Home » Destinos » Tailândia » Onde ficar em Bangkok: os 5 melhores bairros
Tailândia

Onde ficar em Bangkok: os 5 melhores bairros

Onde ficar em Bangkok: Templos com telhados dourados na capital da Tailândia

Planejar onde ficar em Bangkok durante sua viagem e escolher o melhor bairro para sua estadia pode ser determinante no modo como sua percepção da capital da Tailândia será moldada.

Sendo uma cidade com 8 milhões de habitantes, Bangkok possui regiões muito distintas umas das outras. Decidir onde ficar com antecedência é fundamental para que sua visita a capital da Tailândia não seja decepcionante por pura falta de planejamento.

Abaixo vamos listar 5 bairros e regiões de Bangkok muito populares entre os turistas. Em um deles certamente você encontrará a melhor alternativa para reservar as diárias de sua viagem.

Onde ficar em Bangkok: os 5 melhores bairros

Onde ficar em Bangkok: um barco no rio Chao Phraya, em frente a templos

As duas regiões de Bangkok que nós mais recomendamos são o Sukhumvit e o Silom.

Ambas são áreas compostas por bairros muito bem atendidos pelo BTS Skytrain, o metrô de Bangkok, o que faz deles opções excelentes para quem quer conhecer a realidade local da cidade.

Bangkok tem, porém, outros pólos hoteleiros bem populares entre os turistas: a região da Khaosan Road, dedicada aos que viajam em estilo mochileiro, e a faixa de hotéis às margens do Chao Phraya, o principal rio da cidade, que atende principalmente aos viajantes de alto padrão.

Assim, as recomendações dos 5 melhores bairros para ficar hospedado em Bangkok são, pela ordem:

  1. Baixo Sukhumvit
  2. Alto Sukhumvit
  3. Silom
  4. Chao Phraya
  5. Khaosan Road

Acompanhe abaixo o detalhamento de cada um deles e comece a planejar sua estadia em Bangkok.

O Sukhumvit

Onde ficar em Bangkok: Um gato deitado no chão ao lado de um capacete de moto

A Sukhumvit Road é uma avenida enorme que atravessa Bangkok mais ou menos no sentido leste-oeste. Ao longo de quase toda sua extensão ela é acompanhada pelo viaduto que sustenta o BTS Skytrain, o metrô elevado de Bangkok, na linha que também é chamada de Sukhumvit.

O BTS é o mais amplo sistema de transporte público de Bangkok e se conecta com todas as demais opções da cidade (o metrô subterrâneo – MRT, o trem para o aeroporto – ARL, e as linhas de barco). Escolher ficar hospedado próximo a alguma de suas estações é uma enorme vantagem para conhecer a cidade por conta própria.

O Sukhumvit é a parte da cidade que mais gostamos e a que mais recomendamos a quem pede dicas de lugares para ficar em Bangkok.

Como é uma região muito grande, dividimos em dois trechos as nossas recomendações:

  • Baixo Sukhumvit – a área comercial mais movimentada, próxima ao centro
  • Alto Sukhumvit – onde ficam bairros mais residenciais, com muitos shoppings e condomínios de alto padrão.

Ao escolher onde ficar em Bangkok, reservar um dos hotéis do Sukhumvit é uma decisão sempre certeira.

O Baixo Sukhumvit

Um monumento no meio de uma rotatória na Tailândia, com uma moto andando nela

O trecho inicial do Sukhumvit, ou Baixo Sukhumvit, fica localizado próximo ao centro de Bangkok. É a região que vai das estações National Stadium, passando pelo Siam até a Asok.

Neste pedaço da cidade há centenas de opções de hospedagem e ficar por ali te deixaria perto e com acesso a todas as atrações de Bangkok sem depender de agência de viagens.

E se você é daqueles que está procurando onde ficar em Bangkok justamente pelo fascínio que o caos da cidade provoca, no Baixo Sukhumvit você ainda encontrará uma confusão “típica tailandesa”. Por aqui você pode caminhar pelas ruas do bairro islâmico, dobrar a esquina e cair em alguma das zonas da luz vermelha de Bangkok. Mais Bangkok que isso, impossível.

No Baixo Sukhumvit a melhor localização são os entornos das estações National Stadium, Siam e Chit Lom, as mais centrais. A estação do Siam é onde é feita a baldeação entre as duas linhas do BTS, o que é uma vantagem extra.

Neste pedaço nossas principais recomendações são:

  • Novotel Bangkok Siam, que fica bem na Praça do Siam, na melhor localização possível;
  • Holiday Inn Express Bangkok, fica próximo ao National Stadium e é uma alternativa um pouco mais econômica;
  • Happy 3, também no National Stadium, que tem preços ainda mais em conta, mas sem perder em qualidade.

Entre os albergues, nesta área estão todos concentrados próximos ao BTS National Stadium.  Os melhores neste padrão são o Lub d Bangkok Siam (mas seus quartos esgotam rápido, reserve com antecedência) e o Chao Hostel.

Como dica extra: a área da estação Nana concentra muitas casas de shows eróticos e prostituição. Há hotéis bons por ali, mas se ambientes assim geram um desconforto em você, evite reservar hotéis localizados nos arredores.

Veja uma seleção de hotéis no Baixo Sukhumvit, localizados próximos ao BTS Siam.

O Alto Sukhumvit

lanternas nas ruas de Bangkok em meio a árvores

O Alto Sukhumvit é o trecho da avenida mais distante do centro, definido a partir da estação de Phrom Phong.

Este pedaço é onde vive a classe média alta de Bangkok. Por lá são comuns os shoppings centers caros e condomínios fechados com piscina.

Se o caos das áreas comerciais da cidade, como no Baixo Sukhumvit não é a sua praia, procurar hospedagem em alguma das estações mais distantes do centro, pode ser a solução.

Há alguns hotéis e albergues espalhados pela região, especialmente ao redor da estação Phrom Pong, o centro mais movimentado da região. Mas por aqui há também muitas opções de apartamentos para aluguel de temporada e buscar uma oferta no Airbnb pode ser valioso se sua intenção for ficar hospedado por aqui.

A estação de Phrom Phong serve como marco de divisão das duas regiões (o Alto e o Baixo Sukhumvit) e por lá os preços são os mais elevados desta área. Depois, os valores vão diminuindo gradualmente nas estações mais afastadas do centro. O entorno das estações de Ekkamai e On Nut pode ter um interessante custo beneficio.

No Alto Sukhumvit indicamos:

  • Hyatt Place Bangkok, no BTS Phrom Pong, que por tudo que oferece (com direito a piscina na cobertura) é uma das melhores escolhas da cidade;
  • Volve Hotel Bangkok, no BTS Thong Lo, ideal para quem quer um pouco mais de tranqüilidade;
  • Ibis Styles Sukhumvit, para quem quer economizar de verdade sem perder a qualidade da hospedagem (ainda que fique um pouco mais afastado, no BTS Phra Khanong).

Para os viajantes ainda mais econômicos, nesta parte do Sukhumvit, o melhor albergue é o One Day Hostel, na Soy 26 (BTS Phrom Pong), que conta com um espaço de co-working muito procurado por nômades digitais.

Veja uma seleção de hotéis no Alto Sukhumvit, próximo ao BTS Phrom Phong.

O Silom

Um barco no rio chao Phraya na frente de prédios bem modernos

A região do Silom é uma área mais moderna, que forma o centro financeiro de Bangkok. Além de ser ótima ao turismo de negócios, pode ser uma boa base ao viajante comum na hora de escolher onde ficar em Bangkok, uma vez que fica bem próxima ao centro, mas longe da intensa movimentação dos bairros vizinhos.

Assim como o Sukhumvit, o Silom é atendido por uma linha própria do BTS, que cruza o bairro e conecta-se à linha do Sukhumvit na estação de Siam. Depois de passar pelo bairro os trens seguem no sentido sul da cidade, atravessando o Rio Chao Phraya.

A vantagem é que a linha do Silom do BTS tem menos fluxo de pessoas que a do Sukhumvit, o que torna a viagem no Skytrain mais agradável e menos estressante. Além disso, é ela que leva até o Saphan Taksin, a estação central do Chao Phraya Express Boat, de onde partem os barcos que levam às principais atrações do centro de Bangkok, o Wat Pho e o Wat Phra Kew, o templo real.

A desvantagem de ficar hospedado no Silom é justamente sua face mais moderna. Os edifícios altos e envidraçados espalhados por suas ruas deixam o visitante um pouco distante das imagens mais conhecidas de Bangkok.

No Silom, por ser menos procurado pelos turistas, pode ser relativamente mais fácil encontrar bons hotéis cobrando diárias mais baratas do que a média. No bairro recomendamos os hotéis localizados no entorno das estações Chong Nonsi e Surasak do BTS. Neste sentido, bons exemplos são:

Entre os albergues nossa indicação é o Lub d Silom, da mesma rede de hostels que tem uma unidade super requisitada no Siam. Em nossa primeira passagem por Bangkok nós ficamos hospedados ali em um quarto privado e adoramos.

Veja uma seleção de hotéis e albergues no Silom, próximo ao BTS Chong Nonsi.

A Khaosan Road

A Khaosan Road na Tailândia cheia de pedestres andando por suas ruas, com vários letreiros ao redor

A região da Khaosan Road é a que concentra a maior quantidade de hotéis baratos e albergues da cidade. Por conta dos baixos preços, é habitual que os turistas reservem suas estadias por lá sem se questionar muito.

Mas ficar hospedado na região da Khaosan Road pode ser uma roubada que boa parte do público que visita Bangkok pela primeira vez não percebe.

O problema é que a região é completamente abarrotada por turistas, mas completamente sem uso aos tailandeses. Os moradores locais só estão lá para servir aos gringos, tornando esta área um microcosmos-de-Tailândia, algo feito-para-turistas. A Khaosan Road não mostra de verdade o que é o país em sua rotina a quem está hospedado por ali.

O excesso de turistas também faz da Khaosan Road um lugar super caótico e barulhento de onde quem tem o sono leve deve fugir.

Sim, as opções de hospedagem são baratas, mas achar um hotel que seja bom e barato ao mesmo tempo, por aqui não é tarefa tão fácil. Com o mesmo valor de diária de um bom hotel na Khaosan Road dá pra encontrar opções bem melhores em outros bairros.

Além disso, a Khaosan Road fica numa região isolada do restante da cidade, sem acesso aos grandes meios de transporte público de Bangkok. Apesar de próxima dos principais pontos turísticos, ela é desconectada do restante do centro fazendo com que o turista dependa dos taxis ou carros de aplicativo constantemente.

Como vantagem por esta imensa concentração de turistas, você vai encontrar, além dos hotéis, toda a infraestrutura necessária para sua estadia em Bangkok, com centenas de restaurantes, lojas de quinquilharia e agências de viagem.

Ficar hospedado na Khaosan Road é justificável a quem tenha pouquíssimos dias em Bangkok, uma vez que as agências fornecerão toda a logística para aproveitar ao máximo o pouco tempo na cidade. Mas para os que pretendem conhecer Bangkok de verdade e têm mais tempo para explorá-la de maneira independente, o ideal é escolher ficar em outro lugar.

Para quem quer ficar hospedado nesta região, a dica é ao menos evitar a própria Khaosan, preferindo os hotéis das ruas posteriores, como a Rambuttri, por exemplo. Por lá você estará ao menos um pouco mais protegido do barulho que rola até tarde da noite.

Na Rambuttri, podemos recomendar ao menos 3 hotéis muito bons:

Veja outros hotéis em albergues na Khaosan Road e arredores.

O Rio Chao Phraya

Hoteis gigantescos na beira do Rio Chao Phraya, em Bangkok

Por último, Bangkok ainda tem uma área hoteleira dedicada quase exclusivamente ao viajante de classe alta. São os hotéis com vista para o Chao Phraya, o rio que corta a cidade.

Se você é do tipo que não tem limite do quanto gastar em hospedagem, está viajando para a Tailândia para uma ocasião especial, como uma lua de mel, por exemplo, o caminho certo na hora de escolher onde ficar em Bangkok é procurar os hotéis que ficam de frente para o rio. Por lá estão distribuídas unidades cinco estrelas de todas as grandes redes hoteleiras do mundo.

A localização pode não ser das mais vantajosas para se locomover por conta própria na cidade, mas este não é o foco daqueles que têm condições de ficar hospedado em um dos hotéis desta região. Ainda assim o hóspede pode ficar tranquilo quanto aos seus deslocamentos, pois diversos hotéis da região contam com seus barcos privados oferecendo a travessia do rio aos seus hóspedes.

Nas margens do Rio Chao Phraya estão hotéis como:

Veja uma seleção de hotéis na região do Rio Chao Phraya, próximos ao BTS Saphan Taksin.

Mas afinal, qual o melhor bairro para ficar em Bangkok?

Pessoas num mercado flutuante em Bangkok

Bangkok é enorme e as opções de hotéis são vastas. Os bairros que mostramos aqui são as principais alternativas, mas há diversas outras regiões igualmente interessantes que não citamos.

Não caia na tentação de simplesmente buscar o hotel ou albergue mais barato ou aquele com mais indicações. Entender a cidade, perceber as diferenças entre suas regiões turísticas e só então decidir onde ficar em Bangkok é o primeiro passo para se apaixonar por esta cidade fantástica.

Salve estas dicas de Bangkok no Pinterest!

Saiba onde ficar em Bangkok, tudo seus melhores bairros, como transitar pela cidade, como ir até as atrações mais famosas e como fugir do fluxo intenso de turistas.
Todas as dicas dos melhores locais ao escolher onde ficar em Bangkok, com seus melhores bairros, hoteis, para todos os gostos e bolsos.
 

ORGANIZE SUA VIAGEM!

PASSAGEM AÉREA

Use o Kayak para descobrir qual empresa tem as passagens aéreas mais baratas para sua viagem.

HOSPEDAGEM

No Booking.com estão cadastradas as melhores opções de hotéis e albergues. Reserve com direito a cancelamento gratuito e viaje com mais tranquilidade.

Já no Hotéis.com você pode parcelar o pagamento das diárias em até 12x!

AIRBNB

Já experimentou alugar um apartamento no Airbnb? Ganhe até R$180 em créditos para usar em sua primeira reserva no site.

SEGURO VIAGEM

Use nosso Comparador de Seguro Viagem. Com nossa parceria com a Seguros Promo, vamos te ajudar a encontrar os melhores planos de seguro para o seu destino. Use o cupom VIDACIGANA5 e receba 5% de desconto na hora do check out.

ROAD TRIP

Alugue um veículo com a RentCars.com para sua viagem. Compare os preços de diferentes locadoras, pague em Reais, sem IOF e parcelado em até 12 vezes.

Precisa de ajuda para planejar sua viagem?


Preencha seu e-mail e datas da viagem para receber nossas melhores dicas e avisos de promoções:

Sobre o Autor

Carlos

Carlos nasceu em Petrópolis/RJ. Quando tinha 20 anos decidiu que, sozinho, viajaria para o lugar mais distante que pudesse com o primeiro dinheiro que conseguiu acumular. Após muita pesquisa e economia, saiu do país pela primeira vez e rodou por quatro países. De ônibus. Nos anos seguintes dificilmente havia um em que não estivesse planejando outra viagem. Hoje o produto destas pesquisas é compartilhado publicamente aqui, no Vida Cigana.

31 Comentários

Todos os comentários serão moderados previamente conforme as políticas do blog. Serão publicados e respondidos apenas após aprovação.

Clique aqui para deixar um comentário.

  • Carlos, desejo visitar a Tailândia num futuro breve e o meu interesse é ficar em Branco. Eu quero muito conhecer a ponte Rama VIII e o park ao lado, além dos templos. Que bairro você me recomenria ficar?

    • Oi Jaqueline, para visitar a Ponte Rama VIII o local mais próximo é a Khao San Road mesmo. Mas minha recomendação é sempre pelos bairros atendidos pelo BTS, especialmente aqueles da linha do Sukhumvit.

  • Carlos,

    Obrigada pelo seu blog e pelas informações sao muito valiosas.
    Conto ir a BKK em breve e tenho a opção de ficar num pequeno apartamento em condominio em Khet Bang Kapi (airbnb). Voce pode dizer algo sobre este local? considere que eu vou a turismo por 5 dias e depois sigo para as praias.
    Pode recomendar onde é melhor ir de Bnagkok considerando a beleza do lugar e a acessibilidade, distancia e atracções: Pukhet ou Chiang Mai?

    Neusa

    • Neusa, Bang Kapi é uma região muito grande. Não tenho como opinar sem saber o bairro onde se localiza.
      Se você vai pelas praias o melhor é ir a Phuket. De qualquer forma tanto Phuket quanto Chiang Mai estão bem distantes de Bangkok. Nos dois casos você precisará de um voo, sendo que para Chiang Mai existe a opção de trens, inclusive com viagens noturnas.

  • Boa tarde. Planejo ir à Tailândia em novembro. Vocês sabem a data do festival das lanternas em chiang Mai?
    Pergunta 2: p aeroporto internacional é muito longe do Don Mueang?
    Obrigada
    Eliana

  • Olá boa noite Carlos. Estou com uma dúvida ao reservar hotéis na Tailândia pelos sites de reserva do Brasil, em todos eles aparece uma observação de que será cobrado um valor de cerca de 1000 Bath por diária em dinheiro no local. Isso fora o valor da diária. É alguma taxa de turismo ou tipo um depósito caução? Obrigada

    • Boa,noite. Ano passado e esse ano. Reservamos pelo booking, hoteis.com e airbnb. Tb desconheço essa taxa. Porem em alguns lugares ( acho q,foram 2 ou 3) deixava um deposito caução por causa da chave. Aqui no vietna vc deixa o passaporte mesmo.

    • Isso sim eu vi. Como o Marcelo disse, alguns hotéis pedem uma caução para o caso de o hóspede perder ou não devolver a chave, que é restituído no check out.
      Agora, deixar o passaporte eu não deixo de jeito nenhum. Nunca ficaria os dias de hospedagem sem o passaporte em troca da chave. Prefiro a caução.

  • Oi Larissa e Carlos, tudo bem?

    Estou planejando uma viagem a Tailandia. Na ida passo apenas 1 noite em Bangkok e sigo no dia seguinte para Phi Phi, mas no final da viagem volto e fico 4 dias em Bangkok.
    Estou muito em dúvida para a hospedagem dessa primeira noite, chego às 07h35 a.m. pelo Suvarnabhumi e sigo no dia seguinte às 06h20 a.m. pelo Don Mueang. Como vou ter outros dias na cidade, a ideia é descansar, curtir uma piscina e uma boa massagem e talvez fazer um passeio sem pressa por algum lugar legal. Gostaria de ficar em um lugar que tivesse facilidade para comer e beber e o deslocamento fosso fácil para os aeroportos ou, pelo menos para o Don Mueang.
    Vocês podem me ajudar? O que sugerem? Parabéns pelo post!

    Beijos

    • Oi Camilla,
      Existem alguns hotéis próximos ao Don Mueang e você pode escolher algum para já estar bem por lá na hora do voo, já que o embarque é bem cedo.
      Como dica: o Amari Don Mueang tem piscina, bar e restaurante e pode ser o que você ta procurando 😉
      O problema é que a região do aeroporto é afastada de todo o resto da cidade e você vai ficar meio isolada, “perdendo” seu primeiro dia de viagem. Caso não se importe, ok – afinal você terá mais dias em Bangkok depois, mas caso queira aproveitar esse primeiro momento, o ideal seria procurar alguma coisa pela região do Siam, que é bem central e tem acesso a todo tipo de transporte pela cidade.

  • Estou planejando nossa viagem para Tailândia para Março de 2017, queremos ficar uns três dias em Bangkok e depois ir para as praias. Gostaria de saber se o custo de Bangkok até as praias de avião é muito alto. E outra duvida, meu marido e eu não falamos inglês, apenas algumas palavras rsrs, será que passaremos “perrengue” por causa disso?

    Grata,

    • Oi Renata, os voos internos na Tailândia são bem baratos, especialmente se você conseguir (o que recomendo) embarcar só com mala de mão para não pagar as taxas de despacho de bagagem.
      E lá eles estão acostumados a falar inglês com os turistas, então mesmo que seu conhecimento seja básico, deve dar pra se comunicar – e se não rolar, vai na mímica 😉

    • Olá. Vou em março e ficarei apenas 4 dias em BKK. Fiz uma reserva em um hotel que fica em Phahonyothin Rd – Phaya Thai, mas agora estou na dúvida quanto à localização. Você pode me ajudar?

    • Oi Carlos, se seu hotel fica perto das estações de Phaya Thai você tem acesso fácil tanto ao BTS quanto ao ARL que leva ao Aeroporto de Suvarnabhumi. Não experimentei ficar por ali, mas sei que essa região é muito comercial.
      Se estiver na dúvida e sua reserva for cancelável, dê uma olhada nos bairros que recomendei no texto e mude sua escolha.

  • é complicado afirmar que “tal rua é roubada”, acho válido apenas considerar as características de cada bairro. Cada turista tem o seu perfil. Khaosand está próxima aos principais templos, e para mim (repito: PARA MIM) foi perfeita, apesar de “não conhecer a verdadeira rotina dos tailandeses). A ideia foi fazer uma viagem de turismo, não um intercâmbio.

    • Oi Flavia, como blogueiros a gente acha que devemos sempre nos posicionar em nossas avaliações para que o texto não fique padronizado frente a tantos outros que existem. A Khao San Road tem seu público e deixamos claro que, a quem viaja com tempo contato, ela não deixa de ser uma boa opção pela praticidade do que tem ao seu redor.

    • Eu achei o post bem relevante. Li antes da viagem msm assim preferi seguir meu “feeling ” (o que geralmente da mto certo) e ñ me arrependo. Eu só trocaria a afirmação “é uma roubada” por “pd ser uma roubada”. Mas como of blog nao é meu…

  • Otimo blog, e acho q vc me tirou uma grande duvida. ficarei em bangkok por 11 dias, w antes de ver o seu blog estava pensando (apos pesquisas) em ficar em si lon. Pq acho q vou para todos os lados de bangkok e ter apto na faixa de 60 reais por dia. em media.

    com a sua experiencia e como vc ficou nesses lugar…perguto. Estou no caminho certo?? esse é o bairro mesmo????
    aguardo obrigado

    • Oi Marcelo, o Silom é uma ótima região de Bangkok. Para ter certeza de ter feito a escolha certa, veja se a hospedadem escolhida fica próxima a alguma das estações do BTS como Chong Nonsi ou Sala Daeng para facilitar seu deslocamento pela cidade.

House Sitting

vida cigana blog youtube house sitting

vida cigana blog youtube house sitting
abbv
Banner Seguros Promo

publicidade

hospedado por infinite cloud computing