Home » Planejamento » Seguro viagem na Europa [Guia Completo]
Planejamento

Seguro viagem na Europa [Guia Completo]

Seguro viagem europa: a cidade de Praga na beira do rio com vários prédios coloridos e árvores na beira do rio.

Ter um seguro viagem na Europa é obrigatório para todo viajante brasileiro que pretenda visitar o Velho Continente. Brasileiros podem viajar para a Europa sem a necessidade de pedir um visto prévio, mas ao chegar na imigração, uma apólice de seguro viagem deverá ser apresentada como uma das condições para que tenham a entrada liberada.

Esta obrigatoriedade causa muitas dúvidas, pois nem todo seguro de viagem se enquadra nos parâmetros mínimos que os países europeus exigem. Isto faz com que não seja suficiente procurar o seguro pelo menor preço, mas que a busca seja feita considerando o melhor seguro ou o seguro mais barato somente entre aqueles que sigam as condições estabelecidas.

Como encontrar o melhor seguro viagem para Europa [Guia Completo]

Neste guia vamos responder às principais dúvidas sobre seguro de viagem para a Europa. Nos tópicos abaixo vamos explicar porque a apólice é obrigatória, qual o valor mínimo necessário para despesas médicas e de saúde, o que precisa ter num seguro Europa, qual o melhor, qual o mais barato.

No fim vamos dar algumas dicas de como conseguir um desconto na compra ou mesmo de como conseguir seu seguro de graça (sim, é possível em alguns casos)!

As principais dúvidas solucionadas e temas abordados neste guia são:

Seguro viagem na Europa é obrigatório

A apólice de seguro é um dos documentos obrigatórios, exigidos pelo regulamento do Parlamento Europeu, para que turistas provenientes de países isentos de visto prévio, como o Brasil, tenham a entrada liberada na área de livre circulação da Europa. O documento pode ser exigido pela imigração no momento do desembarque em qualquer um dos seus pontos de entrada.

Seguro Viagem Europa: Copenhague nas margens do rio, com suas casinhas coloridas, barcos aportados, céu bem azul

Não tem muito como fugir. Se você vai pra Europa, seu roteiro muito provavelmente incluirá uma passagem por um dos países que exigem a documentação (são quase todos!) e ter uma apólice será obrigatório. Do contrário você estará arriscando que sua viagem termine antes mesmo de começar.

Dica: No comparador da Seguros Promo, ao selecionar “Europa” como destino, serão exibidos todos os planos de seguro que se enquadram na legislação europeia.

Quais os países que exigem o seguro viagem?

Todos os países da Europa que fazem parte da área de livre circulação do continente exigem o seguro viagem.

O conjunto destes países forma o chamado Espaço Schengen, que inclui atualmente:

  • Alemanha
  • Áustria
  • Bélgica
  • Dinamarca
  • Eslováquia
  • Eslovênia
  • Espanha
  • Estônia
  • Finlândia
  • França
  • Grécia
  • Holanda
  • Hungria
  • Islândia
  • Itália
  • Letônia
  • Liechtenstein
  • Lituânia
  • Luxemburgo
  • Malta
  • Noruega
  • Polônia
  • Portugal
  • República Tcheca
  • Suécia
  • Suíça

Num roteiro de viagem pela Europa, basta que o viajante brasileiro tenha ao menos um dia do itinerário dedicado a algum destes países para que o seguro viagem seja obrigatório.

Qual a lei que determina a obrigatoriedade do seguro?

São dois dispositivos que, combinados, tornam o seguro viagem obrigatório em quase todos os países da Europa.

Primeiro, a assinatura do Tratado de Schengen fez com que fosse criada a área de livre circulação no continente. Com ele as fronteiras internas foram abolidas e surgiu a necessidade de uniformizar a concessão de vistos de entrada entre todos os países signatários, uma vez que só haveria controle migratório nas fronteiras externas do bloco.

Depois, ao abrigo do Tratado, o Parlamento Europeu e o Conselho da União Europeia aprovaram o Regulamento 810/2009, que estabelece o Código Comunitário de Vistos.

Deste regulamento, destaco abaixo o Artigo 15º, que trata especificamente do Seguro de Viagem:

Artigo 15, regulamento 810/2009 do parlamento Europeu e Conselho da União Europeia

Nele o primeiro parágrafo determina a obrigatoriedade do seguro ao dizer que:

“1. Os requerentes de visto uniforme para uma ou duas entradas devem provar que possuem um seguro médico de viagem adequado e válido para cobrir quaisquer despesas decorrentes de um repatriamento por razões médicas, de assistência médica urgente e/ou cuidados hospitalares urgentes ou de falecimento durante a sua estada no território dos Estados-Membros.”

Qual o valor mínimo da cobertura do seguro?

Conforme o regulamento 810/2009, o valor mínimo da cobertura do seguro deve ser de 30 mil Euros.

O terceiro parágrafo do mesmo Artigo 15º exposto acima diz que:

“3. O seguro deve ser válido em todo o território dos Estados-Membros e cobrir a totalidade da duração prevista de estada ou trânsito do interessado. A cobertura do seguro deve ser, no mínimo, 30 000 EUR.”

Assim, nem todo seguro viagem é válido para atender às condições impostas na Europa. Confira o valor da cobertura de despesas médicas hospitalares antes de decidir comprar o seu.

Quais coberturas precisam ter no seguro?

Para uma apólice de seguro viagem se enquadrar nas exigências da comunidade europeia, ela deve oferecer como cobertura:

  • Despesas médicas e hospitalares de, no mínimo, 30 mil euros (ou valor equivalente pelo câmbio vigente em outras moedas)
  • Regresso sanitário
  • Translado de corpo
  • Translado médico

No Brasil, por determinação do Susep, todo seguro viagem comercializado no país deve cobrir estes itens. A única diferença entre a resolução brasileira e a europeia é que por aqui existem apólices com coberturas menores que 30 mil euros (em geral vendidas a quem faz viagens nacionais ou a outros países da América do Sul). Por isso, quando o destino for a Europa o viajante deve sempre ficar atento para não fazer errado sua compra.

O que é Seguro Schengen?

Para se adequarem ao regulamento da comunidade europeia, as seguradoras passaram a oferecer planos de seguro viagem denominados “Seguro Schengen” ou “Seguro Europa”, como um forma de destacar que eles se enquadram em tais exigências.

o parlamento de Budapeste visto a noite completamente iluminado de luzes amarelas, na beira do rio danúbio

Seguro Schengen ou Seguro Europa são, portanto, nomes comerciais, usados como marketing. Apólices que usam outras denominações também estão aptas a serem usadas como comprovação diante das regras europeias, desde que ofereçam a cobertura mínima de 30 mil euros em despesas médicas e hospitalares.

Quanto custa um seguro viagem para Europa?

O preço de um seguro viagem internacional acompanha uma série de variáveis. O valor pode flutuar para mais ou para menos conforme o destino, a quantidade de dias, as coberturas oferecidas, a idade dos segurados e até pela cotação do dólar na data da contratação.

No caso de um seguro viagem para a Europa, como há a exigência da cobertura mínima de 30.000 euros, o valor das apólices oferecidas em diferentes seguradoras fica aproximadamente dentro das mesmas faixas:

Os planos que oferecem a cobertura mínima de despesas médicas de 30.000 euros podem ser cotados por R$10 para os viajantes de até 70 anos, para cada dia de viagem. Assim, o orçamento previsto pode ser estimado entre R$100 e R$150 por pessoa numa viagem de 10 dias. Ou entre R$300 e R$450 reais para cada viajante para um período de 30 dias.

Veja os exemplos abaixo encontrados na Seguros Promo, numa pesquisa de preços para 10 dias de viagem:

pesquisa de exemplo comparando valores de seguro viagem europa com valores em torno de R$10 por dia

Já nos planos mais robustos, que oferecem cobertura nas faixas de 50.000 ou 60.000 euros, a cotação gira em torno de R$15 a R$20 por viajante até 70 anos, por dia de viagem.

E para os viajantes acima de 70 anos, o preço dos planos mais simples fica em R$15 por dia, enquanto os de cobertura mais ampla variam entre R$23 e R$30 por dia de viagem.

Quais os seguros melhores e mais baratos?

Para quem quer contratar um seguro viagem para Europa usando os planos de cobertura mínima exigida pelo Tratado de Schengen, as melhores opções são:

Estas seguradoras são as que regularmente apresentam os melhores preços de seguro para Europa. Use o comparador da Seguros Promo para checar qual delas tem o preço mais barato nas datas da sua viagem.

Nós já contratamos o seguro viagem com as três citadas acima e recomendamos todas. Em nossa última viagem para Europa usamos a Travel Ace. Precisamos acionar o seguro quando estávamos em Viena e fomos muito bem atendidos, com o médico fazendo a visita onde estávamos hospedados em pleno domingo.

seguro viagem europa: Viena com seu Palácio Belvedere, lindíssimo, com paredes bege e telhado verde, uma enorme fonte e um jardim com flores vermelhas em frente a ele
Em Viena fomos salvos pelo seguro de viagem

Para quem é mais exigente ou quer uma apólice de cobertura mais ampla, com valor maior do que o mínimo exigido, minha recomendação são os planos da GTA, como o GTA Euromax, cujas coberturas de despesas médicas são o dobro das oferecidas pelos planos mais básicos.

Vale a pena comprar seguro viagem com franquia?

Durante as pesquisas de preço, frequentemente você irá notar que a opção mais em conta de seguro, após filtrar pelo mais barato, é uma apólice “com franquia”. Veja a pesquisa de exemplo que fiz na imagem abaixo:

exemplo de pesquisa de seguro viagem europa com planos com franquia aparecendo entre os mais baratos

Esta alternativa é comum em empresas de seguro viagem estrangeiras, mas ainda pouco utilizada e conhecida no Brasil. Entre as empresas nacionais, esta opção está disponível na Assist-Card e é frequentemente a que é listada como o seguro viagem mais barato para a Europa.

Mas a franquia pode ser uma pegadinha e o barato sair caro.

Franquia de seguro viagem é um valor mínimo exigido para que a seguradora seja acionada. Assim, caso o segurado precise recorrer à cobertura de despesas médicas e hospitalares de seu plano, a seguradora só irá pagar pelo valor que ultrapassar a cota da franquia, o restante é bancado pelo próprio segurado.

No caso dos planos com franquia da Assist-Card, este valor de franquia é de US$300 atualmente.

Com isso é preciso ficar atento aos seguintes cenários ao contratar um seguro neste modelo:

  • Se o viajante tiver uma despesa médica de, digamos, US$500, a seguradora pagará apenas US$20. Os outros US$300 ficarão por conta do segurado.
  • Se o viajante tiver uma despesa médica de US$200, a seguradora não pagará nada, pois o valor é menor do que a franquia. A despesa será inteiramente custeada pelo segurado.

No fundo, o seguro com franquia serve para se adequar às normas de entrada na Europa. Ele protege o viajante em caso de cancelamento de voo, extravio de bagagem e é benéfico em situações onde despesas médicas superem muito o valor da franquia, mas não é útil para despesas menores, que são os casos mais comuns.

Onde comprar o seguro viagem?

O viajante pode comprar seu seguro viagem diretamente no site das seguradoras, como Allianz, Assist-Card, Travel Ace. Ou usar um comparador, como Seguros Promo, Real Seguros e Compara Online.

praga com seu prédio dançante e um bondinho vermelho passando na frente dele

Comprar diretamente não costuma ser a opção mais barata pois o valor da cotação será feito como uma venda particular. Nos comparadores, como eles contratam em grandes quantidades com as seguradoras, são oferecidas taxas mais atraentes para serem repassadas aos consumidores. Desta forma os valores lá anunciados são muito mais baratos do que o que o consumidor conseguiria negociando sozinho.

Qual o melhor comparador de seguros?

Atualmente nós fazemos todas as nossas cotações de seguro viagem com a Seguros Promo. É o comparador que apresenta constantemente os melhores valores e apólices mais adequadas para todos os destinos de viagem, não apenas para a Europa.

Nos comparadores concorrentes, algumas vezes já encontramos apólices de valor mais baixo, mas as coberturas oferecidas eram tão reduzidas que imagino que o viajante, caso precise de fato acionar o seguro, acabe tendo que arcar com despesas como se não possuísse qualquer apólice.

Por este cuidado na seleção dos planos ofertados e pela atenção dada a cada cliente que usa o comparador, e claro, por oferecer os preços mais baratos com regularidade, desde 2017 nós usamos a Seguros Promo para comprar nossos seguros em cada viagem que fazemos. E desde então recomendamos a empresa no blog aos nossos leitores.

Leia mais: Vale a pena usar o comparador da Seguros Promo? É confiável?

Como conseguir descontos no seguro viagem

A melhor forma de conseguir um desconto no seguro viagem, seja para a Europa ou para outros destinos é usando um comparador de seguros. Para quem opta pelo da Seguros Promo, nós temos 4 dicas fundamentais:

1. Use um cupom de desconto da Seguros Promo

A Seguros Promo faz promoções regulares onde oferece cupons de desconto de 10%, 15% ou até mais, especialmente quando próximo de feriados e datas comemorativas. Acesse o site neste link e caso alguma promoção esteja vigente, o cupom estará destacado logo acima da caixa de buscas. Basta clicar no botão para aplicar a promoção.

2. Use o nosso cupom do Vida Cigana

Caso no link acima você não encontre nenhuma promoção válida para sua viagem, aplique o cupom VIDACIGANA5 durante seu check out. Ele dá 5% de desconto em qualquer plano e não expira nunca, podendo ser usado pelos leitores do blog para qualquer destino ou data de viagem.

3. Pague com boleto bancário

Escolhendo boleto bancário como forma de pagamento você terá mais 5% de desconto automaticamente, mesmo se já tiver usado um dos cupons acima. Os descontos são acumulativos.

4. Converse sobre seu caso com os atendentes

É provável que você receba uma ligação da Seguros Promo durante seu processo de compra. Eles fazem isso para auxiliar o cliente, caso esteja tendo problemas com o sistema.

Durante a ligação você pode aproveitar para tirar suas dúvidas e até acabar pagando menos pela apólice que você busca. Como os atendentes conhecem a fundo cada seguradora, eles podem oferecer uma opção mais em conta que você não tenha pensado até então ou mesmo cobrir uma oferta que você tenha recebido de outra empresa.

Como usar o seguro viagem gratuito do cartão de crédito

Para quem tem um cartão de crédito de alguma linha Premium, como Platinum ou Black, a apólice oferecida pela operadora pode sim ser válida como uma opção gratuita de seguro viagem Europa.

Além de conferir se a cobertura de despesas médicas é igual ou superior a 30.000 euros, o cliente precisa verificar:

1. Se o benefício inclui cobertura para gastos médicos e hospitalares

Quase todas as operadoras de cartão incluem alguma forma de assistência de viagem entre seus benefícios, mas os gastos de despesas médicas hospitalares costumam ser cobertos apenas nas apólices dos clientes de faixa Platinum ou superior, que são voltadas aos usuários de alta renda.

Nos cartões de linha básica, comumente chamados de Classic, Standard ou Gold, a apólice disponível só é válida para casos de falecimento, não servindo portanto para os requisitos mínimos europeus. Confira as letras miúdas do seu contrato de adesão.

2. Se a duração da viagem é compatível com o benefício oferecido

Além das despesas médicas, antes de viajar com a apólice do cartão é preciso conferir se o seguro viagem oferecido é válido pela duração total de seu roteiro. Muitas operadoras restringem o uso a, no máximo, 30 dias após o embarque no Brasil, impossibilitando que o benefício seja usado em viagens de longa duração.

3. Se a passagem aérea foi ou será paga com o cartão de crédito em questão

Lembre-se que para utilizar o seguro viagem é obrigatório que as passagens (ou as taxas de embarque a quem viaja com milhas) tenham sido pagas com o mesmo cartão de crédito que oferece a cobertura. Do contrário o benefício não poderá ser acionado quando for necessário.

Como conseguir o certificado gratuito do INSS

Caso sua viagem para a Europa tenha como destino Portugal ou Itália, você pode substituir o seguro viagem por um certificado gratuito emitido pelo INSS. Por conta das relações previdenciárias do Brasil com estes dois países, especificamente, a comprovação do seguro viagem pode ser substituída pela apresentação do CDAM – Certificado de Direito à Assistência Médica.

Lisboa vista do alto, com seus prédios todos coladinhos, coloridos e com o Castelo de São Jorge coroando a cidade

Mas atenção, esta exceção é válida apenas para Portugal ou Itália. Se seu roteiro incluir passagens por qualquer outro país do Espaço Schengen o seguro viagem continua obrigatório.

Este certificado, CDAM, não substitui o seguro viagem, mas em Portugal e na Itália ele cumpre uma função equivalente pois permite que o portador seja atendido na rede pública do país do mesmo modo que um cidadão local.

O processo para emissão do CDAM está disponível a quase todos os brasileiros que pretendam viajar para estes dois países, mas não é simples de ser cumprido. Veja em mais detalhes quais as regras e como emitir o CDAM no Brasil para viagens a Portugal (formulário PB4) e para a Itália (formulário IB2).

Salve estas dicas sobre seguro viagem Europa no Pinterest!

As principais dúvidas sobre seguro de viagem para a Europa. Por que a apólice é obrigatória, qual o valor mínimo necessário para despesas médicas e de saúde, o que precisa ter num seguro Europa, qual o melhor, qual o mais barato.
Seguro viagem na Europa Seguro viagem na Europaé obrigatório. Quais os países exigem? Qual o valor mínimo? O que é Seguro Schengen
Quanto custa um seguro viagem para Europa Quais os seguros melhores e mais baratos?
 

ORGANIZE SUA VIAGEM!

PASSAGEM AÉREA

Use o Kayak para descobrir qual empresa tem as passagens aéreas mais baratas para sua viagem.

HOSPEDAGEM

No Booking.com estão cadastradas as melhores opções de hotéis e albergues. Reserve com direito a cancelamento gratuito e viaje com mais tranquilidade.

AIRBNB

Já experimentou alugar um apartamento no Airbnb? Ganhe até R$180 em créditos para usar em sua primeira reserva no site.

SEGURO VIAGEM

Com a Seguros Promo é possível comparar a cotação de diversas companhias, garantindo o melhor custo/benefício na contratação. Use o cupom VIDACIGANA5 e receba 5% de desconto em seu seguro viagem

ROAD TRIP

Alugue um veículo com a RentCars.com para sua viagem. Compare os preços de diferentes locadoras, pague em Reais, sem IOF e parcelado em até 12 vezes.

Sobre o Autor

Carlos

Carlos nasceu em Petrópolis/RJ. Quando tinha 20 anos decidiu que, sozinho, viajaria para o lugar mais distante que pudesse com o primeiro dinheiro que conseguiu acumular. Após muita pesquisa e economia, saiu do país pela primeira vez e rodou por quatro países. De ônibus. Nos anos seguintes dificilmente havia um em que não estivesse planejando outra viagem. Hoje o produto destas pesquisas é compartilhado publicamente aqui, no Vida Cigana.

2 Comentários

Todos os comentários serão moderados previamente conforme as políticas do blog. Serão publicados e respondidos apenas após aprovação.

Clique aqui para deixar um comentário.

  • Olá, estou planejando uma viagem a França/2020 e surgiu uma dúvida quando a questão do valor mínimo exigido na imigração pois vou com minha companheiro e no caso o valor está tudo em uma só conta

House Sitting

vida cigana blog youtube house sitting

vida cigana blog youtube house sitting
rbbv abbv
Banner Seguros Promo

publicidade

hospedado por infinite cloud computing