sem IOF e parcelado em até 12 vezes.

Sobre o Autor

Carlos

Carlos nasceu em Petrópolis/RJ. Quando tinha 20 anos decidiu que, sozinho, viajaria para o lugar mais distante que pudesse com o primeiro dinheiro que conseguiu acumular. Após muita pesquisa e economia, saiu do país pela primeira vez e rodou por quatro países. De ônibus. Nos anos seguintes dificilmente havia um em que não estivesse planejando outra viagem. Hoje o produto destas pesquisas é compartilhado publicamente aqui, no Vida Cigana.

4 Comentários

Todos os comentários serão moderados previamente conforme as políticas do blog. Serão publicados e respondidos apenas após aprovação.

Clique aqui para deixar um comentário.

  • Carlos, parabéns e muito obrigado por compartilhar estas informações com a gente. Há um evento que envolve tecnololgia da informação, que acontecerá em SF, em fevereiro de 2019 e eu pretendo estar lá. Claro que ficarei mais uns dias para conhecer a cidade e faz bem para o bolso já saber quais custos estarão envolvidos. Uma boa hospedagem é a base para que qualquer viagem fique bacana, porém não precisa se nada caro e nem de luxo. Como eu gosto de andar a pé, que reputo como sendo a única forma de perceber as nuances do local, eu irei me hospedar em um local que me permita andar sem receios. Vou seguir seu blog. Abraços. Márcio.

  • Carlos, primeiramente parabéns pelo Blog e obrigado pelas informações. Em outubro estarei nos EUA, e farei a costa da Califórnia em milagrosos 5 dias (foi um encaixe pra aproveitar a ida), a dúvida quanto a São Francisco, é que chegaremos pelo SFO, para ficar apenas 1 ou 2 dias, e em Brisbane ou Westlake, encontrei os melhores preços de airbnb. Mesmo não sendo tão no centro, sabe se prejudica muito a visitação dos pontos principais?
    OBS. o foco é São Francisco e Los Angeles nestes 5 dias, a costa será mais pelas fotos do caminho mesmo. Alguma dica para este desafio? rs

    Obrigado desde já. Abraços.

    • Olha Diego, 5 dias é bem pouco pra ver San Francisco e Los Angeles. Nós fizemos as duas cidades em uma semana e sem fazer a costa. Mas, como vc só tem esses 5 dias, aconselho dedicar mais tempo em SF do que em LA, a cidade é bem mais interessante. É mais cara que LA, mas não acho boa ideia ficar longe dos pontos principais, não, até pq vc tem muito pouco tempo pra ver as coisas. Vale a pena gastar mais um pouco e poder ir caminhando para os lugares.

House Sitting

rbbv abbv

publicidade