Home » Destinos » Tailândia » O que fazer em Chiang Mai: 9 atrações na segunda cidade mais importante da Tailândia
Tailândia

O que fazer em Chiang Mai: 9 atrações na segunda cidade mais importante da Tailândia

O que fazer em Chiang Mai: um monge budista sentado de frente para a câmera, com outros monges ao redor dele enquadrando a foto.

Ao planejar o que fazer em Chiang Mai o turista precisa organizar bem seu roteiro. É importante ter em mente que a cidade é a segunda maior da Tailândia. Também é a maior e mais importante da região norte do país devido à sua significância cultural.

No passado, a partir do ano de 1296 d.C., Chiang Mai foi capital do Império Lanna, antigo povo que morava no norte da Tailândia, deixando inúmeras tradições totalmente diferentes das que são encontradas no restante do país.

Juntamente com Bangkok, elas duas são as mais admiráveis da Tailândia. Suas histórias, bem distintas, se complementam.

Uma visita a Chiang Mai é, portanto, obrigatória.

Para conhecer a cidade são necessários uns 3 dias de dedicação exclusiva. Isso se dá especialmente pelo fato de a cidade apresentar muita história e inúmeros templos magníficos.

Abaixo, com uma série de dicas, vamos ajudar a montar o roteiro do viajante que queria saber o que fazer em Chiang Mai em um roteiro pela Tailândia.

A partir de Chiang Mai também é possível fazer um bate e volta a Chiang Rai e conhecer o famoso templo branco. Recomendamos ficar uma noite em Chiang Rai, mas para quem tem tempo curto, fazer esse tour para ver as atrações principais e ainda incluir o Triângulo Dourado (que conta com as 3 fronteiras do Myanmar, Laos e Tailândia) no passeio é um ótimo negócio.

O que fazer em Chiang Mai? 9 atrações imperdíveis

Chiang Mai é vibrante e possui toda a infraestrutura que uma cidade grande precisa ter. A parte mais turística, no entanto, onde se concentra grande parte dos hotéis da cidade, fica em uma pequena região, a Old City, que é cercada pelas muralhas históricas que protegiam a cidade.

O que fazer em Chiang Mai: O interior de um templo budista em Chiang Mai com paredes brancas

Por ser mais turística e procurada, os preços em Old City costumam ser um pouco mais altos do que os do lado de fora das muralhas, mas mesmo assim o custo do local ainda é muito baixo se comparado a outros destinos pelo mundo.

Dentro da Cidade Antiga é possível explorar todos os seus cantos a pé, mas caso vá para além de seus limites, tuk tuks, táxis vermelhos e até ônibus rodam a toda hora para todos os lados.

Mas o que fazer em Chiang Mai em uma visita à cidade? Eis nossa lista com os principais pontos turísticos para incluir no seu roteiro:

  1. Muralha de Chiang Mai
  2. Wat Chedi Luang
  3. Wat Phra Singh
  4. Wat Chiang Man
  5. Chiang Mai Arts and Cultural Center
  6. Lanna Folklife Museum
  7. Feira noturna da Rachadamnoen Road
  8. Night Bazaar
  9. Wat Phra That Doi Suthep

1.      Muralha de Chiang Mai

Chiang Mai se originou cercada por muralhas, como várias cidades antigas no mundo.

Ela era constantemente ameaçada no passado pelos birmaneses (Birmânia é hoje o Myanmar) e mongóis. Por isso, em determinado momento seu rei decidiu fortificar a cidade, construindo uma muralha ao seu redor.

O que fazer em Chiang Mai: A muralha da cidade de noite

Mesmo murada, Chiang Mai não resistiu e, no século XVI, foi conquistada pelos birmaneses.

Hoje, parte da muralha permanece, e caminhar pela Old City ainda nos dá a sensação de estarmos sempre caminhando em terras ancestrais.

Dentro desse reduto se encontram várias casas, lojas, os 3 templos mais importantes da cidade (Wat Chedi Luang, Wat Phra Singh e Wat Chiang Man), museus, restaurantes de todos os tipos, hotéis, albergues, templos e feirinhas.

É o local ideal para começar a conhecer a cidade, pois foi ali que ela se formou.

E para visitar as regiões fora da muralha, o visitante é obrigado a passar pelos milenares portais que ainda estão de pé.

2.      Wat Chedi Luang

Wat Chedi Luang é um templo budista belíssimo, no coração da Old City.

É incrível encontrar tamanho sítio arqueológico ainda em funcionamento, em meio a uma cidade amuralhada, como um castelo antigo gigantesco.

Um templo budista em ruínas em Chiang Mai, na Tailândia

Sua construção começou no século XV, mas só foi terminada em meados do século XVI. Tinha como objetivo guardar as cinzas do pai do rei na época.

Era a maior edificação de todo o Império Lanna. Também servia como abrigo do Buda de Esmeralda, a relíquia mais importante da Tailândia, que se encontra em Bangkok atualmente.

Hoje, do seu templo principal só restaram ruínas belíssimas que sobreviveram a um terremoto no século XVI. O abalo destruiu parte de sua cúpula.

Colunas douradas dentro de um templo budista em Chiang Mai

Junto às ruínas, outros templos se espalham pelo conjunto do sítio. Estes são de construção mais recente, espaçosos, sempre com monges fazendo suas preces e entoando mantras.

De todo o complexo arquitetônico, o templo mais usado é o Wat Ho Tham. É uma construção esplendorosa, com enormes colunas douradas e lustres pendendo da cobertura. Ele é internamente adornado por várias faixas coloridas que na verdade são pedidos feitos pelos fiéis.

3.      Wat Phra Singh

Wat Phra Singh é um dos templos mais importantes de Chiang Mai, tendo sido nomeado Templo Real de Primeira Grandeza pelo rei Rama VIII.

Fica no final da Rachadamnoen Road, a rua mais famosa da cidade e abriga o Phra Buddha, uma importante estátua de Buda trazida do Sri Lanka há milênios atrás, que dá nome ao templo.

Uma imagem de Buda dourada dentro de um templo bem escuro, com paredes vermelhas

Construído em 1345, possui vários anexos, mas a edificação mais importante é o Wihan Lai Kham, onde se encontra a famosa estátua de Buda.

O interior deste templo é todo adornado em vermelho e dourado, o que deixa o ambiente bastante escuro, com toda a iluminação concentrada na estátua. Suas paredes possuem murais antigos e bem importantes, mesmo estando um pouco mal conservados.

Monges budistas fazendo sua única refeição diária dentro de um templo

Já o maior templo do conjunto, chamado Wihan Luang, é bem simples, com paredes e colunas brancas.

Caso visite durante o meio dia, poderá ver a oração da hora do almoço. Durante esse momento pode-se observar os monges apreciando sua única refeição do dia.

4.      Wat Chiang Man

Wat Chiang Man é o templo mais antigo da cidade, tendo sido construído em 1297. Abriga duas estátuas de Buda que os fiéis acreditam que tenham poderes.

Um templo budista bem antigo feito de madeira, com um imenso altar dourado no meio

A primeira, Phra SaeTang Khamani, é feita de cristal, data do ano de 200 e possui somente 10 centímetros de altura. Acredita-se que ela proteja a cidade de desastres.

Já a segunda, Phra Sila, é de pedra e foi feita no Sri Lanka entre o século VIII e X. Dão a ela o poder da chuva, especialmente no final da estação seca.

Ambas ficam em um baldaquino feito de 6 quilos de ouro.

5.      Chiang Mai City Arts and Cultural Center

Esta atração é um centro cultural incrível para conhecer a fundo toda a história de Chiang Mai.

O espaço está localizado num edifício histórico, o Old Provincial Hall, construído em 1924. Ali, na época da fundação da cidade, ficava o primeiro templo erguido em Chiang Mai, mas que hoje muito pouco restou dele. Hoje abriga um dos museus mais modernos da Tailândia, com apresentações em vídeos e explicações muito bem levadas ao público.

Recomendaria a visita como uma das primeiras paradas na cidade, pois lá um panorama sobre a história local é apresentado aos turistas. As exposições explicam as formações étnicas locais até as funções e projeções arquitetônicas dos templos mais importantes de Chiang Mai.

Na entrada do museu ainda pode ser visto o Monumento dos Três Reis (em tailandês Anusawari Sam Kasat), uma homenagem aos monarcas que fundaram a cidade de Chiang Mai em 1296.

6.      Lanna Folklife Museum

O Lanna Folklife Museum é um museu especializado na cultura milenar dos Lanna, o povo que habita até hoje o norte da Tailândia.

Um papiro escrito em tailandês em um museu de Chiang Mai

O acervo apresenta expressões artísticas como danças, pintura, culinária, vestimenta, moradia e religião. O problema é que, para um leigo no assunto, as exposições do museu são colocadas de forma bastante confusa, sem organização temática, podendo ser vista em uma mesma sala estátuas de Buda e estilos de moradia.

Para quem já leu algo previamente sobre a Tailândia e sobre o budismo, terá uma impressão totalmente diferente da que tivemos. É um museu muito aprofundado em um tema que muitas pessoas não estão habituadas.

7.      Feira noturna da Rachadamnoen Road

Compras não podem ficar de fora na hora de planejar o que fazer em Chiang Mai, certo?

Um feira noturna em Chiang Mai repleta de turistas e barraquinhas

Além de templos, dentro das muralhas acontece a feirinha de domingo mais famosa da cidade, ao longo de toda a Rachadamnoen Road. Os turistas ficam loucos com tamanha variedade, de comidas típicas a souvenires e roupas incríveis, tudo muito barato.

As barraquinhas começam a ser montadas durante a tarde para a enxurrada de turistas que chega à noite. A partir das 17h o movimento começa na rua.

Para quem quer, além de provar as comidas típicas do país, também aprender a cozinhar os pratos mais famosos, nada como participar de um tour que pode ser feito tanto de dia quanto de noite com um guia especializado.

8.      Night Bazaar

Caso não sua estadia em Chiang Mai não inclua um domingo para aproveitar a feirinha da Old City, existe outra opção.

Diariamente, fora dos limites das muralhas acontece o Night Bazaar, um mercado tradicional como muitos dos que acontecem em cidades tailandesas. Pode ser um bom local para aproveitar a noite e comprar lembrancinhas.

9.      Wat Phra That Doi Suthep

O templo mais famoso de Chiang Mai fica fora das muralhas de Chiang Mai, no topo da montanha Doi Suthep. De lá o visitante tem acesso a uma vista maravilhosa de toda a cidade lá embaixo.

Uma estupa dourada de um dos templos mais bonitos da Tailândia. Tudo reflete ouro

O conjunto fica em meio à mata, e para chegar até lá a partir da Old City é fácil, mas nem sempre barato, pois só é acessível indo de táxi.

Segundo a lenda local, um monge budista achou um osso do próprio Buda e o levou ao que hoje é Chiang Mai. Chegando ao local, o osso se partiu em dois. O rei da época decidiu colocar um dos pedaços no lombo de um elefante. O animal subiu a montanha e chegando ao seu topo, morreu. Isso foi visto como uma profecia e então, decidiram construir um templo ali.

Para visitar o local é preciso estar vestido apropriadamente, ou seja, com os ombros e joelhos cobertos.

A subida pode ser puxada para quem tem problemas de locomoção, pois são 309 degraus no total.

No meio do caminho é possível comer vários quitutes tailandeses como espetinhos, frutas, doces, entre outros.

Ao entrar na área do complexo, a região é bem semelhante a uma muralha, com quatro templos, um em cada face. Ao centro fica uma enorme magnífica estupa dourada, que brilha muito ao sol. É um local muito bonito e único no mundo.

A estupa dourada de um templo budista em Chiang Mai

Além disso, milhares de estátuas de Buda estão espalhadas pelo sítio, assim como velas e flores de lótus. O templo é bem conhecido pelos turistas, mas também muito frequentado por locais, que fazem sua peregrinação mesmo com o lugar abarrotado de estrangeiros.

Do lado de fora da muralha fica um lindo jardim suspenso, com árvores floridas, bancos e alguns cafés. Contornando a área, encontra-se o mirante para observar a cidade lá embaixo.

Os jardins de um templo budista em Chiang Mai, cheio de árvores

A ida até lá vale muito a pena por toda a experiência em um lugar tão bonito e com vista tão privilegiada.

Como chegar a Chiang Mai

Um mulher ruiva em pé na porta de um trem na Tailândia

Para quem visita Chiang Mai vindo de Bangkok, há opções de transporte usando ônibus, avião e trem.  

Como a viagem é longa e leva no mínimo 8h, decidir pelo ônibus pode ser a pior opção.

Os vôos domésticos são bem baratos e ideais para quem tem pouco tempo para ir de um lado ao outro do país.

Já os trens noturnos proporcionam uma ótima experiência para quem quer tentar algo novo, com camas confortáveis para ter uma ótima noite de sono. Foi essa opção que escolhemos e recomendamos.

Onde ficar hospedado em Chiang Mai

O quarto de um hotel em Chiang Mai, com uma cama de casal com mosquiteiro

Nós ficamos hospedamos dentro da Cidade Antiga, no Buri Gallery House & Resort, um ótimo cantinho verde no centro da cidade. Ele possui vários tipos de acomodações, desde quartos no prédio principal a bangalôs mais afastados, com banheira e quartos muito espaçosos, todos decorados no estilo Lanna.

Com piscina disponível e um café da manhã incrível, com várias opções, foi extremamente agradável ficar hospedado ali. Além disso, eles também fornecem pacotes de tours para vários lugares dentro e fora de Chiang Mai. E para quem quisesse relaxar, o mesmo restaurante que serve o café da manhã dentro do hotel fica aberto durante o dia, para almoço e jantar.

Com sua ótima localização, estávamos perto de tudo e mais um pouco, em plena Rachadamnoen Road.

Leia mais: Veja nosso review de outros bairros e hotéis para ficar hospedado em Chiang Mai.

Salve estas dicas da Tailândia no Pinterest!

O que fazer em Chiang Mai: Muralha de Chiang Mai, Wat Chedi Luang, Wat Phra Singh, Wat Chiang Man, Chiang Mai Arts and Cultural Center, Lanna Folklife Museum, Feira noturna da Rachadamnoen Road, Night Bazaar, Wat Phra That Doi Suthep
Todas as dicas do que fazer em Chiang Mai para facilitar a viagem de todos que buscam conhecer a segunda maior cidade da Tailândia, cheia de tradição e história.
 

ORGANIZE SUA VIAGEM!

PASSAGEM AÉREA

Use o Kayak para descobrir qual empresa tem as passagens aéreas mais baratas para sua viagem.

HOSPEDAGEM

No Booking.com estão cadastradas as melhores opções de hotéis e albergues. Reserve com direito a cancelamento gratuito e viaje com mais tranquilidade.

AIRBNB

Já experimentou alugar um apartamento no Airbnb? Ganhe até R$180 em créditos para usar em sua primeira reserva no site.

SEGURO VIAGEM

Com a Seguros Promo é possível comparar a cotação de diversas companhias, garantindo o melhor custo/benefício na contratação. Use o cupom VIDACIGANA5 e receba 5% de desconto em seu seguro viagem

ROAD TRIP

Alugue um veículo com a RentCars.com para sua viagem. Compare os preços de diferentes locadoras, pague em Reais, sem IOF e parcelado em até 12 vezes.

Sobre o Autor

Larissa

Larissa é nascida em Niterói/RJ, mas já estudou em Nova York e morou na Nova Zelândia por um ano antes de iniciar a volta ao mundo que terminou em 2016. Sonhando em viajar desde que se entende por gente, mantinha um caderno cheio de recortes de jornais e revistas sobre o Egito quando tinha 7 anos de idade. Hoje esse caderno é virtual e engloba vários destinos. Os “recortes” são produzidos por ela e pelo Carlos, semanalmente, no Vida Cigana.

8 Comentários

Todos os comentários serão moderados previamente conforme as políticas do blog. Serão publicados e respondidos apenas após aprovação.

Clique aqui para deixar um comentário.

  • Estamos agora em Chiang Mai. Depois de ler varios blogs encontrem-no de vcs que é perfeito. Esclarecedor é simples de ler, sem mimimis. Obrigada pelas dicas

    • Obrigado, Caio. Nós vamos voltar à estrada em breve mesmo e Chiang Mai e a Tailândia é dos lugares que queremos explorar novamente com mais calma. Seria ótimo se nossos caminhos se cruzarem para batermos um papo. 🙂

  • Acabei de retornar da cidade. Simplesmente fantástica. Fiquei impressionada com a infraestrutura para receberem turistas, sem contar a festa yee peng realizada na primeira lua cheia de novembro. Maravilhosa.

    • Chiang Mai é incrível mesmo! Superou nossas expectativas. Uma pena que não pudemos acompanhar o Yee Peng, pelas fotos, vimos o quão incrível que deve ser! Vc deve ter curtido muito, não é? Abraços!

  • Parabens pelo post, excelente qualidade no conteúdo. Eu e minha namorada estamos nos planejando para virarmos nomades digitais/viajantes mais para frente e estamos pesquisando bastante sobre a Tailandia. Obrigado pelas dicas 😀

House Sitting

vida cigana blog youtube house sitting

vida cigana blog youtube house sitting
rbbv abbv
Banner Seguros Promo

publicidade

hospedado por infinite cloud computing