Home » Destinos » República Tcheca » Roteiro em Praga: 3, 4 e 5 dias na capital da República Tcheca
República Tcheca

Roteiro em Praga: 3, 4 e 5 dias na capital da República Tcheca

Roteiro em Praga: A Ponte Carlos vista da margem do Rio Moldava

Para montar seu roteiro em Praga tudo tem que ser muito bem calculado. A cidade não é grande, mas possui muitas atrações importantes e grandiosas, que irão ocupar grande parte do seu dia.

Abaixo, separamos nossas dicas de roteiro em Praga por dias diferentes, baseados em tempo gasto na visita e na localização. Mas saiba que, mesmo com 5 dias, que é o maior tempo que um visitante brasileiro em geral dedica à cidade, o roteiro ainda será insuficiente para tantas atrações que Praga tem a apresentar. Nós ficamos duas semanas na cidade e, ainda assim, faltaram coisas para ver!

Leia mais: Enteda quais são os 5 Documentos obrigatórios para viajar para a Europa

Como montar seu roteiro em Praga

Roteiro em Praga: A Ponte Carlos de noite
A Ponte Carlos de noite

Praga, assim como os importantes centros históricos dessa parte da Europa, concentra grande parte de suas atrações em pontos próximos uns dos outros. A cidade é relativamente compacta, e caso o turista se organize com antecedência, é possível conhecer tudo de mais importante.

Para ajudar no processo, vamos ajudar os que queiram montar seu roteiro em Praga, separando tudo por regiões e por tempo necessário para ver cada atração.

Saiba mais: Veja onde ficar em Praga, um guia com os 10 melhores bairros da cidade

Para poupar tempo e dinheiro, aconselhamos comprar o Prague Card, que dá gratuidade a muitas das grandes atrações da cidade, além de descontos em várias outras. Há opções para roteiros de 2, 3 ou 4 dias em Praga.

Uma dica à parte, para quem quer levar fotos magníficas de Praga de volta para casa, é realizar o tour fotográfico, onde o guia e fotógrafo leva os turistas aos melhores pontos a serem fotografados pela cidade. Quem faz o tour super recomenda, além de ser uma ótima maneira de treinar o olhar para a fotografia.

Leia mais: Entenda o que é o Espaço Schengen e como isso afeta sua viagem a Praga

Roteiro em Praga: 3, 4 e 5 dias

Dia 1

Neste primeiro dia, por ser focado nas maiores atrações de Praga, é preciso ter muita paciência ao se deslocar pela cidade. O centro de Praga está constantemente cheio de turistas, por todas as partes. Há muitos grupos com guia, e vários mímicos e músicos fazendo performances ali. É tão cheio que chega a ser estressante caminhar por esta área. Tente ir em dias de semana, pois as atrações estarão mais tranquilas do que em um sábado ou domingo.

As atrações da Praça da Cidade Velha

Roteiro em Praga: A Praça da Cidade Velha vista do alto da Torre do Relógio
A Praça da Cidade Velha vista do alto da Torre do Relógio

Comece seu roteiro pelo coração da cidade, a Praça da Cidade Velha (em tcheco Staroměstské náměstí). Ali estão concentradas as maiores atrações de Praga. No meio da praça fica a Estátua de Jan Hus, um padre católico que iniciou, com sua perseguição e morte pela Igreja Católica, o movimento protestante na República Tcheca, chamado hussita. A Igreja de São Nicolau, na mesma praça, foi construída como ortodoxa no século XVIII, mas desde o início do século XX pertence ao seguimento hussita tchecolosvaco. É uma igreja muito bonita, com o topo de suas torres em verde, e com um lindo interior, com enormes candelabros acima dos bancos. Sua arquitetura é uma mistura de gótico tardio e barroco.

Na mesma praça fica o mais famoso dos prédios tchecos, o Relógio Astronômico. Quando fomos à Praga, ele infelizmente estava em obra, com sua fachada coberta com uma réplica do relógio numa tela LED. Foi meio frustrante não ter visto o prédio por fora, pois ele é um dos edifícios mais incríveis da Europa. Sua fachada, construída em 1410, representa o céu de Praga naquele exato momento. Com um painel de horas, posição do sol e da lua e signos astrológicos, ele ainda apresenta as estátuas de vários santos católicos que se movem dependendo da hora do dia.

É possível subir no topo da Torre do Relógio e ver como ele funciona em parte por dentro. A entrada é pela Old Town Hall, a antiga prefeitura da cidade, um prédio histórico construído no século XII, no qual é possível ver antigas salas e a capela do lugar.

Depois é hora de atravessar a praça e ir à Igreja Nossa Senhora Diante de Týn, a igreja mais importante dessa parte antiga da cidade. Ela é imensa, mas da praça só é possível ver suas torres, pois os edifícios foram sendo construídos ao seu redor, tapando sua vista. Para chegar até ela, é preciso passar por um arco no mesmo prédio do Ristorante Caffe Italia.

Depois da igreja, siga toda a vida pela rua Karlova, que vai dar direto na Ponte Carlos (em tcheco Karlův most), a maior atração de Praga. É a ponte mais antiga da cidade, construída no século XV, toda em pedra e adornada por várias estátuas de santos em sua mureta. Liga a Cidade Antiga à Malá Strana, outra parte histórica de Praga. Suas duas entradas possuem torres de pedra. Suba na primeira, vindo da rua Karlova, e veja Praga lá do alto, com a ponte aos seus pés. Depois, ao caminhar pela ponte Carlos, tenha paciência, pois ela é repleta de vendedores com suas barraquinhas de suvenires, e pedestres parando aqui e ali para tirar fotos.

Malá Strana

Roteiro em Praga: o John Lennon Wall, em Praga
John Lennon Wall, em Malá Strana

Atravesse a ponte até o outro lado, chamado de Malá Strana, que em tcheco significa Bairro Inferior. Lá, visite a outra Igreja de São Nicolau, uma igreja barroca construída no século XVIII onde antes era uma igreja gótica do século XIII também dedicada a São Nicolau. É uma das principais igrejas em Praga e chama a atenção por sua grandeza e linda decoração.

De lá, vá ao Museu Kafka, na beira do rio Moldava, para entender a fundo a história de vida de um dos maiores escritores tchecos. Em seu museu é possível ver várias edições de seus livros, assim como suas cartas originais e manuscritos. Perfeito para os amantes das obras do autor, reconhecido em todo o mundo.

Saia do museu e ande pela rua Cihelná à direita e vire novamente na primeira direita. Ali fica um banco do rio Moldava bem desconhecido, mas perfeito para tirar fotos da Ponte Carlos e dos edifícios históricos atrás, com o rio em primeiro plano. Fomos ali tanto de dia quanto de noite, e nas duas vezes foi bem tranqüilo, inclusive montamos nosso tripé à noite sem problemas.

Antes de voltar para o outro lado do rio Moldova, inclua em seu roteiro por Praga uma passada no Muro de John Lennon, como o nome já diz, um muro que começou a ser grafitado assim que o ex-beatle foi assassinado, em 1980, na cidade de Nova York. Até hoje o muro está em constante renovação, com grafites e pichações sendo feitos diariamente, sempre com mensagens de paz e amor.

Dia 2

Roteiro em Praga: a Sinagoga Espanhola no Bairro Judeu
A Sinagoga Espanhola

Comece o dia no histórico Bairro Judeu, um dos mais famosos de Praga e com vários edifícios lindos.

Inicie a visita pela Sinagoga Pinkas, a segunda sinagoga mais antiga de Praga. Foi construída no século XV por uma família judaica e o seu interior contém, além de objetos usados em cerimônias judaicas, um memorial onde as paredes estão cobertas por nomes de todas as vítimas do Holocausto nascidas na República Tcheca. Bem impactante, pois são 78 mil nomes em salas e mais salas da sinagoga.

Pela Sinagoga Pinkas é possível entrar no Antigo Cemitério Judeu (Starý židovský hřbitov), um dos maiores e mais importantes de Praga. O cemitério é um dos mais lindos que já visitei. Usado desde o século XV até o século XVIII, acumulou milhares de túmulos que se agrupam uns por cima dos outros, formando uma floresta de jazigos. É muito impressionante e vale muito a visita.

Em seguida vá à Sinagoga Velha-Nova (em tcheco Staronová synagoga), a sinagoga mais antiga da Europa. Foi construída em 1270 e foi um dos primeiros prédios em estilo gótico de Praga.

Por último, visite a magnífica Sinagoga Espanhola (Španělská synagoga), construída em 1868. Por fora ela pode não impressionar e passar a idéia de ser somente mais uma sinagoga em Praga, mas por dentro, se prepare, ela é simplesmente maravilhosa! Cada detalhe vale a pena ser fotografado.

O Bairro Judeu em si é muito fotogênico. Aproveite para tirar muitas fotos por suas ruas, que estão entre as mais caras da cidade, cheias de lojas de grife e lindas praças.

Depois do Bairro Judeu, siga até a Basílica de São Tiago, o Grande (Bazilika svatého Jakuba Většího), cuja lenda do ladrão intriga a todos que vão até lá. Na parede da igreja fica uma mão mumificada de 400 anos de idade. Segundo a lenda, um ladrão tentou roubar as jóias da igreja e foi impedido pela estátua da Pietá que se encontra lá. Na manhã seguinte, os monges, ao verem o ladrão preso pela imagem, deceparam sua mão e a penduraram como aviso.

A próxima parada é na Stone Bell House (Dům U Kamenného zvonu), uma das casas mais antigas e bem preservadas em Praga, construída no século XIII. Repare em seu teto neo-barroco e em suas salas góticas. Hoje, várias exposições internacionais passam por ali, quando visitamos a que estava no local era sobre os projetos arquitetônicos de Santiago Calatrava, responsável pelo Museu do Amanhã, no Rio.

Saindo da casa-museu, vá para a Torre de Pólvora (Prašná brána) e suba até seu topo. A torre é uma das 13 antigas entradas para a cidade durante a Idade Média e serviu para armazenar pólvora no século XVII.

Dia 3

Roteiro em Praga: O interior do Castelo de Praga, com seus enormes salões
O salão principal do Castelo de Praga

Grande parte do seu terceiro dia de roteiro será dedicada ao Castelo de Praga (Pražský hrad), tido pelo Guinness como o maior castelo do mundo. Reinando no alto de Praga, na colina onde a cidade foi fundada, o castelo possui inúmeros edifícios famosos, sendo uma atração imperdível. Foi fundado no século IX e lá dá pra se ter uma noção de como era a vida na Idade Média, com o castelo dos monarcas, as igrejas governadas pelo clero e as vilas, com casebres onde moravam os serviçais. Tudo isso dentro de suas muralhas, cercadas por bosques. Mais medieval impossível!

Em seu roteiro pelo Castelo, não deixe de visitar a Catedral de São Vito, a Basílica de São Jorge, a incrível Rua Dourada (Golden Lane) e a Grande Torre Sul. Uma boa pedida também é fazer o tour guiado pelo castelo e pela Cidade Velha à noite, quando a cidade fica toda iluminada.

Se ainda tiver pique após a visita ao castelo, vá até o Mosteiro de Strahov (Strahovský klášter), fundado no século XII. É possível visitar os pátios e ver a lindíssima biblioteca do lado de fora sem pagar.

Dia 4

Roteiro em Praga: a famosa Casa Dançante
A famosa Casa Dançante

Faça uma caminhada pela margem do rio Moldava, um passeio curto pela beira do rio começando pela Ponte Carlos, passando pelo Teatro Nacional (Národní divadlo) e indo até a Ponte Legií. Na ilhota no meio da ponte saem barcos e é possível alugar pedalinhos para passear pelo rio, num programa bem legal, principalmente no verão.

Terminando o passeio pelo rio, continue andando até a famosa Casa Dançante (Tančící dům), obra do arquiteto canadense Frank Gehry. Suas curvas encantam qualquer um e destoam de todos os outros edifícios da cidade. Uma foto em frente à Casa Dançante é obrigatório ao montar seu roteiro em Praga.

Na mesma rua da Casa Dançante, em direção à Cidade Nova (Nové Město), fica a Igreja de São Cirilo e Metódio. Não muito conhecida entre os turistas, mas muito interessante, é uma igreja ortodoxa onde, em sua cripta, soldados tchecos se esconderam e se mataram durante a Segunda Guerra Mundial, depois de assassinarem o chefe da Gestapo (a polícia secreta nazista) e serem encurralados. Hoje, a cripta da igreja é um memorial e os soldados são vistos como heróis, após perderem suas vidas ajudando a dar fim ao nazismo.

Adentrando a Cidade Nova, veja o Monumento da Cabeça de Kafka, uma estátua bastante moderna e giratória de Franz Kafka. Bem bonita e diferente.

E para finalizar o dia, termine na Praça Venceslau (Václavské náměstí), no coração da parte mais nova da cidade de Praga, caminhando por sua larga e comprida avenida com várias lojas e jardins.

Dia 5

Roteiro em Praga: A vista do alto da Torre Petrin
A vista do alto da Torre Petřín

Por último, mas não menos importante, vá até o extremo sul da cidade e visite o Castelo de Vyšehrad. Ele não está na maioria dos roteiros turísticos, mas foi uma das atrações que mais gostamos e nos orgulhamos de ter acrescentado ao nosso roteiro em Praga. Com vistas impagáveis da cidade, que misturam muralhas com o rio Moldava, o castelo fica ainda melhor com seu tour guiado por seus porões, que mostram os gélidos corredores subterrâneos, assim como as estátuas originais da Ponte Carlos, que estão sendo conservadas em seus imensos salões devido às baixas temperaturas naturais do local. É de cair o queixo! Uma dica preciosa: leve casaco para o tour, mesmo no verão.

No resto do dia vá até o Parque Petřín, que fica na região mais alta da cidade, o que, claro, proporciona as melhores vistas. Para fotos ainda melhores, vá até o topo da Torre Petřín, uma réplica menor e menos glamurosa da Torre Eiffel, em Paris. De lá, você verá toda Praga aos seus pés. Suba de teleférico e desça a pé.

Outra opção bem interessante para quem gosta de história contemporânea é visitar o Museu do Trabant. Ele fica um pouco afastado do centro de Praga, mas é acessível de bonde. Trata-se de um museu sobre o famoso carro fabricado pela Alemanha Oriental durante o regime comunista. Boa parte dos países que faziam parte da Cortina de Ferro (a antiga Tchecoslováquia, por exemplo) usava o Trabant como meio de transporte. Hoje ele não é mais fabricado, mas é um objeto disputado por colecionadores de automóveis por existirem poucos no mundo atualmente.

Salve estas dicas de roteiro em Praga no Pinterest!

Praga é uma das cidades mais visitadas por brasileiros no Leste Europeu. Com uma lista separada por dias disponíveis na cidade, apresentamos cada ponto turístico que vale a pena ser visto na cidade.
Damos todas as dicas separadas por dias de como montar seu roteiro por Praga, uma das cidades mais visitadas por brasileiros no Leste Europeu.

ORGANIZE SUA VIAGEM!

HOSPEDAGEM
No Booking.com estão cadastradas as melhores opções de hotéis e albergues. Reserve com direito a cancelamento gratuito e viaje com mais tranquilidade.
AIRBNB
Já experimentou alugar um apartamento no Airbnb? Ganhe R$100 em créditos para usar em sua primeira reserva no site.
SEGURO VIAGEM
Com a Seguros Promo é possível comparar a cotação de diversas companhias, garantindo o melhor custo/benefício na contratação. Use o cupom VIDACIGANA5 e receba 5% de desconto em seu seguro viagem
ROAD TRIP
Alugue um veículo com a RentCars.com para sua viagem. Compare os preços de diferentes locadoras, pague em Reais, sem IOF e parcelado em até 12 vezes.

Sobre o Autor

Larissa

Larissa é nascida em Niterói/RJ, mas já estudou em Nova York e morou na Nova Zelândia por um ano antes de iniciar a volta ao mundo que terminou em 2016. Sonhando em viajar desde que se entende por gente, mantinha um caderno cheio de recortes de jornais e revistas sobre o Egito quando tinha 7 anos de idade. Hoje esse caderno é virtual e engloba vários destinos. Os “recortes” são produzidos por ela e pelo Carlos, semanalmente, no Vida Cigana.

Deixe seu comentário

Clique aqui para deixar um comentário.

House Sitting

rbbv abbv

publicidade