Home » Espanha » O que fazer em Madri: 15 melhores atrações turísticas
Espanha

O que fazer em Madri: 15 melhores atrações turísticas

O que fazer em Madri: A fachada do Palácio Real vista dos portões do prédio durante a golden hour

Na hora de saber o que fazer em Madri o turista pode ficar perdido diante de tantos pontos turísticos da capital espanhola. Madri tem tanto a oferecer que fica difícil fazer um roteiro de viagem completo sem esquecer de nada.

A cidade conta com alguns dos melhores museus de arte do mundo, onde obras de arte renascentistas e peças do século 20 estão esperando por você.

Madri pode não ter o charme tradicional da Andaluzia ou a beleza de Barcelona, mas é uma cidade vibrante com cultura de café efervercente e uma vida noturna agitada. Além disso, os diversos parques, museus e restaurantes fazem com que a cidade ganhe muitos pontos com os turistas.

O que fazer em Madrid

O que fazer em Madrid: jardins floridos numa praça arborizada no centro da cidade

Se você quer descobrir o que fazer em Madri para desfrutar de uma experiência única e completa, preparamos este artigo com os melhores pontos turísticos para você montar o seu roteiro de viagem.

Uma dica a quem não quer ter muito trabalho ou tem pouco tempo na cidade é fazer o tour gratuito por Madri com um guia local.

Encontre os melhores lugares para visitar e coisas a fazer com nossa lista das principais atrações de Madrid:

  1. Plaza Mayor
  2. Puerta del Sol
  3. Palácio Real de Madrid
  4. Jardins de Sabatini
  5. Catedral de la Almudena
  6. Parque El Retiro
  7. Plaza de España
  8. Estádio Santiago Bernabéu
  9. Museu do Prado
  10. Puerta de Alcalá
  11. Gran Vía
  12. Museu Reina Sofía
  13. Templo de Debod
  14. Mercado de San Miguel
  15. Mercado El Rastro

1. Plaza Mayor

A estátua equestre do rei no meio da Plaza Mayor, com prédios vermelhos ao fundo

A Plaza Mayor é uma elegante praça do século XVII e era o coração do comércio e vida social de Madrid, bem como cenário de eventos cerimoniais como a proclamação de um novo rei e a canonização de santos.

No centro da praça fica a estátua do Rei Felipe III montado a cavalo.

Outros 2 destaques são o monumental Arco de Cuchilleros e a Casa de la Panadería, de 1590, que abrigou a padaria mais famosa da cidade. No passado, a praça também serviu como local para touradas, apresentações dramáticas e torneios de cavaleiros.

Hoje, a Plaza Mayor continua sendo um importante ponto de encontro em Madrid. A extensa praça é rodeada por cafés ao ar livre e restaurantes.

À noite, a Plaza Mayor assume um ambiente animado e é um ponto de encontro popular tanto para turistas quanto para os moradores locais, perfeito para um happy hour em vários restaurantes.

2. Puerta del Sol

Na hora de saber o que fazer em Madri, não se esqueça de ver El Oso e El Madroño na Puerta del Sol

A Puerta del Sol é uma praça imensa que se alinha com o sol nascente. Ali é também o marco zero da cidade, onde Madrid foi fundada.

A praça tem sido palco de muitos eventos históricos, incluindo a resistência espanhola a Napoleão em 2 de maio de 1808, e em 1931, a Segunda República foi proclamada aqui.

Atualmente, o local é um lugar para passear e aproveitar a vida. Forrada com lojas e cafés, a Puerta del Sol ainda é uma das praças mais animadas de Madrid.

Logo ao lado da Puerta del Sol está a maior loja de departamentos de Madrid, El Corte Inglés, que vende tudo, desde roupas, sapatos e trajes de banho. Também próximo está La Violeta, uma confeitaria à moda antiga que oferece as balas violetas, uma especialidade madrilena.

A Puerta del Sol abriga três símbolos bem conhecidos de Madri:

El Oso y el Madroño

Na entrada da Calle Alcalá está uma escultura de um urso (El Oso) e de um morangueiro (El Madroño), representando o brasão de armas de Madri. Foi construída em 1967 e é um ponto de encontro conhecido entre os habitantes locais e turistas na cidade.

Real Casa de Correos

Na Real Casa dos Correos contém o famoso relógio que, desde 1962, marca o consumo das 12 uvas (uma tradição espanhola do ano novo em que uma uva é consumida a cada badalada do relógio) na contagem regressiva de cada ano novo.

Marco Zero (KM 0)

O Marco Zero está localizado na calçada em frente à Real Casa de Correos. Ele marca o ponto a partir da qual as distâncias de todas as ruas em Madri são medidas.

3. Palácio Real de Madrid

A linda fachada do Palácio Real de Madri vista de frente

O Palácio Real de Madrid foi construído em meados dos anos 1700 para o Rei Felipe V. Fica onde antes era a fortaleza moura de Alcázar, que pegou fogo em 1734.

Além disso, ele é o maior palácio real da Europa Ocidental, e tem uma mistura de arquitetura barroca e neoclássica.

Este grandioso palácio é a versão espanhola de Versalhes. No entanto, ao contrário do palácio francês, que agora é apenas um museu, o Palácio Real ainda é a residência oficial do Rei da Espanha e é usado para eventos oficiais do Estado.

Visitas ao palácio são liberadas, onde podem-se ver a imponente escadaria no corredor de entrada, obras-primas da arte como pinturas de Velázquez, Goya, Rubens, El Greco e Caravaggio, e requintadas tapeçarias flamengas e francesas.

Os quartos do Rei Carlos III estão entre os mais belos aposentos do palácio, pois são adornados com a decoração refinada da época do Iluminismo.

4. Jardins de Sabatini

Uma das enormes fontes dos Jardins de Sabatini, rodeado de árvores e com o palácio ao fundo

Os Jardins de Sabatini são em estilo neoclássico encontrados na fachada norte do Palácio Real em Madrid. Foram abertos ao público em 1978.

Os Jardins são divididos em três terraços com piscina, fontes, esculturas e arbustos ordenados simetricamente e cortados em belas formas.

Além disso, durante os meses de verão, os elegantes Jardins de Sabatini apresentam “Los Veranos de la Villa”, um grande festival com música ao vivo e vários eventos culturais.

5. Catedral de la Almudena

A Catedral de la Almudena fica de costas, com seu prédio amarelo e cúpula cinza

A Catedral de la Almudena é o edifício religioso mais importante de Madrid. Foi consagrada pelo Papa João Paulo II em 15 de junho de 1993, tornando-a a primeira catedral a ser consagrada fora de Roma.

O interior do templo é bastante surpreendente, pois é completamente diferente de qualquer outra catedral construída durante o mesmo período. O teto e os vitrais são decorados com cores vivas e linhas retas.

Dentro da Catedral é possível encontrar o Museu de La Almudena que apresenta inúmeros itens que retratam a história da diocese de Madrid. O museu é composto por 12 salas que contêm mosaicos, símbolos episcopais e vestimentas.

6. Parque del Retiro

O Parque del Retiro, com sua enorme piscina onde turistas andam de barco

O Parque del Retiro é um oásis de paz no coração de Madrid. Este exuberante e bem cuidado parque oferece uma fuga da correria da cidade.

Da entrada principal da Plaza de la Independencia, os visitantes chegam à piscina no meio do parque. Daqui, caminhos levam à encantadora La Rosaleda (Jardim das Rosas), ao formal Jardim de Don Cecilio, e aos Jardins de Cecilio Rodríguez, de estilo andaluz.

Dentro do parque fica o Palácio de Cristal. Construído em 1887, o palácio é um esplêndido pavilhão de ferro fundido e vidro que abriga exposições de arte.

7. Plaza de España

A Praça de Espanha, com sua enorme piscina e monumentos imponentes

A Plaza de España, localizada entre a Calle Princesa e a Gran Vía, é um dos principais centros de Madrid e é muito popular entre turistas e moradores locais.

A praça é uma das maiores do país e possui uma série de restaurantes, cinemas, teatros, lojas e shows nas proximidades, bem como fica ao lado de uma estação de metrô e de paradas de transporte público.

Além disso, a praça tem vários jardins e fontes com numerosas oliveiras que proporcionam uma sombra refrescante durante os meses mais quentes do ano.

8. Estádio Santiago Bernabéu

O Estádio Santiago Bernabéu visto do alto de suas arquibancadas

Nem todas as atrações turísticas de Madrid giram em torno de obras de arte, e o Estádio Santiago Bernabéu é a prova disso. Um dos museus mais visitados da cidade atrai torcedores de futebol ao estádio de um dos times mais famosos do mundo, o Real Madrid.

Os visitantes podem fazer uma visita ao estádio do Real Madrid, bem como ao museu com exibição de troféus, artefatos da equipe e exposições temporárias. As excursões também dão aos torcedores a oportunidade de apreciar a vista do campo do topo do estádio.

Seja você um torcedor do clube ou não, a verdade é que o Real Madrid é o maior time europeu da história, já tendo conquistado 13 Champions League (o principal campeonato de clubes do mundo).

Portanto, se você é um amante do futebol ou simplesmente alguém que queira conhecer um pouco mais da história de grandes esportistas e uma agremiação amada no mundo todo, vale a pena fazer um tour pelo estádio.

Um ótimo bônus é se você estiver na cidade em dias de “El Clasico”, que é o jogo entre Real Madrid e Barcelona. Sem dúvidas, está entre os grandes jogos para se assistir em qualquer lugar do mundo. Num estádio como esse, melhor ainda.

9. Museu do Prado

A fachada do Museu do Prado, com suas enormes colunas
Foto de Brian Snelson

O Museo Del Prado está entre os principais museus da Europa. Com mais de 8.000 pinturas e 700 esculturas, o Museu não deve nada em relevância para o Museu du Louvre, em Paris.

O Museu do Prado exibe milhares de peças da sua coleção em mais de 100 salas em 3 andares. Tentar ver tudo isso em uma única visita pode ser assustador, mas é possível focar em um itinerário específico de obras-primas, passando pelos itens artísticos e históricos de “maior relevância”.

Para isso, vale a pena contar com um guia oficial do museu para um tour de 90 minutos. Ele dará uma visão geral das principais obras primas do museu com um excelente contexto histórico que o ajudará a entender melhor a importância de cada uma delas.

O museu fica no Paseo del Prado, que é uma das ruas mais emblemáticas de Madri e fica localizado bem no centro da capital espanhola.

10. Puerta de Alcalá

A Puerta de Alcalá vista da calçada, cercada de jardins verdes e floridos

A Puerta de Alcalá é um dos marcos mais famosos de Madrid. Este arco do triunfo está situado na Plaza de la Independencia, perto de uma das entradas principais do Parque El Retiro.

O ponto turístico foi inaugurado em 1778 pelo arquiteto italiano Francesco Sabatini, que passou a maior parte de sua vida trabalhando em Madrid para a Família Real Espanhola.

Anteriormente, a Puerta de Alcalá havia sido um dos cinco portões das muralhas medievais da cidade, mostrando que há muito tempo é parte da história e testemunha dos séculos que se passaram ali.

11. Gran Vía

A luminosa Gran Vía, bem larga e cheia de prédios com neón.
Foto de Quique Olivar pelo Unsplash

Construída entre 1910 e 1929, Gran Vía é a rua mais famosa de Madrid, ligando os bairros de Salamanca e Argüelles e repleta de lojas, restaurantes e alguns dos edifícios mais emblemáticos da capital.

A Gran Vía foi uma das construções urbanas mais desafiadoras da Espanha, pois foi necessário demolir mais de 300 edifícios e 50 ruas. Graças a esta via, o centro da cidade está melhor conectado com a parte nordeste de Madri.

Atualmente, a Gran Vía abriga inúmeros restaurantes, bares, lojas de roupas, cinemas e teatros. Nos últimos anos, embora muitos dos teatros e cinemas tenham fechado, a Gran Vía mantém sua reputação como a Broadway espanhola.

Esta sem dúvidas é uma das ruas com mais vida noturna em Madrid, alguns até dizem que é a rua que nunca dorme.

Alguns dos edifícios mais famosos do país podem ser encontrados aqui, tais como o famoso edifício Metrópolis ou o edifício Carrion, com sua famosa placa da Schweppes.

12. Museu Reina Sofia

A fachada do Museu Reina Sofía bem moderno, com o teto vermelho

Inaugurado pela Rainha Sofia em 1986, o Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofia é o centro vanguardista de arte contemporânea de Madri.

O Museu Reina Sofia contém mais de 23.000 obras de arte em suas coleções. Em sua minuciosa representação da arte moderna e contemporânea espanhola, a coleção do Reina Sofia inclui obras-primas notáveis, como obras de Joan Miró, Pablo Picasso (não se esqueça de ver a Guernica), Salvador Dalí e Alexander Calder.

As obras de arte são expostas em várias salas espalhadas em um vasto espaço de exposição. Outra surpresa maravilhosa para os visitantes é o encantador jardim no pátio interno, repleto de esculturas imaginativas.

13. Templo de Debod

O Templo de Debod num dia nublado, com seu reflexo na piscina ao seu redor

O Templo de Debod é um dos mais belos tesouros escondidos de Madri, e é como uma viagem para o Egito dentro da Europa.

Este antigo templo egípcio é do século II a.C. e foi doado à Espanha pelo Egito.

O Templo de Debod é cercado por numerosas espécies de plantas, árvores e gramados verdes exuberantes. O melhor momento para visitar o Templo Debod é pouco antes do pôr do sol, garantindo uma vista de tirar o fôlego do templo em todo seu esplendor com um céu iluminado ao fundo. Se você ficar um pouco mais, também vale a pena ver o monumento iluminado à noite.

O interior do santuário é livre para visitas e vale bem a pena explorá-lo. Embora não seja tão bem preservado quanto outros templos egípcios, suas paredes são cobertas por hieróglifos e esculturas e também inclui informações interessantes sobre a mitologia e a sociedade do Egito Antigo.

14. Mercado de San Miguel

O Mercado de São Miguel, feito em aço

Localizado na Plaza de San Miguel, ao lado da Plaza Mayor, o histórico Mercado San Miguel mantém sua estrutura original de ferro do século XX.

O local onde atualmente se encontra o mercado era antigamente o lar da Igreja de San Miguel de los Octoes, que foi construída anexa às Muralhas da Cidade.

O mercado se tornou um dos pontos turísticos mais populares da Espanha, oferecendo múltiplos estandes com legumes e frutas, mas também vários restaurantes de tapas locais.

Além disso, o Mercado de San Miguel é o maior mercado municipal da Europa, com mais de 200 bancas espalhadas em seu grande e imponente galpão.

15. Mercado El Rastro

A rua onde fica o Mercado El Rastro, cheio de gente e bancas com os mais variados itens.
Foto de Nicolas Vigier

O Mercado El Rastro é um mercado de pulgas localizado no centro histórico de Madri, no bairro popular de La Latina. Ele abre todos os domingos.

Sua animada feira ao ar livre tem mais de 400 anos com bancas que vendem objetos do cotidiano, assim como artigos únicos e curiosos.

O Mercado El Rastro está localizado ao longo da rua La Ribera de Curtidores e suas pistas adjacentes. A Ribera de Curtidores é uma colina íngreme com centenas de estandes que vendem objetos extremamente variados, desde utensílios de cozinha, roupas, móveis, acessórios, joias e histórias em quadrinhos.

Uma dica importante ao transitar pelo local é ficar de olho na sua bolsa ou carteira e no seu celular, especialmente nas ruas mais movimentadas, já que é comum o roubo de carteiras de turistas distraídos.

Vale a pena usar o Madrid City Pass?

Uma rua em Madri cheia de prédios cor de ocre

Se você está planejando uma viagem a Madrid e leu esse texto, é provável que já tenha feito uma grande lista com diversas atrações da cidade.

Caso a sua lista tenha muitos museus e atrações similares, definitivamente é hora de considerar investir no Madrid City Pass.

Esse é um cartão especial para turistas, que permite obter descontos nas principais atrações e pontos turísticos de Madrid.

Além disso, através do Madrid City Pass é possível ganhar prioridade na entrada em alguns lugares como o Museo del Prado e ao Estádio Santiago Bernabéu, duas atrações quase obrigatórias para quem visita a cidade. Com essa prioridade, você evita filas e tem o acesso com desconto garantido.

Há também alguns tipos diferentes de Madrid City Pass de acordo com os tipos de atração que você tem mais interesse em visitar. Se você não tem nenhum interesse em ir a parques de diversão ou em estádios de futebol, não faz o menor sentido comprar algo para estes lugares. Concorda?

Sendo assim, você pode escolher o pacote de atrações que mais interesse à você. Há pacotes para museus, parques de diversão, palácios e estádios de futebol. Cabe a você escolher qual traz mais vantagens para você e se planejar.

Além disso, mesmo que alguma atração em Madri não esteja contemplada no pacote que você está comprando, o Madri City Pass pode dar até 10% de desconto na aquisição de um bilhete individual.

Onde ficar em Madrid

Um jardim dentro do Parque del Retiro

Madri possui uma das melhores infraestruturas hoteleiras e turísticas do mundo. Nós fizemos um guia de melhores bairros e hotéis para facilitar a sua vida na hora de escolher onde ficar em Madri.

Além disso, vale salientar que a cidade conta com uma boa estrutura de transporte público, sobretudo o metrô. Através dele é possível conhecer melhor a cidade mesmo se você não estiver hospedado nas regiões centrais que, embora melhores, são também mais caras.

O centro da cidade de Madri compreende vários bairros diversos, a maioria deles compactos e transitáveis. Não há um único bairro “melhor” para ficar. Onde você escolhe se hospedar depende em grande parte de seu orçamento e de seus interesses e experiências que deseja viver.

Salve estas dicas de Madri no Pinterest!

Na hora de saber onde ficar em Madri, siga as nossas dicas neste guia de atrações turísticas para os mais variados tipos de gostos, indo desde os apaixonados por arte até os que amam o futebol.
Neste nosso guia sobre o que fazer em Madri listamos todas as melhores atrações da cidade, como o Palácio Real, o Museu do Prado e o Museu Reina Sofia, os inúmeros parques e locais para fazer compras.
 

Tem alguma dúvida? Veja mais dicas no Instagram @vidaciganablog

ORGANIZE SUA VIAGEM!

HOSPEDAGEM

No Booking.com estão cadastradas as melhores opções de hotéis e albergues. Reserve com direito a cancelamento gratuito e viaje com mais tranquilidade.

CONTA GRÁTIS NA EUROPA

Abra uma conta online no Banco N26 para ter um cartão com saldo em euros para suas viagens internacionais.

SEGURO VIAGEM

Use nosso Comparador de Seguro Viagem. Com nossa parceria com a Seguros Promo, vamos te ajudar a encontrar os melhores planos de seguro para o seu destino. Use o cupom VIDACIGANA5 e receba 5% de desconto na hora do check out.

ROAD TRIP

Alugue um veículo com a RentCars.com para sua viagem. Compare os preços de diferentes locadoras, pague em Reais, sem IOF e parcelado em até 12 vezes.

Sobre o Autor

Larissa

Larissa é nascida em Niterói/RJ, mas já estudou em Nova York e morou na Nova Zelândia por um ano antes de iniciar a volta ao mundo que terminou em 2016. Sonhando em viajar desde que se entende por gente, mantinha um caderno cheio de recortes de jornais e revistas sobre o Egito quando tinha 7 anos de idade. Hoje esse caderno é virtual e engloba vários destinos. Os “recortes” são produzidos por ela e pelo Carlos, semanalmente, no Vida Cigana.

Deixe seu comentário

Todos os comentários serão moderados previamente conforme as políticas do blog. Serão publicados e respondidos apenas após aprovação.

Clique aqui para deixar um comentário.

House Sitting

vida cigana blog youtube house sitting

vida cigana blog youtube house sitting
abbv